Podcasts about alguns

  • 2,251PODCASTS
  • 5,206EPISODES
  • 32mAVG DURATION
  • 2DAILY NEW EPISODES
  • Sep 26, 2022LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022

Categories



Best podcasts about alguns

Show all podcasts related to alguns

Latest podcast episodes about alguns

Incial
Minipod #124: Conheça alguns livros do autor britânico Ken Follet

Incial

Play Episode Listen Later Sep 26, 2022 60:53


Bom dia, meus amigos. No minipod de hoje, veja as vantagens e desvantagens da chamada impressão sob demanda, entenda a importância de dar motivações claras aos seus personagens, descubra o papel que a arte desempenha em nossas vidas, conheça alguns livros do autor britânico Ken Follet e confira as nossas primeiras impressões sobre a 5ª temporada de Cobra Kai (sem spoilers). Continue nos escrevendo pelo email eduardospohr@gmail.com. Sua mensagem SERÁ lida nos nossos minipods. E agora, se você quiser e se sentir confortável, também pode ajudar o nosso canal com doações. Chave PIX: eduardospohr@gmail.com Acesse t.me/eduardospohr

Padre Rodolfo Morbiolo
No Caminho da Palavra QUINTA 22 de setembro

Padre Rodolfo Morbiolo

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 0:58


*Tempo Comum - Quinta.* Leituras: Ecl 1,2-11 - Sl 89(90) - Lc 9,7-9. Quem é esse homem, sobre quem ouço falar essas coisas? (#Evangelho Lc 9,9). #Mensagem A liturgia de hoje nos ajuda a ver que embora Herodes quisesse ver Jesus, suas intenções não eram boas, pois tinha acabado de ceifar a vida de São João Batista. Nem todos que desejam ver Jesus estão dispostos a trazê-Lo para dentro do coração e guardar sua Palavra. Alguns agem por curiosidade, outros por perversidade. Para acolher Jesus é necessário que haja no peito um coração bem edificado para receber a visita de Deus, caso contrário estaremos buscando nEle nossas razões erradas. Meditemos. Padre Rodolfo. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/pe-rodolfo-morbiolo/message

Toma Aí um Poema: Podcast Poesias Declamadas | Literatura Lusófona
866 | Luciana Andradito — A Melhor Amiga da Distância | Primeira Aparição da Manhã (Toma Aí Um Poema, 2022)

Toma Aí um Poema: Podcast Poesias Declamadas | Literatura Lusófona

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 0:26


“Primeira aparição da manhã” é uma seleção de poemas que compõem a primeira obra literária da escritora Luciana Andradito. Produzidos entre 2008 e 2022, os textos refletem a passagem do dia e os movimentos oscilantes, interiores e exteriores, criando nuances contrastantes entre luzes e sombras. Enveredam pela poesia visual, concreta, erótica, marginal e pelo cordel. Os poemas iluminam as angústias, dores, vazios e mistérios que envolvem a existência, tematizando sobre a inocência, o feminino, os relacionamentos, o obsceno, o escatológico e a metapoesia. Alguns partem da simplicidade e singularidade do cotidiano, outros de regionalismos do norte e nordeste brasileiro. A obra conta com belíssimas ilustrações de Andrey Tamarozzi, concebidas especialmente para o livro e, que ampliam os sentidos da poesia em imagens. ►► Apoie pequenas editoras. Compre livros de autores independentes! https://loja.tomaaiumpoema.com.br/ _________________________________ Luciana Andradito — A Melhor Amiga da Distância a saudade tem nome casa, forma cor e cheiro às vezes suave noutras arremata e traz com ela uma amiga a velha dor no peito umas são de fogo outras são de água mas sendo ela quem for só tem um jeito que passa passa assim num abraço de tu com eu mas volta assim logo quando desabraça _________________________________ Use #tomaaiumpoema Siga @tomaaiumpoema Poema: O Chamado Poeta: A Melhor Amiga da Distância Voz: J https://tomaaiumpoema.com.br ATENÇÃO Somos um projeto social. Todo valor arrecadado é investido na literatura. FAÇA UM PIX DE QUALQUER VALOR CNPJ 33.066.546/0001-02 ou tomaaiumpoema@gmail.com Até mesmo um real ajuda a poesia a se manter viva! #poesia | #poemas | #podcast

