Podcasts about Portuguesa

  • 1,093PODCASTS
  • 3,886EPISODES
  • 31mAVG DURATION
  • 1DAILY NEW EPISODE
  • Nov 10, 2022LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022

Categories



Best podcasts about Portuguesa

Show all podcasts related to portuguesa

Latest podcast episodes about Portuguesa

Debate da Super Manhã
A nossa Língua Portuguesa

Debate da Super Manhã

Play Episode Listen Later Nov 10, 2022 51:29


Debate da Super Manhã: No Debate desta quinta-feira, o comunicador Geraldo Freire conversa com convidados sobre a Língua Portuguesa como ferramenta de comunicação em contextos que vão do uso corriqueiro ao erudito. Participam, o Professor de Português,José Ricardo Diniz, a Doutora em Letras/Linguística, Professora do Instituto Federal do Ceará e Consultora Linguística, Rita Kramer, o Jornalista, Evaldo Costa e o Pesquisador Musical, Daniel Bueno.

Rádio Gaúcha
Alckmin anuncia nomes da transição, Feirão Limpa Nome da Serasa iniciou hoje e mais - 09/11/2022

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Nov 8, 2022 6:08


O vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, anunciou em entrevista coletiva que assinou três portarias que marcam o início formal dos trabalhos da transição de governo em Brasília. A construção da prisão que funcionará com regime disciplinar diferenciado deve começar amanhã. O Feirão Limpa Nome da Serasa registrou movimento intenso no primeiro dia de atendimento em Porto Alegre. A Polícia Civil indiciou 13 pessoas pela morte de um homem, ocorrida em 24 de agosto deste ano, em Porto Alegre. Um dos mais antigos e tradicionais hospitais de Porto Alegre, o Beneficência Portuguesa está sendo vendido para quitar dívidas trabalhistas que se arrastam há 27 anos. Mais notícias em gzh.com.br

THShow
THShow s05e02 - Edu Futirinhas

THShow

Play Episode Listen Later Nov 4, 2022 41:43


Estaaaamos no ar pra mais um delicioso THShow, queridos usuários e usuárias! No episódio de hoje nós recebemos a presença de Eduardo Araujo, apresentador do canal Futirinhas, no youtube. Vamos falar de MACONHA, vamos falar de futebol, de torcida maconheira, de Portuguesa e Bangu. Além é claro, de aproveitar o tempo pra aumentar um pouco as expectativas pra seleção brasileira na copa que tá chegando. Escuta aí que tá muito bom!

Prova Oral
"Dicionário Prático da Cozinha Portuguesa"

Prova Oral

Play Episode Listen Later Nov 2, 2022 55:22


Fernando Alvim entrevista Virgílio Nogueiro Gomes sobre o seu novo livro. Um guia prático e útil, fundamental para os amantes de cozinha e para os curiosos das cozinhas portuguesas.

N'A Caravana
N'A Caravana com Cândida e Catarina #160 Qualidade no fim de vida, paz e cuidados paliativos

N'A Caravana

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 59:28


Desta vez N'A Caravana trago uma associação sem fins lucrativos que congrega profissionais de diferentes áreas e proveniências (medicina, enfermagem, psicologia, serviço social, reabilitação, nutrição, espiritualidade, entre outros). Cheguei até ela, ou ela até mim depois de ter partilhado aqui a experiência com a minha avó e de ter visto este cuidado e vontade de melhorar a qualidade de vida dos doentes com doença avançada, incurável e/ou progressiva, e das suas famílias.Na Caravana Cândida Cancelinha e Catarina Pazes da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos.Podem seguir a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos: https://www.instagram.com/apcuidadospaliativos/Produção e Agenciamento: Draft Media https://www.draftmediaagency.comMerchandising N'A Caravana: https://loja.ritaferroalvim.com/Obrigada a todos meus patronos por me permitirem fazer o que gosto e beneficiarem e acreditarem nos meus projetos. Um agradecimento especial aos patronos Premium: Rossana Oliveira, Mónica Albuquerque, Raquel Garcia, Sofia Salgueiro, Sofia Custódio, Patrícia Francisco, Priscilla, Maria Granel, Margarida Marques, Ana Moura, Rita Teixeira, Ana Reboredo, Rita Cabral, Tânia Nunes, Rita Nobre Luz, Leila Mateus, Bernardo Alvim, Joana Gordalina Figueiredo, Mónica Albuquerque, Rita Pais, Silvia, Raquel Garcia, Mariana Neves, Madalena Beirão, Rita Dantas, Ana Rita Barreiros, Maria Castel-Branco, Filipa Côrte-Real, Margarida Miguel Gomes, Rita Mendes, Rita Fijan Fung, Luísa Serpa Pimentel, Rita P, Mónica Canhoto, Daniela Teixeira, Maria Gaia, Sara Fraga, Cláudia Fonseca, Olga Sakellarides, Rafaela Matos, Ana Ramos, Isabel Duarte, Joana Sotelino, Ana Telles da Silva, Carolina Tomé, Patrícia Dias, Raquel Pirraca, Luisa Almeida, Filipa Roldão, Inês Cancela, Carina Oliveira, Maria Correia de Sá.

