Podcasts about quando

Share on
Share on Facebook
Share on Twitter
Share on Reddit
Share on LinkedIn
Copy link to clipboard
  • 7,668PODCASTS
  • 34,111EPISODES
  • 24mAVG DURATION
  • 9DAILY NEW EPISODES
  • May 21, 2022LATEST

POPULARITY

20122013201420152016201720182019202020212022


Best podcasts about quando

Show all podcasts related to quando

Latest podcast episodes about quando

ITALIA ITALIANI E ITALIANERIE
Lo Street food italiano

ITALIA ITALIANI E ITALIANERIE

Play Episode Listen Later May 21, 2022 20:28


Oggi vi rapisco in uno squisito viaggio culinario nel cibo di strada italiano.Quando si parla di cibo di strada, pizza, panini e fritti misti sono solo una faccia della medaglia. Almeno per quanto riguarda il panorama culinario italiano. Se, infatti, il nome “street food” può trarre in inganno, la tradizione del Belpaese è ricchissima di esempi e ghiottonerie da leccarsi i baffi.Tra le preparazioni più note, che con il tempo si sono diffuse su tutto il territorio troviamo le olive all‘ascolana, il Rustico leccese, le Panelle e il panino con la meusa palermitani, il Calzone napoletano, il toscano panino con il lampredotto, crespelle diverse in ogni regione. La tradizione italiana del cibo da strada è così vasta da rendere impossibile stilarne una lista completa. In Sicilia si assiste anche ad una vera e propria battaglia linguistica che divide l‘isola in due: da una parte si sostiene la femminilità, dall‘altra la mascolinità della parola Arancini, senza che la ricetta subisca grosse variazioni.

GE Vasco
GE Vasco #196 - Por que o time não consegue produzir mais ofensivamente?

GE Vasco

Play Episode Listen Later May 20, 2022 29:47


Episódio analisa a atuação vascaína no empate por 0 a 0 com o Guarani. Por que a equipe tem tanta dificuldade de criação? Yuri Lara e Nenê fizeram muita falta? Palacios já tem condições de ser titular? Gabriel Dias e Edimar ganharam a posição nas laterais? O programa também debate a visita dos sócios da 777 ao Rio na próxima semana. Quando chega a oferta vinculante? Dá o play!

Porque Sim Não é Resposta
Os homens ainda preferem as mulheres "do passado"?

Porque Sim Não é Resposta

Play Episode Listen Later May 20, 2022 11:16


Quando procuramos o amor não queremos alguém que se possa dominar. A ideia das mulheres "belas, recatadas e do lar" ou o receio de serem bem sucedidas é só um: insegurança. See omnystudio.com/listener for privacy information.

Cafezinho Café Brasil
Cafezinho 491 – Os malabaristas eleitorais

Cafezinho Café Brasil

Play Episode Listen Later May 20, 2022 11:02


Assista a aula Planejamento Antifrágil inscrevendo-se gratuitamente em http://planejamentoantifragil.com   Observando a corrida eleitoral, com os malabarismos que os marqueteiros exigem de cada candidato, tentando transformar ogros em cavalheiros, ladrões em salvadores da pátria e estúpidos em luminares, uma reflexão sobre contextos é necessária.  Operar em um ambiente político – ou de negócios - extremo e desconhecido se parece muito com dirigir por uma estrada sinuosa do interior em meio a uma neblina muito forte. Você não consegue ver muito adiante. Pode haver um buraco fundo à frente ou uma vaca andando sem destino. Dirigindo nessas condições, a resposta reflexiva é avançar devagar e quase que tatear pelo caminho. Mas essa não é uma opção em cenários onde a competição é muito intensa. Especialmente em política. Nessas ocasiões, temos de avançar amortecendo os impactos dos eventos inesperados, sem desacelerar, nem desestabilizar a organização inteira. Bem, já que com certeza haverá um buraco à frente, o que temos de ter? Tempo rápido de reação. Primeiro, porque mesmo pequenos choques têm um efeito cumulativo. As organizações, sejam elas empresas, partidos ou associações, são feitas de uma rede complexa de conexões com clientes, funcionários, fornecedores e com a sociedade. Operam em um ecossistema onde parceiros e concorrentes podem ser os mesmos. Com essa interconexão, as surpresas que atingem uma parte de um negócio ou de um ecossistema podem afetar as outras partes de maneiras difíceis de prever. Um escândalo com um deputado pode desestabilizar todo um partido. E se você passar por um buraco e continuar sem recuperar o controle, fica mais difícil desviar de qualquer obstáculo que surgir à frente. Em outras palavras, neste mundo maluco, a estabilidade é a exceção e não a regra. As organizações precisam de meios para se adaptarem às mudanças ambientais, sem pisar no freio todas as vezes. Quando o mundo está um caos, a estratégia precisa ser adaptativa para que seja eficaz. Você tem de planejar levando em consideração o imponderável. Foi Charles Darwin quem disse há quase 150 anos que “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”. Adaptação às mudanças é o nome do jogo. E na continuidade deste nosso papo, tenho umas dicas pra dar.   Esta reflexão continua no vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=_DPghUbWcbY   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

Café Brasil Podcast
Cafezinho 491 – Os malabaristas eleitorais

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later May 20, 2022 11:02


Assista a aula Planejamento Antifrágil inscrevendo-se gratuitamente em http://planejamentoantifragil.com   Observando a corrida eleitoral, com os malabarismos que os marqueteiros exigem de cada candidato, tentando transformar ogros em cavalheiros, ladrões em salvadores da pátria e estúpidos em luminares, uma reflexão sobre contextos é necessária.  Operar em um ambiente político – ou de negócios - extremo e desconhecido se parece muito com dirigir por uma estrada sinuosa do interior em meio a uma neblina muito forte. Você não consegue ver muito adiante. Pode haver um buraco fundo à frente ou uma vaca andando sem destino. Dirigindo nessas condições, a resposta reflexiva é avançar devagar e quase que tatear pelo caminho. Mas essa não é uma opção em cenários onde a competição é muito intensa. Especialmente em política. Nessas ocasiões, temos de avançar amortecendo os impactos dos eventos inesperados, sem desacelerar, nem desestabilizar a organização inteira. Bem, já que com certeza haverá um buraco à frente, o que temos de ter? Tempo rápido de reação. Primeiro, porque mesmo pequenos choques têm um efeito cumulativo. As organizações, sejam elas empresas, partidos ou associações, são feitas de uma rede complexa de conexões com clientes, funcionários, fornecedores e com a sociedade. Operam em um ecossistema onde parceiros e concorrentes podem ser os mesmos. Com essa interconexão, as surpresas que atingem uma parte de um negócio ou de um ecossistema podem afetar as outras partes de maneiras difíceis de prever. Um escândalo com um deputado pode desestabilizar todo um partido. E se você passar por um buraco e continuar sem recuperar o controle, fica mais difícil desviar de qualquer obstáculo que surgir à frente. Em outras palavras, neste mundo maluco, a estabilidade é a exceção e não a regra. As organizações precisam de meios para se adaptarem às mudanças ambientais, sem pisar no freio todas as vezes. Quando o mundo está um caos, a estratégia precisa ser adaptativa para que seja eficaz. Você tem de planejar levando em consideração o imponderável. Foi Charles Darwin quem disse há quase 150 anos que “Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”. Adaptação às mudanças é o nome do jogo. E na continuidade deste nosso papo, tenho umas dicas pra dar.   Esta reflexão continua no vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=_DPghUbWcbY   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

SobreTudo
AONDE EU TAVA QUANDO ISSO ACONTECEU?