Getup Kubicast
#100 - Recapitulando o Kubicast

Getup Kubicast

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 79:07


O Kubicast completou 100 episódios de vida e para gravar esse marco chamamos a internet toda mais alguns convidados especiais!A ideia era fazer o programa no formato ASK ME ANYTHING, mas acabou que começamos a relembrar os episódios mais marcantes e isso deu pano para manga para entrar em assuntos, como rodar Containers com Windows, arquivo YAML, piadas de Java, como sempre, e etc!Agradecemos as pessoas que participaram desse episódio e todos os demais ouvintes: antigos e novos! É muito gratificante poder tocar esse podcast que começou em 2018, sem muitas habilidades para a coisa, e de lá para cá só foi evoluindo para melhor!Se você chegou aqui agora, seja bem-vindo(a)! O Kubicast é uma produção da Getup, empresa especialista em Kubernetes. Todos os episódios do podcast estão no site da Getup e nas principais plataformas de áudio digital. Alguns deles estão registrados no YT. Os EPISÓDIOS RELEMBRADOS nesse Kubicast:#6 - O que NÃO esperar de Kubernetes#19 - KubeCon Day 1 - Lightning Talks#35 - The day we recorded with Kelsey Hightower#51 - Maratona KubeCon 2020#60 - Windows Containers#69 - Nomad vs Kubernetes#92 - Kubernetes 1.24 is out!#93 - Por dentro do Tsuru#95 - FOMGO - Fear of missing Gomex#97 - Segue o fio com Leandro DamascenaAs RECOMENDAÇÕES dos participantes do programa:Manifesto (série na Netflix)Succession (série na HBO)Dentro da Mente de um Gato (documentário na Netflix)Ruptura (série na Apple TV +)The Sandman (série na Netflix)

CPA NA VEIA
Precisa da CPA20? Confira no vídeo alguns assuntos do módulo 1 que vai te ajudar a passar na prova

CPA NA VEIA

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 31:02


Nesse vídeo eu falo um pouco sobre o módulo 1 da CPA20 que é o: Sistema financeiro Nacional e Participantes do Mercado. Lembrando que isso é apenas uma pequena parte do meu curso MMF (Monstros do Mercado Financeiro) que eu faço ao vivo e respondo todas as suas dúvidas.

Homilias - IVE
Homilia Padre Pablo Pérez, IVE: "São Mateus, apóstolo e evangelista" 21.09.2022

Homilias - IVE

Play Episode Listen Later Sep 21, 2022 4:06


Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9,9-13 Naquele tempo: Partindo dali, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: 'Segue-me!' Ele se levantou e seguiu a Jesus. Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: 'Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?' Jesus ouviu a pergunta e respondeu: 'Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: 'Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores'. Palavra da Salvação.

Brasil-Mundo
Com fechamento de seções eleitorais, brasileiros na Itália fretam até ônibus para poder votar

