Podcasts about quando

Share on
Share on Facebook
Share on Twitter
Share on Reddit
Copy link to clipboard
  • 7,263PODCASTS
  • 29,942EPISODES
  • 24mAVG DURATION
  • 10+DAILY NEW EPISODES
  • Nov 29, 2021LATEST

POPULARITY

20112012201320142015201620172018201920202021


Best podcasts about quando

Show all podcasts related to quando

Latest podcast episodes about quando

Cafezinho Café Brasil
Cafezinho 442 – Por que cultura é boa?

Cafezinho Café Brasil

Play Episode Listen Later Nov 29, 2021 6:20


A cultura é boa porque é através dela que manifestamos nossa inteligência. Diferente dos animais, que vivem do meio, os seres humanos criam o meio. E é essa capacidade de criar que nos faz todos iguais, embora ao mesmo tempo nos faz tão diferentes, já que cada um cria sua própria cultura. E a soma dessas culturas diversas é que nos faz o que somos. A cultura é boa porque nos torna mais ricos. Nossos sistemas de crenças, padrões de conduta, princípios e formas de vida derivam da cultura, que é a soma de todas as formas de arte, de amor e de pensamento. Uma soma que permitiu que os seres humanos sejam mais livres. A cultura se relaciona com o desenvolvimento de nossas atitudes, ao esculpir nossos valores e influenciar a forma como vivemos. A cultura é boa porque nos orienta na forma como vemos o mundo e modela nossas atitudes. Quando rotulamos algo como bom ou mau, ou bem ou mal, usamos nossas ideias preconcebidas. E a cultura à qual pertencemos determina a estrutura de nosso pensamento e influi imensamente em nossas percepções e na construção de ideias preconcebidas. A cultura é boa porque nos prepara para compreender a sociedade na qual vivemos. As ideias que temos enraizadas na mente são nosso instrumento para compreender o mundo. A cultura do brasileiro nos dá flexibilidade para sair das saias justas. A cultura do alemão dá racionalidade e frieza para julgar sem emoções. A cultura do chinês dá a capacidade de pensar a longuíssimo prazo. A cultura é boa porque influencia diretamente a forma como nosso cérebro processa a informação. A cultura nos dá identidade e nos ajuda a forjar nosso caráter. Os valores que compartilhamos em nossas comunidades e grupos sociais nos dão o sentido de pertencimento a um grupo. Por que a cultura é boa? Porque nos une e dá a sensação de segurança, da proteção de pertencer a um grupo.   No Youtube: https://youtu.be/6_PjW0z2_Lw Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Acesse http://mundocafebrasil.com

Café Brasil Podcast
Cafezinho 442 – Por que cultura é boa?

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later Nov 29, 2021 6:20


A cultura é boa porque é através dela que manifestamos nossa inteligência. Diferente dos animais, que vivem do meio, os seres humanos criam o meio. E é essa capacidade de criar que nos faz todos iguais, embora ao mesmo tempo nos faz tão diferentes, já que cada um cria sua própria cultura. E a soma dessas culturas diversas é que nos faz o que somos. A cultura é boa porque nos torna mais ricos. Nossos sistemas de crenças, padrões de conduta, princípios e formas de vida derivam da cultura, que é a soma de todas as formas de arte, de amor e de pensamento. Uma soma que permitiu que os seres humanos sejam mais livres. A cultura se relaciona com o desenvolvimento de nossas atitudes, ao esculpir nossos valores e influenciar a forma como vivemos. A cultura é boa porque nos orienta na forma como vemos o mundo e modela nossas atitudes. Quando rotulamos algo como bom ou mau, ou bem ou mal, usamos nossas ideias preconcebidas. E a cultura à qual pertencemos determina a estrutura de nosso pensamento e influi imensamente em nossas percepções e na construção de ideias preconcebidas. A cultura é boa porque nos prepara para compreender a sociedade na qual vivemos. As ideias que temos enraizadas na mente são nosso instrumento para compreender o mundo. A cultura do brasileiro nos dá flexibilidade para sair das saias justas. A cultura do alemão dá racionalidade e frieza para julgar sem emoções. A cultura do chinês dá a capacidade de pensar a longuíssimo prazo. A cultura é boa porque influencia diretamente a forma como nosso cérebro processa a informação. A cultura nos dá identidade e nos ajuda a forjar nosso caráter. Os valores que compartilhamos em nossas comunidades e grupos sociais nos dão o sentido de pertencimento a um grupo. Por que a cultura é boa? Porque nos une e dá a sensação de segurança, da proteção de pertencer a um grupo.   No Youtube: https://youtu.be/6_PjW0z2_Lw Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Acesse http://mundocafebrasil.com

História FM
077 Duas Irlandas: a história por trás dos conflitos

História FM

Play Episode Listen Later Nov 29, 2021 106:11


Durante séculos a Irlanda foi palco de uma série de conflitos, e na era da ascensão dos nacionalismos o país viu o crescimento de movimentos rumo a uma independência do colonialismo britânico em seu território. Quando isso aconteceu, no entanto, o país foi dividido, e essa divisão gerou conflitos internos até hoje mal resolvidos, com alguns milhares de mortos como resultado. E embora essa história seja pouco conhecida no Brasil, ela foi tema de diversos filmes, músicas e outros produtos da indústria cultural, e justamente para contribuir com o debate em torno desse tema, ainda muito discreto em nosso país, convidamos o Prof. Erick Carvalho para nos contar a história desses conflitos, de 1798 até os Acordos da sexta-feira santa de 1998. E afinal, o Brexit pode culminar na reunificação da Irlanda?

Isso é Fantástico
Como olhar para o outro sem preconceito?

Isso é Fantástico

Play Episode Listen Later Nov 28, 2021 37:25


Quando você olha para o outro, quem você vê? A reflexão é desafiadora, mas necessária: como olhar e enxergar o outro sem preconceito? O podcast Isso É Fantástico de hoje discute vários tipos de preconceito, especialmente o capacitismo - preconceito contra deficientes físicos. Esse é o tema de uma campanha que propõe quebrar barreiras e mostrar que a deficiência é apenas um detalhe, não uma definição. Quem embarcou na campanha e também participa do podcast é o ator e ex-modelo Luciano Szafir, que recentemente chamou atenção ao desfilar na São Paulo Fashion Week com a bolsa de colonostomia à mostra. Ele contou o que o motivou a assumir o item e defender a causa. A apresentadora Renata Capucci também recebe a repórter do Fantástico Flávia Cintra e o idealizador da campanha, Marco Magalhães, para conversar sobre o tema.

Liberi Oltre & Michele Boldrin
Austerità quando funziona e quando no

Liberi Oltre & Michele Boldrin

Play Episode Listen Later Nov 28, 2021 57:34


Cos'è l'austerità? Ne parlano Simone Villani e Matteo Fatale con il professor Carlo Favero, coautore del libro insieme a Francesco Giavazzi e Alberto Alesina. Si parte dalle definizioni principali e dalla storia del debito pubblico italiano, così da comprendere a pieno in che modo siamo arrivati ad un livello di indebitamento insostenibile alle porte della crisi dei debiti sovrani. Si citano poi una serie di casi storici di austerità, con una parte tecnica sui moltiplicatori e sui vari tipi di austerità: basata sul taglio della spesa pubblica o basata sull'aumento delle tasse. In conclusione viene poi trattata la situazione dei conti pubblici italiani e greci durante il periodo più critico della crisi. ----------------------------

Trip FM
Érick Jacquin: Ninguém vai me derrubar

Trip FM

Play Episode Listen Later Nov 26, 2021


Sem papas na língua, o chef e estrela do Masterchef fala sobre a infância na França, a dificuldade em lidar com dinheiro e maconha Quando estreou como jurado no Masterchef, Érick Jacquin – já muito premiado e reconhecido por seu trabalho em algumas das cozinhas mais celebradas de São Paulo – andava em baixa. Não por suas receitas, mas porque sempre foi um péssimo administrador. Um gastador confesso, ele precisou trabalhar duro para sair de um buraco financeiro e chegou a declarar que nunca mais assinaria uma carteira de trabalho na vida. "Nunca vi pobre falar que dinheiro não dá felicidade. Eu gosto de gastar dinheiro, mas não sou um bom administrador. Sou da moda antiga, gosto de ter o papel na mão. Mas precisa ser generoso com o dinheiro, quando a gente tem, deve ajudar os outros", diz. Um fã de teatro e do circo, começar na televisão foi mais um sonho realizado do que um golpe de sorte. Como há muito já não acontecia na cozinha, Jacquin se colocou como aprendiz e contou muito, principalmente, com a ajuda da apresentadora Ana Paula Padrão. Não demorou para que o seu sotaque carregado apesar dos quase trinta anos no Brasil e seu jeito sem papas na língua lhe transformassem num sucesso. E não foi somente o bolso do chef que se beneficiou por essa volta por cima. A capital paulista voltou a ter os seus pratos figurando em – por enquanto – três estabelecimentos diferentes: o Ça-Va, o Président e o Buteco do Jacquin, sendo que uma casa com pratos italianos deve estrear em breve. Um menino de infância feliz, que voltava da escola de bicicleta para saborear os pratos da mãe, no interior da França, Érick Jacquin bateu um papo com o Trip FM sobre maconha, crítica gastronômica, dinheiro e mais. Ouça o programa no Spotify, no play nesta reportagem ou leia um trecho da entrevista a seguir. [IMAGE=https://revistatrip.uol.com.br/upload/2021/11/61a13b6bdcfa9/erick-jacquin-masterchef-restaurante-frances-tripfm-mh-2.jpg; CREDITS=Renan Foto Gastro; LEGEND=Erick Jacquin; ALT_TEXT=Erick Jacquin] Trip. A gente gosta de começar falando sobre o lugar de origem. Como era a sua família quando você era criança? Como foi a sua infância? Érick Jacquin. Eu nasci de uma família normal, no interior da França, em uma cidade pequena. Fui criado ao lado de três irmãos. Sou o caçula, então todos dizem que sou o preferido. Eu comi muito bem: minha mãe cozinhava e ainda cozinha muito bem. O meu pai reformava castelos no Vale do Loire. Era uma família que precisava trabalhar, mas que me deu uma infância maravilhosa. Nunca comi na escola, sempre voltava para almoçar em casa, de bicicleta. Eu até me arrependo de ser adulto. Quando a gente olha para a França, vê um ponto positivo: é o Estado que provê uma série de benefícios para o cidadão. Você consegue dizer, pensando por um outro ângulo, quais são os defeitos da França hoje? Eu acho que os franceses são preguiçosos, eles não querem mais trabalhar. É um outro tipo de França daquela que eu conheci em Paris quando tinha vinte anos. Ninguém quer ser mais o cozinheiro que eu fui, que trabalhava de sábado e domingo. Hoje é um momento diferente. Os impostos são mais caros e a França dá tudo, mas pode ser que ela dê demais. Os franceses hoje recebem mais do que dão. No Brasil é ao contrário, aqui falta receber mais. Existe uma tese que diz que amar o trabalho pode ser uma armadilha capitalista e que a alegria é geralmente encontrada fora do emprego. Você concorda? Cada trabalho é diferente. Eu nunca trabalhei na minha vida, não combina comigo essa tese. Eu só me diverti. Isso combina muito bem para alguém que passa o dia no computador, que talvez ganhe muito dinheiro, mas que passe o dia inteiro falando de número. Isso é escravidão moderna. Cozinhar é um trabalho? Não é. Hoje eu fui em todos os meus restaurantes, fui fazer teste de cardápio, conversei com gente diferente, fiz foto, gravei meu programa de televisão. Não é trabalho, é diversão.