SobreTudo

Play Episode Listen Later May 20, 2022 26:59


Caaaaaaaro ouvinte que nos ouve com seu ouvido! Neste episódio do “SobreTudo”, o seu podcast favorito, Lucas Salles recebe Braian Rizzo, do podcast ""Eu tava lá!"", que ouve histórias malucas de um monte de gente! Vem saber mais sobre quem não tava aqui porque tava lá. Hãn, Hãn. Gostou? Perdão. Fiz o melhor que pude. Vem ouvir, vai! Chega de descritivo.Sobretudo é um Original da Pod360Apresentadores: Lucas Salles, Daniel Curi e Fabiana RibeiroDireção Executiva: Marcos Chehab e Tiago BiancoDireção de Conteúdo: Felipe LobãoRoteiro: Lucas SallesProdução: Débora Wajnberg SardelliEdição e sound design: André Assunção

História pros brother
A mulher que acredita ter vivido no Egito em uma vida passada.

História pros brother

Play Episode Listen Later May 20, 2022 29:25


Dorothy Louise Eady nasceu em 16 de janeiro de 1904 em Londres, Inglaterra. A família dela era bem normal, sua mãe era dona de casa e seu pai era um mestre alfaiate. Porém, as coisas na vida da pequena Dorothy começaram a mudar quando ela completou três anos de idade. Ela estava na casa dela e de repente caiu da escada! Rolou escada à baixo e parecia que a Dorothy tinha morrido. A família foi para cima da criança saber se estava tudo bem, e as primeiras palavras da Dorothy depois de cair da escada foram: “Me leva para casa...Me leva para casa”. Depois de alguns dias, ela começou a apresentar alguns comportamentos muito estranhos. Por exemplo, ela desenvolveu uma síndrome que chama Síndrome do Sotaque Estrangeiro, ela começou a falar como uma não-inglesa. A família de Dorothy era cristã e eles tinham um hábito de levar a criança para uma coisa que chama “escola dominical”, só que a professora dessa escola bíblica chegou pros pais dela e disse: “Olha, não tragam mais sua filha não, ela fica comparando o cristianismo com umas religiões pagãs”. Só que o curioso é que a criança gostava de ir na missa e na igreja, pois isso lembrava ela da “Velha Religião”, assim que ela se referia a algum tipo de culto antigo. A Dorothy chegou a ser expulsa de uma escola que estudava porque se recusou a cantar o hino que fazia referência ao deus cristão. Depois do acidente ela também começou a sonhar com muita frequência com um grande prédio que tinha grandes colunas e jardins, durante a noite ela tinha crises de choro e voltava a falar que queria voltar para casa, mas que não sabia muito bem onde seria essa casa. Mas as coisas começaram a mudar quando a garota completou 4 anos de idade, em 1908. Nessa data, os pais levaram a garota para conhecer o Museu Britânico. Quando a Dorothy chegou no corredor do Egito ela ficou alucinada! Começou a beijar os pés das estátuas que estavam ali e ficou parada por alguns minutos na frente de uma múmia. Quando os pais dela tentaram tirá-la de lá para irem embora a garota disse: “Deixe-me aqui, este é o meu povo!”. De alguma forma ela achava que era egípcia ou algo assim. Os pais conseguiram levá-la para casa, e o pai comprou uma enciclopédia infantil que tinha imagens de artefatos egípcios e a garota se acalmou por um tempo. Quando a Dorothy chegou na adolescência ela voltou para o Museu Britânico, mas agora para ir atrás de um pesquisador que tinha lá chamado Wallies Budge, e aprender com ele tudo sobre arqueologia egípcia. Ele era um arqueólogo britânico que já tinha feito escavações no Egito, Sudão e na Mesopotâmia. Então quando a Dorothy não estava na escola, estava com o Sir Ernest Wallies Budge sendo praticamente sua discípula na arte de decifrar os hieróglifos egípcios. Quando ela atingiu a fase adulta, Dorothy ingressou em uma escola de arte onde começou a colecionar antiguidades egípcias que eram mais acessíveis. Foi nessa fase da vida que ela começou a frequentar grupos que falavam sobre reencarnação, e assuntos relacionados a isso. Porém, depois de visitar uma série de grupos ela desistiu porque nenhum supriu aquilo que ela estava procurando. Dorothy Eady passou a escrever artigos defendendo a independência e libertação do Egito da dominação Inglesa. Próxima dos 30 anos de idade ela conhece um estudante egípcio chamado Emam Abdel Meguid e logo eles se casam. Em 1931 o casal se mudou para o Egito e a Dorothy disse: “Finalmente estou em casa”, e beijou o chão. Foi no Egito que ela engravidou e deu o nome de seu filho de Seti, e ela recebeu o apelido Omm Seti, que significa “mãe de Seti”; seguindo um antigo costume egípcio de não chamar as mulheres pelo nome. Em algumas noites Dorothy levantava da cama no meio da noite e começava a escrever hieróglifos, em que ela dizia serem ditados por um espírito chamado Hor-Rá. Dessas visões, ela escreveu setenta páginas onde estava o relato de que ela teria vivido durante a antiguidade egípcia e que era uma mulher que tinha falecido muito jovem, chamada Bentreshyt. A Dorothy falava que essa Bentreshyt era filha de um casal pobre que a enviou para o templo do faraó Seti I para se tornar serva e sacerdotisa, só que manteve um caso amoroso com o faraó. Ela descrevia todas essas visões e “lembranças” da vida como Bentreshyt em um livro/diário só que isso começou a ser um problema com a sua família lá do Egito. A primeira desavença foi com o marido que queria morar no Cairo, enquanto ela queria morar na periferia, próxima às pirâmides. Alguns anos depois, o marido de Dorothy foi morar no Iraque a trabalho e ela morou numa cabana com o filho próximo às pirâmides e trabalhou no Departamento de Antiguidades do Egito, onde ficou por mais de duas décadas. Nesse livro que ela registrou ao longo dos anos conta que além de ser uma amante do faraó, ela ficou grávida de um filho que o faraó não queria, porque as sacerdotisas tinham que ser virgens. Os sacerdotes daquele tempo pressionaram a Bentreshyt para saber quem era o pai da criança, mas ela decidiu se matar e levar o segredo com ela. Ela ainda disse que ao completar 14 anos em sua vida como inglesa o espírito do faraó a visitou em forma de múmia e ela só voltou a vê-lo somente mais tarde.

Café com Tulipa
CT 2283 - Alegria na Dor

Café com Tulipa

Play Episode Listen Later May 20, 2022


Ninguém, no exercício do pleno juízo, sente algum prazer na dor. Aprendemos na Bíblia, entretanto, que podemos até nos alegrar quando enfrentamos alguma dor, pois nestes momentos difíceis estamos sendo ensinados, treinados e aperfeiçoados. Nosso Deus é um Pai que trabalha em nós para nos fazer melhores a cada dia. Quando entendemos que nossa vida não está à deriva, que Deus está no comando de tudo que nos ocorre, que há um propósito em todas as situações, podemos encarar tudo com mais clareza e confiança. Mesmo que a dor seja indesejável, ela é muito competente para ensinar, por isso podemos até experimentar alguma alegria na dor.

Rádio Comercial - Momentos da Manhã
Abdominais, para mim, é quando estás deitado e espirras

Rádio Comercial - Momentos da Manhã

Play Episode Listen Later May 19, 2022


Abdominais, para mim, é quando estás deitado e espirrasFull2190http://podcastmcr.iol.pt/rcomercial/G8I9ZZKF-BKCY-CRBL-XGZD-KV1N3WB6XLZY.mp3

OverPerform
Quando arriverà il rimbalzo?

