Fumaça

Follow Fumaça
Share on
Copy link to clipboard

Jornalismo independente, progressista e dissidente.

Fumaça


    • Oct 28, 2021 LATEST EPISODE
    • every other week NEW EPISODES
    • 50m AVG DURATION
    • 368 EPISODES


    Search for episodes from Fumaça with a specific topic:

    Latest episodes from Fumaça

    [Republicação] Luís Sousa Ferreira sobre Cultura (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 28, 2021 68:28

    O Orçamento de Estado (OE) para 2022 chumbou. Na proposta, o executivo socialista propunha 644 milhões de euros para a Cultura, onde incluía a dotação da RTP. Excluindo a verba destinada à televisão e rádio públicas, sobravam 390 milhões. Era o terceiro ministério com menos dinheiro atribuído: 0,25% da despesa prevista. Um valor muito abaixo do mítico mínimo aceitável reclamado todos os anos pelos agentes culturais: 1% do OE. Por isso, escolhemos republicar uma entrevista lançada originalmente em junho de 2018, mas que poderia ter sido feita hoje. Luís de Sousa Ferreira, designer, produtor e programador cultural, ajuda-nos a pensar sobre cultura, entretenimento, apoios públicos às artes, cidades e aldeias, poder, litoral e interior, ego, falta dele e saber-fazer. Lê mais em www.fumaca.pt Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Sofia Neves sobre violência doméstica (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 14, 2021 46:20

    A violência doméstica é um fenómeno complexo, comum, mas acima de tudo, perigoso. Entrevistámos Sofia Neves, doutorada em psicologia social e presidente da Plano i, sobre violência doméstica, o desequilíbrio de poder nas relações, o impacto das crenças conservadoras nas relações sociais de género e as dificuldades de resposta das autoridades e instituições.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] Helena Roseta sobre habitação (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Sep 23, 2021 57:20

    A entrevista que vão ouvir hoje tem já mais de dois anos. Foi gravada durante a cobertura que fizemos antes das eleições legislativas de outubro de 2019. Foca-se num dos temas estruturantes dessa campanha: a habitação. Passado esse tempo, com uma pandemia pelo meio, algo não mudou: a dificuldade em arranjar casa a preços acessíveis, principalmente nos centros urbanos, continua a ser um tema crucial para uma grande parte da população. A propósito das eleições autárquicas deste domingo, dia 26, republicamos uma entrevista que aprofunda e escrutina a gestão do urbanismo e da habitação e património públicos da Câmara Municipal de Lisboa. Esta não é uma entrevista sobre o mandato do atual executivo — focamo-nos, na verdade, num período bem mais antigo — mas explica, em parte, como chegámos até aqui. Como a crise de habitação é consequência, também, de políticas públicas locais. Sabe mais em www.fumaca.pt Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Dinamam Tuxá sobre a resistência dos povos indígenas no Brasil (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Sep 9, 2021 49:57

    Dinamam Tuxá, ativista indígena, advogado, coordenador executivo da Associação dos Povos Indígenas do Brasil, explica a queixa feita ao Tribunal Penal Internacional contra Jair Bolsonaro. O presidente brasileiro é acusado de genocídio e ecocídio.  Lê mais em www.fumaca.pt.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Francisco Castro Rego sobre florestas e fogos (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Aug 26, 2021 80:22

    Francisco Castro Rego, ex-presidente do Observatório Técnico Independente (OTI) – criado pela Assembleia da República, depois dos incêndios de 2017 – extinto em julho de 2021, é crítico da política florestal e de combate a fogos em Portugal. Silvicultor e professor catedrático, considera que o poder político e as estruturas do Estado têm ignorado o trabalho de três anos do OTI – “O país convive muito mal com a crítica. E em vez de usar a crítica para aprender, finge que não ouve” – e que a Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais reclama competências “extremamente significativas” sem ter “estofo e pessoal suficiente para o fazer”.  Sabe mais no nosso site.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] A Serpente, o Leão e o Caçador | Ep.1: A Serpente

    Play Episode Listen Later Aug 12, 2021 33:21

    A propósito da publicação do 6.º relatório do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas, esta segunda-feira, republicamos o primeiro episódio da série "A Serpente, o Leão e o Caçador". Podes ouvir os restantes episódios no feed de podcasts do Fumaça ou aqui, onde também podes aceder à transcrição completa. Há também uma versão traduzida dos momentos falados em inglês. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Zélia Figueiredo sobre pessoas trans e saúde mental (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 29, 2021 63:04

    Três anos após a promulgação da lei do direito à autodeterminação da identidade e expressão de género, ouvimos Zélia Figueiredo, psiquiatra, especialista em sexologia. Desde 2009 passaram pela sua consulta  no Hospital Magalhães Lemos, no Porto, mais de 650 pessoas trans. À beira da reforma, lembra que a transexualidade não é uma doença – por isso não precisa de diagnóstico – e que a saúde mental de quem acompanha é sobretudo afetada pela discriminação e violência transfóbica.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Maria João Vaz sobre a origem das polícias (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 15, 2021 56:33

    Entrevista sobre a origem das polícias à historiadora Maria João Vaz, professora do departamento de história do ISCTE-IUL, investigadora do CIES - Centro de Investigação e Estudos de Sociologia e autora do livro “O Crime em Lisboa 1850-1910”. Esta entrevista faz parte da investigação que o Fumaça está a fazer, em parceria com a revista digital de jornalismo narrativo Divergente, sobre violência policial, racismo judicial e o que significa ser polícia em Portugal. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Rafaela Granja sobre família e parentalidade na prisão (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 1, 2021 69:16

    Entrevista com Rafaela Granja, socióloga e investigadora do Centro de Estudos em Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, sobre as experiências femininas de reclusão, a sexualidade dentro dos muros de um estabelecimento prisional, e o impacto de uma pena de prisão em pessoas reclusas e nas suas famílias. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] Mia Couto sobre literatura, língua portuguesa e colonialismo (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jun 10, 2021 66:19