JB Carvalho
#308 - Como Deus te vê - Parte I - JB Carvalho

JB Carvalho

Play Episode Listen Later Nov 26, 2021 43:43


Você sabe quais são os pensamentos de Deus ao seu respeito? “Eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, pensamentos de paz e não de mal para lhes dar um futuro e uma esperança.” Jeremias 29:11 Por isso, alinhe os seus pensamentos para que sua mente não seja um obstáculo para os propósitos de Deus, Ele quer fazer através de você. O caos exterior se submete a ordem interior, a paz de dentro ocupou um espaço fora. O Reino de Deus está no meio de nós, logo o mundo aqui fora terá que se submeter a realidade que habita dentro de nós. Maior é Aquele que está em você do que aquele que está no mundo. Suas vitórias internas moldam suas vitórias externas! Primeiro você precisa virar essa chave dentro de você, não queira mudar as coisas que estão fora de você antes, porque ao mudar dentro você tem o poder de mudar tudo a sua volta. Não reclame porque as coisas não estão mudando , reclame porque você não está mudando. Quando você se olhar no espelho se pergunte - Eu gosto do que vejo no meu interior? A consciência de quem eu me torno em Cristo me faz ser quem eu sou de verdade. Se você nasceu de novo o seu espírito se acendeu e as coisas que você fazia antes não fazem mais sentido agora. Sua lâmpada se iluminou internamente, é hora de acordar! Ministração do dia 21 de novembro, 2021.

Dicas de Negociação e Vendas com Márcio Miranda
Aprenda a exportar para vender mais (#877)

Dicas de Negociação e Vendas com Márcio Miranda

Play Episode Listen Later Nov 26, 2021 37:26


Quando o mercado interno está ruim, todos pensam em exportar. Será que é algo simples para o pequeno e médio empresário? Para tirar essa dúvida convidamos Francisco Freitas, um especialista no tema. Não deixe de assistir esta interessante entrevista com Márcio Miranda. Para mais dicas de vendas e negociação acesse: www.marciomiranda.com.br

Mamilos
Alegria Agora, Agora e Amanhã - Congado de Uberlândia

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 26, 2021 73:36


Bem-vindes à minissérie "Alegria Agora, Agora e Amanhã", uma expedição especial do Mamilos realizada em parceria com o Bradesco. Em 5 episódios, a cada sexta vamos te levar para uma cidade diferente do Brasil. Mergulhe com a gente nos sons, nos cheiros, nas emoções das festas populares que contam a história do nosso povo e constroem a nossa identidade. Desde março de 2020 que a alegria está suspensa em todo território nacional. Entre tantas perdas, falar das festas que não aconteceram é reclamar um espaço para a nossa dor, dar contorno e nome pra ela. É construir a certeza de que vamos voltar a sorrir, suar, cantar, dançar e brincar juntos. É refletir na importância do que criamos e vivemos nessas festas. No segundo episódio, Ju Wallauer e Cris Bartis te levam pra Uberlândia, em Minas Gerais, pra conhecer o Congado - uma manifestação cultural e religiosa que mistura tradição, crenças, comida e música. _____ BRADESCO Cada festa que retratamos aqui e tantas outras pelo Brasil são fonte e resultado direto da riqueza da nossa cultura. São o encontro do nosso passado e do nosso futuro. A cultura é um motor de transformação. Quando a gente entende o valor da nossa história, das nossas manifestações culturais, então a gente está mais preparada para construir o futuro. É por isso que essa minissérie é uma cocriação B9 e Bradesco. Todos os anos, o Bradesco apoia, promove e amplifica diversas manifestações culturais pelo país. Não importa se a festa movimenta milhões ou, se por conta da pandemia, não conseguiu ir à rua. O que importa é a memória, a tradição e a conexão que elas geram entre as pessoas. E o espelho que são da gente mesmo, pra que a gente se reconheça e consiga enxergar quem somos e pra onde vamos. Você pode acompanhar as novidades de alguns dos principais eventos culturais do Brasil em cultura.bradesco. O Bradesco acredita que a cultura, além de parte da nossa identidade, é um instrumento poderoso de transformação. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br . Facebook: https://www.facebook.com/mamilospod . Twitter: https://twitter.com/mamilospod . Instagram: https://www.instagram.com/mamilospod . LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/mamilos-podcast . YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCVYbjLZeD1sWzbxSd3TBXDw _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS A minissérie “Alegria agora, agora e amanhã” é uma produção do B9 em parceria com o Bradesco. A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. A direção de conteúdo é de Peu Araújo. Com produção de Anna Tiago, Joana Rosa, Leo Nunes, Liam Cavalcante e Raíssa Dantas. A edição foi de Mariana Leão, com apoio de Angie Lopez A trilha sonora original é de Bruno Bonaventure e Jesus Sanchez, da Sound Design As capas são de Thiago Lucas A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Saindo da Bolha
#96 - Lei e Ordem

Saindo da Bolha

Play Episode Listen Later Nov 26, 2021 32:16


Quando a Lei e Ordem vão para o espaço, o momento seguinte é o de caos. E quando o caos se estabelece, a população, mais cedo ou mais tarde, vai aceitar novas restrições às suas liberdades individuais para recuperar a percepção que teve no passado. De verdade? O truque é velho. Mais, ainda que sendo velho, cá estamos, como grupo, caindo nele de novo. Nada é por acaso e os exemplos se acumulam. Nesse programa de hoje vamos falar um pouco mais sobre esse assunto! Para quem desejar apoiar a nossa causa de liberdade de expressão e informação muito além da imprensa tradicional, visite o nosso programa de apoio: apoia.se/saindodabolha.

Perdidos na Estante
PnE 139 – Filme Como Água para Chocolate

Perdidos na Estante

Play Episode Listen Later Nov 25, 2021 46:42


O México está de volta à cozinha do Perdidos na Estante convidando todos a provar as iguarias de Como Água para Chocolate! Seja você um apreciador dos temperos de Tita ou um fã de uma boa história de amor tórrido, esse episódio é para você, ouvinte! Como Água para Chocolate é um filme mexicano de 1992, dirigido por Alfonso Arau e roteirizado pela própria Laura Esquivel, autora do livro homônimo. No elenco, nomes como Lumi Cavazos, Marco Leonardi, Regina Tomé e Mario Iván Martínez dão vida a personagens que marcaram o público da época, com grande destaque para as atuações e caracterizações. Por falar em atuação, Lumi Cavazos inclusive recebeu o prêmio de melhor atriz do Festival de Gramado por seu papel como Tita. Além do reconhecimento internacional, o longa-metragem também entrou para a lista de 100 melhores filmes do cinema mexicano em 1994 e segue até hoje como uma referência para o gênero específico que mistura paixões e sabores. Nós já conversamos sobre o livro Como Água para Chocolate! Não deixe de conferir nossa conversa lá no PnE 138! Citamos no episódio: Livro Tia Julia e o Escrevinhador - Mario Vargas Llosa Fala com a gente! Ouviu o episódio? Conta pra gente o que você achou. Pode nos chamar nas redes sociais, comentar nessa postagem ou nos mandar um e-mail para contato@leitorcabuloso.com.br Ficha técnica Apresentação: Amanda Barreiro, Paulo Vinícius e Aline Bergamo Pauta: Amanda Barreiro Assistente: Leonardo Tremeschin Edição: Ace Barros Agradecimentos Especiais Agradecimentos especiais a quem nos apoia, especialmente a Abner de Souza, Airechu, Alessandra Rocha, Aline Bergamo, Amauri Silva, Caio Amaro, Carolina Mendes, Carol Vidal, Cláudia Rodrigues, Clecius Duran, Dayse Cristhina, Edgar Egawa, Fernanda Cortez, Igor Bajo, Janaina Vieira, Lara Prado, Leandro Gomes, Lucas Domingos, Lu Bento, Luiz Silva, Marina Kondratovich, Marina Jardim, Melisa de Sá, Nielson Rocha, Priscilla Rubia, Ricardo Brunoro, Rodrigo Leite, Nilda, Sidney Andrade. gif de fundo branco com bonequinho desenhado com coração vermelho onde se lê "enviar abraço virtual carregando" seguido de uma barrinha de carregamento. Quando a barrinha enche, aparece "abraço entregue" Não nos perca de vista!

Duprat Cast
Do empréstimo de amigos até a captação de milhões, conheça a força feminina que ergueu a Holistix #188

Duprat Cast

Play Episode Listen Later Nov 25, 2021 68:54


Neste episódio entrevistamos a Como surgiu essa marca inovadora e o que tornou o seu raspador de língua um dos seus produtos mais famosos? No DupratCast de hoje desvendamos todos os segredos por trás da Holistix e seus produtos! Com Nicole Vendramini (@nicolevend) Neste DupratCast: 00:00:00 Quem é a Holistix? 00:01:39 Como surgiu a Holistix? 00:12:30 Onde surgiu a Holistix? 00:18:20 Quando surgiu a Holistix? 00:20:35 Primeiros investidores? 00:27:07 Qual o tamanho da Holistix hoje? 00:35:47 Ser mulher atrapalhou o processo? 00:42:26 O Breakeven da Holistix 00:45:00 Segredos do raspador de língua 00:50:18 Segredos da maca peruana 00:55:17 Como os produtos são criados? 00:58:18 Legislação do Brasil e rótulos 01:01:55 A dica da Nicole como empreendedora 01:06:54 Contatos da Holistix

Inglês Nu E Cru Rádio
953 - Você assume uma identidade diferente quando fala inglês? {Carina Fragozo}

Inglês Nu E Cru Rádio

Play Episode Listen Later Nov 25, 2021 9:21


O episódio de hoje é super especial, porque trazemos uma convidada incrível para falar conosco — Carina Fragozo. Na segunda parte desse bate papo, nós conversamos sobre as identidades que criamos quando falamos outros idiomas, e como isso pode ser influenciado pelas nossas experiências vivendo em diferentes lugares. Press play! Nós também participamos do podcast da Carina: COMO É A VIDA DE ENSINAR INGLÊS E VIAJAR PELO MUNDO | Blah Blah Spot com Inglês Nu e Cru Conheça o trabalho da Carina: English in Brazil Fique por dentro das nossas promoções: https://linktr.ee/inglesnuecru See omnystudio.com/listener for privacy information.