Brasil-Mundo

Play Episode Listen Later Sep 21, 2022 8:57


Nestas eleições presidenciais de outubro, os eleitores brasileiros no exterior são mais numerosos e enfrentam mais dificuldades para poder votar. O Tribunal Superior Eleitoral revelou que houve um crescimento forte do eleitorado brasileiro no exterior, em comparação à 2018. Em 2022, serão 697.078 eleitores aptos a votar fora do país, 40% a mais que há quatro anos. No entanto, o Itamaraty reduziu a quantidade de seções eleitorais fora do Brasil. Gina Marques, correspondente da RFI em Roma Há eleitores brasileiros domiciliados nos cinco continentes, mas os países com maior número de votantes são: Estados Unidos (108.624), Japão (30.671), Portugal (30.431), Itália (20.972) e Alemanha (17.555). Nas eleições presidenciais há quatro anos, foram abertas 33 seções de votação em municípios diferentes das cidades onde estão sediadas as Embaixadas e Consulados brasileiros. Segundo o Itamaraty, isso serviu para “facilitar a cidadãos que residem em localidades distantes das sedes das repartições diplomáticas ou consulares o exercício de seus direitos cívicos”. Das 33 seções 'fora da sede' realizadas em 2018, 22 foram abertas pela primeira vez. Brasileiros na Itália Segundo o Instituto Nacional de Estatística Italiana (ISTAT), 50.666 brasileiros residem na Itália (dados de janeiro de 2021). A maioria (13.977) vive da região da Lombardia, no norte, onde está a cidade de Milão. Em segundo lugar está a região do Lácio, onde fica a capital Roma, que conta com 6.117 residentes brasileiros. Seguem o Vêneto (5.628), o Piemonte (4.896), Emilia Romagna (4.012) e a Toscana (3.852). A decisão do governo do Brasil de reduzir as seções eleitorais no exterior causa transtornos para muitos brasileiros que vivem na Itália. Este ano no país serão mantidas as sessões de votação nas duas sedes de jurisdições consulares, respectivamente em Milão, no norte, e em Roma, no centro do país. No entanto, foram suspensos outros dois locais de votação, um na cidade de Mestre/Veneza e o outro em Florença. Essas duas sessões fazem parte da daquelas que foram abertas pela primeira vez para as eleições presidenciais de 2018. Questionado pela RFI sobre o motivo que levou o governo brasileiro a reduzir os locais de votação no exterior, o Consulado do Brasil em Roma respondeu que “a decisão foi tomada pelo Cartório eleitoral do Exterior, em Brasília, e comunicada ao Ministério das Relações Exteriores”. A pergunta sobre quanto custa organizar seções eleitorais em Roma e Milão, o Consulado em Roma afirmou que “a informação está centralizada no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília”. A resolução prejudica os brasileiros que vivem no Vêneto e na Toscana, regiões do nordeste e centro do país com grande concentração de eleitores que antes contavam com locais de votação mais próximos. O mineiro Edson Silvério Cruz, 51 anos, vive na Itália desde o ano 2000. Ele mora em Florença, na região central da Toscana, e trabalha em uma agência de viagens e turismo. No setor turístico, domingo é um intenso dia de trabalho. “Para a gente conseguir tirar neste dia uma licença de folga não é fácil, entendeu? E tentar justificar isso para nossos chefes, é bem constrangedor.” diz Edson. Despesa por conta do cidadão À RFI, o Consulado do Brasil em Roma informou que: “Durante as eleições presidenciais, as cidades de Milão e Roma terão cada uma um único local de votação com diversas urnas. A jurisdição de Milão cuida das oito regiões do norte e a de Roma é responsável pelas 12 regiões do centro e do sul do país”. Os brasileiros que vivem distantes de Milão ou Roma têm que viajar pagando as próprias despesas para poder votar. Nas redes sociais, muitos eleitores brasileiros na Itália protestam contra a falta de auxílio dos consulados para o transporte até a seção de votação. Alguns estão organizando grupos para fretar ônibus e reduzir o custo da viagem para poder votar. É o caso dos brasileiros que vivem na Toscana. No ônibus fretado de Florença para Roma, cada passagem de ida e volta custa € 26, cerca de R$ 150. O preço é bem mais barato, considerando que só a passagem de ida e volta de trem custa cerca de € 90, quase R$ 500. Edson vai viajar de Florença para capital italiana no ônibus fretado pelos brasileiros. A distância entre as duas cidades é de 275 km, portanto 550 km ida e volta. Ele faz as contas: “Se não fosse essa possibilidade de o grupo de brasileiros ter organizado os ônibus para Roma, não sei se eu poderia ir votar. Além do valor da passagem de trem, é preciso passar quase um dia em Roma. Portanto, você tem que almoçar e que lanchar. Isso significa que a despesa de ida e volta de trem custaria mais de € 100, uns R$ 600. Isso tudo do meu bolso. Sem contar que, se eu não obtiver a licença para me ausentar, não serei remunerado pelo dia de trabalho”. Segundo Edson, o governo deveria ter mantido a seção de votação em Florença para facilitar milhares de eleitores brasileiros. “Quando me comunicaram, me senti como se eu tivesse sido deixado de lado. É como se eu não fosse um cidadão brasileiro também. Eu não vejo nada de mais trazer a urna para Florença, como foi em 2018. Nas eleições passadas tivemos a oportunidade de votar aqui.” Abstenção por motivos financeiros A professora Nair Aparecida Pires, 56 anos, vive na Itália desde 1994 e mora na cidade de Treviso, na região Vêneto, no nordeste do país. Segundo ela, o que está acontecendo é um desrespeito com o eleitor que já tinha transferido o título para Veneza/Mestre. “Na verdade, o consulado tinha orientado e aconselhava que a gente fizesse a transferência do título para Veneza. Agora o que resulta é que as pessoas daqui transferiram o título a seção eleitoral de Veneza, mas vão ter que votar em Milão. Isso acarreta o desgaste físico e financeiro. Porque não é pertinho e é muita despesa” explica a professora. Segundo ela, muitos brasileiros não vão votar por motivos financeiros. “Tenho dois filhos que votariam, mas a viagem de três pessoas da mesma família do Vêneto para Milão só com o objetivo de votar é uma despesa alta demais. Portanto, sou a única da família que vai votar. Tenho amigas brasileiras na mesma situação.” Direito e dever do voto Nair lembra que no Brasil expressar a preferência por um candidato através do voto é um direito, mas votar é obrigatório, portanto um dever. “O Brasil é um país democrático, porém o voto no Brasil não é tão democrático. O voto não é só um direito, é um dever. Portanto, sendo dever, as autoridades competentes têm a obrigação e fazer com que o cidadão tenha facilidade para poder votar. Porque é um dever, é uma obrigação.” A professora ressalta que é possível justificar a ausência do voto, mas muitas pessoas querem votar e não têm condições. Segundo ela, pode ser uma supressão do direito. “Dificultar a votação significa impedir o direito do cidadão de expressar sua escolha por um candidato. Portanto, a supressão de um direito democrático. Essa é a minha opinião e também de tantos brasileiros com quem eu tenho conversado.” “Medo de represálias” Junto com um grupo de brasileiros indignados com a redução das seções de votação na Itália, Nair lançou uma campanha na internet pedindo que a situação seja repensada e que as instituições levem em conta, em nome da inclusão, as mais diversas situações familiares e as despesas de viagem.  “A petição foi feita com o objetivo de ajudar a comunidade brasileira. Não foi com o objetivo de favorecer nenhum e nem outro candidato. Porque não é questão de partido, é questão de direito, direito e dever de voto. É para poder ajudar a comunidade a resolver as dificuldades, para poder participar desse momento cívico”, insiste.  Segundo a professora, muitos brasileiros não participaram da iniciativa porque temem represálias. “Muitas vezes as pessoas ficam com medo de assinar a petição. Muitos brasileiros que vivem aqui dizem que temem que a assinatura possa comprometê-los pessoalmente e que seus familiares possam sofrer represálias. Eles dizem: 'sabe como é, a gente está vivendo um momento tão difícil no Brasil'". Nair lamenta profundamente o temor dos brasileiros de se manifestar. “É terrível porque se nós vivemos em democracia não temos que ter medo de manifestar a nossa opinião. Sobretudo quando a nossa opinião vai ao encontro de um exercício cívico. O primeiro muro que temos que abater é o medo de falar, o medo de assinar uma petição. Não podemos ter medo de se manifestar e de pretender dos nossos governantes, dos nossos representantes, o que é o direito do povo. E também para que eles escutem a voz do povo, que veja as dificuldades do povo. Porque eles estão trabalhando para nós, não o contrário”.