    O português, língua-mãe de Mia Couto, é falado por menos de metade das pessoas do seu país. Hoje, no Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, relembramos esta entrevista sobre língua, guerra, passado e novo colonialismo. Podes ver a publicação original, de julho de 2019, aqui. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Em inglês] Ori Givati sobre o papel do exército israelita na ocupação da Palestina (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later May 27, 2021 81:03

    Enquanto Ori Givati crescia, tinha a certeza de uma coisa: quando fosse adulto, iria combater por Israel: “Cresci com a ideia de que a coisa mais importante que ia fazer na vida era tornar-me soldado do exército israelita”, disse-me. O caminho estava traçado. Defender o país através do exército seria honrar os seus antepassados e proteger familiares e quem a seguir viesse. Era isto que aprendia na escola, em casa, ou através dos média. Aos 19 anos, cumpriu o seu sonho e iniciou o serviço militar obrigatório mas, só tempo depois — e aos poucos —, começou a questionar a sua missão enquanto parte do IDF (Israeli Defense Forces). A cada checkpoint sem razão aparente, a cada invasão à casa de pessoas inocentes, a cada detenção arbitrária, uma pergunta ganhava dimensão na sua cabeça: “O que estamos a fazer é defender Israel?.” Anos mais tarde, a pergunta tem resposta: “Não. O que estamos a fazer na Cisjordânia e em Gaza é defender a ocupação”. Foi isso que o fez abandonar o exército e juntar-se à Breaking The Silence, uma organização sem fins lucrativos de ex-militares israelitas que partilham testemunhos de como a ocupação é praticada na Palestina. Hoje, Ori Givati é porta-voz e responsável pelas relações internacionais da organização. Num mês em que o Estado israelita praticou mais um massacre em Gaza, falamos sobre o papel do exército israelita na ocupação da Palestina. Nota: Esta entrevista foi feita em inglês. No Fumaça, temos falado sobre a ocupação da Palestina desde 2017. Lançámos várias entrevistas e ainda uma série sobre o tema. Se quiseres saber mais, deixamos-te aqui algumas recomendações: Série “Palestina, histórias de um país ocupado” Entrevista com o historiador Ilan Pappé sobre o nascimento do Estado de Israel Entrevista com Awni Farhat sobre a sua fuga ao inferno de Gaza Entrevista com Shahd Wadi sobre a história da Palestina e da sua família Reportagem com a banda palestiniana Le Trio Joubran e a resistência à ocupação Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Vítor Sanches sobre violência policial na Cova da Moura (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later May 20, 2021 54:58

    Vítor Sanches cresceu na Cova da Moura e desde sempre aprendeu que o seu bairro era “um lugar de exceção para a polícia". As rusgas e a violência desproporcional eram normais. Por isso, não o surpreendeu quando, em 2015, seis residentes da Cova da Moura foram sequestrados e espancados na esquadra de Alfragide.  No dia em que se assinalam dois anos desde que oito agentes dessa esquadra foram condenados nesse caso (um deles com pena de prisão efetiva), numa sentença histórica, conversamos com o ativista anti-racista e fundador da Bazofo, uma livraria, loja de roupa ética e sustentável e espaço de resistência na Cova da Moura. Esta conversa faz parte de uma investigação que o Fumaça está a fazer, em parceria com a revista digital de jornalismo narrativo Divergente, sobre violência policial, racismo judicial e também o que significa ser polícia em Portugal. Teremos mais novidades em breve. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Maria Paula Meneses sobre os movimentos de libertação africanos e o 25 de Abril (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Apr 22, 2021 73:48

    Entrevista à historiadora Maria Paula Meneses, coordenadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Uma reflexão sobre o papel dos movimentos de libertação africanos em tempos de Guerra Fria e de como foram determinantes para que o 25 de Abril de 1974 tivesse derrubado a ditadura e o império portugueses. Dos “três D” proclamados pelo Movimento das Forças Armadas – Democratizar, Descolonizar, Desenvolver –, entende que Portugal nunca cumpriu o da Descolonização. Analisa também o apoio da Europa ao projeto colonial em África, cujo “último representante da supremacia branca era o regime sul-africano”. É por essa razão, defende, que a guerra foi tão longa e que “Portugal não podia sair de Angola e de Moçambique”. Ouve aqui. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Pedro Neto Gouveia sobre regulação da segurança privada (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Apr 1, 2021 120:36

    A regulação da vigilância portuguesa cabe ao Departamento de Segurança Privada da Polícia de Segurança Pública. À cabeça deste serviço está, desde 2016, Pedro Neto Gouveia. Durante a investigação de "Exército de Precários", audiodocumentário dedicado à segurança privada que publicámos nos últimos meses, entrevistámo-lo por perto de duas horas, em maio de 2020, sobre a regulação do setor, a violência perpretada por e contra vigilantes, a segurança pública e as condições laborais dos seguranças. Lê mais aqui. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Christovam Barcellos sobre epidemias e emergência climática (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Mar 18, 2021 72:31

    Geógrafo e engenheiro, Christovam Barcellos é um nome referencial quando o assunto é a relação entre as consequências da emergência climática e as doenças infeciosas. Pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), uma das mais importantes instituições sanitárias do Brasil, Barcellos explica como o desmatamento das florestas tropicais, em regiões como a Amazônia e o Sudeste Asiático, e o degelo da permafrost, no Ártico e em zonas da Sibéria, podem levar ao surgimento de novas pandemias de vírus e bactérias sobre os quais temos pouca ou nenhuma informação. Lê mais aqui.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.8: Luvas | Série “Exército de Precários”