Café Crime e Chocolate
Cyberstalking - Casal Allen

Café Crime e Chocolate

Play Episode Listen Later Nov 25, 2021 55:46


Quando compartilhamos uma informação online, o ideal seria nos perguntarmos: Qual a PIOR coisa que alguém poderia fazer com esta informação? Se a resposta for algo que você acredita conseguir lidar… ok compartilhe. Mas se a resposta te der medo, pense duas vezes, como gostaria de ter pensado Courtney Allen. Mais informações sobre Stalking no podcast Criminalismo por Veronica Veras

Endörfina com Michel Bögli
#225 Marcelo Zimet

Endörfina com Michel Bögli

Play Episode Listen Later Nov 25, 2021 138:18


Nascido e criado em São Paulo há 46 anos, ele se tornou um alto executivo de uma multinacional e por conta disso já morou em 5 países e 8 cidades ao redor do planeta. Teve o privilégio de praticar diversos esportes desde a infância, entre eles a natação, o polo-aquático e o tênis. Já adulto, praticou windsurfe e kitesurfe. Quando morava na Argentina e ocupava a cadeira de presidente e CEO naquele país, foi apresentado ao triathlon por alguns amigos. Sem pressa e focado nos fundamentos da modalidade, treinou um ano antes da sua estréia. Apesar da rotina profissional frenética, com disciplina e foco ele encaixa no seu dia a dia os treinos de natação, ciclismo e corrida. Em abril desde ano, já de volta ao Brasil, ele assume a presidência e a função de CEO da L'Óreal Brasil, o primeiro brasileiro no cargo em 60 anos do maior conglomerado de cosmética mundial aqui no país. Ele é mais um executivo do alto escalão que usa o esporte para se manter equilibrado e são. Mais um que foi seduzido pelo triathlon, uma modalidade que se tornou símbolo de status entre os ocupantes dos lugares mais altos nos organogramas das grandes empresas. Conosco hoje, direto da cidade maravilhosa ele que tem como lema viver intensamente como se não houvesse amanhã, um integrante da primeira equipe brasileira no extinto Marlboro Adventure Team, um especialista em beleza e vaidade feminina, Marcelo Zimet. Inspire-se! SIGA, ASSINE e COMPARTILHE o Endörfina através do seu app preferido de podcasts. Contribua também com este projeto através do Apoia.se. Cuidar das articulações é uma parte importantíssima na rotina do melhores atletas, por isso a Probiótica desenvolveu o Joint Care @PROATHLETESOFICIAL_, que é mais um aliado de quem tem uma rotina de treinos PRO. Além de ser o único no Brasil com o selo anti doping Informed Sports @wetestyoutrust, sua formulação é exclusiva na categoria, com ingredientes selecionados e tecnologia de ponta. Menos desgaste das articulações, melhor mobilidade muscular, redução da dor e inflamação articular. Encontre Joint Care PRO Athletes nas melhores lojas especializadas do Brasil ou no site da PROBIOTICA.COM.BR Consulte seu medico ou nutricionista. Um oferecimento da @TITANIUM.CONSULTORIA A Titanium Vida, Saúde e Previdência oferece as melhores soluções em proteção e segurança que você encontra no mercado, para você e seus familiares, com planos de seguro de vida, saúde e viagem. Não conte com a sorte, conte com a Titanium!   Um oferecimento da @BOVEN_ENERGIA. Você conhece a Boven? Há mais de uma década, a Boven gerencia projetos e negocia a entrada de novos clientes no Mercado Livre de Energia. Com uma equipe experiente, a Boven se compromete com os bons resultados, atuando através de escritórios espalhados pelo Brasil. Descubra as vantagens de ser livre e saiba se sua empresa também pode ingressar nesse mercado. Seja livre, fale com a Boven. Boven, energia que inspira!   Visite BOVEN.COM.BR e siga a Boven no Instagram no @BOVEN_ENERGIA.   E você, já rodou de @Mavic.Brasil?  A Mavic se preocupa com o meio-ambiente e com a redução de lixo, por isso é comprometida com a reparabilidade de suas rodas por pelo menos 05 anos. Através de 31 Mavic Service Centers espalhados pelo mundo, você pode agendar serviços e reparos para sua roda Mavic contando com garantias adicionais de 02 anos para aros e raios que são substituídos no MSC. Em 2020, a Proparts fez seu maior investimento em peças de reposição Mavic e em 2021 já bateu recordes de atendimentos na categoria, reafirmando seu compromisso com os ciclistas Mavic no Brasil.   A Mavic é orgulhosamente representada no Brasil pela @_Proparts e desde 2021 a linha de rodas de carbono conta com garantia vitalícia. Agende o serviço ou reparo da sua roda no Mavic Service Center. Acesse www.proparts.esp.br para mais informações.

GE Vasco
GE Vasco #164 - Em que pé está a reformulação do departamento de futebol do clube?

GE Vasco

Play Episode Listen Later Nov 22, 2021 33:14


Episódio debate a expectativa de mudança no departamento de futebol do Vasco. Quando chegará o novo diretor? Já existe um nome preferido? Algum ex-jogador será contratado para exercer a ligação entre elenco e diretoria? É preciso ter pressa? Dá o play!

Mamilos
Crônicas de Um Cuidado #3 - Eu Deixo Cuidar

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 22, 2021 27:53


Mamileiros e Mamiletes sejam bem-vindos a Crônicas de Um Cuidado, uma microssérie em três capítulos do Mamilos realizada em parceria com a Johnson & Johnson. Aqui, Ju e Cris conversam sobre o cuidado em diferentes fases das nossas vidas. Pra mergulhar nesse universo com delicadeza, a gente vai entrar na cabeça de três mulheres diferentes. No terceiro e último episódio, contamos a história da Beatriz, 41 anos, que está sentindo na pele os efeitos de uma rotina exaustiva e com produtividade e performance no limite. A partir dessa história, vamos falar sobre conhecer - e saber respeitar - nossos limites, a importância de uma rede de apoio e o que é esse "incomodar", que sempre nos dá tanto medo. Nossa jornada, dessa vez, acaba aqui. Mas conheça também as histórias da Teresa e da Luna nos outros episódios da microssérie Crônicas de Um Cuidado. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CARE FRIDAY JOHNSON & JOHNSON Quando meninas, somos cuidadas pelos nossos pais. Quando mulheres, no mundo adulto, a gente vai aprendendo a se cuidar. Quando mães, aprendemos a cuidar das nossas crianças. São processos de carinho e criação de vínculo, que às vezes podem se tornar extenuantes ou mesmo ausentes. Conversar de maneira honesta e sem amarras sobre como enxergamos o cuidado pode deixar tudo mais leve e descomplicado. Há mais de 100 anos a Johnson & Johnson faz do cuidado sua razão de ser, oferecendo produtos que conectam pessoas aos outros e a si mesmas. Por isso, eles criaram o projeto Care Friday Johnson & Johnson, um momento de muita troca de conhecimento com influenciadores incríveis, conteúdos exclusivos e descontos inéditos nos produtos Johnson & Johnson. Porque cuidar da pele, do cabelo, do corpo, não é vaidade: é falar consigo mesma. Afinal, por trás de um bom Listerine, mora uma gargalhada cheia de liberdade e segurança! Vem pra esse movimento de ressignificação do cuidado! Siga a Johnson & Johnson nas redes sociais no arroba @jnjbrasil e confira os descontos imperdíveis clicando aqui. Ah, e dia 23 de novembro, às 19h30, tem a Live Care Friday nas redes da Johnson & Johnson. Assista! _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS A minissérie Crônicas de um Cuidado é uma parceria do B9 com a Johnson & Johnson. A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. O roteiro foi escrito pela Tatá Lopes. A edição foi de Mariana Leão e Gabriel Pimentel. E as trilhas sonoras são de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Matheus Fiore. E o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Crônicas de Um Cuidado #2 - Eu Cuido do Outro

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 22, 2021 27:04


Mamileiros e Mamiletes sejam bem-vindos a Crônicas de Um Cuidado, uma microssérie em três capítulos do Mamilos realizada em parceria com a Johnson & Johnson. Aqui, Ju e Cris conversam sobre o cuidado em diferentes fases das nossas vidas. Pra mergulhar nesse universo com delicadeza, a gente vai entrar na cabeça de três mulheres diferentes. Dessa vez, vamos conhecer a história da Tereza, de 35 anos e mãe da Lulu, de apenas um ano e meio. A partir de suas angústias e dúvidas, vamos conversar sobre quem pode, quem deve e quem sabe cuidar; os perigos e desafios da comparação (que sempre insiste em aparecer) e como "sair da cabeça" e passar do saber para o apenas ser. Conheça também as histórias da Luna e da Beatriz nos outros episódios da microssérie Crônicas de Um Cuidado. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CARE FRIDAY JOHNSON & JOHNSON Quando meninas, somos cuidadas pelos nossos pais. Quando mulheres, no mundo adulto, a gente vai aprendendo a se cuidar. Quando mães, aprendemos a cuidar das nossas crianças. São processos de carinho e criação de vínculo, que às vezes podem se tornar extenuantes ou mesmo ausentes. Conversar de maneira honesta e sem amarras sobre como enxergamos o cuidado pode deixar tudo mais leve e descomplicado. Há mais de 100 anos a Johnson & Johnson faz do cuidado sua razão de ser, oferecendo produtos que conectam pessoas aos outros e a si mesmas. Por isso, eles criaram o projeto Care Friday Johnson & Johnson, um momento de muita troca de conhecimento com influenciadores incríveis, conteúdos exclusivos e descontos inéditos nos produtos Johnson & Johnson. Porque cuidar da pele, do cabelo, do corpo, não é vaidade: é falar consigo mesma. Porque cuidar da pele, do cabelo, do corpo, não é vaidade: muitas vezes, é por onde a gente acessa aqueles que precisam da gente. Quem já usou produtos da Johnson's Baby, Hipoglós ou Desitin, com certeza sabe bem o que isso quer dizer! Vem pra esse movimento de ressignificação do cuidado! Siga a Johnson & Johnson nas redes sociais no arroba @jnjbrasil e confira os descontos imperdíveis clicando aqui. Ah, e dia 23 de novembro, às 19h30, tem a Live Care Friday nas redes da Johnson & Johnson. Assista! _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS A minissérie Crônicas de um Cuidado é uma parceria do B9 com a Johnson & Johnson. A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. O roteiro foi escrito pela Tatá Lopes. A edição foi de Mariana Leão e Gabriel Pimentel. E as trilhas sonoras são de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Matheus Fiore. E o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Crônicas de Um Cuidado #1 - Eu Cuido de Mim

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 22, 2021 28:03


Mamileiros e Mamiletes sejam bem-vindos a Crônicas de Um Cuidado, uma microssérie em três capítulos do Mamilos realizada em parceria com a Johnson & Johnson. Aqui, Ju e Cris conversam sobre o cuidado em diferentes fases das nossas vidas. Pra mergulhar nesse universo com delicadeza, a gente vai entrar na cabeça de três mulheres diferentes. No primeiro episódio, a história da Luna, 11 anos, nos ajuda a entender nossa relação com nosso próprio corpo, a necessidade da autonomia, os tabus em torno da menstruação e a noção de "se tornar mocinha" após a menarca, e até debates urgentes como o da pobreza menstrual - que afastam mulheres de uma relação saudável e plena consigo mesmas e com seus corpos. Conheça também as histórias da Teresa e da Beatriz nos outros episódios da microssérie Crônicas de Um Cuidado. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CARE FRIDAY JOHNSON & JOHNSON Quando meninas, somos cuidadas pelos nossos pais. Quando mulheres, no mundo adulto, a gente vai aprendendo a se cuidar. Quando mães, aprendemos a cuidar das nossas crianças. São processos de carinho e criação de vínculo, que às vezes podem se tornar extenuantes ou mesmo ausentes. Conversar de maneira honesta e sem amarras sobre como enxergamos o cuidado pode deixar tudo mais leve e descomplicado. Há mais de 100 anos a Johnson & Johnson faz do cuidado sua razão de ser, oferecendo produtos que conectam pessoas aos outros e a si mesmas. Por isso, eles criaram o projeto Care Friday Johnson & Johnson, um momento que une essa troca, separando os melhores produtos pra cuidado pessoal, com os melhores descontos. Porque cuidar da pele, do cabelo, do corpo, não é vaidade: é falar consigo mesma. Sim, o autocuidado pode vir no seu contato com um produto da Sempre Livre, Care Friday e OB. Vem pra esse movimento de ressignificação do cuidado! Siga a Johnson & Johnson nas redes sociais no arroba @jnjbrasil e confira os descontos imperdíveis clicando aqui. Ah, e dia 23 de novembro, às 19h30, tem a Live Care Friday nas redes da Johnson & Johnson. Assista! _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS A minissérie Crônicas de um Cuidado é uma parceria do B9 com a Johnson & Johnson. A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. O roteiro foi escrito pela Tatá Lopes. A edição foi de Mariana Leão e Gabriel Pimentel. E as trilhas sonoras são de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Matheus Fiore. E o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Abe Huber - Podcast
Série: Exousia | Parte 3: Autoridade para Bendizer

Abe Huber - Podcast

Play Episode Listen Later Nov 21, 2021 41:54


Por causa daquilo que Jesus já fez, nós temos autoridade para declarar e decretar a bênção de Deus sobre nós, sobre a nossa família e sobre as circunstâncias! Quando você fala que não consegue novas oportunidades, que a vida está difícil, você está amaldiçoando o seu futuro! Algumas vezes o maligno nem precisa derrotar a pessoa, pois ela já está se derrotando com a sua própria boca! Você está abençoando ou amaldiçoando a sua vida? E a sua família? E as outras pessoas? --- Se ao ouvir esta mensagem você tomou uma decisão por Jesus ou reconciliou com Deus, queremos te ajudar nessa nova vida. Se você também precisa de oração ou quer participar de um life group, acesse o link: www.paz.vc/sp

Il podcast di PSINEL
407- EVITAMENTO: quando è bene evitare e quando invece ci fa male?