45 Graus
#131 Edalina Rodrigues Sanches - Porque tarda a democracia em África?

45 Graus

Play Episode Listen Later Oct 19, 2022 73:30


Edalina Rodrigues Sanches é doutorada em Ciência Política pela Universidade de Lisboa e é actualmente Investigadora Auxiliar no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Os seus interesses de investigação incluem democratização, representação, ligações partidos-cidadãos, comportamento político, e dedicação ao círculo eleitoral, com enfoque em África. A sua tese de doutoramento foi distinguida com o prémio da Associação Portuguesa de Ciência Política em 2016, e deu origem ao livro «Party Systems in Young Democracies: Varieties of institutionalization in Sub-Saharan Africa, publicado pela Routledge. -> Apoie este projecto e faça parte da comunidade de mecenas do 45 Graus em: 45grauspodcast.com _______________ Índice da conversa: (3:35) Início da conversa (6:47) O processo de descolonização do pós II GM. | O que se passou para tantos líderes promissores da independência se terem revelado ditadores? (12:21) A «3ª vaga de democratização»: O que correu mal? | Como evoluiu de lá para cá? Francis Fukuyama e o Fim da História. | O que há de especial nos países africanos mais democráticos?  (26:57) Os desafios da democracia em África. Diversidade étnica e comunitarismo. | É preciso “africanizar a democracia”. O caso de sucesso do Botswana  (38:13) O tipo de colonização de cada país impactou o sucesso da democratização? A «maldição dos recursos naturais». É possível prever o sucesso da democratização com base em diferentes realidades pré-coloniais? (48:34) Casos de sucesso de democratização no século XXI? Seicheles, Zâmbia, Malawi (acção do Tribunal Constitucional). Mo Ibrahim Index of African Governance (IIAG). | O caso do Rwanda.  (57:10) Casos de INsucesso de democratização no século XXI? Guiné Equatorial, Eswatini, Chade, Camarões, Djibuti. | O mundo lusófono: Angola e Moçambique.  (1:04:22) Que podemos esperar no futuro da democracia em África? O crescimento dos protestos populares em vários países.  Livro recomendado: Marcher, une philosophie, de Frédéric Gros _______________ África é um continente gigante, com 54 países, étnica e culturalmente diverso e com um enorme potencial ainda por desenvolver. Mas é também vítima de uma História… complicada (para usar um eufemismo), com séculos de exploração europeia, primeiro, e colonialismo, depois.  O pós II Guerra Mundial trouxe uma nova esperança ao continente, com 30 países a tornarem-se independentes entre 1945 e 1960.  As promessas de democracia e liberdade saíram, porém, esfumadas, com muitos países a acabarem dominados por regimes autoritários. No final dos anos 1980, começou uma nova era de optimismo, com a chamada “3ª onda de democratização mundial” (cujo início se convencionou ser o nosso 25 de abril) a ganhar em África um ímpeto especialmente grande, combinando uma conjuntura internacional favorável (com a queda da URSS) com importantes protestos políticos a nível doméstico. Neste período, diversos países conseguiram iniciar processos de liberalização política para sistemas mais democráticos. No entanto, desde então, a verdade é que tem havido poucos ou nenhuns progressos ao nível da democracia em África (sobretudo se excluirmos a Primavera Árabe, no caso dos países acima do Sahara, cujo sucesso, de resto, acabou por ser reduzido). Hoje, menos de 10 de entre os 54 países que compõem o continente, são considerados democracias “liberais”. Se excluirmos países-ilhas, falamos essencialmente do Gana e dos três países mais a sul: África do Sul, Botswana e Namíbia. Ao olhar para o estado da democracia em África há, por isso, várias perguntas a que é preciso responder.  O que correu mal no processo de independência, em particular naqueles países que tinham, na altura, líderes independentistas tão promissores?  No sentido inverso, o que permitiu os avanços da democracia nos anos 1990? E o que explica os parcos progressos desde então?  Por outro lado, que factores comuns podemos identificar num continente tão grande e tão diverso?  E, finalmente, o que podemos esperar no futuro da democracia no continente nas próximas décadas?  Para responder a estas questões, dificilmente poderia pedir melhor pessoa do que a convidada deste episódio. Foi uma conversa muito elucidativa, sobre uma realidade muito complexa e à qual não damos, porventura, a devida atenção.  _______________ Obrigado aos mecenas do podcast: Julie Piccini, Ana Raquel Guimarães Galaró family, José Luís Malaquias, Francisco Hermenegildo, Nuno Costa, Abílio Silva, Salvador Cunha, Bruno Heleno, António llms, Helena Monteiro, BFDC, Pedro Lima Ferreira, Miguel van Uden, João Ribeiro, Nuno e Ana, João Baltazar, Miguel Marques, Corto Lemos, Carlos Martins, Tiago Leite Tomás Costa, Rita Sá Marques, Geoffrey Marcelino, Luis, Maria Pimentel, Rui Amorim, RB, Pedro Frois Costa, Gabriel Sousa, Mário Lourenço, Filipe Bento Caires, Diogo Sampaio Viana, Tiago Taveira, Ricardo Leitão, Pedro B. Ribeiro, João Teixeira, Miguel Bastos, Isabel Moital, Arune Bhuralal, Isabel Oliveira, Ana Teresa Mota, Luís Costa, Francisco Fonseca, João Nelas, Tiago Queiroz, António Padilha, Rita Mateus, Daniel Correia, João Saro João Pereira Amorim, Sérgio Nunes, Telmo Gomes, André Morais, Antonio Loureiro, Beatriz Bagulho, Tiago Stock, Joaquim Manuel Jorge Borges, Gabriel Candal, Joaquim Ribeiro, Fábio Monteiro, João Barbosa, Tiago M Machado, Rita Sousa Pereira, Henrique Pedro, Cloé Leal de Magalhães, Francisco Moura, Rui Antunes7, Joel, Pedro L, João Diamantino, Nuno Lages, João Farinha, Henrique Vieira, André Abrantes, Hélder Moreira, José Losa, João Ferreira, Rui Vilao, Jorge Amorim, João Pereira, Goncalo Murteira Machado Monteiro, Luis Miguel da Silva Barbosa, Bruno Lamas, Carlos Silveira, Maria Francisca Couto, Alexandre Freitas, Afonso Martins, José Proença, Jose Pedroso, Telmo , Francisco Vasconcelos, Duarte , Luis Marques, Joana Margarida Alves Martins, Tiago Parente, Ana Moreira, António Queimadela, David Gil, Daniel Pais, Miguel Jacinto, Luís Santos, Bernardo Pimentel, Gonçalo de Paiva e Pona , Tiago Pedroso, Gonçalo Castro, Inês Inocêncio, Hugo Ramos, Pedro Bravo, António Mendes Silva, paulo matos, Luís Brandão, Tomás Saraiva, Ana Vitória Soares, Mestre88 , Nuno Malvar, Ana Rita Laureano, Manuel Botelho da Silva, Pedro Brito, Wedge, Bruno Amorim Inácio, Manuel Martins, Ana Sousa Amorim, Robertt, Miguel Palhas, Maria Oliveira, Cheila Bhuralal, Filipe Melo, Gil Batista Marinho, Cesar Correia, Salomé Afonso, Diogo Silva, Patrícia Esquível , Inês Patrão, Daniel Almeida, Paulo Ferreira, Macaco Quitado, Pedro Correia, Francisco Santos, Antonio Albuquerque, Renato Mendes, João Barbosa, Margarida Gonçalves, Andrea Grosso, João Pinho , João Crispim, Francisco Aguiar , João Diogo, João Diogo Silva, José Oliveira Pratas, João Moreira, Vasco Lima, Tomás Félix, Pedro Rebelo, Nuno Gonçalves, Pedro , Marta Baptista Coelho, Mariana Barosa, Francisco Arantes, João Raimundo, Mafalda Pratas, Tiago Pires, Luis Quelhas Valente, Vasco Sá Pinto, Jorge Soares, Pedro Miguel Pereira Vieira, Pedro F. Finisterra, Ricardo Santos _______________ Esta conversa foi editada por: Hugo Oliveira _______________ Bio: Edalina Rodrigues Sanches é doutorada em Ciência Política (Universidade de Lisboa) e Investigadora Auxiliar no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Os seus interesses de investigação incluem democratização, protesto popular, desenvolvimento dos partidos e sistemas partidários e representação política, com enfoque em África. A sua investigação tem sido publicada em revistas como Party Politics, African Affairs, Journal of Contemporary African Studies, Parliamentary Affairs, Electoral Studies, entre outras. Publicou recentemente o livro  Party Systems in Young Democracies: Varieties of institutionalization in Sub-Saharan Africa (Routledge, 2018) e organizou o livro  Popular Protest, Political Opportunities, and Change in Africa (Routledge, 2022). Integra a comissão editorial das revistas Caderno de Estudos Africanos e Análise Social.

Estadão Notícias
Tecnologia #241: #Start Eldorado: saúde digital e conectada

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Oct 15, 2022 21:26


Saúde digitalizada e medicina de ponta, transformadas profundamente pela tecnologia. No Start Eldorado, recebemos Lilian Quintal Hoffmann, diretora de Tecnologia e Inovação de um dos principais centros hospitalares de São Paulo, a Beneficência Portuguesa, para uma conversa sobre uso de dados e predição dos atendimentos, internet das coisas, 5G e inovação, além dos projetos em andamento no dia a dia da instituição. O programa vai ao ar às 21h, na Eldorado FM 107,3 - SP, com apresentação de Daniel Gonzales, toda quarta-feira.See omnystudio.com/listener for privacy information.

CryptoCafe
ep117 – Impostos v2 com Guilherme Maia

CryptoCafe

Play Episode Listen Later Oct 14, 2022 96:39


Links Relevantes: https://cryptotaxcalculator.io/ Guilherme Maia LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/guilhermecamposmaia/ Telegram: @Boykorz Apoios: Luso Digital Assets bityond Pool de Mineração de monero Portuguesa cryptonerds Musica: A musica deste episódio é a “Greensleeves” do grupo “Blue Wave Theory“, estando licenciada com CC 3.0

Focus Concursos
Língua Portuguesa para o INSS

Focus Concursos

Play Episode Listen Later Oct 14, 2022 53:46


Língua Portuguesa para o concurso do INSS, com professor Douglas Wismielski.