    Play Episode Listen Later Mar 4, 2021 112:52

    Mal pagos, cansados, frustrados e violentos. Os seguranças são abusadores, vítimas ou a linha que separa estas duas realidades é mais ténue do que parece? Este é o oitavo e último episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. As pessoas que fazem parte da comunidade Fumaça têm acesso a oito entrevistas extra que acompanham cada episódio. Com este sétimo episódio, deixamo-vos a nossa conversa com o superintendente Pedro Neto Gouveia, coordenador do departamento de Segurança Privada da Polícia de Segurança Pública, a entidade que fiscaliza o setor da segurança privada e emite os cartões profissionais que dão acesso à profissão de vigilante. O polícia diz que sabe tudo o que se passa na Segurança Privada e conhece quem abusa e quem cumpre. Admite os abusos laborais, a violência e até a falta de cumprimento de partes da Lei. Junta-te à Comunidade Fumaça fazendo uma contribuição recorrente em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Se 20% das pessoas que estão a ouvir esta série se juntassem à Comunidade Fumaça, seríamos auto-sustentáveis antes do fim do ano. Transcrição completa aqui: https://fumaca.pt/seguranca-privada-exercito-precarios-luvas/?utm_source=omny Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.7: Vampiros | Série “Exército de Precários”

    Play Episode Listen Later Feb 25, 2021 95:27

    Algures, talvez haja uma empresa de segurança privada em Portugal a cumprir a Lei. Em dois anos de investigação, não a encontrámos. Este é o sétimo episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. As pessoas que fazem parte da comunidade Fumaça já podem ouvir o oitavo e último episódio, para além da entrevista “extra” que o acompanha. Com este sétimo episódio, deixamo-vos a nossa conversa com Maria Fernanda Campos, subinspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho. A número dois da ACT falou-nos da dificuldade em fiscalizar o universo da segurança privada no país e reconhecer os abusos laborais praticados pelas empresas. Se queres ouvir esta entrevista e receber mais cedo o episódio final desta série, faz uma contribuição recorrente em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Lê a transcrição completa aqui: https://fumaca.pt/seguranca-privada-exercito-precarios-vampiros/ Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.6: Monarquia | Série "Exército de Precários"

    Play Episode Listen Later Feb 18, 2021 77:57

    Liderar um sindicato por 40 anos, sem contestação, exige que se saiba fazer uma de duas coisas: frente ao patronato ou à própria oposição interna. Este é o sexto episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. Enquanto ouves, podes acompanhar a transcrição do episódio aqui: https://fumaca.pt/seguranca-privada-exercito-precarios-monarquia/?utm_source=omny A pessoas que fazem parte da Comunidade Fumaça já têm acesso ao sétimo e oitavo episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas Extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este sexto episódio podem escutar a entrevista que fizemos a Rui Tomé, dirigente do STAD, o maior e mais antigo sindicato da segurança privada. Rui Tomé é vice-coordenador nacional, e trata dos assuntos laborais dos vigilantes. Nesta conversa falamos sobre o que tem feito o sindicato para defender os trabalhadores e, ainda, sobre os mecanismos de democracia interna no seio desta organização. Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda e o sétimo e oitavo episódios da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.5: Peixinhos | Série "Exército de Precários"

    Play Episode Listen Later Feb 11, 2021 70:27

    Um sindicato que joga pelas regras dos patrões é incompetente, corrupto ou apenas perdeu o seu objetivo? Este é o quinto episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. A pessoas que fazem parte da Comunidade Fumaça já têm acesso ao quinto e sexto episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas Extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este episódio, podem escutar a entrevista que fizemos a Rui Brito da Silva, fundador da ASSP, o sindicato que, em 2019, assinou um Contrato Coletivo de Trabalho com a AESIRF – liderada por José Morgado Ribeiro, seu patrão – e, por causa disso, criou o espaço para que centenas de trabalhadores fossem empurrados para um limbo legal em relação à transmissão de estabelecimento. Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda e sexto episódio da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Lê a transcrição do episódio aqui: https://fumaca.pt/seguranca-privada-exercito-precarios-peixinhos/?utm_source=omny Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.4: Tubarões | Série “Exército de Precários”

    Play Episode Listen Later Feb 4, 2021 68:10

    Se a alcunha “Dono Disto Tudo” não tivesse surgido nos corredores do Banco Espírito Santo, bem podia ter sido inventada no setor da segurança privada. Este é o quarto episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. A pessoas que fazem parte da Comunidade Fumaça já têm acesso ao quinto e sexto episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas Extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este quarto episódio, podem ouvir a conversa que tivemos em casa de José Morgado Ribeiro, fundador do Grupo 8, uma das mais importantes empresas de segurança privada do país.   Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda o quinto e sexto episódios da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.3: Limbo | Série “Exército de Precários”

    Play Episode Listen Later Jan 28, 2021 77:19

    Enquanto ouves, podes acompanhar aqui a transcrição do episódio. Em 12 anos, o Estado gastou mais de mil milhões de euros em segurança privada. É o maior cliente do setor. Estará conscientemente a promover precariedade? Este é o terceiro episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. A comunidade Fumaça já têm acesso aos primeiros quatro episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas Extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este terceiro episódio podes escutar na íntegra a entrevista que tentámos fazer a Rui Pereira, ex-ministro da Administração Interna e que, claramente, não terminou como esperávamos.  Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda os primeiros quatro episódios da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas. Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.2: Purgatório | Série "Exército de Precários"

    Play Episode Listen Later Jan 21, 2021 68:08

    Enquanto ouves, podes acompanhar aqui a transcrição do episódio. Do dia para a noite, centenas de seguranças perderam décadas de direitos laborais. Os patrões são claros: não é problema deles. Este é o segundo episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. A comunidade Fumaça já tem acesso aos primeiros quatro episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este primeiro episódio, podes escutar em detalhe um resumo das muitas conversas que tivemos com Paulo Guimarães, vigilante das Infraestruturas de Portugal que tem liderado a luta dos seguranças do Porto por melhores condições de trabalho.  Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda os primeiros quatro episódios da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Ep.1: Boinas | Série “Exército de Precários”