Il podcast di PSINEL

Play Episode Listen Later Nov 21, 2021 25:13


Uno dei temi più discussi su PsiNel è proprio l'evitamento ma si tratta di una questione talmente affascinante e complessa che, dopo aver fatto un piccolo sondaggio sui social ho deciso di tornare ad approfondire. Clicca qui per leggere il post (link attivo dalle 5:00am del 22/11/21) https://www.psicologianeurolinguistica.net/2021/11/evitamento-smettila-di-evitare-ed-inizia-ad-abbracciare-la-vita.html“Facci caso”... il mio libro:https://www.amazon.it/Facci-distrarre-sciocchezze-attenzione-davvero/dp/8804728833Qui puoi trovare i migliori contenuti sulla meditazione:https://jo.my/funnel-contenuti-meditazioneQui puoi trovare il mio corso "Emotional Freedom":https://jo.my/funnel-contenuti-emozioniQui trovi contenuti per la gestione dell'ansiahttps://jo.my/funnel-contenuti-ansiaIscriviti al corso "10 Giorni di meditazione scientifica" oggi in una APP bellissima e gratuita: https://jo.my/clarity-appDai un'occhiata a Clarity il mio percorso ad abbonamento mensile:https://clarityapp.it/Iscriviti alla Community di Psinel, ricevi subito 237 audio in mp3 per la tua formazione + un report completo sulla Meditazione Moderna (è gratis!): http://www.psicologianeurolinguistica.com/psinelform.htmlSeguimi su Instagram:https://www.instagram.com/gennaro_romagnoli/Credits (traccia audio) https://www.bensound.com/

Trip FM
Sophia Bisilliat: Sempre me senti bem no presídio

Trip FM

Play Episode Listen Later Nov 19, 2021


Ativista social conta sobre o trabalho no presídio do Carandiru, na Cracolândia e fala da relação com o dinheiro Neta de um diplomata e filha de uma artista genial, Sophia Bisilliat tinha tudo para escolher uma vida diferente. Durante muito tempo, no entanto, ela sentiu culpa pela condição social em que nasceu. Ainda adolescente, passava de metrô em frente ao presídio do Carandiru e sentia uma vontade inexplicável de explorar um mundo que em quase nada tinha a ver com o seu. É verdade que o trabalho com povos indígenas e sertanejos de sua mãe, a celebrada fotógrafa Maureen Bisilliat, possa ter plantado a semente do ativismo social em Sophia, mas, por outro lado, Maureen viajava muito e foi pouco presente em sua criação. Hoje com 58 anos, Sophia pela primeira vez conseguiu alguma estabilidade financeira como professora de ioga. Antes disso, ela trabalhou muito, mas sempre de graça. Aos dezessete realizou o seu desejo de visitar o sistema carcerário por meio de um projeto que levava teatro aos detentos; foi a via que encontrou sendo uma atriz aspirante. Com o tempo, a iniciativa foi se dissolvendo, mas ela seguiu visitando o cárcere, onde finalmente criou o Talentos Aprisionados, um trabalho muito elogiado que visava encontrar artistas escondidos detrás das celas. Foi daí que surgiu o grupo de rap 509-E, de Dexter e Afro-X, e o escritor Luiz Alberto Mendes, finalista do Prêmio Jabuti de Literatura em 2006 e colunista da revista Trip até o seu falecimento, em 2020. "Quando comecei a trabalhar lá dentro, usava um jalecão que funcionava como uma espécie de escudo. Sempre me senti muito segura. Essa era a graça: ser uma mulher ao lado de 7.500 presos, andando sozinha, e com respeito total", conta.  Com a pandemia pelo novo coronavírus, os esforços de Sophia se voltaram a distribuir cestas básicas em favelas de São Paulo, onde também aos poucos retoma os treinos de ioga que oferece gratuitamente nas lajes. "É incrível o que estamos fazendo para a autoestima dessas mulheres”, conta sobre as participantes. Moradora de uma escola de circo, ela pouco fica em casa. Mesmo para o próximo Natal, já assumiu o compromisso de fazer uma ceia para os dependentes químicos na Cracolândia, outro pilar de suas ações. "Qualquer um pode cair na Cracolândia, ninguém está livre de uma depressão. Se você tem dinheiro, claro, pode evitar a prisão, mas se você se vicia, não há como sair dessa".  No Trip FM, Sophia conta mais sobre a sua infância e o dia a dia nas cadeias. Ouça o programa no Spotify, no play nesta reportagem ou leia um trecho da entrevista a seguir. [IMAGE=https://revistatrip.uol.com.br/upload/2021/11/6197c020511f9/tripfm-sophia-bisilliat-atriz-mh-2.jpg; CREDITS=Divulgação; LEGEND=Sophia Bisilliat; ALT_TEXT=Sophia Bisilliat] Trip. Seu pai era francês e a sua mãe inglesa. Você é filha de expatriados. Me conta um pouco sobre a sua família. Sophia Bisilliat. Eles se conheceram aqui no Brasil. Meu pai lutou na guerra e foi preso, condenado à morte: tinha apenas 16 anos. Acabou fugindo, foi para a Argentina e terminou no Brasil. A vida dele foi complicada, amarrada. Minha mãe era filha de diplomata, viveu muito tempo viajando, então nunca teve raiz. Ela era do mundo. Ambos tiveram filhos de casamentos anteriores, mas se apaixonaram porque viviam no mesmo prédio. Minha mãe era uma borboleta, viajava muito. Aí eu nasci e tive uma infância conturbada pois existiam esses filhos que não tinham um destino muito certo. Vieram as consequências para todos nós. Filho você tem para cuidar e não para largar no mundo. Eles deixavam e a gente foi se virando. É razoável fazer uma ligação de uma infância de pais ausentes e essa sua vontade de dar uma mão para pessoas abandonadas? Eu acho que sim. Quando comecei a trabalhar no Carandiru, eu era muito nova, não ganhava nada e as pessoas ficavam me perguntando o porquê. Até hoje eu não ganho em tudo que faço socialmente, mas é algo muito mais forte do que eu. Não consigo explicar, mas com certeza a minha origem foi desembocar nesse meu trabalho. A fotografia da minha mãe é uma estética muito lapidada, mas vou mais no foco e não vejo muito a estética. Acompanhei ela em duas viagens; aquilo já me marcou muito. E também eu era cuidada por uma pessoa que morava com a gente. Convivi muito mais com a classe social dela do que com a dos meus pais. A sua biografia é muito atípica. Uma menina de dezessete anos entrar para atuar no Carandiru não acontecia. Como você foi parar dentro dessa cadeia gigantesca? Eu parava na estação Carandiru do metrô e ficava encantada com aquilo e dizia a mim mesmo que iria trabalhar lá dentro. A ferramenta que eu tinha era a minha formação como atriz. Entrei em um grupo que queria dar aulas de atuação no presídio. Isso durou oito meses, mas não quis parar. Continuei sozinha, aí já não era mais teatro, era o Talentos Aprisionados. Andava por lá para descobrir talentos na literatura, na pintura, na música. Queria levar o melhor. Fiz de tudo lá, consegui material para reformar as escolas. Mas era tudo um pretexto para continuar nesse ambiente, onde as pessoas acham que vive a escória da escória, mas que sempre me senti bem e segura. Usava um jalecão que funcionava como uma espécie de escudo. Essa era a graça: ser uma mulher ao lado de 7.500 presos, andando sozinha, e com respeito total.

JB Carvalho
Quem é Deus? - Conhecendo o nome de Deus - Conhecendo Deus de verdade - JB Carvalho

JB Carvalho

Play Episode Listen Later Nov 19, 2021 33:21


Você sabe quem Deus é? O conhece de verdade? Você sabe quais os significados do nome de Deus e o poder que esse nome tem? Conhecer o nome de Deus é uma valiosa arma em tempos de guerra. Somos chamados para libertar cativos, curar enfermos, ressuscitar mortos e trazer restauração completa através do nome de Deus. O Nome dEle está acima de todos os nomes. O Senhor vai cuidar de você! Deus está liberando provisão sobrenatural sobre a sua vida, o Senhor é o seu pastor e vai cuidar de você! Deus está liberando uma benção extra, um favor extraordinário! Ele vai te dar a vitória que você precisa. Seja livre da depressão e da ansiedade… Ele é o suficiente! Ele tem uma recompensa para você, um resgate, Ele é o seu redentor, Ele te liberta das prisões e te abençoa. Ele guarda sua família e a sua vida. As promessas de Deus vão se cumprir, bondade e misericórdia te seguirão todos os dias e nada te faltará. Quando você clamar, Ele virá. Você é filho de Deus. Você faz parte da família de Deus. E você pode todas aos coisas nEle. ----- Pregação do dia 18 de Novembro, 2021.

Mamilos
Alegria Agora, Agora e Amanhã - Carnaval de Olinda

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 19, 2021 62:47


Bem-vindes à minissérie "Alegria Agora, Agora e Amanhã", uma expedição especial do Mamilos realizada em parceria com o Bradesco. Em 5 episódios, a cada sexta vamos te levar para uma cidade diferente do Brasil. Mergulhe com a gente nos sons, nos cheiros, nas emoções das festas populares que contam a história do nosso povo e constroem a nossa identidade. Desde março de 2020 que a alegria está suspensa em todo território nacional. Entre tantas perdas, falar das festas que não aconteceram é reclamar um espaço para a nossa dor, dar contorno e nome pra ela. É construir a certeza de que vamos voltar a sorrir, suar, cantar, dançar e brincar juntos. É refletir na importância do que criamos e vivemos nessas festas. E no primeiro episódio, Ju Wallauer e Cris Bartis te transportam até Olinda, em Pernambuco, a terra do carnaval de rua, que passa o ano planejando a semana de folia que todos os anos para o país. Vem conhecer a Rua do Bonfim através de seus personagens, esquinas e estratégias pra manter a viva a chama do carnaval, mesmo nos momentos mais difíceis. _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ BRADESCO Cada festa que retratamos aqui e tantas outras pelo Brasil são fonte e resultado direto da riqueza da nossa cultura. São o encontro do nosso passado e do nosso futuro. A cultura é um motor de transformação. Quando a gente entende o valor da nossa história, das nossas manifestações culturais, então a gente está mais preparada para construir o futuro. É por isso que essa minissérie é uma cocriação B9 e Bradesco. Todos os anos, o Bradesco apoia, promove e amplifica diversas manifestações culturais pelo país. Não importa se a festa movimenta milhões ou, se por conta da pandemia, não conseguiu ir à rua. O que importa é a memória, a tradição e a conexão que elas geram entre as pessoas. E o espelho que são da gente mesmo, pra que a gente se reconheça e consiga enxergar quem somos e pra onde vamos. Você pode acompanhar as novidades de alguns dos principais eventos culturais do Brasil em cultura.bradesco. O Bradesco acredita que a cultura, além de parte da nossa identidade, é um instrumento poderoso de transformação. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS A minissérie “Alegria agora, agora e amanhã” é uma produção do B9 em parceria com o Bradesco. A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. A direção de conteúdo é de Peu Araújo. Com produção de Anna Tiago, Joana Rosa, Leo Nunes, Liam Cavalcante e Raíssa Dantas. A edição foi de Mariana Leão, com apoio de Angie Lopez A trilha sonora original é de Bruno Bonaventure e Jesus Sanchez, da Sound Design As capas são de Thiago Lucas A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Perdidos na Estante
PnE 138 – Livro Como Água para Chocolate