Fundação (FFMS) - [IN] Pertinente
EP 80 | POLÍTICA | O Tal Canal: de Veneza ao Panamá

Fundação (FFMS) - [IN] Pertinente

Play Episode Listen Later Oct 13, 2022 45:29


Há canais que mudaram o mundo e que também nos ajudaram a mudar o mundo. Três deles tiveram uma influência decisiva na política: estamos obviamente a referir-nos aos canais que nasceram em Veneza, no Egipto e no Panamá.Neste episódio, Raquel Vaz-Pinto e Pedro Vieira prestam homenagem ao ‘O Tal Canal', um programa que fez história na televisão portuguesa, e usam-no como ponto de partida. A viagem começa em Veneza, cidade onde nasceu a ‘primeira economia virtual' e de onde um homem, chamado Enrico Dandolo, tornou Itália dona de outros mundos atravessando o mar (e criando um mar de sangue pelo caminho). O Egipto é o destino que se segue, com Napoleão a mapear o país e a ópera Aida a ser encomendada para inaugurar o Canal do Suez. A última paragem, mais conturbada, é no Panamá, país tornado independente pela ‘influência' dos americanos e onde se construiu o tão famoso Canal, graças à habilidade de um presidente chamado Theodore Roosevelt. REFERÊNCIAS E LINKS ÚTEIS:Parting the Desert, the creation of the Suez Canal, Zachary KarabellThe Path between the Seas, David McCulloughCity of Fortune, Roger Crowley BIOSRAQUEL VAZ-PINTO É Investigadora do Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI) da Universidade Nova de Lisboa e Prof. Auxiliar Convidada da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da mesma Universidade, onde lecciona a disciplina de Estudos Asiáticos. Foi Presidente da Associação Portuguesa de Ciência Política de 2012 a 2016. Autora de vários artigos e livros entre os quais A Grande Muralha e o Legado de Tiananmen, a China e os Direitos Humanos editado pela Tinta-da-China e Os Portugueses e o Mundo editado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. Os seus interesses de investigação são Política Externa e Estratégia Chinesa; os EUA e o Indo- Pacífico; a Europa e o Mundo; e Liderança e Estratégia. É comentadora residente da rádio TSF. É membro da Comissão Cientifica do Fórum Futuro e consultora da Administração da Fundação Calouste Gulbenkian. PEDRO VIEIRA Pedro Vieira nasceu em Lisboa, em 1975. Licenciado pela Escola Superior de Comunicação Social, trabalhou no Canal Q das Produções Fictícias e é, atualmente, guionista e pivô do programa O Último Apaga a Luz da RTP3. É responsável pela Comunicação do Cinema São Jorge e foi consultor de Comunicação na Booktailors. Trabalha como ilustrador freelancer e escreve livros como se não houvesse amanhã. 

Contas do Dia
As previsões do FMI para a economia portuguesa

Contas do Dia

Play Episode Listen Later Oct 13, 2022 5:54


O Fundo Monetário Internacional está mais pessimista do que o Governo português. Quem tem razão? As contas de Pedro Sousa Carvalho.

+Liberdade
Spes Libertatis com José Milhazes, jornalista

+Liberdade

Play Episode Listen Later Oct 12, 2022 32:24


Ricardo Luz entrevista José Milhazes, jornalista, historiador e tradutor português. Licenciou-se em História da Rússia na Universidade Estatal de Moscovo (Lomonossov) e em 2013 foi distinguido com a Ordem do Mérito da República Portuguesa. Ver no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=aPJA7lNWdFY

O Que os Outros Dizem de Nós
Arte renascentista portuguesa em Paris

O Que os Outros Dizem de Nós

Play Episode Listen Later Oct 11, 2022 5:25


A rara arte portuguesa do Renascimento esteve em exposição no Louvre. E vem aí "Hôtel Levy", um livro sobre o edifício da embaixada de Portugale em França.

Resposta Pronta
Aumentos salariais "vão implicar esforço grande"

Resposta Pronta

Play Episode Listen Later Oct 10, 2022 6:46


Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição admite que o aumento salarial de 5,1% previsto pelo governo para o próximo ano é "um desafio", mas salienta a necessidade de "valorizar as carreiras".See omnystudio.com/listener for privacy information.

Linhas Direitas
#99 - Uma História Portuguesa Com Certeza

Linhas Direitas

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022


No programa desta semana discutimos as comemorações do 5 de Outubro e os resultados eleitorais da primeira volta das eleições presidenciais no Brasil.

DO LIVRO NÃO ME LIVRO
Entrevista com a Autora Portuguesa Cloe Fênix

DO LIVRO NÃO ME LIVRO

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 49:23


Entrevista com a Autora Portuguesa Cloe Fenix

Talk Show - Rádio Costazul 93.1 FM
Hoje no talk show conversamos com Jérôme Charlemagne, o Saxofonista Francês se apresenta hoje com a Turnê de lançamento da Suíte de Paraty, de Rhandal Oliveira

Talk Show - Rádio Costazul 93.1 FM

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 15:07


Nascido em Paris e criado em Toulouse, França, Jérôme Charlemagne mostrou interesse por música desde pequeninho. Estudou violoncelo, piano, violão, harmonia clássica, antes de optar finalmente pelo saxofone tenor. Cidadão do Mundo total. 15 de Outubro, sábado, 20h, Casa da Cultura de Paraty, R. Dona Geralda, 194 - Centro Histórico, Paraty vai ter outra apresentação Apaixonado pela cultura popular brasileira, aprendeu rapidamente a língua Portuguesa, quando residiu em Coimbra, Portugal, e, em 1998, chegou ao Brasil, onde grandes professores ensinaram o “Toque Brasileiro”. Em Paraty, Jerome vem atuando na cena local, se apresentando com freqüência pela região, junto com outros artistas como o violonista e compositor Rhandal Oliveira, com quem gravou e dirigiu o projeto Suíte de Paraty.

Focus Concursos
Língua Portuguesa para o INSS

Focus Concursos

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 64:11


Aula Língua Portuguesa para o INSS, com professor Douglas.

CryptoCafe
ep116 – MiCael

CryptoCafe

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 61:05


Links Relevantes: https://www.craiyon.com/ https://www.netflix.com/pt-en/title/81424332 Apoios: Luso Digital Assets bityond Pool de Mineração de monero Portuguesa cryptonerds Musica: A musica deste episódio é a “Greensleeves” do grupo “Blue Wave Theory“, estando licenciada com CC 3.0

Mundo sem muros
Escândalos de pedofilia na Igreja Católica Portuguesa

Mundo sem muros

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 45:26


À medida que se avolumam os escândalos de pedofilia na Igreja Católica Portuguesa, alguns como o Bispo do Porto, D. Manuel Linda, procuram atenuar a gravidade da situação.

Fundação (FFMS) - [IN] Pertinente
EP 79 | LAÇOS SOCIAIS | O mundo digital afetou as relações pessoais?