    Play Episode Listen Later Jan 14, 2021 77:20

    O Estado detém o monopólio da violência legal. Mas, se assim é, como se explica a ligação umbilical entre a segurança privada e as forças públicas de autoridade? Este é o primeiro episódio da série “Exército de Precários”, uma investigação de dois anos sobre a segurança privada em Portugal. A comunidade Fumaça já têm acesso aos primeiros quatro episódios desta série e ainda a um conjunto de entrevistas Extra: conversas aprofundadas com algumas das personagens centrais da história. Com este primeiro episódio, podes escutar em detalhe a conversa que tivemos com Sofia Figueiredo, vigilante na sede da Autoridade para as Condições do Trabalho, em Lisboa, sobre a ligação da segurança privada aos comandos e a violência dentro do setor. Sofia trabalha hoje para a empresa PSG. Antes, esteve ao serviço da 2045, fundada por Jaime Neves.  Se queres ouvir esta e outras entrevistas e ainda os primeiros quatro episódios da série, faz uma contribuição mensal em www.fumaca.pt/contribuir, ajudando o Fumaça a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas.  Ajuda-nos a ser o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado pelas pessoas: https://www.fumaca.pt/contribuir See omnystudio.com/listener for privacy information.

    "Exército de Precários", nova série Fumaça (Trailer)

    Play Episode Listen Later Jan 7, 2021 2:29

    “Exército de Precários” é o resultado de uma investigação de dois anos no interior da segurança privada em Portugal. O primeiro episódio sai a 14 de janeiro. Subscreve para receberes e ouvires a nova série Fumaça: http://fumaca.pt/seguranca-privada-exercito-precarios?utm_source=omny&utm_campaign=pre-lancamento-exercitoprecarios Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Em inglês] Awni Farhat, a história de uma fuga ao “inferno” de Gaza (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Dec 31, 2020 29:28

    Awni Farhat, 31 anos, nasceu num campo de refugiados na Faixa de Gaza, onde viveu até 2015. Sobreviveu a massacres, bombardeamentos constantes e um bloqueio ilegal imposto por Israel e o Egito, que limita a entrada e saída de bens e pessoas desde 2007, levando a região ao colapso. Em 2012, um relatório da ONU previa que, em 2020, Gaza passaria a ser “um sítio inabitável”. Hoje, é o último dia de 2020. A conversa que vão ouvir, em inglês, foi gravada em junho de 2018, em Cascais, a bordo do navio Al Awda, que significa “o retorno”, em árabe. Falávamos antes da sua partida numa das missões da campanha internacional Flotilha da Liberdade, que tem como objetivo desafiar o bloqueio a Gaza, navegando até lá de barco. Esse, como todos os outros, foi intercetado pelas autoridades Israelitas antes de chegar ao destino. Em 2020, pela primeira vez em anos, a Flotilhla não partiu até à Palestina devido às restrições impostas pela pandemia. Talvez no próximo ano. Talvez não. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Anabela Rodrigues sobre o SEF e políticas de imigração (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Dec 16, 2020 45:30

    No dia 12 de março, o Estado português assassinou Ihor Homeniuk no centro de detenção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras do aeroporto de Lisboa. O imigrante ucraniano tinha acabado de chegar a Portugal quando – segundo a conclusão da investigação feita pela Polícia Judiciária – vários inspetores do SEF o espancaram e torturaram durante 20 minutos, antes de o deixarem morrer por asfixia, lentamente. Apesar da rápida investigação da PJ e da acusação do Ministério Público, que levou três inspetores do SEF a prisão domiciliária, as responsabilidades políticas tardaram. Só a semana passada se demitiu a diretora do SEF, Cristina Gatões, se anunciou um eventual plano para a reestruturação desta polícia e o Governo decidiu indemnizar a família de Ihor, que não tinha sequer contactado diretamente durante todo este tempo.  Esta é uma história brutal dentro do SEF. Mas o abuso e a discriminação para com imigrantes em Portugal está no ADN da polícia fronteiriça, como reportámos na série “Aquilo é a Europa”, lançada no ano passado. Foi a propósito dessa reportagem que fizemos a entrevista que publicamos hoje pela primeira vez. Falámos com Anabela Rodrigues (também conhecida como Belinha), dirigente do Grupo Teatro do Oprimido de Lisboa, mediadora na associação Solidariedade Imigrante e candidata não eleita ao Parlamento Europeu pelo Bloco de Esquerda, nas eleições Europeias de 2019. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    O Fumaça já não acaba, só muda (Comunicado)

    Play Episode Listen Later Dec 10, 2020 6:04

    O Fumaça vai mudar um pouco no próximo ano. Estes são os nossos planos. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Raquel Vaz-Pinto sobre Direita (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Dec 3, 2020 89:35

    A propósito do acordo de incidência parlamentar entre as Direitas e a extrema-direita nos Açores, entrevistámos Raquel Vaz-Pinto, cientista política e investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais da Universidade Nova de Lisboa. É militante do CDS/PP, onde foi conselheira na Comissão Executiva da ex-líder Assunção Cristas, e número três nas listas às Eleições Europeias de 2019. É uma das subscritoras do manifesto “A clareza que defendemos”, um posicionamento político de figuras da Direita Portuguesa crítico da ascensão da extrema-direita, publicado no início de novembro. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] 25 de Abril: As estórias que a História não conta (Especial)

    Play Episode Listen Later Nov 26, 2020 86:58

    É mais fácil ser a favor ou contra o 25 de novembro de 1975 e do PREC do que realmente entendê-los. Foi por isso que organizámos, em 2017, a conversa “25 de Abril: As estórias que a História não conta”. Queríamos falar dos temas que ficam de fora das comemorações do 25 de Abril: o PREC, o papel dos movimentos de libertação nacional das ex-colónias no derrube do fascismo, as pessoas que deixaram de ser portuguesas a seguir à Revolução e a importância dos movimentos de estudantes. Hoje, 45 anos depois daquele 25 de novembro, republicamos a conversa. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Fumaça ganha bolsa de apoio ao jornalismo de 84 mil euros