Perdidos na Estante

Play Episode Listen Later Nov 18, 2021 44:25


A cozinha do Perdidos na Estante continua pegando fogo: chegou a hora de ir até o México e fazer um passeio entre cebolas, temperos, pimentas e ferver Como Água para Chocolate. Se você gosta daquela receitinha de amor e tretas familiares, você está no lugar certo! Como Água para Chocolate é o livro de estreia de Laura Esquivel, publicado em 1989 no México e rapidamente divulgado e traduzido por vários países. O romance se tornou referência em misturar comida e paixão, criando assim uma literatura que explora sabores, sensações, desejos, tradições e muito romance. É interessante perceber como Laura Esquivel conseguiu levar o México ao mundo, tornando-se um ícone na literatura mexicana. Como Água para Chocolate é dividido em capítulos pelos meses do ano, todos iniciados por uma receita que define o tom e se baseia nos sentimentos da protagonista Tita. É essa comida típica que embala toda a história de Tita e sua família. Ficou curioso? Vem ouvir a experiência que a equipe do Perdidos na Estante compartilhou! Ouça também: Estação 21 Frequências Abertas - com Aline Bergamo Fala com a gente! Ouviu o episódio? Conta pra gente o que você achou. Pode nos chamar nas redes sociais, comentar nessa postagem ou nos mandar um e-mail para contato@leitorcabuloso.com.br Ficha técnica Apresentação: Amanda Barreiro, Paulo Vinícius e Aline Bergamo Pauta: Amanda Barreiro Assistente: Leonardo Tremeschin Edição: Ace Barros Agradecimentos Especiais Agradecimentos especiais a quem nos apoia, especialmente a Abner de Souza, Airechu, Alessandra Rocha, Aline Bergamo, Amauri Silva, Caio Amaro, Carolina Mendes, Carol Vidal, Cláudia Rodrigues, Clecius Duran, Dayse Cristhina, Edgar Egawa, Fernanda Cortez, Igor Bajo, Janaina Vieira, Lara Prado, Leandro Gomes, Lucas Domingos, Lu Bento, Luiz Silva, Marina Kondratovich, Marina Jardim, Melisa de Sá, Nielson Rocha, Priscilla Rubia, Ricardo Brunoro, Rodrigo Leite, Nilda, Sidney Andrade. gif de fundo branco com bonequinho desenhado com coração vermelho onde se lê "enviar abraço virtual carregando" seguido de uma barrinha de carregamento. Quando a barrinha enche, aparece "abraço entregue" Não nos perca de vista!

DIÁRIO DE BORDO
#175 - Brasileiros vencendo na gringa, a Olívia Rodrigo do The Voice e a fic de quando nos conhecemos

DIÁRIO DE BORDO

Play Episode Listen Later Nov 17, 2021 38:00


Quarta-feira é dia de MARIAISABELLLL, e hoje a gente respondeu as perguntas enviadas pro nosso instagram @diariodebordopod. Além disso, comentamos sobre a premiação do Grammy Latino, o último episódio de The Voice e os detalhes de quando a gente se conheceu

Vida nos Trilhos
VNT #370 - Quando saber que é hora de pausar - O Vida nos Trilhos vai dar uma pausa!

Vida nos Trilhos

Play Episode Listen Later Nov 15, 2021 10:41


O Vida nos Trilhos vai dar uma pausa. Nesse meio tempo confira nosso outro podcast, o podcast da Escola do Podcast.

Made IT
#51 Quando i VC più grandi al mondo scommettono su di te con Matilde Giglio, Co-Founder Even

Made IT

Play Episode Listen Later Nov 15, 2021 60:36


Even è una startup che sta cercando di rivoluzionare il mercato delle assicurazioni sanitarie in India.  Allacciatevi le cinture perché quest'intervista vi sbalordirà. Abbiamo scoperto la storia di Matilde che ha iniziato il suo percorso imprenditoriale creando Compass News, una start-up che voleva essere “lo Spotify del giornalismo”. Crescere Compass New non è stato facile e Matilde e il suo team nonostante avessero attirato l'attenzione di investitori come Bloomberg hanno dovuto decidere di vendere il loro software e chiudere l'azienda. Matilde parla molto apertamente del suo fallimento e ci racconta tutte le lezioni che ha imparato da quest'esperienza. Esperienza che le ha permesso di atterrare da Hambro Perks, uno dei principali VC a Londra, come una delle più giovani Principal nel fondo. E dopo aver accumulato esperienza come investitore, la sua strada la porta in India dove si trova a gestire tutta la parte digital della campagna elettorale di Rahul Gandhi nel 2019. Decide poi di rimanere a Bangalore per dare vita all'idea di Even. Matilde ci parlerà di come ha messo insieme l'incredibile team di Even e di come ha raccolto piu di $20M di capitali da alcuni dei più grandi VC al mondo come Khosla Ventures e Founders Fund, e qual è la sua visione per l'azienda - che come dice lei - se funziona, ha il potenziale di diventare una delle più grandi società al mondo. Learn more about your ad choices. Visit megaphone.fm/adchoices

História FM
076 Proclamação da República: o fim do regime monárquico no Brasil

História FM

Play Episode Listen Later Nov 15, 2021 91:05


Em 15 de novembro de 1889, o Império do Brasil deixou de existir e, a partir dali o Brasil seria uma república. No entanto, o golpe que derrubou a monarquia não foi algo que ocorreu bruscamente do dia para a noite. Quando se estuda o Brasil do século XIX, fica perceptível que a queda da monarquia foi sendo construída vagarosamente conforme uma série de situações, crises e conflitos foram se acumulando. Neste episódio convidamos o Prof. Rodrigo Goyena para explicar como gradativamente a monarquia chegou ao fim, bem como contar como ocorreu o golpe que a derrubou e proclamou a república.

SBS Italian - SBS in Italiano
Quando andremo su Marte?

SBS Italian - SBS in Italiano

Play Episode Listen Later Nov 13, 2021 19:07


I rischi e i benefici di una missione spaziale sul pianeta rosso saranno al centro di una conferenza in programma lunedì a Canberra e alla quale parteciperanno alcuni scienziati italiani. Ne abbiamo parlato con Eduardo Trifoni.

E aí Gay?
#140 - E quando dá tudo errado?

E aí Gay?

Play Episode Listen Later Nov 12, 2021 48:17


Sextamos melancólicas?? Pera lá, mas também rindo dos nossos fracassos! Como você lida quando as coisas dão errado ou não acontecem de acordo com as expectativas? Nós três aqui temos formas bem diferentes de lidar e estamos contando várias histórias em que quebramos a cara. Dicas do Programa: Série: You Série: Equal Filme: Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis E aí Gay #139 apresentado por (Instagram / Twitter): Felipe Dantas (@apenasdantas / @dantas) Paulo Corrêa (@paulorcorrea / @paulorcorrea_) Thiago Theodoro (@luxoeriqueza / @thiwitter) Siga o E aí Gay? nas redes sociais! Instagram | Twitter

SBS Italian - SBS in Italiano
Quando la passione per la lingua italiana si intreccia con la vita lavorativa

SBS Italian - SBS in Italiano

Play Episode Listen Later Nov 12, 2021 9:43


L'ospite di questa puntata della rubrica "La lingua più bella del mondo" si chiama Edwina Withers, architetto e interior designer australiana che da anni frequenta per passione e per lavoro l'Italia.

Perdidos na Estante
PnE 137 – Filme Comer, Rezar, Amar

Perdidos na Estante

Play Episode Listen Later Nov 11, 2021 54:38


Itália, Índia e Bali: nossa viagem por Comer, Rezar, Amar continua explorando essa história que fez uma legião de fãs em tão pouco tempo. O filme de Ryan Murphy, Comer, Rezar, Amar, vem acompanhado de cenários belíssimos, muita comida boa, reflexões e um elenco pesadíssimo! Estrelando Julia Roberts e Javier Bardem, a adaptação de 2010 ainda é uma aposta certa de entretenimento para o público em geral. Apesar de algumas reviews baixas em sites especializados em crítica cinematográfica, como Rotten Tomatoes (36%), Metacritic (50) e IMDb (5,8), o elenco carismático, a fotografia e a experiência em geral costumam se pontuadas por bons comentários. Restou à nossa equipe a missão de babar pela culinária italiana, se esbaldar nos cenários paradisíacos e destrinchar a análise de Comer, Rezar, Amar. Atualmente, o filme está disponível através do serviço de streamming HBO Max. Você já assistiu? Conta pra gente! Citamos no episódio: PnE 136 - Livro Comer, Rezar, Amar Filme: Adoráveis Mulheres (2019) Filme: Cartas para Julieta (2010) Fala com a gente! Ouviu o episódio? Conta pra gente o que você achou. Pode nos chamar nas redes sociais, comentar nessa postagem ou nos mandar um e-mail para contato@leitorcabuloso.com.br Ficha técnica Apresentação: Domenica Mendes, Thiago Augusto e Hamilton Kabuna Pauta: Domenica Mendes Assistente: Leonardo Tremeschin Edição: Leonardo Tremeschin Agradecimentos Especiais Agradecimentos especiais a quem nos apoia, especialmente a Abner de Souza, Airechu, Alessandra Rocha, Aline Bergamo, Amauri Silva, Caio Amaro, Carolina Mendes, Carol Vidal, Cláudia Rodrigues, Clecius Duran, Dayse Cristhina, Edgar Egawa, Fernanda Cortez, Igor Bajo, Janaina Vieira, Lara Prado, Leandro Gomes, Lucas Domingos, Lu Bento, Luiz Silva, Marina Kondratovich, Marina Jardim, Melisa de Sá, Nielson Rocha, Priscilla Rubia, Ricardo Brunoro, Rodrigo Leite, Nilda, Sidney Andrade. gif de fundo branco com bonequinho desenhado com coração vermelho onde se lê "enviar abraço virtual carregando" seguido de uma barrinha de carregamento. Quando a barrinha enche, aparece "abraço entregue" Não nos perca de vista!