Brasil-Mundo
Com fechamento de seções eleitorais, brasileiros na Itália fretam até ônibus para poder votar

Brasil-Mundo

Play Episode Listen Later Sep 21, 2022 8:57


Nestas eleições presidenciais de outubro, os eleitores brasileiros no exterior são mais numerosos e enfrentam mais dificuldades para poder votar. O Tribunal Superior Eleitoral revelou que houve um crescimento forte do eleitorado brasileiro no exterior, em comparação à 2018. Em 2022, serão 697.078 eleitores aptos a votar fora do país, 40% a mais que há quatro anos. No entanto, o Itamaraty reduziu a quantidade de seções eleitorais fora do Brasil. Gina Marques, correspondente da RFI em Roma Há eleitores brasileiros domiciliados nos cinco continentes, mas os países com maior número de votantes são: Estados Unidos (108.624), Japão (30.671), Portugal (30.431), Itália (20.972) e Alemanha (17.555). Nas eleições presidenciais há quatro anos, foram abertas 33 seções de votação em municípios diferentes das cidades onde estão sediadas as Embaixadas e Consulados brasileiros. Segundo o Itamaraty, isso serviu para “facilitar a cidadãos que residem em localidades distantes das sedes das repartições diplomáticas ou consulares o exercício de seus direitos cívicos”. Das 33 seções 'fora da sede' realizadas em 2018, 22 foram abertas pela primeira vez. Brasileiros na Itália Segundo o Instituto Nacional de Estatística Italiana (ISTAT), 50.666 brasileiros residem na Itália (dados de janeiro de 2021). A maioria (13.977) vive da região da Lombardia, no norte, onde está a cidade de Milão. Em segundo lugar está a região do Lácio, onde fica a capital Roma, que conta com 6.117 residentes brasileiros. Seguem o Vêneto (5.628), o Piemonte (4.896), Emilia Romagna (4.012) e a Toscana (3.852). A decisão do governo do Brasil de reduzir as seções eleitorais no exterior causa transtornos para muitos brasileiros que vivem na Itália. Este ano no país serão mantidas as sessões de votação nas duas sedes de jurisdições consulares, respectivamente em Milão, no norte, e em Roma, no centro do país. No entanto, foram suspensos outros dois locais de votação, um na cidade de Mestre/Veneza e o outro em Florença. Essas duas sessões fazem parte da daquelas que foram abertas pela primeira vez para as eleições presidenciais de 2018. Questionado pela RFI sobre o motivo que levou o governo brasileiro a reduzir os locais de votação no exterior, o Consulado do Brasil em Roma respondeu que “a decisão foi tomada pelo Cartório eleitoral do Exterior, em Brasília, e comunicada ao Ministério das Relações Exteriores”. A pergunta sobre quanto custa organizar seções eleitorais em Roma e Milão, o Consulado em Roma afirmou que “a informação está centralizada no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília”. A resolução prejudica os brasileiros que vivem no Vêneto e na Toscana, regiões do nordeste e centro do país com grande concentração de eleitores que antes contavam com locais de votação mais próximos. O mineiro Edson Silvério Cruz, 51 anos, vive na Itália desde o ano 2000. Ele mora em Florença, na região central da Toscana, e trabalha em uma agência de viagens e turismo. No setor turístico, domingo é um intenso dia de trabalho. “Para a gente conseguir tirar neste dia uma licença de folga não é fácil, entendeu? E tentar justificar isso para nossos chefes, é bem constrangedor.” diz Edson. Despesa por conta do cidadão À RFI, o Consulado do Brasil em Roma informou que: “Durante as eleições presidenciais, as cidades de Milão e Roma terão cada uma um único local de votação com diversas urnas. A jurisdição de Milão cuida das oito regiões do norte e a de Roma é responsável pelas 12 regiões do centro e do sul do país”. Os brasileiros que vivem distantes de Milão ou Roma têm que viajar pagando as próprias despesas para poder votar. Nas redes sociais, muitos eleitores brasileiros na Itália protestam contra a falta de auxílio dos consulados para o transporte até a seção de votação. Alguns estão organizando grupos para fretar ônibus e reduzir o custo da viagem para poder votar. É o caso dos brasileiros que vivem na Toscana. No ônibus fretado de Florença para Roma, cada passagem de ida e volta custa € 26, cerca de R$ 150. O preço é bem mais barato, considerando que só a passagem de ida e volta de trem custa cerca de € 90, quase R$ 500. Edson vai viajar de Florença para capital italiana no ônibus fretado pelos brasileiros. A