    Play Episode Listen Later Nov 19, 2020 1:42

    O Fumaça ganhou uma nova bolsa da Open Society Foundations de 84 mil euros com o objetivo de ser 100% financiado pelas pessoas nos próximos dois anos.  Lê mais em https://fumaca.pt/fumaca-ganha-bolsa-de-apoio-ao-jornalismo-de-84-mil-euros/ Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Inquietações, uma homenagem a José Mário Branco

    Play Episode Listen Later Nov 19, 2020 6:03

    José Mário Branco sempre fez parte do Fumaça, não sabia ele quanto. Em quase todos os eventos que organizámos – lembrar-se-á quem lá esteve – havia uma pequena sala com um gravador e um microfone. Entrava quem queria, não sabendo ao que ia. Quando se sentava, uma pergunta apenas era feita: "O que é que te inquieta?” Hoje, no dia em que se cumpre um ano da sua morte, ouvimos as respostas de pessoas anónimas a esta pergunta. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] Valter Hugo Mãe sobre Cultura e Literatura (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Nov 12, 2020 77:47

    “Ó António Costa, onde é que está o Governo da Cultura?” Esta pergunta tem pouco mais de um ano. É uma interrogação repetida nos consecutivos protestos do setor ao longo deste ano, incluindo o desta segunda-feira, em frente à Assembleia da República. Para pensar algumas das questões estruturais que levam artistas à rua, republicamos a entrevista ao escritor Valter Hugo Mãe, sobre cultura e literatura, de setembro de 2019, gravada ao vivo no Festival Paredes de Coura. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] O Corpo Delas, As Regras Deles (Dois Pontos)

    Play Episode Listen Later Nov 5, 2020 57:47

    A gravidez é um perigo para mulheres em muitos países, seja por ausência de acompanhamento pré-natal ou assistência no parto, violência obstétrica ou falta de acesso a uma interrupção voluntária e segura da gravidez. Em países com leis de aborto proibitivas, a quase certeza de dar à luz um nado-morto ou um ser com anomalias congénitas graves não é razão para abortar. Um desses países pode ser, em breve, a Polónia, onde o Tribunal Constitucional abriu a porta à negação quase total do direito à interrupção voluntária da gravidez.  Republicamos hoje a reportagem “O corpo delas, as regras deles”, originalmente publicada em novembro de 2018. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Paulo Pena sobre desinformação, fake news e o futuro do jornalismo (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 29, 2020 100:33

    Nesta entrevista gravada online, num evento organizado pela associação sem fins lucrativos Academia Cidadã, conversamos com Paulo Pena, jornalista e fundador do Investigate Europe e autor de “Fábrica de Mentiras. Uma viagem ao mundo das fake news”. Falamos sobre a indústria das notícias falsas em Portugal, o papel do jornalismo na propagação e no combate à desinformação, a regulação das plataformas digitais e as eleições estadunidenses da próxima semana. Ouve aqui. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Fernando Diogo sobre pobreza e educação nos Açores (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 22, 2020 97:03

    Os Açores são a região mais pobre e  mais desigual de Portugal. A 25 de outubro de 2020, os açorianos votam nas Eleições Legislativas Regionais. Em antecipação, entrevistamos Fernando Diogo, sociólogo e professor na Universidade dos Açores. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] B-Fachada, sobre Democracia, História, e Música de Intervenção (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 15, 2020 43:12

    B-Fachada, cantautor e multinstrumentalista, reflete regularmente sobre a democracia, a política e a organização social de Portugal, da Europa e do mundo. Nesta entrevista fala sobre tudo isto, e ainda sobre o 25 de abril, a história Portuguesa, e o papel da música de intervenção nesta. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Miguel Bragança sobre investimento em políticas de Saúde Mental (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 8, 2020 98:00

    Miguel Bragança preside ao Colégio da Especialidade de Psiquiatria da Ordem dos Médicos, desde 2018, é psiquiatra no Hospital de São João e professor auxiliar convidado na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Nesta entrevista, gravada no início de junho, fala sobre a psiquiatria no Sistema Nacional de Saúde e no terceiro setor, olha para a saúde mental em tempo de pandemia e analisa as profundas desigualdades de acesso a tratamento psiquiátrico e psicológico, em Portugal. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] Maria João Pires, ativista, sobre feminismo e as mulheres na sociedade (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Oct 1, 2020 49:22

    Na convenção do partido de extrema-direita Chega, realizada em Évora, no fim-de-semana de 19 e 20 de setembro, Rui Roque, militante da distrital do partido no Algarve, antigo militante do PNR e da Aliança, levou a votação uma moção em que defendia, entre outros pontos, o seguinte: “Todas as mulheres que abortem no Serviço Público de Saúde, por razões que não sejam de perigo imediato para a sua saúde, cujo bebé não apresente malformações ou tenham sido vítimas de violação, devem ser retirados os ovários, como forma de retirar ao Estado o dever de matar recorrentemente portugueses por nascer, que não têm quem os defenda no quadro atual.” A proposta foi votada e discutida, tendo sido amplamente rejeitada (dos 254 delegados, só 38 votaram a favor). O debate tornou-se público, extravasou as linhas ideológicas internas do partido. Na semana seguinte, um vídeo começou a percorrer  a internet, chega aos programas da manhã e ninguém fala de outra coisa senão da rapariga a fazer sexo num comboio. Ela não estava só, havia dois rapazes também. Mas o foco foi ela, a sua conduta, o seu hipotético comportamento desviante, os seus alegados problemas emocionais e de desenvolvimento. O caminho de emancipação feminina é longo e tortuoso. O tempo em que, em Portugal, uma mulher precisava de autorização do marido para viajar ou para sair do país, não foi assim há tanto tempo. Hoje recordamos uma conversa publicada em abril de 2017, com Maria João Pires, ativista, uma das autoras do projeto Mulher Não Entra, sobre o quanto se andou para conseguir que as mulheres pudessem abortar sem serem criminalizadas e como a luta pela igualdade é um caminho com muitos contratempos.  Fiquem com a entrevista.  Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    [Republicação] Zillah Branco, a mulher que viveu todas as Revoluções (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Sep 24, 2020 127:51

    Passados 47 anos do golpe de Estado de 11 de setembro 1970, no Chile, que matou o presidente Salvador Allende, relembramos uma entrevista feita há mais de dois anos a Zillah Branco, a mulher que viveu todas as revoluções: da ditadura militar, no Brasil, ao regime socialista de Allende, no Chile, destruído pelo ditador Augusto Pinochet; do 25 de Abril de 1974, à eleição de Lula da Silva, ex-presidente brasileiro. Ouve a conversa aqui. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/listener for privacy information.