OverPerform

Play Episode Listen Later May 19, 2022 8:53


Eravamo abituati al periodo Covid, quando il mercato dopo un -35% in 23 candele giornaliere, praticamente dalla 24-esima era ripartito verso l'alto senza mai voltarsi indietro.Succederà anche stavolta?LINK UTILI:➡ Canale Telegram: https://t.me/tradetector➡ Sito TraDetector: https://www.tradetector.com/➡ MiFP: https://masterinfinanzapersonale.com/➡ AIEP: https://educazionepatrimoniale.it/

Il #Buongiorno di Giulio Cavalli
Filo putiniani solo quando fa comodo: il caso Stefania Craxi

Il #Buongiorno di Giulio Cavalli

Play Episode Listen Later May 19, 2022 3:57


Ora immaginate i giornali di domani che in prima pagina urlano il titolo “Stefania Craxi era d'accordo con l'invasione della Crimea”. La notizia, badate bene, sarebbe vera, verissima. A nulla varrebbero le spiegazioni o le scuse della neo presidente. C'è tutto quello che serve per un'esecuzione pubblica che costringa il Governo a prendere provvedimenti. È facile strumentalizzare tutto, fingendo indignazione. Ma come vedete in questo caso la presidente voluta dal centrodestra è passata indenne. Ognuno faccia i suoi conti.#LaSveglia per La Notizia

PandCast
PandCast #85 - O que fazer quando encontrar uma questão difícil

PandCast

Play Episode Listen Later May 18, 2022 13:49


Quando estamos estudando para o vestibular é muito comum achar uma questão complicada no meio do caminho.E aí, o que você faz?Insiste ou pula?Nesse episódio o prof. Varella vai te explicar como é FUNDAMENTAL que você se esforce para fazer uma questão difícil.Aperte o play e compartilhe com seus amigos e amigas.

All The Best Web Radio
Live! - La storia della TV

All The Best Web Radio

Play Episode Listen Later May 18, 2022 45:00


Quando è nata davvero la televisione? Scopritelo in questa puntata di Live. Seguiteci in diretta su www.allthebest-radio.com

Na Contramão
Como me preparar para fazer parte de um ministério?

Na Contramão

Play Episode Listen Later May 18, 2022 26:46


Episódio do dia 18/05/2022, com o tema: Como me preparar para fazer parte de um ministério? Apresentação: Deborah Garcia e Gabriella Gouvêa. (@debsrogaoli/@gabygouvea_) Convidado: Bruno Ramos - Pastor e gestor ministerial. Quando falamos sobre ministério é possível que inúmeras perguntas venham a nossa mente, não é mesmo? Como eu sei em que ministério devo fazer parte? Temos que fazer parte somente de um ou tudo bem estar envolvido em mais ministérios? Não me identifico mais com o ministério que estou envolvido, o que fazer? Pra conversar sobre isso Gaby e Débs recebem o Pr. Brunão, que trabalha com gestão ministerial.  Participe! Deixe um recado pra nós! Whatsapp: (11) 9 7418-1456. See omnystudio.com/listener for privacy information.

Porque Sim Não é Resposta
O que sobra quando o amor acaba?

Porque Sim Não é Resposta

Play Episode Listen Later May 18, 2022 11:41


A relação começa a arrefecer e quando está morna já dificilmente se recupera. Muitos casais mantêm-se juntos, mas só resta a amizade. A boa notícia é que é possível agir preventivamente See omnystudio.com/listener for privacy information.

Giardino Rivelato
Dedicato alla tua indecisione

Giardino Rivelato

Play Episode Listen Later May 18, 2022 6:30


Questo mi convince, questo non mi convince.Voglio fiori, no anzi voglio un bosco, ma no una prateria sconfinata.Quando si fa un giardino siamo spesso succubi dell'indecisione, ma dove nasce questo cambio di idee?__________________________________________Io credo che abbiamo tutti bisogno di un giardino

Arena do Futuro – Áudios Novo Tempo
Quando a criança inferior se sentiu ferida – Parte 01

Arena do Futuro – Áudios Novo Tempo

Play Episode Listen Later May 18, 2022


O post Quando a criança inferior se sentiu ferida – Parte 01 apareceu primeiro em Rede Novo Tempo de Comunicação.

Saldo Extra – Áudios Novo Tempo
Quando a criança inferior se sentiu ferida – Parte 01

Saldo Extra – Áudios Novo Tempo

Play Episode Listen Later May 18, 2022


O post Quando a criança inferior se sentiu ferida – Parte 01 apareceu primeiro em Rede Novo Tempo de Comunicação.

Scicast
Transplante renal (SBN #47)

Scicast

Play Episode Listen Later May 18, 2022 48:47


Queridos ouvintes, sejam bem-vindos ao quadragésimo sétimo episódio do podcast da Sociedade Brasileira de Nefrologia em parceria com o Portal Deviante. Como é o cenário do transplante renal do Brasil? Quando um transplante se faz necessário? Como é o manejo de um paciente transplantado? E muito mais Lembre-se: Beba água e dose sua creatinina!

Podcasts do Portal Deviante
Transplante renal (SBN #47)

Podcasts do Portal Deviante

Play Episode Listen Later May 18, 2022 48:47


Queridos ouvintes, sejam bem-vindos ao quadragésimo sétimo episódio do podcast da Sociedade Brasileira de Nefrologia em parceria com o Portal Deviante. Como é o cenário do transplante renal do Brasil? Quando um transplante se faz necessário? Como é o manejo de um paciente transplantado? E muito mais Lembre-se: Beba água e dose sua creatinina!

Tempo de Refletir
Cristo mora aqui?

Tempo de Refletir

Play Episode Listen Later May 18, 2022


Romanos 14:9 – Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos. Li a história de um novo pastor que visitou a casa de um de seus membros. Quando o marido voltou do trabalho para casa, a esposa disse: – O novo pastor esteve aqui […] O post Cristo mora aqui? apareceu primeiro em Rede Novo Tempo de Comunicação.

Saldo Extra – Áudios Novo Tempo

Romanos 14:9 – Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos. Li a história de um novo pastor que visitou a casa de um de seus membros. Quando o marido voltou do trabalho para casa, a esposa disse: – O novo pastor esteve aqui […] O post Cristo mora aqui? apareceu primeiro em Rede Novo Tempo de Comunicação.

Arena do Futuro – Áudios Novo Tempo

Romanos 14:9 – Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos. Li a história de um novo pastor que visitou a casa de um de seus membros. Quando o marido voltou do trabalho para casa, a esposa disse: – O novo pastor esteve aqui […] O post Cristo mora aqui? apareceu primeiro em Rede Novo Tempo de Comunicação.

SBS Italian - SBS in Italiano
A Photo 2022, l'Italia dopo la prima ondata di Covid ritratta da Massimo Vitali

SBS Italian - SBS in Italiano

Play Episode Listen Later May 18, 2022 15:57


Quando il fotografo Massimo Vitali scatta, è come se ogni volta realizzasse una performance. Le sue opere sono attualmente esposte al PHOTO 2022 International Festival of Photography di Melbourne.