distância entre as duas cidades é de 275 km, portanto 550 km ida e volta. Ele faz as contas: “Se não fosse essa possibilidade de o grupo de brasileiros ter organizado os ônibus para Roma, não sei se eu poderia ir votar. Além do valor da passagem de trem, é preciso passar quase um dia em Roma. Portanto, você tem que almoçar e que lanchar. Isso significa que a despesa de ida e volta de trem custaria mais de € 100, uns R$ 600. Isso tudo do meu bolso. Sem contar que, se eu não obtiver a licença para me ausentar, não serei remunerado pelo dia de trabalho”. Segundo Edson, o governo deveria ter mantido a seção de votação em Florença para facilitar milhares de eleitores brasileiros. “Quando me comunicaram, me senti como se eu tivesse sido deixado de lado. É como se eu não fosse um cidadão brasileiro também. Eu não vejo nada de mais trazer a urna para Florença, como foi em 2018. Nas eleições passadas tivemos a oportunidade de votar aqui.” Abstenção por motivos financeiros A professora Nair Aparecida Pires, 56 anos, vive na Itália desde 1994 e mora na cidade de Treviso, na região Vêneto, no nordeste do país. Segundo ela, o que está acontecendo é um desrespeito com o eleitor que já tinha transferido o título para Veneza/Mestre. “Na verdade, o consulado tinha orientado e aconselhava que a gente fizesse a transferência do título para Veneza. Agora o que resulta é que as pessoas daqui transferiram o título a seção eleitoral de Veneza, mas vão ter que votar em Milão. Isso acarreta o desgaste físico e financeiro. Porque não é pertinho e é muita despesa” explica a professora. Segundo ela, muitos brasileiros não vão votar por motivos financeiros. “Tenho dois filhos que votariam, mas a viagem de três pessoas da mesma família do Vêneto para Milão só com o objetivo de votar é uma despesa alta demais. Portanto, sou a única da família que vai votar. Tenho amigas brasileiras na mesma situação.” Direito e dever do voto Nair lembra que no Brasil expressar a preferência por um candidato através do voto é um direito, mas votar é obrigatório, portanto um dever. “O Brasil é um país democrático, porém o voto no Brasil não é tão democrático. O voto não é só um direito, é um dever. Portanto, sendo dever, as autoridades competentes têm a obrigação e fazer com que o cidadão tenha facilidade para poder votar. Porque é um dever, é uma obrigação.” A professora ressalta que é possível justificar a ausência do voto, mas muitas pessoas querem votar e não têm condições. Segundo ela, pode ser uma supressão do direito. “Dificultar a votação significa impedir o direito do cidadão de expressar sua escolha por um candidato. Portanto, a supressão de um direito democrático. Essa é a minha opinião e também de tantos brasileiros com quem eu tenho conversado.” “Medo de represálias” Junto com um grupo de brasileiros indignados com a redução das seções de votação na Itália, Nair lançou uma campanha na internet pedindo que a situação seja repensada e que as instituições levem em conta, em nome da inclusão, as mais diversas situações familiares e as despesas de viagem.  “A petição foi feita com o objetivo de ajudar a comunidade brasileira. Não foi com o objetivo de favorecer nenhum e nem outro candidato. Porque não é questão de partido, é questão de direito, direito e dever de voto. É para poder ajudar a comunidade a resolver as dificuldades, para poder participar desse momento cívico”, insiste.  Segundo a professora, muitos brasileiros não participaram da iniciativa porque temem represálias. “Muitas vezes as pessoas ficam com medo de assinar a petição. Muitos brasileiros que vivem aqui dizem que temem que a assinatura possa comprometê-los pessoalmente e que seus familiares possam sofrer represálias. Eles dizem: 'sabe como é, a gente está vivendo um momento tão difícil no Brasil'". Nair lamenta profundamente o temor dos brasileiros de se manifestar. “É terrível porque se nós vivemos em democracia não temos que ter medo de manifestar a nossa opinião. Sobretudo quando a nossa opinião vai ao encontro de um exercício cívico. O primeiro muro que temos que abater é o medo de falar, o medo de assinar uma petição. Não podemos ter medo de se manifestar e de pretender dos nossos governantes, dos nossos representantes, o que é o direito do povo. E também para que eles escutem a voz do povo, que veja as dificuldades do povo. Porque eles estão trabalhando para nós, não o contrário”.