    Alexandra Lucas Coelho sobre o Líbano (Ask Me Anything Fumaça)

    Play Episode Listen Later Sep 17, 2020 76:33

    Na semana passada, organizámos o Ask Me Anything Fumaça de setembro. Tivemos como convidada a jornalista e romancista Alexandra Lucas Coelho, que viajou várias vezes pelo Médio Oriente nas últimas duas décadas: pela Palestina, Líbano, Iraque, Afeganistão, Síria, entre outros países, e publicou várias reportagens e livros escritos desde lá. Entre eles Oriente Próximo, publicado em 2007, Caderno Afegão, de 2009, ou Tahrir!, de 2011. O Ask Me Anything é um programa mensal exclusivo para a comunidade Fumaça. Não é uma entrevista, não é uma reportagem, é uma conversa; um espaço onde as pessoas que nos apoiam podem fazer perguntas e falar com alguém especialista num tema, de maneira informal, sem grande preparação ou pesquisa. Hoje publicamos, pela primeira vez, o resultado de um desses Ask Me Anything, para que possas entender de que se trata.  Se quiseres poder fazer parte dos próximos, considera apoiar-nos financeiramente para que continuemos a fazer o nosso trabalho. Neste momento, já mais de 30% das nossas despesas são pagas por um grupo cada vez maior de pessoas como tu. Ajuda-nos a fazer do Fumaça o primeiro projeto de jornalismo português totalmente financiado por quem nos ouve, vê e lê. Vai a www.fumaca.pt/contribuir Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Republicação] Série ‘Dá-lhe Gás’ | Ep.1 – O jardim da Celeste

    Play Episode Listen Later Sep 10, 2020 67:11

    Três anos após o Estado ter concessionado milhares de quilómetros de subsolo à petrolífera Australis, Maria Celeste descobre que querem fazer um furo prospeção de gás natural à porta de sua casa, em Aljubarrota, Alcobaça. Nunca a avisaram. Longe dos olhares, os terrenos já tinham sido vendidos. O que deixaram na região as petrolíferas que, durante décadas, procuraram petróleo e gás no Oeste? Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Republicação] Carlos Farinha Rodrigues sobre pobreza e desigualdade (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Sep 3, 2020 72:08

    Hoje republicamos uma entrevista gravada há mais de dois anos, em março de 2018, mas que podia ter sido feita ontem. É certo que alguns números estão datados; os atores políticos mudaram e o contexto internacional é outro. Mas há uma constante – Portugal é um país pobre, com demasiada gente pobre, olhe-se para que indicador estatístico se olhar.  Os dados mais recentes do Inquérito às Condições de Vida e Rendimento, realizado pelo Instituto Nacional de Estatística, em 2019, sobre rendimentos do ano anterior, mostram que 17,2% da população estava em risco de pobreza em 2018. Trocando por miúdos, significa que, anualmente, dispunham de menos de 6 014 euros para viver - ou seja, 501 euros por mês. O risco de pobreza diminuiu para os reformados e para famílias sem crianças quando comparados com os dados de 2017, mas aumentou para empregados e desempregados. Sem pensões, reformas e outros apoios sociais (como subsídios de desemprego, incapacidade para o trabalho, apoio à família ou rendimento social de inserção) 43,4% da população residente em Portugal estaria em risco de pobreza em 2018.  Para se perceber de forma mais aproximada a realidade da pobreza calcula-se um outro indicador, chamado “taxa de risco de pobreza ou exclusão social”, que analisa quanto ganham as pessoas, se estão em idade de trabalhar e têm ou não trabalho e a sua capacidade para aceder a um conjunto de bens e serviços. Em 2018 e 2019 a taxa risco de pobreza ou exclusão social foi de 21,6% são dois milhões duzentas e quinze mil pessoas. Mas o que significam e como são calculados estes dados? O que mostram e o que escondem? Foi sobre isto que em 2018 falámos com Carlos Farinha Rodrigues, doutorado em Economia e professor universitário no ISEG - Instituto Superior de Economia e Gestão. Queríamos perceber os efeitos da crise financeira de 2008, perceber quem mais tinha perdido, quem realmente a tinha pago. Hoje, em plena pandemia, presos entre uma crise de saúde pública e uma crise económica e social ainda no seu começo – para julho de 2020, a estimativa provisória do INE é de que haja 409.700 pessoas desempregadas, atirando a taxa de desemprego para 8.1%. São mais 39.400 pessoas do que em junho e mais 74 mil que em julho de 2019 – vale a pensar outra vez sobre as origens da pobreza e da desigualdade no nosso país. Fiquem com a entrevista.  Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    Flávio Almada (LBC) sobre James Baldwin e racismo estrutural (Extra)

    Play Episode Listen Later Aug 27, 2020 51:19


    Esta entrevista foi realizada durante a preparação e edição da peça “Dois Pontos - James Baldwin. Ninguém sabe o meu nome.”, onde podem ouvir-se excertos da conversa. Aqui, encontram a entrevista na totalidade.  Flávio Almada, também conhecido por LBC, é rapper, membro da Plataforma Gueto, um coletivo antirracista, e da Associação Cultural Moinho da Juventude, um projeto comunitário sediado na Cova da Moura, na Amadora. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.