News per freelance
Le imperfezioni che ci migliorano con Francesco Fabiano

News per freelance

Play Episode Listen Later May 18, 2022 37:25


Quante volte sbagliamo? Come percepiamo i nostri errori?Se mi guardo indietro vedo i miei passi avanti e anche i punti in cui mi sono fermata a riflettere. Proprio grazie ai miei errori.Quando ci siamo dentro, li viviamo con fatica, eppure accogliendo la lezione che vi sta dietro impariamo a conoscerci e a migliorarci.Sono così importanti, secondo la mia personale visione della vita, che ho chiesto all'autore del Manuale di Imperfezione, Francesco Fabiano, mental coach, di parlarcene.Il sottotitolo è già indicativo: imparare a sbagliare per essere felici.Francesco ha fatto tesoro dei suoi errori e di quelli che ha ascoltato nei suoi percorsi di coaching. Ne ha scritto un libro e oggi ci offre spunti da mettere subito in pratica.Semplificando, siamo divisi in due. C'è chi fa molta fatica a riconoscere i propri errori, magari dando la colpa agli altri, al tempo, al clima, al mercato e alla crisi.E chi tende a colpevolizzarsi per ogni cosa, con il timore di non essere mai abbastanza.Noi freelance tendiamo ad appartenere a questa seconda metà forse Spesso è un altro errore di percezione dell'umiltà, che ci frena e La vera umiltà è pensare meno a noi stessi e più agli altri.Francesco ci parla di "umiltà ambiziosa" che significa essere consapevoli del proprio valore, tirar fuori le nostre risorse e imparare ad aiutare gli altri.E ci fornisce consigli preziosi per superare la sindrome dell'impostore. Ne soffrite anche voi? Allora in questo episodio potreste trovare utili spunti per sciogliere questo nodo.Avete uno speech o un incontro importante che vi mette ansia? Francesco ci suggerisce di guardarci allo specchio e ripetere:- io non sono i miei errori- io non sono le mie debolezze- io non sono le mie paure.Siamo molto di più e siamo disegnati per rendere al massimo quando siamo in equilibrio.Proviamo quindi a non essere troppo autocritici e concediamoci di sbagliare o semplicemente di fare piccoli passi fuori dalle nostre paure.Nell'episodio di oggi Francesco ci regala infine 3 esercizi pratici da applicare che ci possono aiutare a superare immobilismi e a far chiarezza sulla nostra realtà.Cosa ne dici? Mi farai sapere se ti ha aiutato?Trovi Francesco su LinkedIn e sul suo sito www.francescofabiano.com

Família Hoje
Meu marido me trata mal quando não está bem financeiramente

Família Hoje

Play Episode Listen Later May 18, 2022 5:30


Episódio do dia 18/05/2022, com o tema: Meu marido me trata mal quando não está bem financeiramente Apresentação: Kléber Lima e Kaka Rodrigues Crises financeiras podem ocorrer na vida de qualquer casal. Mas, de formar alguma, devem ser motivo para comportamentos abusivos. See omnystudio.com/listener for privacy information.

DevSecOps Podcast
#18 - SDL PT4 - Perform Threat Modeling

DevSecOps Podcast

Play Episode Listen Later May 18, 2022 50:49


No quarto episódio da série SDL, você acompanha sobre modelagem de ameaças. O quê? Como? Onde? Quando? E principalmente, para quem? Vamos mergulhar no tema para te ajudar a desenvolver software seguro, da maneira certa.

DevSecOps Podcast
#17 - SDL PT3 - Define Metrics and Compliance Reporting

DevSecOps Podcast

Play Episode Listen Later May 18, 2022 34:25


No terceiro episódio da série SDL, você acompanha sobre métricas e compliance. O quê? Como? Onde? Quando? E principalmente, para quem? Vamos mergulhar no tema para te ajudar a desenvolver software seguro, da maneira certa.

Mercurio Antroposofia
S6 Ep46: OS 12 SENTIDOS: as portas para a relação com o mundo

Mercurio Antroposofia

Play Episode Listen Later May 17, 2022 77:56


Quando foi a última vez que você se permitiu pausar e perceber o mundo em que habita? A última vez que você parou, respirou, aterrissou no seu corpo e “simplesmente” ficou SENDO HUMANA? Os nossos sentidos são as nossas portas para o mundo, para a percepção do que acontece pra fora de nós, mas também pra dentro de nós, com relação ao mundo. E não são apenas 5 como comumente sabemos. A Antroposofia propõe um olhar ampliado para o tema e por isso você é nossa convidada pra essa conversa sobre os 12 sentidos. Vem juntinho e dá o play!

il posto delle parole
Chiara Tozzi "La scintilla necessaria"

il posto delle parole

Play Episode Listen Later May 17, 2022 27:00


Chiara Tozzi"La scintilla necessaria"Mondadori Editorehttps://www.mondadori.it/A Nicola, uomo di successo che ama guerreggiare e che non ha paura di niente, manca coraggio solo in amore. Quando scopre che Sara, la donna affascinante e imprevedibile che ha amato fin da bambino, è scomparsa, decide di cercarla, mettendo a repentaglio la professione e un sereno ménage coniugale. Ha inizio così un inseguimento amoroso che si snoda nel tempo e nello spazio, dalle prime scintille del loro amore negli anni Sessanta fino a oggi, in Italia e nel mondo, in un intreccio di personaggi ed eventi che hanno segnato la nostra Storia: il Sessantotto, il terrorismo, l'euforia degli anni Ottanta, le speranze dei Novanta, il nuovo secolo e l'attacco alle Twin Towers, l'elezione di Barack Obama, la diffusione di un morbo misterioso che mette il mondo in ginocchio.Chiara Tozzi è abilissima nell'evocare la figura di Sara in assenza, nel ricostruire la vicenda di una donna istintiva e fedele a se stessa attraverso lo sguardo e i ricordi di un uomo.Un ipnotico viaggio nei sentimenti, un ritratto forte e al contempo struggente di un uomo che ha il coraggio di mettere a nudo la propria fragilità e di una donna capace di mantenersi viva, leggera, libera.Una storia d'amore ricca di ritmo e colpi di scena, con un finale emozionante e imprevedibile.Chiara Tozzi affianca l'attività di scrittrice a quella clinica di psicologa analista e a quella di docente di sceneggiatura. È autrice di racconti, romanzi, e soggetti e sceneggiature per cinema, teatro, radio e televisione. Nel 2008 ha pubblicato con Feltrinelli il romanzo Quasi una vita.IL POSTO DELLE PAROLEascoltare fa pensarehttps://ilpostodelleparole.it/

Cardiopapers
Quando tratar hipertensão arterial na gestação?

Cardiopapers

Play Episode Listen Later May 17, 2022 2:40


Quando tratar hipertensão arterial na gestação? by Cardiopapers

Escuta que o filho é teu
Por que vacinar os filhos?

Escuta que o filho é teu

Play Episode Listen Later May 17, 2022 47:13


Neste episódio atualizamos como estão os estudos para aprovação de vacinas contra a COVID em crianças menores de 5 anos. Quais são as principais pesquisas, reações adversas x fake news. Quando os pais devem se preocupar? Também destacamos a importância de atualizar a carteirinha de vacinação para outras vacinas que estão no nosso calendário. O papo foi esclarecedor e contou com os especialistas Dr. Renato Kfouri, Pediatra infectologista, Presidente do Departamento de Imunizações da Sociedade Brasileira de Pediatria e Diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, e a médica infectologista do Hospital Sírio Libanês, Dra. Mirian Dal Ben Corradi.

Dragões de Garagem
Cimento e Concreto – Dragões de Garagem #242

Dragões de Garagem

Play Episode Listen Later May 17, 2022 90:19


Uma história do cimento e concreto, o que é esse material que tanto usamos? Quando surgiu? Como impactou as civilizações? Qual é a química e o que precisamos preocupar sobre ele nesses tempos de mudanças climáticas? Nesse episódio André (@andrelt), Tupá (@tupaguerra) , Marina Monteiro (@mahideia) e Marina Tomás (@sciartmari) voltaram antes mesmo da grécia […]

Prova Oral
Fernando Alvim com Luísa Sobral- Quando a Porta Fica Aberta.