Inglês com Rhavi Carneiro
Walk 'n' Talk Essentials #106 - Vai mais devagar

Inglês com Rhavi Carneiro

Play Episode Listen Later Nov 11, 2021 17:20


Quando a nossa vida está muito intensa, não percebemos qual é o momento de levar as coisas mais devagar. Ouça um diálogo entre duas amigas conversando sobre a correria da vida e, de quebra, descubra muitas palavras e expressões novas em inglês! Material:

Endörfina com Michel Bögli
#223 Marcus Theo

Endörfina com Michel Bögli

Play Episode Listen Later Nov 11, 2021 174:34


Meu convidado já foi ginasta e jogador de handebol. Representou em eventos regionais o Colégio Metodista Centenário na cidade de Santa Maria (RS). Quando se mudou para São Paulo com a família, a idéia era continuar na ginástica olímpica, porém, não se adaptou às mudanças. Foi quando um uruguaio lhe deu a oportunidade de ingressar na equipe de jovens ciclistas que estava formando. Ao lado dos outros garotos, entre eles os irmãos Anderson, ele saia para treinar e competir o ciclismo de rua, provas pequenas, de bairro, que eram frequentemente realizadas entre as décadas de 70 e 80. Esse veterano ciclista uruguaio era o Sr. Eduardo Puertollano, que juntamente com o Sr. Jaime de Oliveira decidiram incentivar a molecada do bairro. Assim começou a história do meu convidado com o ciclismo. O primeiro ano foi de muito aprendizado e despertou nele o mesmo gosto pela competição que havia experimentado em Santa Maria. Da sua segunda temporada, de 1978 até 81, foi campeão paulista em todas as categorias. Representou o Brasil no Pan-Americano Júnior de 82 e conquistou o quarto lugar no 4x70km. Foi também Campeão Brasileiro Júnior no revezamento na pista e estrada, bronze na prova do KM e quarto lugar na perseguição individual. Do seu segundo Pan-Americano, ele trouxe duas medalhas de prata no 4x70km e no 4x4000m. Na maior competição de pista do país na época, a Copa Brasil de Clubes, foi prata na prova 4x4000m e 4. colocado nos 30Km. Já fazendo parte das pre-seleções adultas e com os resultados expressivos que havia conquistado, seu objetivo era uma vaga para a Olimpíada de 84. Porém, a notícia de que havia ficado de fora da seleção o deixou muito chateado e desgastou sua relação com a Confederação. Desiludido com as perspectivas no esporte, no mês de julho de 84 ele conhece na USP, pedalando, Fernando Nabuco de Abreu, um bem sucedido homem do mercado financeiro, ex-atleta olímpico de natação e velejador. Percebendo as qualidades do meu convidado sobre a bicicleta, sugere uma troca: “Me ensine a pedalar que eu te ensino a nadar, assim, podemos juntos participar do IV Triathlon da cidade do Rio de Janeiro”, que aconteceria naquele mesmo ano. Três meses depois, eles que provavelmente foram os primeiros triatletas da cidade de São Paulo, participaram da prova. A 7. colocação o motivou a continuar no novo esporte e ao lado do novo amigo foi buscando conhecimento e aprimorando os treinos. No ano seguinte participou da primeira prova realizada em São Paulo, na cidade de São Vicente e em seguida partiu para os Estados Unidos a fim de correr algumas etapas do circuito americano, onde teve contato com as primeiras grandes lendas do esporte. Algumas semanas depois, doente, retornou ao Brasil. Mesmo assim ainda correu uma etapa do Circuito Company de Triathlon no Rio de Janeiro e logo em seguida foi diagnosticado com Hepatite. Depois de 4 longos meses na cama, ele se recuperou e reiniciou sua preparação. Logo na primeira prova, o Triathlon de Búzios, ele vence com um ciclismo excepcional. Em 1987, com apenas 22 anos ele integra a equipe C&A de Triathlon, que conquista o título do circuito de mesmo nome, realizado em 3 etapas. Nesse mesmo ano ele viaja para o Havaí e participa do Ironman, fechando a prova com 9h58min. No ano seguinte, cheio de vontade e acumulando experiência, ele sofre um acidente quase fatal durante um treino de ciclismo, que põe fim à sua carreira. Conosco hoje o grande Marcus Theo Schley, mais conhecido como Tchezinho. Inspire-se! SIGA, ASSINE e COMPARTILHE o Endörfina através do seu app preferido de podcasts. Contribua também com este projeto através do Apoia.se. E você, já rodou de @Mavic.Brasil?  A Mavic é mundialmente reconhecida por fabricar rodas de alta performance e durabilidade, devido ao seu processo quase artesanal de fabricação. Com mais de 130 anos de história, a Mavic mantém sua linha de produção exclusivamente na Europa fabricando rodas que contam com tecnologias exclusivas e atemporais. A Mavic é orgulhosamente representada no Brasil pela @_Proparts e desde 2021 a linha de rodas de carbono conta com garantia vitalícia. Agende o serviço ou reparo de sua roda Mavic no Mavic Service Center. Acesse www.proparts.esp.br para mais informações. Nos esportes sempre nos perguntamos qual nosso maior adversário, porque no final é sempre a gente contra a gente mesmo. Por mais que a mente conte muito, chega uma hora em que o corpo pede e nosso físico nos chama para ir além. Por isso, iniciamos uma sequência de episódios especiais com oferecimento da linha PROBIÓTICA PRO ATHLETES, feita para atletas. Disponível nas melhores lojas especializadas do Brasil. Siga @PROATHLETESOFICIAL_ Saiba mais em PROBIOTICA.COM.BR Um oferecimento da @TITANIUM.CONSULTORIA A Titanium Vida, Saúde e Previdência oferece as melhores soluções em proteção e segurança que você encontra no mercado, para você e seus familiares, com planos de seguro de Vida, Saúde e Viagem. A Titanium oferece serviços para seu bem-estar, como o Seguro de Vida Resgatável, que além de resguardar e proteger o futuro das pessoas que você ama, você tem a opção de resgatar os valores em seu seguro para utilizá-los no que quiser ou precisar. Outro serviço é o Seguro Saúde com cobertura mundial, com livre escolha de médicos, clínicas e hospitais aqui no Brasil e em qualquer parte do mundo. A Titanium também oferece completos planos de Seguro Viagem. Siga @TITANIUM.CONSULTORIA . Não conte com a sorte, conte com a Titanium! Um oferecimento também da @BOVEN_ENERGIA. Boven, há uma década fornecendo energia e gerando resultados para consumidores do mercado livre. Quer ser livre? Fale com a Boven. Energia que inspira. Saiba mais em BOVEN.COM.BR e através do perfil no Instagram  @BOVEN_ENERGIA

ONDEM Podcasts
ONDE Diversidade #024 – Jornalismo e pessoas trans

ONDEM Podcasts

Play Episode Listen Later Nov 10, 2021 81:46


Neste episódio, Débora bateu um papo com Caê Vasconcelos, jornalista, homem trans e periférico, sobre jornalismo e pessoas trans. Quando a mídia ajuda no combate à transfobia? E quando ela atrapalha? Existe jornalismo objetivo ou a biografia de quem é jornalista sempre faz parte do fazer jornalístico? Além dessas questões, a conversa também abordou atletas trans no esporte brasileiro e o processo do Caê em se assumir como homem trans para a família dele. O Nome Disso é Diversidade é o nosso podcast focado em entrevistades LGBTIQs brasileires pelo mundo e na militância, na arte, na pesquisa científica e na política. Apresentação e entrevista: Débora Medeiros Convidado: Caê Vasconcelos Edição: 20a20 Arte da vitrine: JP Martins Feed: http://onomedissoemundo.com/feed/podcast/ Streaming: Spotify — Booking — Reserve seu hotel pelo Booking.com. — Links — Caê Vasconcelos no Instagram Caê Vasconcelos no Twitter Roda Viva com Erika Hilton e Caê Matérias do Caê na Ponte Matérias do Caê na Agência Mural Editora Dita (que publicará em breve o livro do Caê) Linktree do Caê com seleção de matérias que ele escreveu Apoia.se do ONDEM Instagram do ONDEM Grupo do ONDEM no Facebook Telegram do ONDEM Mapa do ONDEM Você pode entrar em contato com a gente pelo Twitter, Instagram e Facebook. Para não perder nenhum episódio, assine o podcast no iTunes, no seu agregador de podcast preferido ou no Spotify. Para apoiar o ONDEM, acesse apoia.se/ondem e contribua com nosso projeto.

RapaduraCast
RapaduraCast 689 - Quando críticos de cinema detestam um filme popular...

RapaduraCast

Play Episode Listen Later Nov 9, 2021 81:26


Jurandir Filho, Thiago Siqueira, Rogério Montanare e Ricardo Rente discutem sobre uma polêmica que vai e volta na cultura pop: críticos de cinema que não gostam de certos filmes que são muito populares. O porcentagem do Rotten Tomatoes (agregador de reviews) normalmente é usada para balizar uma opinião sobre filmes em rodas de discussão. É certo isso? Tem algum filme que você gostou bastante, mas que teve avaliações ruins?

Podcasts do Portal Deviante
Nefropediatria (SBN #42)

Podcasts do Portal Deviante

Play Episode Listen Later Nov 8, 2021 61:25


Queridos ouvintes, sejam bem-vindos ao quadragésimo segundo episódio do podcast da Sociedade Brasileira de Nefrologia em parceria com o Portal Deviante. Quais são as particularidades de um paciente nefropata? Quando começa a prevenção de doenças renais em crianças? Quais cuidados médicos e pais devem tomar em relação a saúde renal das crianças? Quais tipos de tratamentos estão disponíveis a elas? Lembre-se: Beba água e dose sua creatinina!

Scicast
Nefropediatria (SBN #42)

Scicast

Play Episode Listen Later Nov 8, 2021 61:25


Queridos ouvintes, sejam bem-vindos ao quadragésimo segundo episódio do podcast da Sociedade Brasileira de Nefrologia em parceria com o Portal Deviante. Quais são as particularidades de um paciente nefropata? Quando começa a prevenção de doenças renais em crianças? Quais cuidados médicos e pais devem tomar em relação a saúde renal das crianças? Quais tipos de tratamentos estão disponíveis a elas? Lembre-se: Beba água e dose sua creatinina!

Bom dia, Obvious
#119/ quando a zona de conforto fica desconfortável, com Stephanie Noelle

Bom dia, Obvious

Play Episode Listen Later Nov 8, 2021 48:21


Em seu primeiro significado, a zona de conforto se referia à faixa de temperatura, entre 22 e 24 graus, na qual as pessoas não estavam nem com frio e nem com calor. Hoje, quando falamos sobre essa mesma expressão, geralmente ela vem com um tom pejorativo, diz inclusive que a vida é o que acontece quando você sai da zona de conforto. Mas por que colocamos essa carga tão negativa em algo que pode nos trazer tanta paz pro coração e para as relações? Alerta vermelho pra positividade tóxica aqui. Se estamos a quase dois anos totalmente desconfortáveis, nesse momento, algum conforto é mais que bem vindo, por isso, cuidado para não cair nas armadilhas que te fazem achar que a vida precisa ser uma sequência de aventuras. O que acontece quando essa zona deixa de ser tão confortável quanto foi um dia, e nesses casos, temos duas opç˜ões: Ou prolongar fingindo que certa situação está tão legal quanto foi um dia, ou assumir que chegou a hora de dar uma bela mexida na vida. Bom dia, obvious! Hoje, Marcela Ceribelli, CEO e diretora criativa na Obvious.cc, conversa com a comunicadora e criadora de conteúdo Stephanie Noelle.