    António Coimbra de Matos sobre depressão e saúde mental (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Aug 13, 2020 91:57

    Figura incontornável da pedopsiquiatria e da psicanálise em Portugal, António Coimbra de Matos dedicou grande parte da sua vida a tentar entender a depressão. Em entrevista, fala sobre a relação das doenças mentais com a família e o trabalho. Esta entrevista integra uma grande reportagem sobre saúde mental e prevenção do suicídio que publicaremos no futuro. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    (2/2) Agostinho Costa sobre segurança e forças de segurança públicas e privadas (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Aug 7, 2020 57:07

    Hoje publicamos a segunda parte da entrevista a Agostinho Costa, Major-General, antigo segundo Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana, sobre segurança e forças de segurança públicas e privadas. Se não ouviste a primeira parte, que publicámos ontem, pára aqui e vai ouvir, será mais fácil entenderes o que vais ouvir de seguida. Entre muitas outras funções militares, o também mestre em Relações Internacionais pela Universidade Lusíada de Lisboa, comandou a Escola de Tropas Paraquedistas e chefiou o Gabinete de Planeamento e Programação do atual Instituto Universitário Militar. Aqui, ajuda-nos a perceber como se tornou o setor da segurança privada o maior corpo de segurança do país e para onde nos leva este caminho. Sabe mais aqui: https://bit.ly/2PFMORn  Esta entrevista foi realizada no âmbito de uma investigação sobre segurança privada apoiada através de uma bolsa de investigação jornalística atribuída pela Fundação Calouste Gulbenkian, em 2018. O contrato pode ser consultado aqui. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    (1/2) Agostinho Costa sobre segurança e forças de segurança públicas e privadas (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Aug 6, 2020 53:26

    Hoje, publicamos a primeira entrevista, parte de uma série que estamos a preparar há mais de um ano e de que nunca vos tínhamos falado. Chegou o momento: nos próximos meses, vão ouvir-nos falar sobre segurança privada. Se pensarem bem, estas e estes profissionais estão por todo o lado: nos hipermercados, nos centros comerciais, nos hospitais e centros de saúde, nos transportes públicos, nas estações de comboio e de autocarros, nos aeroportos, nas repartições de finanças, da segurança social ou do centro de emprego. Mas quem vigia os vigilantes? Sabiam que este setor privado é, no seu conjunto, o maior corpo de segurança do país? Há 45 mil pessoas no ativo, das 58 mil autorizadas a trabalhar, a quem o Ministério da Administração Interna atribuiu cartão profissional. Se olharmos com atenção, há menos efetivos no conjunto dos três ramos das Forças Armadas Portuguesas (36 357, máximo autorizado, em 2020) ou na soma do total de efetivos dos corpos da PSP (20.977, em 2019) e da GNR (23.022, em 2018). Que ligações existem entre os mundos da segurança privada, as forças de segurança e o exército? Nos último ano, conversámos com dezenas de vigilantes. O que nos contaram fui muito mais grave do que imaginávamos: de precariedade laboral e bullying corporativo, a práticas ilegais e violentas por parte de vigilantes ou grandes empresas do setor. Porque é que isto acontece? Que papel tem o Estado em tudo isto? Como foi criado este exército de precários? É por isto e por muito, muito mais que estamos há meses a trabalhar nesta nova série. Mas, antes, e porque a realidade é muito complexa, achamos que deviam ouvir esta entrevista, feita num registo mais cru do que as habituais. Em maio passado, entrevistámos Agostinho Costa, Major-General, antigo segundo Comandante-Geral da Guarda Nacional Republicana, ex-Chefe do Estado-Maior da European Rapid Operational Force e Membro do Grupo de Reflexão Estratégica sobre Segurança. Na qualidade de investigador, co-coordenou, com o professor Nelson Lourenço, o livro “Estratégia de Segurança Nacional - Portugal Horizonte 2030”, lançado em 2018.  É uma conversa longa, por isso a publicaremos em duas partes – dividas entre hoje e amanhã – mas que vos dará o contexto e as bases teóricas sobre o que é isto da segurança, que papel têm as empresas de segurança privada na sociedade e quais são e devem ser as funções do Estado quando falamos do uso legal da força.  Sabe mais aqui: https://bit.ly/2PFMORn  Esta entrevista foi realizada no âmbito de uma investigação sobre segurança privada apoiada através de uma bolsa de investigação jornalística atribuída pela Fundação Calouste Gulbenkian, em 2018. O contrato pode ser consultado aqui. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    Susana Peralta sobre portas giratórias e a queda dos “gestores de topo” (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 30, 2020 59:09

    Na última década, vários dos chamados “gestores de topo” portugueses têm sido, um a um, afastados das suas funções por alegada má gestão e corrupção, entre outras razões – umas mais legais que outras. De Zeinal Bava e Ricardo Salgado a António Mexia. Como se explica que tantos líderes das maiores empresas portuguesas caiam do pedestal? Esta entrevista faz parte de uma investigação Fumaça que procura responder à pergunta: “O que faz com que uma pessoa esteja mais perto do poder?”.  Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Ao vivo] Marco Ribeiro Henriques sobre prisões em Portugal (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 23, 2020 64:21

    Como qualquer cidadão, uma pessoa presa tem direito a trabalhar e não pode ser obrigada a fazê-lo, se assim não o desejar. No entanto, na maioria dos casos, não recebe o mesmo pelo mesmo trabalho feito por uma pessoa livre. Longe disso. “Há pessoas presas que trabalham sete a oito horas por dia, em linhas de produção, têm hierarquia e recebem 60 euros por mês. O trabalho mais bem pago dentro da prisão não chega a cinco euros por dia – e é o Estado português que paga”, diz Marco Ribeiro Henriques, jurista e investigador em Direitos Humanos, Direito penal e Política Criminal, com especial foco no trabalho prisional e na condição das mulheres presas.  Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Republicação] Reportagem – Bairro 6 de Maio: ordem para dividir