Fundação (FFMS) - [IN] Pertinente

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 50:19


Há quem o demonize, dizendo que veio arruinar o modo como nos relacionamos.Há quem o use com imensa sabedoria e inclusivamente o defenda como forma de criar novas formas de relacionamento. Seja como for, o mundo digital, veio para ficar: pensar que voltaremos atrás, é uma perfeita ilusão.Ana Markl recebe Luísa Lima para uma nova ‘mini-série' de episódios, desta vez dedicada aos Laços Sociais. O arranque não poderia ser melhor, com a exploração desta dualidade mundo físico-mundo digital, dos efeitos que provoca em nós e na maneira como interagimos com o outro. Esteja aberto à surpresa de saber que, afinal, também existem vantagens nas relações estabelecidas online; e fique mais desperto para a importância do Sincronismo. Quer saber o que é? Venha ouvir. REFERÊNCIAS E LINKS ÚTEIS:Nós e os Outros, o poder dos laços sociais, Maria Luísa Pedroso de Limahttps://www.ffms.pt/pt-pt/livraria/nos-e-os-outros-o-poder-dos-lacos-sociaisBarak, A. & Suler, J. (2008). Reflections on the psychology and social science of cyberspace. In A.Barak (Ed.), Psychological aspects of cyberspace: theory, research, applications (pp. 1-12).Cambridge University Press.  Jetten, J., Reicher, S., Haslam, A., & Cruwys, T. (2020). Together Apart: the Psychology ofCOVID-19. SAGE Publications. Lima, M.L., Marques, S., Muiños, G., & Camilo, C. (2017). All you need is Facebook friendsAssociations between online and face to face friendships and health. Frontiers in Psychology,8:68. doi: 10.3389/fpsyg.2017.00068 Turkle, S. (2005). The Second Self, Twentieth Anniversary Edition: Computers and the HumanSpirit. The MIT Press.  Turkle, S. (2015). Reclaiming Conversation: The Power of Talk in a Digital Age. Penguin Press Valdesolo, P., & Desteno, D. (2011). Synchrony and the social tuning of compassion. Emotion (Washington, D.C.), 11(2), 262–266. https://doi.org/10.1037/a0021302 BIOS ANA MARKLAna Markl nasceu em Lisboa, em 1979, com uma total inaptidão para tomar decisões, pelo que se foi deixando levar pelas letras: licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas porque gostava de ler e escrever, mas acabou por se formar em Jornalismo pelo CENJOR. Começou por trabalhar no jornal Blitz para pôr a render a sua melomania, mas extravasou a música e acabou por escrever sobre cultura e sociedade para publicações tão díspares como a Time Out, o Expresso ou até mesmo a Playboy. Manteve o pé na imprensa, mas um dia atreveu-se a fazer televisão. Ajudou a fundar o canal Q em 2010, onde foi guionista e apresentadora. Finalmente, trocou a televisão pela rádio, um velho amor que ainda não consumara. Trabalha desde 2015 na Antena 3 como locutora e autora. LUÍSA PEDROSO DE LIMALicenciou-se em Psicologia na Universidade de Lisboa.  É Professora Catedrática de Psicologia Social, Diretora do ISCTE_Saúde e Presidente do Conselho Científico no ISCTE, onde desenvolve desde 1982 uma ampla atividade no ensino e na orientação científica.  A sua investigação incide sobre a aplicação da Psicologia Social a questões da saúde e do ambiente, e encontra-se refletida em numerosas publicações científicas. É autora do livro “Nós e os outros: O poder dos laços sociais” publicado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos.  Foi presidente da Associação Portuguesa de Psicologia.  É Honorary Professor na Universidade de Bath. 

Vida em França
As pérolas da “Modernidade Portuguesa” em exposição em Yerres

Vida em França

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 9:15


Até ao final do mês de Outubro a Casa Caillebotte, nos arredores de Paris, acolhe a exposição "Modernités Portugaises”. A história do modernismo português tem como curadora Anne Bonnin. Abrangendo um longo período, desde os anos 1910 até aos anos 1960, a exposição conta a história do modernismo português, na qual o poeta Fernando Pessoa é uma figura central e o seu principal fundador. Um movimento que se desenvolve entre Portugal e Paris. Até ao final do mês de Outubro a Casa Caillebotte, em Yerres, arredores de Paris, acolhe a exposição "Modernités Portugaises”, “Modernidades Portuguesas”. Desde os anos 1910 até aos anos 1960, a exposição conta a história do modernismo português. Anne Bonnin é a curadora da exposição.  Abrangendo um longo período, desde os anos 1910 até aos anos 1960, a exposição conta a história do modernismo português, na qual o poeta Fernando Pessoa é uma figura central e o seu principal fundador. Um movimento que se desenvolve entre Portugal e Paris. A capital francesa, como centro artístico internacional desde o século XIX, acaba por atrair os portugueses em busca de modernidade.  Uma história pouco conhecida, que agora a curadora Anne Bonnin traz à ordem do dia. Com mais de uma centena de obras de artistas portugueses, uns conhecidos em França e outros menos, esta exposição acaba por fazer o visitante viajar e a pensar a história da arte, fora das suas grandes figuras.  Desde o início do século XIX que os artistas de diferentes latitudes procuram em Paris modernidades. Os portugueses não fogem à regra. A correspondência estabelecida entre 1912 e 1916, entre Fernando Pessoa e o poeta Mário de Sá-Carneiro, instalado em Paris, constitui o primeiro modernismo português. Os artistas desta exposição que integram este primeiro modernismo são Amadeo de Souza-Cardoso, José Almada Negreiros, Santa Rita Pintor e Eduardo Viana.  “Esta exposição centra-se no modernismo português. O modernismo apareceu, mais ou menos, no início da década de 1910 e corresponde à ascensão integral das vanguardas internacionais e parisienses. Paris é o centro internacional da época e, por isso, muitos artistas vão a Paris nos anos 10. Um movimento migratório de intelectuais e artistas que foi em grande parte iniciado no final do século XIX. A exposição começa nos anos 1910, é o primeiro modernismo que é encarnado por algumas figuras não muito numerosas. Amadeo Souza-Cardoso, Santa Rita Pintor, José de Almada Negreiros, Eduardo Viana, Fernando Pessoa… Pessoa que é a grande figura inspiradora deste primeiro modernismo com o seu amigo Mário Sá-Carneiro, poeta também.  Os dois de alguma forma teorizaram e conceberam o desejo de um Modernismo, que o modernismo aparecesse em Portugal. Que uma arte moderna, uma poesia moderna pudesse ganhar forma em Portugal.  Este modernismo é desenvolvido através da correspondência entre Fernando Pessoa, que permanece em Portugal, e o seu amigo Mário Sá-Carneiro, que vem para Paris. No que diz respeito aos artistas, Amadeo de Souza Cardoso é provavelmente a figura mais conhecida, Santa Rita Pintor, uma figura bastante singular, um tipo de “cometa” que se rendeu muito cedo ao cubismo e do qual temos poucas obras, porque morreu jovem e mandou destruir os seus trabalhos. Almada Negreiros que nesta aventura do modernismo participa mais como escritor na revista Orpheu, fundada por Pessoa e Sá-Carneiro. Claro, Eduardo Viana que vai fazer uma carreira, um caminho diferente, por isso é interessante. São percursos muito diferentes que nos fazem entrar numa história.” A exposição reúne artistas que vieram a Paris à procura da arte contemporânea. Apesar de todos procurarem o modernismo, cada um deles tem uma relação singular com a arte da época.  "Aqui temos um Eduardo Viana raro, que faz parte dos tesouros do modernismo, estamos diante de uma pérola rara. Plasticamente, este trabalho é único na obra de Viana. É uma manta de retalhos de peças em tecido, infelizmente vemos que perdeu algumas, pelo que é a composição de uma figura de tipo cubista com uma colagem. Vemos macramé e especialmente este patchwork de cores. É claro, pensamos em Sonia Delaunay e nos seus famosos retalhos. Ali Amadeo de Souza Cardoso pintou uma série de janelas, janelas que são de facto figurativas mas também quase abstractas e cúbicas. Mas aqui, não é cubismo, vemos um conjunto de cubos, por isso as janelas. Amadeo morreu muito jovem com a gripe espanhola, teve uma carreira deslumbrante, uma produção muito prolífica e intensa num período de tempo muito, muito curto.  Estas são as últimas pinturas de Amadeo. As cores são muito frescas porque após a sua morte, a sua mulher guardou as obras. Foram preservadas, aparentemente, debaixo de uma cama, não viram a luz do dia durante décadas. Daí a frescura das cores. Vemos nestes quadros um Amadeo a experimentar, ainda está num vocabulário um pouco cubista, mas liberta-se, é uma composicional extremamente livre. Encontramos elementos parisienses, uma caixa registadora, uma guitarra, elementos eróticos e um corpo feminino. O que vemos é a riqueza das técnicas, há uma colagem de variedades de espelhos, tecidos, variedade de técnicas. Vemos que há um gozo muito forte na pintura e que entrava numa nova fase de composição.  Vamos para a outra sala. É o retrato de Pessoa que nos acolhe. Este retrato foi feito por Almada Negreiros, inspirado num desenho que tinha feito na morte de Pessoa, inspirado pelo seu rosto morto.” Subimos as escadas e duas salas dedicadas ao casal  Maria-Helena Vieira da Silva e Árpád Szenes. Dois importantes artistas do pós guerra que encarnam a Paris cosmopolita. Um diálogo excepcional com obras únicas que testemunham a cumplicidade afectiva e artística do casal. “Vieira da Silva chega a Paris muito jovem, aos 20 anos. Conheceu Árpád rapidamente e casou-se em 1930. Nesta sala mostro obras que evocam tanto o estúdio, como o diálogo dos artistas e o seu trabalho pessoal. Duas obras predominam, dois grandes formatos, o retrato de Árpád por Vieira. Magnífico! O retrato bastante típico dos muitos retratos que Arpad fez de Vieira, que é o retrato da poltrona e que se torna uma espécie de emblema. Vieira é, muitas vezes, corpo na sombra de retratos com a sua famosa poltrona de vime.  É um magnífico retrato que faz fronteira com a abstracção, mas que não é abstracto e que é muito bonito. Ela nunca dá o passo da abstracção. Há obras abstractas, mas há sempre um elemento de uma relação com uma realidade, por exemplo, nesta mesa redonda, temos a impressão de ver, uma abstracção, mas na verdade, por trás destes motivos abstractos vemos uma cena como uma biblioteca, uma mesa." A fechar a exposição, dois nomes, muito ligados a França, mas desconhecidos: Mário Cesariny e António Dacosta que integram o movimento surrealista.  “Aqui um artista que veio para se estabelecer em França a partir de 1947: António Dacosta. Quando chegou a Paris conheceu os seus grandes mestres e entrou em choque e pára de pintar. 40 anos mais tarde, começou um período completamente diferente. Finalmente, distancia-se deste modernismo e vai para outra coisa. Aqui fez um retrato de Pessoa. Vemos esta imagem meditativa, muito melancólica. É por isso que falo de um período pós-moderno que se chama um regresso à pintura e, de qualquer forma, com outra história também. Outra relação com a pintura que já não é a da vanguarda.  É uma grande mudança. Nesta segunda fase não há cor. É uma escolha, mas é verdade que os tons são muito mais silenciados.” Até ao final do mês de Outubro a exposição "Modernités Portugaises” está patente na Casa Caillebotte, em Yerres, nos arredores de Paris. Estão expostas as obras de Sarah Affonso, José de Almada Negreiros, Mário Cesariny, António Dacosta, Robert Delaunay, Sonia Delaunay, Ofélia Marques, Santa Rita Pintor, Amadeo de Souza-Cardoso, Árpád Szenes, Eduardo Viana e Maria Helena Vieira da Silva. A exposição integra a programação da Temporada Cruzada Portugal-França.  Neste momento Anne Bonnin assume igualmente a curadoria da exposição  “Les Péninsules Démarrées”, o panorama da arte contemporânea portuguesa desde 1960, patente até ao dia 26 de Fevereiro de 2023, no Frac Nouvelle-Aquitaine MÉCA – Bordéus.