Igreja Presbiteriana do Planalto
Quando o extraordinário encontra o ordinário | Davi Rabelo | 07.11.2021

Igreja Presbiteriana do Planalto

Play Episode Listen Later Nov 7, 2021 45:11


Culto do dia 07/11/2021. Tema: Quando o extraordinário encontra o ordinário Por Rev. Davi Rabelo

Italiano Bello
[IB - 66] Rafael, quando le origini familiari ci chiamano

Italiano Bello

Play Episode Listen Later Nov 6, 2021 20:55


Café Brasil Podcast
Cafezinho 435 – Tá bom assim

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later Nov 5, 2021 5:54


“Tá bom assim”. Acho que isso é uma das coisas que mais ouvi na vida. Eu mesmo já me peguei agindo no “tá bom assim”. Mas este é um tema que merece muito cuidado. Definir o limite é uma arte que desenvolvemos com o tempo. Até onde investir, quanto mais insistir, quanto é, afinal, bom o suficiente? Quando não sabemos, podemos ultrapassar a linha do “suficiente” e fazer muito além daquilo que é percebido pelos outros. Isso significa custo extra. Por outro lado, existe um “cliente interior”, que mora dentro de nós e que, muitas vezes, é mais exigente que qualquer outro. E nos obriga a insistir até ficarmos satisfeitos. Recentemente, recebi dois amigos palestrantes para gravar um vídeo em meu estúdio. Acabei dirigindo o vídeo. Gravamos a primeira, a segunda e a terceira vez. Fomos assistir à gravação na ilha de edição, eles adoraram e eu disse: “vamos gravar de novo?” E lá fomos nós de volta para o estúdio, fazer tudo outra vez. Para mim podia melhorar. E, depois de gravarmos de novo, ainda fiquei insatisfeito, mas aí já havia ultrapassado o limite de tempo e investimento. E quase ninguém notaria as melhorias que eu achei que devia fazer. Meu “tá bom assim” é diferente do de meus amigos. Outro exemplo são os sumários de livros que distribuo para meus assinantes. Quando desenvolvi a ideia, entreguei para uma agência fazer o produto final, o PDF. Saiu lindo, cheio de trique-triques, corzinha, imagens, letrinhas... E demorou mais de uma semana para ficar pronto. Na segunda vez, puxei para mim a atribuição de elaborar o PDF. Criei um padrão e deu certo, em relação àquilo que eu queria. Escrevo o texto, mando para revisão, em seguida corrijo e salvo direto no padrão do PDF. Podia ficar mais bonito? Sim. Mas o importante neste momento é a capacidade de escrever e publicar em 24 horas. Um dia terei estrutura para deixar bonitinho... Esse exercício deve ser diário e constante: qual é o limite de qualidade de nosso trabalho? Qual é o ponto a partir do qual investir passa a ser apenas agregar custo?     No Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=peSxgOXjLBc   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Acesse http://mundocafebrasil.com

Cafezinho Café Brasil
Cafezinho 435 – Tá bom assim

Cafezinho Café Brasil

Play Episode Listen Later Nov 5, 2021 5:54


“Tá bom assim”. Acho que isso é uma das coisas que mais ouvi na vida. Eu mesmo já me peguei agindo no “tá bom assim”. Mas este é um tema que merece muito cuidado. Definir o limite é uma arte que desenvolvemos com o tempo. Até onde investir, quanto mais insistir, quanto é, afinal, bom o suficiente? Quando não sabemos, podemos ultrapassar a linha do “suficiente” e fazer muito além daquilo que é percebido pelos outros. Isso significa custo extra. Por outro lado, existe um “cliente interior”, que mora dentro de nós e que, muitas vezes, é mais exigente que qualquer outro. E nos obriga a insistir até ficarmos satisfeitos. Recentemente, recebi dois amigos palestrantes para gravar um vídeo em meu estúdio. Acabei dirigindo o vídeo. Gravamos a primeira, a segunda e a terceira vez. Fomos assistir à gravação na ilha de edição, eles adoraram e eu disse: “vamos gravar de novo?” E lá fomos nós de volta para o estúdio, fazer tudo outra vez. Para mim podia melhorar. E, depois de gravarmos de novo, ainda fiquei insatisfeito, mas aí já havia ultrapassado o limite de tempo e investimento. E quase ninguém notaria as melhorias que eu achei que devia fazer. Meu “tá bom assim” é diferente do de meus amigos. Outro exemplo são os sumários de livros que distribuo para meus assinantes. Quando desenvolvi a ideia, entreguei para uma agência fazer o produto final, o PDF. Saiu lindo, cheio de trique-triques, corzinha, imagens, letrinhas... E demorou mais de uma semana para ficar pronto. Na segunda vez, puxei para mim a atribuição de elaborar o PDF. Criei um padrão e deu certo, em relação àquilo que eu queria. Escrevo o texto, mando para revisão, em seguida corrijo e salvo direto no padrão do PDF. Podia ficar mais bonito? Sim. Mas o importante neste momento é a capacidade de escrever e publicar em 24 horas. Um dia terei estrutura para deixar bonitinho... Esse exercício deve ser diário e constante: qual é o limite de qualidade de nosso trabalho? Qual é o ponto a partir do qual investir passa a ser apenas agregar custo?     No Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=peSxgOXjLBc   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Acesse http://mundocafebrasil.com

Café Brasil Podcast
Cafezinho 434 – O valor percebido

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 6:33


De quando em quando recebo feedbacks de gente que se incomoda quando eu digo “eu” isso “eu” aquilo, especialmente no Podcast. Muitos brasileiros têm um problema imenso quando percebem que alguém pode estar “se achando”. Confundem segurança com soberba, odeiam achar que um indivíduo possa provocar mudanças. Quando aparece no jornal a notícia que o Zé, aquele cara simples, que você conhece, cheio de defeitinhos, fez algo fora do comum, descobriu a cura de uma doença, lançou um livro de sucesso, inventou um produto revolucionário, foi indicado para um alto cargo numa empresa, foi escolhido Papa, você surta. Os pobres de espírito, por inveja. Os demais, por surpresa. Talvez como reflexo de uma criação cristã, somos ensinados desde crianças que o que vale é o grupo, o nós, o todos, os santos, o governo, nunca o “eu”. Se por um lado isso é bom para baixar a bola de quem realmente se acha e para estimular o trabalho em equipe e a cooperação, por outro é um poderoso desestimulador da iniciativa individual. Como posso ser um empreendedor sem acreditar em meu “eu”? Temos uma cultura de botar o indivíduo para baixo que, no fim, acho que explica um pouco do famoso complexo de vira-latas. Falta ao brasileiro acreditar em si, em sua capacidade de fazer acontecer e, fazendo, contar que fez. Com orgulho, de boca cheia! Não há mal algum nisso, desde que você o faça de modo respeitoso. Acreditar em si gera autoconfiança, dá coragem de dar um passo além, de conquistar mais e, por consequência, influenciar mais os outros. Vai lá. Aproveite que ninguém está olhando, mire-se no espelho e diga: “eu sou foda!”. Tá pensando que é auto ajuda, né? Não. É só um pouquinho de autoestima. Se você não achar que é foda, quem achará por você?   Criar valor e fazer com que percebam   Isca: Só é valor se for percebido   No Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=zBslNNX5hkU   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Acesse http://mundocafebrasil.com

Mamilos
Travessia — Depressão

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 55:50


10 de outubro acontece o Dia Mundial da Saúde, uma data criada para chamar a atenção sobre esse tema. Por isso o Mamilos decidiu criar, em parceria com o movimento Conta Mana, encabeçado pela Medley, o especial Travessia. Aqui vamos falar sobre os 5 transtornos mentais mais comuns entre mulheres no Brasil. Depressão, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno Alimentar, Transtorno Obsessivo Compulsivo A vida é uma travessia e faz parte dessa jornada enfrentar transtornos. Não é o ideal, não é o desejável, mas é a realidade. Faz parte da fragilidade de sermos humanos. Nós precisamos que um complexo ecossistema esteja sempre equilibrado pra mantermos nossa saúde. Quando ele se desequilibra nosso corpo sofre e quando ele sofre, ele grita e quando ele grita e a gente não ouve, ele para. Aqui nós vamos conhecer mulheres que estiveram temporariamente fora da rota e entender o que as fizeram se perder de si mesmas, como conseguiram enxergar que estavam fora do rumo e finalmente como conseguiram se encontrar novamente. Nosso objetivo é remover as barreiras que dificultam a identificação do problema para que possamos buscar caminhos e oferecer apoio para pessoas que estão nessa jornada. Cris Bartis e Ju Wallauer terão como guia nesse trajeto o olhar profissional e sensível da psicóloga Cecília Dassi. Antes de começarmos, queremos te convidar ao consumo responsável de conteúdo. Algumas falas podem ser sensíveis para pessoas que estão passando ou já passaram por questões semelhantes às que vamos descrever e debater aqui. Portanto, o convite é para que você consuma esse conteúdo somente quando sentir que ele pode te amparar na busca por caminhos, ok? Não tá bem agora? Pula e volta depois. Estaremos aqui pra você em qualquer tempo. _____ FONTES CITADAS NO EPISÓDIO Depressão e outros transtornos mentais - Organização Mundial da Saúde Depressão - Organização Mundial da Saúde Jovens e mulheres são os mais afetados por depressão e ansiedade na pandemia - Datafolha Exploratory study on the psychological impact of COVID-19 on the general Brazilian population - Instituto de Psiquiatria da USP MAT-BR-2106979 MAT-BR-2106604 _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTA, MANA! - MEDLEY Falar, dividir, compartilhar, é só o primeiro passo pra gente se entender. Mas, até mesmo dar esse primeiro passo, pode ser muito difícil. Especialmente sozinhas! Por isso que a Medley decidiu dar um empurrãozinho pra conectar mulheres na busca do autoconhecimento. A iniciativa "Conta, Mana" é um projeto de apoio e conscientização de mulheres sobre a importância do autocuidado. Porque bem-estar mental não é frescura e nem mimimi. No Mamilos, a gente bate bastante na tecla da Economia do Cuidado. Dos dilemas de jornadas duplas, triplas, quádruplas, da divisão do trabalho e do impacto da pandemia na vida das mulheres. Por isso, quando a Medley chamou a gente pra falar desse assunto e do Conta, Mana, topamos na hora! Chegou a hora de você topar esse convite e vir com a gente nesse movimento. Acesse medley.com.br/contamana e segura na nossa mão. Juntas, a gente respira mais aliviada. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS O especial Travessia é uma produção do B9 em parceria com a Medley. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza e a Letícia Valente O roteiro e pesquisa foi da Ana Pinho. E a produção da Cilene Soares. A edição foi de Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Travessia — Transtorno de Ansiedade Generalizada

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 39:23


10 de outubro acontece o Dia Mundial da Saúde, uma data criada para chamar a atenção sobre esse tema. Por isso o Mamilos decidiu criar, em parceria com o movimento Conta Mana, encabeçado pela Medley, o especial Travessia. Aqui vamos falar sobre os 5 transtornos mentais mais comuns entre mulheres no Brasil. Depressão, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno Alimentar, Transtorno Obsessivo Compulsivo A vida é uma travessia e faz parte dessa jornada enfrentar transtornos. Não é o ideal, não é o desejável, mas é a realidade. Faz parte da fragilidade de sermos humanos. Nós precisamos que um complexo ecossistema esteja sempre equilibrado pra mantermos nossa saúde. Quando ele se desequilibra nosso corpo sofre e quando ele sofre, ele grita e quando ele grita e a gente não ouve, ele para. Aqui nós vamos conhecer mulheres que estiveram temporariamente fora da rota e entender o que as fizeram se perder de si mesmas, como conseguiram enxergar que estavam fora do rumo e finalmente como conseguiram se encontrar novamente. Nosso objetivo é remover as barreiras que dificultam a identificação do problema para que possamos buscar caminhos e oferecer apoio para pessoas que estão nessa jornada. Cris Bartis e Ju Wallauer terão como guia nesse trajeto o olhar profissional e sensível da psicóloga Cecília Dassi. Antes de começarmos, queremos te convidar ao consumo responsável de conteúdo. Algumas falas podem ser sensíveis para pessoas que estão passando ou já passaram por questões semelhantes às que vamos descrever e debater aqui. Portanto, o convite é para que você consuma esse conteúdo somente quando sentir que ele pode te amparar na busca por caminhos, ok? Não tá bem agora? Pula e volta depois. Estaremos aqui pra você em qualquer tempo. _____ FONTES CITADAS NO EPISÓDIO Depressão e outros transtornos mentais - Organização Mundial da Saúde Gender and women's mental health - Organização Mundial da Saúde Brasileiros buscaram suporte profissional durante a pandemia - Ministério da Saúde Realidade imposta pela pandemia pode gerar transtornos mentais e agravar quadros existentes - Ministério da Saúde MAT-BR-2106979 MAT-BR-2106604 FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTA, MANA! - MEDLEY Falar, dividir, compartilhar, é só o primeiro passo pra gente se entender. Mas, até mesmo dar esse primeiro passo, pode ser muito difícil. Especialmente sozinhas! Por isso que a Medley decidiu dar um empurrãozinho pra conectar mulheres na busca do autoconhecimento. A iniciativa "Conta, Mana" é um projeto de apoio e conscientização de mulheres sobre a importância do autocuidado. Porque bem-estar mental não é frescura e nem mimimi. No Mamilos, a gente bate bastante na tecla da Economia do Cuidado. Dos dilemas de jornadas duplas, triplas, quádruplas, da divisão do trabalho e do impacto da pandemia na vida das mulheres. Por isso, quando a Medley chamou a gente pra falar desse assunto e do Conta, Mana, topamos na hora! Chegou a hora de você topar esse convite e vir com a gente nesse movimento. Acesse medley.com.br/contamana e segura na nossa mão. Juntas, a gente respira mais aliviada. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS O especial Travessia é uma produção do B9 em parceria com a Medley. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza e a Letícia Valente O roteiro e pesquisa foi da Ana Pinho. E a produção da Cilene Soares. A edição foi de Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Travessia — Transtorno Obsessivo Compulsivo