    Play Episode Listen Later Jul 17, 2020 38:41

    Republicamos a segunda reportagem sobre o Bairro 6 de Maio, originalmente publicada em outubro de 2018.  Segundo dados dos Censos, existiam 20.460 barracas no país, em 1991. A larga maioria situava-se na região da Grande Lisboa (12.212), do Grande Porto (1.311) e na Península de Setúbal (1.101), e as restantes estavam espalhadas pelo país. O alojamento precário foi elevado a problema nacional e o governo de então pôs em marcha um programa que prometia resolvê-lo: “nunca tão grandes incentivos foram preparados para os municípios enfrentarem, com a colaboração do governo, o problema das barracas”, dizia o então primeiro-ministro Cavaco Silva. E reforçava que “programas como este não se resolvem com discursos nem com palavras fáceis”. Assim foi: em 1993, criou-se o Programa Especial de Realojamento (PER), que pretendia erradicar todos os bairros de barracas das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto. O plano era ambicioso. Hoje, passados mais de 25 anos da sua apresentação, continua por cumprir. Das 48.416 famílias sinalizadas, 11.126 ficaram por realojar, o que significa que apenas 72% do programa foi executado. Com atrasos constantes na implementação, as famílias e os bairros foram crescendo, o que criou mais problemas. Segundo dados do Levantamento Nacional das Necessidades de Realojamento Habitacional de fevereiro de 2018, apenas 20 dos 27 municípios concluíram o programa. Bairros como o 6 de Maio, na Amadora, seguem em luta por alternativas dignas de habitação, mais de duas décadas depois da promessa. O que aconteceu às famílias realojadas? Para onde foram viver? Que tipo de casas lhes foram oferecidas? Que condições têm os bairros para onde os municípios as encaminharam? Que famílias estão ainda por realojar? Quem vive hoje nos terrenos onde os bairros de barracas existiam? Quem detém os terrenos e quem ganhou à custa da retirada destas pessoas? “Bairros PERdidos” é uma das campanhas de crowdfunding que relançámos a semana passada. Nesta investigação Fumaça, vamos perceber como correram os processos de demolição, realojamento e construção de bairros pertencentes ao PER e ao Estado português, desde 1993. Se acreditas na importância do jornalismo de investigação e queres continuar a ouvir peças do Fumaça, vai a fumaca.pt/crowdfunding e ajuda-nos a atingir o objetivo. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Republicação] Reportagem – Bairro 6 de Maio: ordem para limpar

    Play Episode Listen Later Jul 16, 2020 41:42

    Republicamos a primeira reportagem sobre o “Bairro 6 de Maio”, originalmente lançada em abril de 2018.  Segundo dados dos Censos, existiam 20.460 barracas no país, em 1991. A larga maioria situava-se na região da Grande Lisboa (12.212), do Grande Porto (1.311) e na Península de Setúbal (1.101), e as restantes estavam espalhadas pelo país. O alojamento precário foi elevado a problema nacional e o governo de então pôs em marcha um programa que prometia resolvê-lo: “nunca tão grandes incentivos foram preparados para os municípios enfrentarem, com a colaboração do governo, o problema das barracas”, dizia o então primeiro-ministro Cavaco Silva. E reforçava que “programas como este não se resolvem com discursos nem com palavras fáceis”. Assim foi: em 1993, criou-se o Programa Especial de Realojamento (PER), que pretendia erradicar todos os bairros de barracas das áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto. O plano era ambicioso. Hoje, passados mais de 25 anos da sua apresentação, continua por cumprir. Das 48.416 famílias sinalizadas, 11.126 ficaram por realojar, o que significa que apenas 72% do programa foi executado. Com atrasos constantes na implementação, as famílias e os bairros foram crescendo, o que criou mais problemas. Segundo dados do Levantamento Nacional das Necessidades de Realojamento Habitacional de fevereiro de 2018, apenas 20 dos 27 municípios concluíram o programa. Bairros como o 6 de Maio, na Amadora, seguem em luta por alternativas dignas de habitação, mais de duas décadas depois da promessa. O que aconteceu às famílias realojadas? Para onde foram viver? Que tipo de casas lhes foram oferecidas? Que condições têm os bairros para onde os municípios as encaminharam? Que famílias estão ainda por realojar? Quem vive hoje nos terrenos onde os bairros de barracas existiam? Quem detém os terrenos e quem ganhou à custa da retirada destas pessoas? “Bairros PERdidos” é uma das campanhas de crowdfunding que relançámos a semana passada. Nesta investigação Fumaça, vamos perceber como correram os processos de demolição, realojamento e construção de bairros pertencentes ao PER e ao Estado português, desde 1993. Se acreditas na importância do jornalismo de investigação e queres continuar a ouvir peças do Fumaça, vai a fumaca.pt/crowdfunding e ajuda-nos a atingir o objetivo. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca See omnystudio.com/policies/listener for privacy information.

    [Republicação] Margarida Tengarrinha sobre a vida na clandestinidade (É Apenas Fumaça)

    Play Episode Listen Later Jul 9, 2020 106:42

    É uma militante anti-fascista de 92 anos que esteve, durante a ditadura, cerca de duas décadas na clandestinidade. Em conjunto com o seu companheiro, o artista José Dias Coelho, criou uma oficina de falsificação de documentos para os camaradas do partido, incluindo Álvaro Cunhal, eleito líder do Partido Comunista Português em 1961, já depois de ter fugido da prisão de Peniche, um ano antes. Durante a década de 1950, os lares de Margarida e José foram dos mais importantes núcleos de resistência ao fascismo. Ficar em casa e apenas sair “para fazer coisas inadiáveis” foi exatamente a sua vida, durante duas décadas. Há pouco mais de dois meses, no final de abril, o Ricardo Esteves Ribeiro telefonou a Margarida Tengarrinha. Ela disse-lhe: “Oh Ricardo, eu sou das pessoas menos afetadas com isto, tive vários anos de prática!” Estava saudável, com energia e até voltou a pintar. Recorda a entrevista que hoje republicamos e que foi gravada ao vivo, no evento de comemoração do segundo aniversário do Fumaça. Support the show: https://www.patreon.com/fumaca

    Claim Fumaça

    In order to claim this podcast we'll send an email to with a verification link. Simply click the link and you will be able to edit tags, request a refresh, and other features to take control of your podcast page!

    Claim Cancel