MoneyBar
#163 - O que fazer aos investimentos num cenário de incerteza?

MoneyBar

Play Episode Listen Later Oct 4, 2022 28:02


No horizonte, a incerteza sobre as poupanças e investimentos é elevada. A inflação atinge recordes, as bolsas acumulam quedas, os juros continuam a subir. Perante este cenário, o que devem os investidores fazer às suas poupanças e investimentos?  No mais recente episódio do podcast MoneyBar partilhamos as melhores práticas em termos de planeamento financeiro e gestão de investimentos. Além disso, explicamos como poderão os aforradores proteger melhor as suas poupanças, no atual contexto económico.  Este episódio insere-se no âmbito da Semana Mundial do Investidor 2022 [World Investor Week 2022], uma iniciativa global criada pela IOSCO, e promovida, em Portugal, pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), e conta com o apoio da Euronext e da APFIPP (Associação Portuguesa de Fundos de Investimento, Pensões e Patrimónios).   Consultório MoneyLab (Questões): https://bit.ly/Consultorio_MoneyLab  Lista de Espera do curso "Do Z€ro à Liberdade Financeira 2.0": https://bit.ly/Lista-de-Espera-Curso  Subscreva a Newsletter: Newsletter MoneyLab – https://bit.ly/NewsletterMoneyLab    Junte-se ao grupo de Telegram: https://bit.ly/moneylab-telegram  Redes Sociais Instagram: www.instagram.com/barbarabarroso  Facebook: www.facebook.com/barbarabarrosoblog/    Subscreva os canais de Youtube: - www.youtube.com/barbarabarroso  - www.youtube.com/moneylabpt    Para falar sobre eventos, programas e formação: http://www.moneylab.pt/    Disclaimer: Todo o conteúdo presente neste podcast tem apenas fins informativos e educacionais e não constitui uma recomendação ou qualquer tipo de aconselhamento financeiro.

Sopa de Letras
A visão Literária sobre a Identidade Portuguesa | Letrar

Sopa de Letras

Play Episode Listen Later Sep 29, 2022 7:49


Neste episódio, o professor Gabriel Othero lê o artigo “A visão Literária sobre a Identidade Portuguesa”, de Paulo Henrique Cunha Nunes Júnior e Stéphany da Rosa Molinari, publicado na primeira edição da Revista Letrar. / New Again • Josh Wood

A Voz do Tradutor
Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa e o nascimento do CLUTRAD

A Voz do Tradutor

Play Episode Listen Later Sep 24, 2022 75:38


A VOZ DO TRADUTOR - ano V - nº212 - Edição de 24 de setembro de 2022* Foi dada a largada para os eventos comemorativos pelo dia internacional do tradutor na FAFIRE e na Casa Guilherme de Almeida * Amanda Moura também tem novidades no seu canal do YouTube * A dica de leitura da semana com a Tacet Books: 7 Mejores Cuentos - Argentina * Danilo Nogueira traz hoje uma aulinha de informática * E na Pausa para o Café, vamos fazer um esquenta para o dia internacional do tradutor. O bate-papo da semana é com os colegas Paulo Jorge e Costa Cassoma que diretamente de Angola nos apresentam o CLUTRAD uma Organização de Tradutores e Intérpretes, de carácter técnico-profissional criada em 2020. Os colegas nos contam como surgiu a iniciativa e como podemos nos associar ao CLUTRAD, além de conversarmos sobre a realidade dos colegas tradutores intérpretes no continente africano, compartilhando as alegrias e as frustrações do ofício tanto lá na África como também aqui no Brasil. Você também pode nos ouvir pelo Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Resso, YouTube e Rádio Achei USA APOIO: TraduSound; Editora Lexikos e Tacet Books

ONU News
<div class="views-field views-field-title"> <h3 class="field-content"> <a href="https://news.un.org/pt/audio/2022/09/1802261">Angola, último país de língua portuguesa a falar na Assembleia Geral

ONU News

Play Episode Listen Later Sep 23, 2022 0:02


Domínio Público (Rubrica)
15h: Mucho Flow, Iminente, Casa Portuguesa

Domínio Público (Rubrica)

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 3:37


Fechado o cartaz da 9ª edição do Mucho Flow; começa hoje o Iminente; início da temporada no Teatro Nacional D. Maria II.

Domínio Público (Rubrica)
12h: Jazz Ao Centro, Casa Portuguesa

Domínio Público (Rubrica)

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 3:56


Jazz Ao Centro abre com Rodrigo Brandão e a Sun Ra Arkestra; Casa Portuguesa, de Pedro Penim, abre nova temporada no Teatro Nacional Dona Maria II.

E o Resto é História
O dia em que o Portugal moderno foi fundado

E o Resto é História

Play Episode Listen Later Sep 21, 2022 60:43


A 23 de Setembro de 1822, faz agora 200 anos, foi aprovada a primeira Constituição Portuguesa, que promoveu uma verdadeira revolução na organização política do paísSee omnystudio.com/listener for privacy information.