Prova Oral

Play Episode Listen Later May 16, 2022 57:16


Fernando Alvim com Luísa Sobral- Quando a Porta Fica Aberta. Luísa Sobral é uma das cantoras-compositoras mais importantes da nova geração. Vem falar do seu livro "Quando a Porta Fica Aberta".

Smart City
Quando l'IA prende un granchio, e come cercare di evitarlo

Smart City

Play Episode Listen Later May 16, 2022


Gli algoritmi di intelligenza artificiale non sono infallibili. Al contrario, possono commettere errori madornali in modo ostinato. Sono noti diversi casi che hanno creato imbarazzo, come algoritmi di riconoscimento facciale che non riconoscevano i volti delle persone di colore, o che favorivano le assunzioni di uomini a discapito delle donne.Ecco perché riscuotono sempre più successo i corsi specialistici di "Controllo predittivo", con cui in gergo ci si riferisce allo sviluppo di algoritmi specializzati nel mettere in luce le lacune dei sistemi di intelligenza artificiale, facendo in modo, per esempio, che queste richiedano più dati del tipo di cui sono carenti, come quando uno studente chiede di ripetere un concetto che non ha capito bene. Ospite Alberto Bemporad, Professore di Automatica della Scuola Università IMT Alti Studi Lucca e docente dei corsi di controllo predittivo e Machine Learning

Café Brasil Podcast
Cafezinho 490 – Seja ignorante, por favor!

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later May 16, 2022 8:00


Assine o Café Brasil Premium em http://mundocafebrasil.com Lembrei de uma história que uso em minha palestra SustentHabilidade, que trata das Acácias, uma espécie de árvore que existe na África, muito apreciada pelas girafas, que se alimentam de suas folhas e brotos. Essas árvores estavam ameaçadas e os cientistas, para protege-las, decidiram cercar uma grande área, impedindo que os animais se aproximassem das árvores. A ideia era que, ao proteger as árvores do ataque das girafas, conseguiriam recuperá-las. Mas deu tudo errado. Com o tempo, as árvores protegidas começaram a apresentar doenças e a serem atacadas por insetos. Um estudo mostrou que um tipo de formiga muito agressivo vivia naquelas árvores, alimentando-se de sua seiva. Quando as girafas comiam as folhas e ramos, a árvore produzia a seiva naturalmente, como uma espécie de sangramento que curava os ferimentos causados pelas girafas. Com alimento abundante, as formigas se reproduziam e defendiam as árvores de outros tipos de insetos. Sem as girafas, as árvores não sangravam mais e as formigas ficaram sem alimento. Foram embora, expondo as árvores ao ataque de todo tipo de inseto. Os cientistas, achando que estavam protegendo as árvores ao evitar as agressões das girafas, na verdade as enfraqueceram ao quebrar um equilíbrio natural. Não é fascinante? É assim que a ciência funciona. Você cria uma hipótese e coloca para testar. Aí aparece uma dona aí, chamada Dona Realidade, que coloca as coisas nos eixos. E acaba com todas as certezas que existiam na cabeça do criador da hipótese. Sacou? A única certeza que podemos ter é que nas questões complexas, é praticamente impossível ter certezas. Especialmente se você for um especialista de sofá, sabe? Desses que ficam exibindo certezas em redes sociais.   Esta reflexão continua no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=1ujF471rwDc   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

Cafezinho Café Brasil
Cafezinho 490 – Seja ignorante, por favor!

Cafezinho Café Brasil

Play Episode Listen Later May 16, 2022 8:00


Assine o Café Brasil Premium em http://mundocafebrasil.com Lembrei de uma história que uso em minha palestra SustentHabilidade, que trata das Acácias, uma espécie de árvore que existe na África, muito apreciada pelas girafas, que se alimentam de suas folhas e brotos. Essas árvores estavam ameaçadas e os cientistas, para protege-las, decidiram cercar uma grande área, impedindo que os animais se aproximassem das árvores. A ideia era que, ao proteger as árvores do ataque das girafas, conseguiriam recuperá-las. Mas deu tudo errado. Com o tempo, as árvores protegidas começaram a apresentar doenças e a serem atacadas por insetos. Um estudo mostrou que um tipo de formiga muito agressivo vivia naquelas árvores, alimentando-se de sua seiva. Quando as girafas comiam as folhas e ramos, a árvore produzia a seiva naturalmente, como uma espécie de sangramento que curava os ferimentos causados pelas girafas. Com alimento abundante, as formigas se reproduziam e defendiam as árvores de outros tipos de insetos. Sem as girafas, as árvores não sangravam mais e as formigas ficaram sem alimento. Foram embora, expondo as árvores ao ataque de todo tipo de inseto. Os cientistas, achando que estavam protegendo as árvores ao evitar as agressões das girafas, na verdade as enfraqueceram ao quebrar um equilíbrio natural. Não é fascinante? É assim que a ciência funciona. Você cria uma hipótese e coloca para testar. Aí aparece uma dona aí, chamada Dona Realidade, que coloca as coisas nos eixos. E acaba com todas as certezas que existiam na cabeça do criador da hipótese. Sacou? A única certeza que podemos ter é que nas questões complexas, é praticamente impossível ter certezas. Especialmente se você for um especialista de sofá, sabe? Desses que ficam exibindo certezas em redes sociais.   Esta reflexão continua no vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=1ujF471rwDc   Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

Cabeça de Lab
QA: Mitos E Verdades

Cabeça de Lab

Play Episode Listen Later May 16, 2022 42:40


Quando falamos sobre o mundo dos QAs, vocês tem curiosidade sobre o que de fato um QA faz ou não? No episódio de hoje batemos um papo com duas QAs aqui do Labs, para esclarecer os mitos e verdades que rondam essa profissão! Então chega+ e bora ouvir esse episódio, que tá muito massa! --- Edição completa por Rádiofobia Podcast e Multimídia: https://radiofobia.com.br/ --- Nos siga no Twitter e no Instagram: @luizalabs @cabecadelab Dúvidas, cabeçadas e sugestões, mande e-mail para o cabecadelab@luizalabs.com Participantes: Ariadyne Oliveira | @trescores Lorena Santos | instagram.com/lorenalpsan Izabela Carvalho | instagram.com/izafrancar

Portugueses no Mundo
Bruno Meireles: Londres, Inglaterra

Portugueses no Mundo

Play Episode Listen Later May 16, 2022 28:27


Quando chegou a Inglaterra o Bruno Meireles sentiu que ali era o seu lugar e não falava inglês. 20 anos depois, os projetos do Bruno também passam por Portugal. É com orgulho que conta esta história.