Podcast Oficial do Empreendedor Digital: Marketing Digital | Negócios Online | Estilo de Vida | Produtividade | Bruno Picini

Quando a coisa tá ruim, temos 3 respostas geneticamente programadas na gente: Fight, flight e freeze. (Lutar, fugir e congelar). Alguns travam. Congelam. Se escondem pra não precisar encarar. E isso é ruim, claro. …mas há outro tipo de reação que às vezes é pior. Descubra como evitá-la agora mesmo. _ MEU LIVRO Curtidas Não Pagam As Contas® → https://brunopicinini.com/cnpac TREINAMENTOS GRATUITOS Para profissionais e empreendedores: → https://brunopicinini.com PARA DENTISTAS: → https://odontologista.com

Prato Cheio
Tirar o leite das crianças, pode?

Prato Cheio

Play Episode Listen Later Sep 20, 2022 37:29


O Brasil tem mais programas de distribuição de leite que vendedoras da Natura. Alguns deles estão há anos em execução e nunca passaram por avaliação. Maquiadas de política pública, medidas assistencialistas chegam e vão ficando. Parece que tirar o leite das crianças se tornou impraticável. Mas será que há motivos concretos de saúde pública para isso ou trata-se apenas de uma ideia construída pela indústria para ser inquebrável?A ficha técnica completa, com todas as fontes de informação está disponível em nosso site. O Joio e o Prato Cheio são mantidos com o apoio de organizações da sociedade que atuam na promoção da alimentação adequada e saudável. ACT Promoção da Saúde, Instituto Ibirapitanga, Instituto Clima e Sociedade e a Fundação Heinrich Boll são apoiadores regulares dos nossos projetos. Você já entrou no canal do Prato Cheio no Telegram? Ele é nosso fórum de discussão sobre o podcast, onde a gente também manda bastidores e curiosidades sobre a produção dos episódios e divulga com antecedência tudo que estamos fazendo. Aliás, pro Prato Cheio seguir produzindo conteúdo independente e de qualidade, a gente precisa da sua ajuda. Se puder nos apoiar financeiramente, todos os caminhos estão aqui. Se não puder, divulgue a Prato Cheio pra família e amigos, isso nos ajuda muito!

Mamilos
Estamos em uma guerra cultural?