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 39:59


10 de outubro acontece o Dia Mundial da Saúde, uma data criada para chamar a atenção sobre esse tema. Por isso o Mamilos decidiu criar, em parceria com o movimento Conta Mana, encabeçado pela Medley, o especial Travessia. Aqui vamos falar sobre os 5 transtornos mentais mais comuns entre mulheres no Brasil. Depressão, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno Alimentar, Transtorno Obsessivo Compulsivo A vida é uma travessia e faz parte dessa jornada enfrentar transtornos. Não é o ideal, não é o desejável, mas é a realidade. Faz parte da fragilidade de sermos humanos. Nós precisamos que um complexo ecossistema esteja sempre equilibrado pra mantermos nossa saúde. Quando ele se desequilibra nosso corpo sofre e quando ele sofre, ele grita e quando ele grita e a gente não ouve, ele para. Aqui nós vamos conhecer mulheres que estiveram temporariamente fora da rota e entender o que as fizeram se perder de si mesmas, como conseguiram enxergar que estavam fora do rumo e finalmente como conseguiram se encontrar novamente. Nosso objetivo é remover as barreiras que dificultam a identificação do problema para que possamos buscar caminhos e oferecer apoio para pessoas que estão nessa jornada. Cris Bartis e Ju Wallauer terão como guia nesse trajeto o olhar profissional e sensível da psicóloga Cecília Dassi. Antes de começarmos, queremos te convidar ao consumo responsável de conteúdo. Algumas falas podem ser sensíveis para pessoas que estão passando ou já passaram por questões semelhantes às que vamos descrever e debater aqui. Portanto, o convite é para que você consuma esse conteúdo somente quando sentir que ele pode te amparar na busca por caminhos, ok? Não tá bem agora? Pula e volta depois. Estaremos aqui pra você em qualquer tempo. _____ FONTES CITADAS NO EPISÓDIO Depressão e outros transtornos mentais - Organização Mundial da Saúde Obsessive-Compulsive Disorder (OCD) - National Institute of Mental Health USA Obsessive-Compulsive Disorder - National Center for Biotechnology Information USA Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) - Manual MSD MAT-BR-2106979 MAT-BR-2106604 _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTA, MANA! - MEDLEY Falar, dividir, compartilhar, é só o primeiro passo pra gente se entender. Mas, até mesmo dar esse primeiro passo, pode ser muito difícil. Especialmente sozinhas! Por isso que a Medley decidiu dar um empurrãozinho pra conectar mulheres na busca do autoconhecimento. A iniciativa "Conta, Mana" é um projeto de apoio e conscientização de mulheres sobre a importância do autocuidado. Porque bem-estar mental não é frescura e nem mimimi. No Mamilos, a gente bate bastante na tecla da Economia do Cuidado. Dos dilemas de jornadas duplas, triplas, quádruplas, da divisão do trabalho e do impacto da pandemia na vida das mulheres. Por isso, quando a Medley chamou a gente pra falar desse assunto e do Conta, Mana, topamos na hora! Chegou a hora de você topar esse convite e vir com a gente nesse movimento. Acesse medley.com.br/contamana e segura na nossa mão. Juntas, a gente respira mais aliviada. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS O especial Travessia é uma produção do B9 em parceria com a Medley. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza e a Letícia Valente O roteiro e pesquisa foi da Ana Pinho. E a produção da Cilene Soares. A edição foi de Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Travessia — Transtornos Alimentares

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 35:44


10 de outubro acontece o Dia Mundial da Saúde, uma data criada para chamar a atenção sobre esse tema. Por isso o Mamilos decidiu criar, em parceria com o movimento Conta Mana, encabeçado pela Medley, o especial Travessia. Aqui vamos falar sobre os 5 transtornos mentais mais comuns entre mulheres no Brasil. Depressão, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno Alimentar, Transtorno Obsessivo Compulsivo A vida é uma travessia e faz parte dessa jornada enfrentar transtornos. Não é o ideal, não é o desejável, mas é a realidade. Faz parte da fragilidade de sermos humanos. Nós precisamos que um complexo ecossistema esteja sempre equilibrado pra mantermos nossa saúde. Quando ele se desequilibra nosso corpo sofre e quando ele sofre, ele grita e quando ele grita e a gente não ouve, ele para. Aqui nós vamos conhecer mulheres que estiveram temporariamente fora da rota e entender o que as fizeram se perder de si mesmas, como conseguiram enxergar que estavam fora do rumo e finalmente como conseguiram se encontrar novamente. Nosso objetivo é remover as barreiras que dificultam a identificação do problema para que possamos buscar caminhos e oferecer apoio para pessoas que estão nessa jornada. Cris Bartis e Ju Wallauer terão como guia nesse trajeto o olhar profissional e sensível da psicóloga Cecília Dassi. Antes de começarmos, queremos te convidar ao consumo responsável de conteúdo. Algumas falas podem ser sensíveis para pessoas que estão passando ou já passaram por questões semelhantes às que vamos descrever e debater aqui. Portanto, o convite é para que você consuma esse conteúdo somente quando sentir que ele pode te amparar na busca por caminhos, ok? Não tá bem agora? Pula e volta depois. Estaremos aqui pra você em qualquer tempo. _____ FONTES CITADAS NO EPISÓDIO The hidden burden of eating disorders: an extension of estimates from the Global Burden of Disease Study 2019 - The Lancet (revista científica) Statistic & Research on eating disorders - The National Eating Disorders Association USA Você consegue reconhecer a compulsão alimentar? - Ministério da Saúde Adolescent mental health - Organização Mundial da Saúde MAT-BR-2106979 MAT-BR-2106604 _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTA, MANA! - MEDLEY Falar, dividir, compartilhar, é só o primeiro passo pra gente se entender. Mas, até mesmo dar esse primeiro passo, pode ser muito difícil. Especialmente sozinhas! Por isso que a Medley decidiu dar um empurrãozinho pra conectar mulheres na busca do autoconhecimento. A iniciativa "Conta, Mana" é um projeto de apoio e conscientização de mulheres sobre a importância do autocuidado. Porque bem-estar mental não é frescura e nem mimimi. No Mamilos, a gente bate bastante na tecla da Economia do Cuidado. Dos dilemas de jornadas duplas, triplas, quádruplas, da divisão do trabalho e do impacto da pandemia na vida das mulheres. Por isso, quando a Medley chamou a gente pra falar desse assunto e do Conta, Mana, topamos na hora! Chegou a hora de você topar esse convite e vir com a gente nesse movimento. Acesse medley.com.br/contamana e segura na nossa mão. Juntas, a gente respira mais aliviada. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS O especial Travessia é uma produção do B9 em parceria com a Medley. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza e a Letícia Valente O roteiro e pesquisa foi da Ana Pinho. E a produção da Cilene Soares. A edição foi de Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.

Mamilos
Travessia — Transtornos de Estresse Pós-Traumático

Mamilos

Play Episode Listen Later Nov 1, 2021 33:51


10 de outubro acontece o Dia Mundial da Saúde, uma data criada para chamar a atenção sobre esse tema. Por isso o Mamilos decidiu criar, em parceria com o movimento Conta Mana, encabeçado pela Medley, o especial Travessia. Aqui vamos falar sobre os 5 transtornos mentais mais comuns entre mulheres no Brasil. Depressão, Transtorno de Ansiedade Generalizada, Transtorno de Estresse Pós-Traumático, Transtorno Alimentar, Transtorno Obsessivo Compulsivo A vida é uma travessia e faz parte dessa jornada enfrentar transtornos. Não é o ideal, não é o desejável, mas é a realidade. Faz parte da fragilidade de sermos humanos. Nós precisamos que um complexo ecossistema esteja sempre equilibrado pra mantermos nossa saúde. Quando ele se desequilibra nosso corpo sofre e quando ele sofre, ele grita e quando ele grita e a gente não ouve, ele para. Aqui nós vamos conhecer mulheres que estiveram temporariamente fora da rota e entender o que as fizeram se perder de si mesmas, como conseguiram enxergar que estavam fora do rumo e finalmente como conseguiram se encontrar novamente. Nosso objetivo é remover as barreiras que dificultam a identificação do problema para que possamos buscar caminhos e oferecer apoio para pessoas que estão nessa jornada. Cris Bartis e Ju Wallauer terão como guia nesse trajeto o olhar profissional e sensível da psicóloga Cecília Dassi. Antes de começarmos, queremos te convidar ao consumo responsável de conteúdo. Algumas falas podem ser sensíveis para pessoas que estão passando ou já passaram por questões semelhantes às que vamos descrever e debater aqui. Portanto, o convite é para que você consuma esse conteúdo somente quando sentir que ele pode te amparar na busca por caminhos, ok? Não tá bem agora? Pula e volta depois. Estaremos aqui pra você em qualquer tempo. _____ FONTES CITADAS NO EPISÓDIO Transtorno de estresse pós-traumático - SUS Gender Differences in Anxiety Disorders: Prevalence, Course of Illness, Comorbidity and Burden of Illness - Departamento de Saúde e Serviços Humanos EUA Devastatingly pervasive: 1 in 3 women globally experience violence - Organização Mundial da Saúde Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil - Fórum Brasileiro de Segurança Pública Why the COVID-19 pandemic is a traumatic stressor - Universidade de Flinders (Austrália) Prevalence of posttraumatic stress disorder after infectious disease pandemics in the twenty-first century, including COVID-19: a meta-analysis and systematic review - Molecular Psychiatry MAT-BR-2106979 MAT-BR-2106604 _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTA, MANA! - MEDLEY Falar, dividir, compartilhar, é só o primeiro passo pra gente se entender. Mas, até mesmo dar esse primeiro passo, pode ser muito difícil. Especialmente sozinhas! Por isso que a Medley decidiu dar um empurrãozinho pra conectar mulheres na busca do autoconhecimento. A iniciativa "Conta, Mana" é um projeto de apoio e conscientização de mulheres sobre a importância do autocuidado. Porque bem-estar mental não é frescura e nem mimimi. No Mamilos, a gente bate bastante na tecla da Economia do Cuidado. Dos dilemas de jornadas duplas, triplas, quádruplas, da divisão do trabalho e do impacto da pandemia na vida das mulheres. Por isso, quando a Medley chamou a gente pra falar desse assunto e do Conta, Mana, topamos na hora! Chegou a hora de você topar esse convite e vir com a gente nesse movimento. Acesse medley.com.br/contamana e segura na nossa mão. Juntas, a gente respira mais aliviada. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ EQUIPE MAMILOS O especial Travessia é uma produção do B9 em parceria com a Medley. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza e a Letícia Valente O roteiro e pesquisa foi da Ana Pinho. E a produção da Cilene Soares. A edição foi de Gabriel Pimentel e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Bruna Sanches. A publicação ficou por conta do Agê Barros. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. A coordenação digital é do Pedro Strazza e Mateus Fiore e o atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane, Luzi Santana e Telma Zenaro.