TSF - Mundo Digital - Podcast
Equipa portuguesa ganha prémio de inteligência artificial da Amazon

TSF - Mundo Digital - Podcast

Play Episode Listen Later Sep 21, 2022


Podcast Cruzamento
49: Pedro Simas: A ciência ao serviço da política

Podcast Cruzamento

Play Episode Listen Later Sep 20, 2022 31:32


Neste episódio do Podcast CRUZAMENTO, André Correia e Daniel Guedelha conversam com Pedro Simas, sobre como conjugar ciência e dados numa grande cidade como Lisboa, e ainda, sobre alguns dos projetos que estão a ser desenvolvidos na capital e a sustentabilidade da cidade. J. Pedro Simas graduated at University of Lisbon as a Veterinary Surgeon in 1991 the same year he obtained a MSc in Biotechnology from the University of Newcastle upon-Tyne, UK. He was awarded in 1994 a PhD in Viral Pathogenesis by University of Cambridge, UK. His post-doc work was as a Wellcome Trust Fellow from 1994-97 and Post-doctoral Fellow from 1997-1998 at University of Cambridge. He was Assistant Prof. at Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto from 1996-2001; Assistant Prof. at Faculty of Medicine University of Lisbon from 2001-2006; Associate Prof. Faculty of Medicine University of Lisbon from 2006-2021. In 2021 he joined the new Católica Medical School at Universidade Católica Portuguesa in Lisboa and was appointed Director of the Católica Biomedical Research Centre. He was a Principal Investigator at Instituto Gulbenkian de Ciência from 1999-2004 and Principal Investigator at Instituto de Medicina Molecular from 2004-2021. Since October 2021 he is a replacement City Councillor and Health Advisor to the Mayor of Lisboa. Contactos: CruzamentoPodcast.comcruzamentopodcast@gmail.comLinkedIN: CruzamentoTwitter: @cruzamentofmFacebook: @podcastcruzamentoYouTube: Podcast Cruzamento

Som das Torcidas
Na Bancada Live #29 A Pista na Champions 2022-23

Som das Torcidas

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 156:23


Coisa anda feia na UCL e nas demais competições interclubes chanceladas pela UEFA. As arquibancadas europeias estão fervendo como nunca? Ou só estamos mais informados?Convidamos um timaço para duas rodadas de conversa sobre o assunto.Presença mais que especial de Martha Gens, presidente da Associação Portuguesa de Defesa do Adepto, que esteve presente no recente congresso da Football Supporters Europe. Fonte inestimável para entender a atualidade e os riscos para os direitos dos torcedores europeus.CURTE AÍ, SEGUE A GENTE E ESPALHA!!!

SBS Portuguese - SBS em Português
Tristan e Tyrese Lima Santiago são os primeiros alunos timorenses em 50 anos de escola portuguesa em Sydney

SBS Portuguese - SBS em Português

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 22:19


A escola de língua portuguesa de Petersham/Marryckvile esperou meio século para acolher alunos de Timor-Leste. Este ano, finalmente, viu matriculados os irmãos Tristan e Tyrese Lima Santiago. Filhos de uma família multicultural, estes dois alunos procuram na língua portuguesa a oportunidade de comunicarem mais e melhor com a sua família espalhada pelo mundo mas unida pela cultura portuguesa. A SBS em Português foi conhecer toda a família pessoalmente e, porque a ocasião é muito especial também para a escola, falamos ainda com a professora D.Cidália Rendeiro.

ONU News
Todos os países de língua portuguesa caíram no ranking do desenvolvimento humano

ONU News

Play Episode Listen Later Sep 8, 2022 3:12


ONU News
Índice de Desenvolvimento Humano: O que levou à queda em países de língua portuguesa?

ONU News

Play Episode Listen Later Sep 8, 2022 0:40


SBS Portuguese - SBS em Português
Como as crises na Coroa Portuguesa impulsionaram a independência do Brasil

SBS Portuguese - SBS em Português

Play Episode Listen Later Sep 7, 2022 7:40


Em 1807 a coroa portuguesa transfere-se para o Brasil. Transferência é um eufemismo para significar que fugiu para o Brasil, porque Portugal europeu estava a ser invadido pelas tropas francesas de Napoleão Bonaparte.

Radio Sevilla
Hoy por Hoy Sevilla desde el III Congreso Internacional de Innovación Social Magallanes-Elcano

Radio Sevilla

Play Episode Listen Later Sep 7, 2022 18:23


 Antonio Muñoz, alcalde de Sevilla; Joaquín Páez, presidente de la Confederación Hidrográfica del Guadalquivir; José Marques, presidente de la Estructura de Misión Portuguesa de la Conmemoración del V Centenario de la Primera Circunnavegación; Sol Barbado, codirectora de LABME, y Francisco Oliva, rector de la Pablo de Olavide

Um Passeio pela História | Com Milton Teixeira

Na coluna desta sexta-feira (26), o professor Milton Teixeira fala sobre a história do estádio da Portuguesa.

PALITICUS
Universidade Catolica Portuguesa

PALITICUS

Play Episode Listen Later Aug 25, 2022 17:49


Today's guest is Dr. Maria Inês Romba, Head of Development at Universidade Católica Portuguesa. Learn more about Catolica at: https://www.ucp.pt PALCUS has a partnership with Católica University in Portugal, where one of their Fellowships will be reserved for a PALCUS Member. The Fellowship covers an entire degree, either undergraduate or graduate, not just one year or one semester. This is an incredible opportunity for our youth and we are proud to collaborate with such a prestigious university.

Católico PodCast
“Não entende nem a Língua Portuguesa e diz: ‘Jesus está rejeitando a sua mãe'...” (Padre Francisco) 21/08/22

Católico PodCast

Play Episode Listen Later Aug 24, 2022 30:27


Na homilia deste domingo, 21 de agosto de 2022, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, Padre Francisco de Assis de Souza (Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Laranjeiras -SE) critica aqueles que falam mal de Nossa Senhora, sem nem saber compreender as Escrituras: “Tem gente imbecil que não entende nem mesmo a Língua Portuguesa e diz: ‘Jesus está rejeitando a sua mãe'. Vai estudar gramática, infeliz! Não está entendendo é nada… Quem primeiro foi devoto de Maria foi o seu próprio Filho”. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/jlio4/message

Soundcheck
Marta Pereira da Costa, From The Greene Space

Soundcheck

Play Episode Listen Later Aug 15, 2022 26:22


The guitarra Portuguesa, or Portuguese guitar, looks a bit like a mandolin on steroids, and has a long history of great performers – all of them men. Until Marta Pereira da Costa showed up.  She plays the double six-stringed, teardrop-shaped instrument in its traditional setting – Portuguese fado music – but has also written her own music and collaborated with artists like Iranian singer Tara Tiba and Cameroonian bass player Richard Bona. Hear works by master player of the guitarra Portuguesa, Marta Pereira da Costa, together with pianist Alexandre Diniz, performed live in The Greene Space, for the 2022 New York Guitar Festival. - John Schaefer Watch "Terra": Watch "Verde Anos/Summertime": Watch "Encontro": Watch "Minha Alma": Watch  "Meditando /Fado Lopes" : Watch "Alfonsina y el Mar”, “Dia de Feira": Watch the entire concert from Night 4 of 2022's New York Guitar Festival from The Greene Space:

Zona Escolar FM
#LoncheraInformativa: Campamento La Llanada 2022 #ZErutaVerano

Zona Escolar FM

Play Episode Listen Later Aug 14, 2022 2:15


En el marco de nuestra Ruta Verano #ZErutaVerano viajamos hasta Acarigua, estado Portuguesa para visitar el Campamento La Llanada y conversamos con Emiliana, Marcela y Carolina, quienes nos contaron que significa para ellas este espacio tan bonito. Además, nos comentaron que en el Campamento La Llanada, se hacen juegos súper divertidos en donde los equipos se dividen en "Llaneros y Patriotas" para al final llevarse premios conocidos como "camburitos". Esta competencia es sumamente sana y una de las actividades que más se disfrutan es la guerra de cantos.