Mamilos

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 55:51


Mamileiros e mamiletes, o tema de hoje são as guerras culturais e como elas estão dividindo a sociedade civil entre progressistas e conservadores. Hoje, o Brasil está diante de uma série de dilemas. Alguns são resultado de problemas crônicos que arrastamos há décadas. Outros são desafios globais, frutos dos tempos que vivemos. Mas como essa perspectiva de guerras culturais nos ajuda a compreender a polarização e o ambiente inflamado de discussões que enfrentamos atualmente? Historicamente, as eleições são momentos marcados pelos grandes debates públicos. É quando conseguimos concentrar atenções e envolver uma parcela maior da população em discussões que acontecem cotidianamente nos mais diversos fóruns. É quando discutimos sobre o preço do pão, sobre modelo de desenvolvimento, sobre o que queremos que melhore na saúde e na educação. Mas, desde 2018, esses temas fugiram do debate. De repente, estávamos discutindo ideologia de gênero e kit gay. As pautas morais tomaram o centro do debate político. Ao invés da disputa política tradicional, parece que testemunhamos uma batalha pela alma do Brasil. Para entender esse fenômeno, no programa de hoje, Ju Wallauer e Cris Bartis conversam com Pablo Ortellado, professor de Gestão de Políticas Públicas na Universidade de São Paulo (USP), colunista do jornal O Globo e coordenador do Monitor do Debate Político no Meio Digital, e Sonia Corrêa, uma das principais referências acadêmicas feministas no Brasil. Ela é fundadora da principal organização feminista brasileira, SOS Corpo – Instituto Feminista para Democracia, coordenadora do Programa de Saúde e Direitos do Development Alternatives with Women for a New Era (DAWN) e pesquisadora associada à Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS (ABIA). _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ Equipe Mamilos Mamilos é uma produção do B9 A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. Com a estrutura de pauta e roteiro escrito por Eduarda Esteves. A edição foi de Mariana Leão e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Helô D'Angelo. A coordenação digital é feita por Agê Barros, Carolina Souza e Thallini Milena. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. O atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane e Telma Zenaro.

Geografia humana
Sonen a cl

Geografia humana

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 54:05


Alguns han versionat estandards imperdibles... i tenen aquelles veus que sonen com els cl

Senhor Tanquinho Podcast
Podcast Extra #236 - Como Curar Seu INTESTINO | Sistema do Intestino Inteligente

Senhor Tanquinho Podcast

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 38:03


Cure seu intestino e livre-se dos sintomas desagradáveis com este método passo a passo, comprovado pela ciência — mais de 1000 alunos satisfeitos. Libere seu acesso ao método completo passo a passo: https://go.hotmart.com/V22969848R?src=podcastVVSii -------- * Momentos importantes e tópicos abordados * 0:00 Introdução 0:25 Quem pode se beneficiar 3:08 Intestino: o "juiz" da sua saúde 5:40 Quanto tempo leva para ver melhoras 7:15 O que são os FODMAPs (e por que isso é importante) 13:15 Disbiose, Síndrome Do Intestino Irritável, Diverticulite, E Muito Mais 22:00 Diverticulite e doença diverticular 26:00 Alguns relatos de alunos 27:45 Bônus especiais: Cardápios, Receitas, Acesso Vitalício, E Muito Mais 31:50 Dúvidas comuns respondidas -------- Libere seu acesso completo com o valor promocional: https://go.hotmart.com/V22969848R?src=podcastVvSii #fodmaps #intestino #sii ------------ Participe da na lista VIP de transmissão: - no TELEGRAM: https://landing.senhortanquinho.com/telegram-cadastro-lista-vip-telegram-senhor-tanquinho/ - no WHATSAPP: https://landing.senhortanquinho.com/whatsapp/ ---------- Agradecimento a nossos clientes e alunos que ajudam a suportar nosso trabalho. Conheça nossos produtos em https://landing.senhortanquinho.com --- Support this podcast: https://anchor.fm/senhortanquinho/support

Peregrina
10 RAZÕES PORQUE É ERRADO O ABORTO! - JOHN PIPER

Peregrina

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 29:19


Neste episódio, mais um da série Heróis da Fé, em que é trazido um sermão de algum grande pregador, seja desta geração ou de anteriores, é apresentado o sermão de John Piper: 10 razões porque é errado o aborto (disponível no site gospeltranslations.org - Livros e Sermões Bíblicos). John Stephen Piper, conhecido como John Piper, (Chattanooga, 11 de janeiro de 1946) é um teólogo e pastor batista fundador e professor do desiringGod.org e chanceler do "Bethlehem College & Seminary" em Minneapolis, Minnesota, além de aclamado escritor calvinista. No seu sermão, Piper argumenta que, se a criança não-nascida é humana, não deve ser abortada. Existem alguns abortistas que acreditam que a criança não-nascida é um ser humano, contudo, estes médicos fazem abortos regularmente de qualquer forma, pois acreditam que tirar uma vida inocente, mesmo sendo algo trágico, é justificável devido às circunstâncias que enfrentam mãe e filho. Alguns destes médicos querem ser cristãos e bíblicos, e não veem que sua prática é errada. Diante disso, Piper escreve este sermão para tais médicos reconsiderarem. No entanto, seu sermão é sobremodo útil diante da atmosfera política atual, visto que traz ensinamentos fundamentados na bíblia sobre esta questão e ainda, para munir você de bases bíblicas quando adentrar em eventuais debates sobre o tema. Então dá o play e confira! Nos siga no Instagram: @peregrina_podcast Deus abençoe vc!