The Italian Coach - Learn Italian independently
101 - Usa i podcast in modo intelligente per imparare l'italiano - Intervista con Giulia (parte 2)

The Italian Coach - Learn Italian independently

Play Episode Listen Later May 16, 2022 21:35


Ho avuto il piacere di fare qualche domanda a Giulia di Italian Time Zone su come usare al meglio i podcast per imparare l'italiano. In questa seconda parte dell'intervista sentirai: -Quando e dove ascoltare un podcast -Quali podcast scegliere -Esercizi che puoi fare con i podcast oltre al mero ascolto -Cosa fare se non capisci le parole che senti Accedi alla trascrizione completa in pdf supportando il podcast qui: https://ko-fi.com/theitaliancoach Vuoi lavorare con me? Partecipa al Rockstar dell'italiano Bootcamp: https://italiancoach.net/italian-language-coaching Il podcast di Giulia (Italian Time Zone): https://open.spotify.com/show/3fw2R8JC5bZ7f56ZdZgT84?si=7069e324541740c5 Il profilo Instagram di Giulia (Italian Time Zone): https://www.instagram.com/italiantimezone/

Psicologia con Luca Mazzucchelli
Relazioni di coppia cosa fare quando vuoi di più dallaltro

Psicologia con Luca Mazzucchelli

Play Episode Listen Later May 16, 2022 5:42


Relazioni di coppia: cosa fare quando vuoi di più dall'altro? Ho lavorato con molte coppie e ho visto che spesso questo porta ad abbracciare l'idea del matrimonio come un evento capace di cambiare la coppia, rinnovandola e migliorandola. Non è proprio così, il matrimonio non cambia il tuo modo di vivere la relazione e di comportarti con l'altro.

Chiesa Cristiana Evangelica  della Vera Vite
Signore insegnaci a pregare - Pregare nel mezzo del silenzio | 15 Maggio 2022 |