Tres en uno
Episodio 178. Tres en uno: Zonas económicas especiales, cruzar el Darién y devuelven bolsas Clap

Tres en uno

Play Episode Listen Later Aug 12, 2022 15:09


En el episodio 178 de este tres en uno informativo, tres grandes reportajes destacaron esta semana por la alianza entre los portales RunRun.es, TalCual y El Pitazo.¿Qué falta para el arranque de los motores en las zonas económicas especiales?, es el reportaje que destacó esta semana por TalCual. El mismo expone que impulsar la diversificación y aumento de las exportaciones a través de la producción nacional es el principal objetivo de la Ley de Zonas Económicas Especiales, aprobada recién en julio de 2022 por la administración de Nicolas Maduro.Por Runrun.es destacó el reportaje: Estar preso por error en Venezuela da mas miedo que cruzar el Darien. En una serie de tres entregas, un joven relata que atravesó 11 países y la peligrosa selva del Darien para llegar a los Estados Unidos. El recorrido le costo al venezolano la bicoca de 4 mil dolares para paliar gastos de alimentación, hospedaje, traslados y extorsiones.Por El Pitazo destacó la nota “Esa comida parece para aninales”, vecinos devuelven bolsas del Clap en Portuguesa. Vecinos de la poblacion de Mijaguito en el municipio Paez del estado Portuguesa se quejaron del contenido de las bolsas clap y procedieron a devolverlas en una especie de acto de rebelion comunal.No olvides suscribirte desde tu plataforma de podcast preferida y compartirlo con tus amigos para que se mantengan informados. Además, puedes visitar las páginas web para tener acceso a las noticias y mayor detalle de los reportajes que destacaron esta semana en el Tres en Uno, tu suplemento informativo semanal.

Falar Português Brasileiro
#121 - A nossa Língua Portuguesa

Falar Português Brasileiro

Play Episode Listen Later Aug 9, 2022 12:56


E aí? Tudo bem, por aqui? Seja bem-vindo! O seu podcast 100% em português chegando para desejar uma ótima semana. Eu sou a professora Juliana. Nós somos o podcast Falar Português Brasileiro. Todos os dias um pouquinho de português está começando! Corre lá! Ainda dá tempo! Acesse a minha página falarportuguesbrasileiro.com ou inscreva-se para ser avisado sobre a próxima turma! Todo dia um pouquinho! 30 minutos de conversação! Isso mesmo! Assim, você melhorará o seu conhecimento autônomo em português, desenvolverá a audição, ampliará o vocabulário. Estar em contato diário com o idioma faz toda a diferença no processo de desenvolvimento da aprendizagem. Os horários são flexíveis para atender a sua necessidade! Quer vir para o Brasil sem sair de casa? Faça a imersão de 30 dias em português. Para quem são essas aulas? Para você que entende um pouquinho, que fala um pouquinho e que quer melhorar a sua conversação. Para você que compreende bem, quer praticar ou destravar o português. Faça a sua inscrição! O episódio de hoje é um desafio auditivo. Ahhh ... ficou curioso, né? --- Support this podcast: https://anchor.fm/falar-portuguesbrasileiro/support

SBS Portuguese - SBS em Português
Morreu Ana Luísa Amaral, uma das vozes mais celebradas da poesia portuguesa

SBS Portuguese - SBS em Português

Play Episode Listen Later Aug 7, 2022 2:11


Ana Luisa Amaral, mulher, poeta, nome fundamental da poesia portuguesa contemporânea, com múltiplo prémios nacionais e internacionais, um cancro levou-a da vida, neste sábado, aos 66 anos.

100 Legendas em Português
Animais de Estimação e Até Já!

100 Legendas em Português

Play Episode Listen Later Jul 27, 2022 12:15


Hoje vamos falar sobre os nossos amores de quatro patas e vou contar-te tudo sobre a pausa que vou fazer aqui no podcast! Senta-te à vontade e prepara-te para mergulhares na cultura Portuguesa porque eu vou ajudar-te nesta tua aventura para que não te sintas sozinho/a. Podes encontrar a transcrição completa deste episódio em: https://patreon.com/portuguesewithcristinaPodes encontrar-me em: https://instagram.com/portuguesewithcristina

Portugueses no Mundo
Clara Trindade: Paris, França

Portugueses no Mundo

Play Episode Listen Later Jul 25, 2022 27:03


Portuguesa no Mundo desde 1998, a Clara Trindade voltou, em 2021 a França, o ponto de partida. Na bagagem aventuras em muitos países: Brasil, Marrocos, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Moçambique, Angola e Argentina.

Portugueses no Mundo
Silvia Pinheiro: Sunnyvalle, EUA

Portugueses no Mundo

Play Episode Listen Later Jul 20, 2022 21:41


Portuguesa no Mundo desde 2004, a Silvia Pinheiro diz que é em Portugal que se sente em casa. Inglaterra foi crescimeento, a Noruega tem tanto de frio como de bonito e os EUA foram um processo de renascimento.

45 Graus
#126 João Ferro Rodrigues - «A Era do Nós»: conciliar liberdade e direitos com a promoção do "bem comum"

45 Graus

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 75:25


João Ferro Rodrigues (1976) é licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa e tem um MBA pela Harvard Business School. Profissionalmente, tem-se dedicado à gestão em setores como a consultoria estratégica, as energias renováveis e a tecnologia. É lisboeta e pai de quatro filhas. «A Era do Nós» é o seu primeiro livro. -> Apoie este projecto e faça parte da comunidade de mecenas do 45 Graus em: 45graus.parafuso.net/apoiar _______________ Índice da conversa: (4:09) Início da conversa. | Até que ponto livros escritos para o mundo Anglo-americano se aplicam à realidade portuguesa? (15:35) A tirania do mérito. Livro Michael Sandel (24:41) A importância de enfatizar deveres para com a comunidade. Pontes improváveis entre a esquerda clássica e o conservadorismo (30:18) …De novo o mérito. Fontes de identidade para além do trabalho. Esquerda progressista e «os deploráveis». Os «left behind» e a ascensão do populismo. (38:53) Propostas do livro para uma «democracia do bem comum»: aumentar a mobilidade social vs rebentar bolhas sociais.  (43:36) Capital social e impactos potenciais na economia.  (47:32) Comunitarismo vs capital social. O exemplo dos Países Nórdicos | Agendas mobilizadoras (51:52) Devem as empresas ter uma missão social? Artigo Milton Friedman: «The Social Responsibility Of Business Is to Increase Its Profits». Porter's 5 forces | Ineficiências funcionais. Artigo Yuval Harari. O exemplos do voto e do futebol. | O exemplo do mito dos Descobrimentos (1:01:46) Relação entre individualismo e ascensão d populismo (1:10:38) Previsões para o futuro próximo Livro recomendado: A Swim in a Pond in the Rain, de George Saunders _______________ Quem faz podcasts e outros programas começa a certo ponto a receber regularmente livros de editoras, que querem, naturalmente, promover os seus autores. Um dos livros que recebi no início deste ano foi este «A Era do Nós» do João Ferro Rodrigues. Logo na altura, achei o tema muito pertinente e agradou-me ver um não académico fazer uma incursão por estes temas. Além disso, encontrei várias pontes com os tópicos que abordo no «Política a 45 Graus», pelo que decidi deixá-lo em banho-maria até publicar o livro… O que aconteceu em Abril, e poucas semanas depois, recebo uma mensagem do João via redes sociais, a elogiar o meu livro e impressionado, também ele, com a quantidade de temas que coincidíamos. Estava feito o match. Convidei-o ali mesmo para o 45 Graus -- e o resultado é este episódio. Este «A Era do Nós» do João Ferro Rodrigues é uma reflexão sobre a evolução da sociedade nas últimas décadas, no Mundo e em Portugal, e um manifesto por uma Ênfase renovada no comunitarismo e … O livro parte da convicção de que vivemos hoje, em resultado da evolução da economia e da sociedade, numa era mais individualista e compartimentada do que no passado. Esta tendência reflecte-se, para muitas pessoas, num isolamento e atomização social, enquanto outras têm uma vida social activa mas vivem em autênticas “bolhas” sociais, em que contactam pouco com o resto da sociedade. O convidado entende que esta tendência anti-comunitarista é, desde logo, um mal em si mesmo, moral, mas tem também trazido consequências concretas na vida dos próprios indíviduos, seja por via de um menor crescimento económico, seja pelo seu impacto na saúde e na felicidade individual.  O livro termina, por isso, com um conjunto de propostas muito concretas para aumentar a confiança entre os cidadãos e a coesão das comunidades, gerando a tal nova «Era do Nós» que consiga conciliar os ganhos de liberdade e inclusividade das últimas décadas com a harmonia e coesão social. As propostas do convidado incluem medidas relativamente consensuais -- como a promoção da mobilidade social, uma maior descentralização, um melhor planeamento urbano ou a promoção do associativismo local -- mas também propostas mais ousadas, como a da criação de um «Serviço Nacional Obrigatório»: uma espécie de serviço militar obrigatório mas focado sobretudo em dar aos jovens uma experiência de contacto directo com o país real e levá-los trabalhar no terreno em prole da comunidade. Na nossa conversa, abordámos sobretudo o diagnóstico que o convidado faz da sociedade actual -- e que toca, como disse, vários temas que também abordo no «Política a 45 Graus». Entre vários outros temas, falámos do encantamento que hoje temos com o mérito individual (e das limitações dessa ideia); da importância de enfatizar não só a liberdade e direitos mas também os deveres dos indivíduos para com a comunidade; da  ascensão do populismo e da sua relação com camadas da população que se sentem deixadas para trás pelas elites mais cosmopolitas e pelo foco da política em direitos de minorias e outras questões identitárias. E falámos também da importância de aumentar a mobilidade social, da necessidade de rebentar «bolhas sociais» e sobre se as empresas devem ter também um papel social. _______________ Obrigado aos mecenas do podcast: Julie Piccini, Ana Raquel Guimarães Galaró family, José Luís Malaquias, Francisco Hermenegildo, Nuno Costa, Abílio Silva, Salvador Cunha, Bruno Heleno, António llms, Helena Monteiro, BFDC, Pedro Lima Ferreira, Miguel van Uden, João Ribeiro, Nuno e Ana, João Baltazar, Miguel Marques, Corto Lemos, Carlos Martins, Tiago Leite Tomás Costa, Rita Sá Marques, Geoffrey Marcelino, Luis, Maria Pimentel, Rui Amorim, RB, Pedro Frois Costa, Gabriel Sousa, Mário Lourenço, Filipe Bento Caires, Diogo Sampaio Viana, Tiago Taveira, Ricardo Leitão, Pedro B. Ribeiro, João Teixeira, Miguel Bastos, Isabel Moital, Arune Bhuralal, Isabel Oliveira, Ana Teresa Mota, Luís Costa, Francisco Fonseca, João Nelas, Tiago Queiroz, António Padilha, Rita Mateus, Daniel Correia, João Saro João Pereira Amorim, Sérgio Nunes, Telmo Gomes, André Morais, Antonio Loureiro, Beatriz Bagulho, Tiago Stock, Joaquim Manuel Jorge Borges, Gabriel Candal, Joaquim Ribeiro, Fábio Monteiro, João Barbosa, Tiago M Machado, Rita Sousa Pereira, Henrique Pedro, Cloé Leal de Magalhães, Francisco Moura, Rui Antunes7, Joel, Pedro L, João Diamantino, Nuno Lages, João Farinha, Henrique Vieira, André Abrantes, Hélder Moreira, José Losa, João Ferreira, Rui Vilao, Jorge Amorim, João Pereira, Goncalo Murteira Machado Monteiro, Luis Miguel da Silva Barbosa, Bruno Lamas, Carlos Silveira, Maria Francisca Couto, Alexandre Freitas, Afonso Martins, José Proença, Jose Pedroso, Telmo , Francisco Vasconcelos, Duarte , Luis Marques, Joana Margarida Alves Martins, Tiago Parente, Ana Moreira, António Queimadela, David Gil, Daniel Pais, Miguel Jacinto, Luís Santos, Bernardo Pimentel, Gonçalo de Paiva e Pona , Tiago Pedroso, Gonçalo Castro, Inês Inocêncio, Hugo Ramos, Pedro Bravo, António Mendes Silva, paulo matos, Luís Brandão, Tomás Saraiva, Ana Vitória Soares, Mestre88 , Nuno Malvar, Ana Rita Laureano, Manuel Botelho da Silva, Pedro Brito, Wedge, Bruno Amorim Inácio, Manuel Martins, Ana Sousa Amorim, Robertt, Miguel Palhas, Maria Oliveira, Cheila Bhuralal, Filipe Melo, Gil Batista Marinho, Cesar Correia, Salomé Afonso, Diogo Silva, Patrícia Esquível , Inês Patrão, Daniel Almeida, Paulo Ferreira, Macaco Quitado, Pedro Correia, Francisco Santos, Antonio Albuquerque, Renato Mendes, João Barbosa, Margarida Gonçalves, Andrea Grosso, João Pinho , João Crispim, Francisco Aguiar , João Diogo, João Diogo Silva, José Oliveira Pratas, João Moreira, Vasco Lima, Tomás Félix, Pedro Rebelo, Nuno Gonçalves, Pedro , Marta Baptista Coelho, Mariana Barosa, Francisco Arantes, João Raimundo, Mafalda Pratas, Tiago Pires, Luis Quelhas Valente, Vasco Sá Pinto, Jorge Soares, Pedro Miguel Pereira Vieira, Pedro F. Finisterra, Ricardo Santos _______________ Esta conversa foi editada por: Hugo Oliveira _______________ Bio: João Ferro Rodrigues (1976) é licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa e possui um MBA pela Harvard Business School. Profissionalmente, tem-se dedicado à área da gestão de projetos e de empresas em setores como a consultoria estratégica, as energias renováveis e a tecnologia. É lisboeta e pai de quatro filhas. A Era do Nós é o seu primeiro livro.

NerdCast
NerdCast 832 - Bad Trips, Mortes e Poucos Robôtos 3

NerdCast

Play Episode Listen Later Jun 3, 2022 114:29


Ratos versus humanos, seres que lembram sereias, horror e até comédia! Neste programa vamos contar tudo o que achamos do terceiro volume da série Love Death and Robots da Netflix. ARTE DA VITRINE: Randall Random Versão Wallpaper da Vitrine PORTO Acesse o site: https://jovemnerd.page.link/psnc Instagram: https://www.instagram.com/porto/ Twitter: https://twitter.com/portoseguro ALURA Alura com 10% de desconto para os nerds: https://jovemnerd.page.link/alura-nerdtech-junho OUÇA TAMBÉM Playlist completa Nerdtech: https://goo.gl/18WWFs Playlist completa Nerdtech no Spotify: https://spoti.fi/3rr7zUA NerdTech 76 - Lay-off de grandes startups: tirando o unicórnio da chuva PEDIDO DE DOAÇÃO Pedido de doação de sangue para Berilo Luiz Pimenta em Av. Dr. Cláudio Luiz da Costa, 50 - Jabaquara, Santos/SP Pedido de doação de sangue/granulose pra Vanessa Aparecida dos Santos, no Hospital Santa Marcelina, Santo André/SP (Precisa-se de sangue A+)  Pedido de doação de sangue pra Heitor Arraes França no Hospital Beneficiência Portuguesa, Rua Maestro Cardim, 1041 São Paulo/SP. (Tipos B+ e O+)  E-MAILS Mande suas críticas, elogios, sugestões e caneladas para nerdcast@jovemnerd.com.br EDIÇÃO COMPLETA POR RADIOFOBIA PODCAST E MULTIMÍDIA http://radiofobia.com.br