Chiesa Cristiana Evangelica della Vera Vite

Play Episode Listen Later May 15, 2022


Cosa succede quando preghi nel mezzo del silenzio? Quando Dio sembra aver "interrotto il collegamento", disinteressarsi alle tue preghiere? Dio non smette mai di rispondere; nessuna preghiera andrà persa. Prima o poi, in Terra o in Cielo, troverà risposta. --- Predicatrice: Jean Guest CLICCA SUL TITOLO PER ASCOLTARE IL MESSAGGIO Tempo di lettura: 9 minuti Tempo di ascolto audio/visione video: 34 minuti Siamo alla terza ed ultima settimana della nostra serie sulla preghiera. Finora abbiamo visto che la preghiera inizia alla presenza di Dio e che, attraverso la preghiera, abbiamo l'autorità di portare il Cielo sulla Terra.  Abbiamo capito che la preghiera è in definitiva un invito di Dio ad avere relazione con lui.  Che cosa facciamo allora di ciò che abbiamo compreso quando viviamo momenti di preghiera senza risposta, momenti in cui sentiamo che Dio è silenzioso, momenti in cui, come dice Pete Greig, "E' come Dio avesse disattivato l'audio"?  Come si concilia la scrittura che dice:  "Egli mi invocherà e io gli risponderò" (Salmo 91:15)  con quest'altra scrittura? "Fino a quando, o Signore, mi dimenticherai? Sarà forse per sempre? Fino a quando mi nasconderai il tuo volto? Fino a quando avrò l'ansia nell'anima e l'affanno nel cuore tutto il giorno? Fino a quando s'innalzerà il nemico su di me? Guarda, rispondimi, o Signore, mio Dio! Illumina i miei occhi perché io non mi addormenti del sonno della morte." (Salmo 13:1-3) Non c'è niente di più doloroso e desolante che sentire che Dio non ci ascolta o, peggio, che ci ascolta ma non se ne cura.  Come cristiani abbiamo il dovere di affrontare questo onestamente, perché a un certo punto sarà una nostra esperienza di vita e sicuramente in quella di qualcuno che amiamo.  Abbiamo bisogno di risposte per noi stessi e per loro; come possiamo guarire se viviamo costantemente nella delusione; come possiamo dire la verità se non possiamo essere onesti riguardo al dubbio; e, si badi bene, lottare con questo non è un segno di mancanza di fede, non permettete che qualcuno vi dica il contrario. Il dolore, la delusione, la paura fanno parte dell'esperienza umana e se non vi siete mai scontrati con questo nella vostra vita, allora vi dico con rispetto che non avete vissuto nella realtà.  Shakespeare lo sapeva: "Urlate, urlate, urlate! Oh, voi siete uomini di pietra: avessi io le vostre lingue e occhi, li userei così che la volta del cielo si spacca. " (Shakespeare Re Lear - trad. Sanguineti). Gli schiavi nei campi di cotone lo sapevano: "A volte sono giù Oh, sì, Signore A volte sono quasi a terra Oh, sì, Signore nessuno conosce i problemi che ho visto." (Nobody knows – Canto Spiritual Nero) Lo sapevo anche io, quando nel mio diario, dopo un particolare atto di tradimento, disegnavo semplicemente un urlo. Dio dice che fascerà i cuori spezzati, ma non può farlo se neghiamo l'esistenza di queste cose. Non abbiamo il diritto di predicare la speranza, se non possiamo riconoscere la disperazione. Dobbiamo avere una teologia che cammini nella valle con la stessa forza di quella che abbiamo sulle cime delle montagne. Vediamo tre domande: Come farò a superare tutto questo?Dov'è Dio quando il Cielo tace?Quando saranno esaudite le mie preghiere? La prima di queste domande è:  Come farò a superare tutto questo? "Poi giunsero in un podere detto Getsemani, ed egli disse ai suoi discepoli: «Sedete qui finché io abbia pregato». Gesù prese con sé Pietro, Giacomo e Giovanni e cominciò a essere spaventato e angosciato. E disse loro: «L'anima mia è oppressa da tristezza mortale; rimanete qui e vegliate». Andato un po' più avanti, si gettò a terra; e pregava che, se fosse possibile, quell'ora passasse oltre da lui.  Diceva: «Abbà, Padre! Ogni cosa ti è possibile; allontana da me questo calice! Però non quello che io voglio, ma quello che tu vuoi»." (Marco 14:32-36) La parola "oppressa" qui significa che Gesù è circondato dal dolore, il modo in cui lo avvolge è soffocante; Gesù qui sta sull'orlo di un totale crollo emotivo, spirituale e fisico. Come farà a superare tutto questo?  Quattro principi che dovremmo prendere come modello per sopravvivere ai momenti di desolazione nostri o degli altri. PostoPersonePreghieraProposito Quando ci sentiamo sopraffatti o oppressi, abbiamo bisogno di essere in un posto, in un luogo e con delle persone con le quali ci sentiamo al sicuro e di cui possiamo fidarci per stare al nostro fianco e camminare con noi attraverso la valle.  Quando il mio matrimonio è finito, ho chiesto a tre amici di essere i miei compagni di preghiera, ad un'altra di essere quella con cui potevo semplicemente sedermi e piangere, e ad un'altra ancora di essere la mia amica per le feste, quella affidata al ruolo di individuare quando ero giù e di chiamarmi e dire: "Dai, andiamo al Salsa Bar". Ringrazio Dio per ognuna di loro, perché i loro modi diversi di servirmi hanno salvato me e i miei ragazzi nel momento del bisogno.  Tieniti al sicuro quando stai soffrendo. E a tua volta sii un posto sicuro per gli altri.  Quando siamo giù possiamo non averne voglia, ma dobbiamo continuare a pregare e ad aggrapparci alle promesse delle Scritture. Le nostre preghiere potrebbero essere nient'altro che quel mio grido silenzioso, ma se è tutto ciò che possiamo offrire, allora è ciò che offriamo. Infine, forse la cosa più difficile di tutte, è cercare di trovare proposito, uno scopo. Lo scopo non è ignorare il dolore, o far finta che non ci sia, e nemmeno gioirne. Gesù nel Getzemani non ha mai detto di essere felice di ciò che stava per subire, ma sapeva di potersi fidare del Padre e che, per la gioia che avrebbe trovato dall'altra parte, era qualcosa che poteva affrontare. Come dice Pete Grieg: "Trova uno scopo nel dolore quando puoi, e trova uno scopo nonostante il dolore quando non puoi". Dov'è Dio quando il Cielo tace? “Dio mio, io grido di giorno, ma tu non rispondi, e anche di notte, senza interruzione.” (Salmo 22:2)  Voglio incoraggiarvi a capire che la Bibbia è assolutamente onesta (probabilmente più di noi) riguardo all'apparente silenzio di Dio. I salmi sono certamente pieni di grida che chiedono a Dio di alzarsi e rispondere.  Ma se il silenzio fosse qualcos'altro, come dice Pete Greig: "Il silenzio di Dio non è la sua assenza, ma piuttosto la sua presenza in un'altra forma"?  E se lo vedessimo non come un'assenza di Dio, ma piuttosto come un tempo di attesa? Diamo uno sguardo ad alcune Scritture. “Il Signore è buono con quelli che sperano in lui, con chi lo cerca.” (Lamentazioni 3:25 ) “Spera nel Signore! Sii forte, il tuo cuore si rinfranchi; sì, spera nel Signore!” (Salmo 27:14  “Quanto a me, io volgerò lo sguardo verso il Signore, spererò nel Dio della mia salvezza; il mio Dio mi ascolterà.” (Michea 7:7) Viviamo in un mondo di gratificazione istantanea: lo voglio, lo voglio subito. Il fatto che possiamo essere connessi agli altri 24 ore su 24, 7 giorni su 7 - abbiamo persino un acronimo, FOMO (“Fear Of Missing Out”, che vuol dire paura di perdersi qualcosa) può sembrare che la pazienza e l'attesa non siano necessarie e certamente non sono più virtù. Eppure il frutto dello Spirito comprende la pazienza.  Ma quando l'attesa continua, e continua, e continua, è davvero facile che l'attesa diventi un luogo di incertezza. Ciò che ci aiuterà a superare questo periodo è una “memoria muscolare” ben sviluppata di "sante abitudini".  Leggere Cantare RicordareSperare Leggete la Bibbia! Ci viene promesso che la Parola non torna mai vuota a Dio;  le frasi possono essere confuse e nel presente senza conforto, ma qualcosa sarà all'opera in noi nel profondo della nostra anima. Cantate! Il Salmo 145:2 dice "Ogni giorno ti loderò", non quando ne ho voglia o quando mi sento felice, ma ogni giorno;  Ricordate! e pensa a tutte le volte che Dio ha risposto alle tue preghiere - io tengo un diario e quando mi sento scoraggiata amo leggere i modi in cui Dio ha operato in me e attraverso di me in passato; aggrappatevi alla speranza “Manteniamo ferma la confessione della nostra speranza, senza vacillare; perché fedele è colui che ha fatto le promesse.” (Ebrei 10:23) Tenere duro richiede uno sforzo, è un atto della nostra volontà. Può non avere senso per noi, ma lo facciamo, perché? Perché ci si può fidare di Dio. L'attesa non deve essere per forza un periodo in cui non succede nulla, ma può essere un momento in cui incontriamo Dio in modi nuovi e più profondi. E la domanda finale: Quando saranno esaudite le mie preghiere? Spero che questa panoramica necessariamente rapida e breve di questo argomento così importante non vi abbia lasciato sconcertati. E spero davvero che quello che sto per dire non sembri banale, o una sorta di scappatoia cristiana.  Vivere nel periodo delle preghiere non esaudite può essere profondamente doloroso. Quando possiamo aspettarci che finisca e sentire Dio?  Lo dico con cautela, ma a volte non sarà in questa vita.  “Egli venne e prese il libro dalla destra di colui che sedeva sul trono. Quando ebbe preso il libro, le quattro creature viventi e i ventiquattro anziani si prostrarono davanti all'Agnello, ciascuno con una cetra e delle coppe d'oro piene di profumi, che sono le preghiere dei santi.” (Apocalisse 5:7-8) Questa è un'immagine di Gesù alla fine dei tempi - è il colui del versetto 7 - al momento di porre fine a questa vecchia terra e alle sue vie. È a questo punto che ogni preghiera sarà esaudita. Così ha spiegato il teologo Herrbert Lockyer: "I veri odori (l'incenso profumato nelle coppe del cielo) sono le preghiere del cuore dei figli di Dio... Ogni preghiera che è scoppiata in un singhiozzo da un cuore agonizzante, ogni sospiro del cristiano isolato ed in difficoltà, ogni gemito di chi tende verso Dio, si mescola qui con i canti di chi è felice e dei trionfatori". Nelle coppe d'oro ci sono le preghiere profumate dei santi in attesa di risposte. È un'immagine davvero bella, ma quale conforto e quale significato possiamo trovare nel qui e ora? Dobbiamo tornare al primo punto che ho sollevato tre settimane fa, ossia che la preghiera consiste nel sedersi con Dio e vedere la realtà dalla sua prospettiva. Come dice Peter Greig, "Forse noi vogliamo che sia riparata, ma Dio vuole che sia benedetta".  Nel qui e ora potrebbe non esserci nessuna guarigione, nessun marito, nessuna risoluzione della situazione.  Dobbiamo chiederci: "Come può essere redento, se non può essere rimosso?".   La mia amica Ruth era una maestra di scuola elementare e un pastore di successo nella mia chiesa battista locale, amava il suo lavoro e il suo ministero, entrambi erano fiorenti e lei stava facendo un ottimo lavoro. Poi un giorno si è svegliata e non riusciva a parlare, i medici non sapevano perché. La conseguenza fu che dovette lasciare sia l'insegnamento che il ministero e soffrì di un forte esaurimento nervoso di fronte a questa perdita.  Poi un giorno ci ha mandato un messaggio chiedendo di smettere di pregare per la guarigione, ma di iniziare a pregare per una rinnovata visione di ciò che Dio stava facendo.  Ora è a capo di un'associazione da lei fondata, Renew Wellbeing, che conta 150 spazi sicuri gestiti dalle chiese in collaborazione con professionisti della salute mentale; ha scritto tre libri e, pur dovendo ancora prendersi cura della sua voce, è in grado di tenere corsi di formazione e di parlare in pubblico.  Noi volevamo che fosse riparata, Dio voleva che fosse benedetta; noi volevamo che fosse rimossa, Lui voleva che fosse redenta. Vivere con una preghiera non esaudita non è facile, ma credetemi, è fattibile!  Eugene Peterson scrive: "La fede si sviluppa dagli aspetti più difficili della nostra esistenza, non dai più facili".  Lasciatemi dire questa preghiera di Ignazio su di noi: “O Cristo Gesù, quando tutto è buio e sentiamo la nostra debolezza e impotenza, dacci il senso della Tua presenza, del Tuo amore e della Tua forza. Aiutaci ad avere perfetta fiducia nel Tuo amore protettore e nel Tuo potere che rafforza, affinché nulla ci spaventi o ci preoccupi, perché, vivendo vicino a Te, vedremo la Tua mano, il Tuo scopo, la Tua volontà in tutte le cose.” Amen.GUARDA LE DIAPOSITIVE DEL MESSAGGIOGUARDA IL VIDEO DEL MESSAGGIO IN BASSA RISOLUZIONE SU FACEBOOKVIDEO DEL MESSAGGIO IN BASSA RISOLUZIONE SU INSTAGRAM A BREVE--- GUARDA IL VIDEO DEL MESSAGGIO IN HD (Visita il nostro sito per ascoltare la registrazione audio, vedere il video del messaggio, per scaricare gli appunti e per vedere le diapositive del messaggio)

Ascolta la Notizia
Meloni: «Caro Letta, non è l'Italia a restare indietro, siete voi che vivete su un altro pianeta»

Ascolta la Notizia

Play Episode Listen Later May 15, 2022 1:32


«Aumento del costo delle bollette, rincaro prezzi, benzina alle stelle, imprese in ginocchio, emergenza immigrazione clandestina e scarso controllo del territorio… ma per il PD la priorità resta sempre e solo lo Ius Soli». Lo ha scritto su Twitter la leader di Fratelli d'Italia, Giorgia Meloni. «Caro Enrico Letta, non è l’Italia a restare indietro, siete voi che vivete su un altro pianeta ancora non ben identificato», ha concluso Meloni. Il leader del Pd ha replicato a stretto giro: «Nel più puro benaltrismo. La verità è anche peggio. Non li volete. E non avete nemmeno il coraggio di dirlo. Altrimenti facciamo che appena calano le bollette approviamo lo Ius Culturae e la nuova legge sulla cittadinanza?» ha scritto Letta su Twitter. Meloni ha controbattuto, sempre tramite Twitter, scrivendo: «Rilancio: ne parliamo quando calano le bollette, il tasso di disoccupazione, la tassazione sulle imprese e la criminalità. Quando accade tutto questo, parliamo del perché non vi basta che l'Italia sia la seconda Nazione d'Europa per cittadinanze concesse». Scarica l’app di Ascolta la Notizia per Android: https://bit.ly/2F3ptXR o iPhone: https://apple.co/2F8zEdU Attiva la skill di Ascolta la Notizia nel tuo dispositivo Alexa: https://amzn.to/3K7RTfU

Autoconsciente | Um podcast que entende você
114. Quando pensamos o que não queremos pensar

Autoconsciente | Um podcast que entende você

Play Episode Listen Later May 15, 2022 34:44


Dos cerca de seis mil pensamentos que temos por dia, muitos são involutários, vêm à nossa mente independentemente da nossa vontade. Em meio a esses, às vezes aparece um sobre algo que a gente rejeita e jamais faria de sã consciência. Quando nos causam perturbações emocionais – como ansiedade, vergonha, repulsa ou culpa –, esses pesamentos são chamados de "intrusivos". Vamos explorar de coração aberto, sem julgamento, essa temática dos pensamentos que não queremos ter. Acompanhe o Autoconsciente no Instagram pelos perfis @regina.giannetti e @vocemaiscentradoInscreva-se em meu canal no YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCH2iTQQ_3w0H3bj1drFHBGALivro citado neste episódio: "Overcoming unwanted intrusive thoughts", de Sally Winston e Martin SeifMatéria sobre escrupulosidade: https://www.bbc.com/portuguese/geral-60525984 ===== Anunciante ======Idomed – Instituto de Educação Médica – www.idomed.com.br

SBS Italian - SBS in Italiano
Quando dal barbiere si andava anche per ascoltare un concerto

SBS Italian - SBS in Italiano

Play Episode Listen Later May 15, 2022 26:38


Il musicista e scrittore Giuseppe Maurizio Piscopo ha raccolto, dopo una lunga ricerca, brani musicali nati nei saloni dei barbieri siciliani, quando, oltre che a farsi barba e capelli, i clienti ascoltavano dei propri e veri concerti di musica popolare.

Trip FM
Angelita Gama, a primeira cirurgiã mulher do HC

Trip FM

Play Episode Listen Later May 13, 2022


Aos 90 anos, a médica que acumula pioneirismos fala sobre os muitos 'não' que ouviu na carreira, morte e a infância no Pará Quando entrou na faculdade de Medicina, em 1952, Angelita Gama já estava acostumada a receber nãos. O desejo dos pais era de que ela seguisse a profissão das irmãs, que eram professoras. Impulsionada pelas amigas que fez jogando vôlei, Angelita não acatou a vontade da família e encontrou a sua vocação na Universidade de São Paulo, a USP. Mais tarde, ao optar pela residência em cirurgia,  uma área absolutamente masculina, ela encontraria outra barreira: o chefe da cadeira na época pediu para que ela não fizesse a prova. Foram necessárias ligações para os diretores da faculdade para que liberassem ela a prestar o concurso. Passou em primeiro lugar e se tornou a primeira mulher cirurgiã do Hospital da Clínicas (HC). “Fui guerreira, fui vencendo. A medicina mudou a minha vida.” Aos noventa anos e ainda ativa na sala de cirurgia, a doutora foi recentemente laureada pela universidade de Stanford como uma das cientistas mais influentes no mundo por seu trabalho revolucionário no tratamento do câncer retal. “O primeiro passo da medicina no combate ao câncer é a prevenção. É claro que em um pais grande como o nosso e com dificuldades econômicas, onde se passa fome, a prevenção não é tão eficaz. Mas a medicina evoluiu muito, não só na prevenção como no tratamento”. Em um papo com o Trip FM, Angelita ainda falou de alimentação, de quando ficou entubada com Covid-19 por cinquenta dias, do SUS e da infância na Ilha do Marajó. Confira no play ou leia um trecho abaixo. [IMAGE=https://revistatrip.uol.com.br/upload/2022/05/627ec3724786a/angelita-gama-primeira-cirurgia-medica-hospital-clinicas-tripfm-mh.jpg; CREDITS=Silvia Machado; LEGEND=Angelita Gama; ALT_TEXT=Angelita Gama em seu escritório usando um blaser azul e uma blusa branca] Trip. Câncer é uma palavra que muitas pessoas não gostam nem mesmo de falar, mas a ciência evoluiu muito. Em que fase estamos no tratamento desta doença? Angelita. O primeiro passo da medicina no combate ao câncer é a prevenção. No Brasil existem os meses: o do intestino, por exemplo, foi em março. É claro que em um pais grande como o nosso e com dificuldades econômicas, onde se passa fome, a prevenção não é tão eficaz. Mas a medicina evoluiu muito, não só na prevenção, como no tratamento. Progressivamente surgem drogas quimioterápicas mais potentes contra diferentes tipos de câncer. O câncer que era fatal no passado, hoje é curável. A medicina progrediu em várias modalidades de tratamento: medicamentosa, radioterápica e cirúrgica.     O que há de melhor ao se chegar aos noventa anos? Chegar aos 90 anos é acalentador. Mas já tive experiência de quase morte quando contraí a Covid-19 e o que pensei foi: gostaria de viver mais um pouco, a vida é tão gostosa. A vontade de viver ajuda muito na vida. Eu enxergo bem, minha coluna é boa, minhas mãos não tremem. Hoje quando eu entro em uma cirurgia, saio relaxada, porque eu conheço o abdômen. Na minha área tem gente igual, mas melhor é difícil. Além de estudar e trabalhar, eu tenho uma sorte extraordinária, Deus está no meu ombro direito. Comigo tudo dá certo. Qual é o maior medo ao se entrar em uma sala de cirurgia? O cirurgião precisa de tranquilidade, presença de espírito, segurança e conhecimento. Não há medo: você pode encontrar um sangramento, uma anatomia diferente, uma doença mais avançada, mas nós temos o preparo para isso. Você não opera o abdômen sem antes fazer uma sutura no pronto-socorro. A culpa de qualquer incidente na sala de operação é sempre minha, nunca da equipe.

Cardiopapers
Quando devo prescrever trombolítico no TEP?

Cardiopapers

Play Episode Listen Later May 13, 2022 3:48


Quando devo prescrever trombolítico no TEP? by Cardiopapers

quando devo tep cardiopapers
Ticaracaticast
EP 130 - LORD VINHETEIRO + REGIS TADEU

Ticaracaticast

Play Episode Listen Later May 12, 2022 206:40


Quando os críticos mais ácidos da música se encontram... dissonância ou discordância???