Vem pra Luz
#120 - Desabafo em público após uma demissão: você deveria mesmo fazer isso?

Vem pra Luz

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 33:05


#rhpravccast #demissao #redessociais Você já se sentiu injustiçado(a) ao ser demitido de alguma empresa? É comum encontrar nas redes sociais profissionais que compartilham os acontecimentos que levaram a sua #demissão. Alguns relatos têm tons de alerta e a intenção genuína de aconselhar outras pessoas sobre situações inaceitáveis no mercado de trabalho, já outros viralizam pela intensidade do #desabafo, o que pode promover uma #exposição intensa e que nem sempre tem o resultado esperado. De qualquer modo, há propósito em compartilhar uma demissão? Quem nos guia pela jornada do que deve ou não ser dito nas redes sociais após uma demissão é a Mentora de Executivos, Liris Gonçalves, que traz importantes insights em um papo com o CEO do Grupo TopRH, Daniel Consani, e com o jornalista Bruno Piai. Confira! Não deixe de acompanhar o RH Pra Você Cast nos principais tocadores e em nosso canal no YouTube. https://linklist.bio/RHPraVcCast Aproveite para seguir e interagir em nossas redes sociais: Facebook: https://www.facebook.com/RhpraVoce Instagram: https://instagram.com/rhpravc LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/rhpravc/ YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCtqQf6G3c2NgouNldtYtsjw

Por que tão longe?
#101 - Achei que era amor, mas era golpe

Por que tão longe?

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 56:31


Em tempos de redes sociais, relacionamentos cada vez mais líquidos e globalização desenfreada, acabamos aprendendo alguns termos específicos para explicar alguns comportamentos sociais entre casais. Alguns bons, outros, nem tanto. Como a gente pode aprender a identificar se estamos sendo vítimas (ou praticantes) de coisas como: love bombing, gaslighting, hoovering? Nesse episódio, vamos conversar um pouco sobre esse assunto e tentarmos entender e também nos proteger contra essas armadilhas. Em casos de violência, denúncie. Ligue para o 180 ou 190 e peça ajuda!

Verbo da Vida Praia Grande
ALGUNS PASSOS PARA UMA FÉ PRODUTIVA | PR. ADRIANO RODRIGUES

Verbo da Vida Praia Grande

Play Episode Listen Later Sep 18, 2022 52:30


Culto de Celebração | 18-09-2022

Pão Diário McCheyne
18 SETEMBRO - 2º Samuel 14, 2º Coríntios 7, Ezequiel 21, Salmo 68

Pão Diário McCheyne

Play Episode Listen Later Sep 18, 2022 23:38


O Salmo 68 é um dos salmos mais exuberantes e turbulentos do Saltério. As linhas de abertura misturam louvor e petição que enfocam a justiça e a compaixão de Deus (Salmos 68: 1-6). Os próximos versículos (Salmos 68: 7–18) retratam a marcha de Deus do Sinai em diante - provavelmente para Jerusalém como o lugar onde o tabernáculo seria localizado. Alguns argumentaram que este salmo foi composto para ser cantado na alegre procissão que trouxe a arca da casa de Obede-Edom para a cidade de Davi (2 Sam. 6:12). Provavelmente os versículos 24-27 mostram a cavalgada dos participantes na procissão à medida que aparecem, trazendo a arca até Jerusalém (compare a lista com 1 Crônicas 13: 8; 15: 16-28). Tão grande é a glória do Senhor reinando em Jerusalém que todas as outras nações devem vir homenageá-lo. O salmo termina com uma explosão de louvor (Salmo 68: 32-35): “Tu és tremendo, ó Deus, no teu santuário; o Deus de Israel dá poder e força ao seu povo ”(Salmo 68:35). Mas aqui desejo refletir um pouco mais sobre o Salmo 68:11: “O Senhor anunciou a palavra, e grande foi a multidão dos que a proclamaram.” No contexto deste salmo, a “palavra” que o Senhor anunciou é a palavra da vitória. Devemos imaginar uma cena como 2 Samuel 18: 19ss., Onde um general vitorioso anuncia sua vitória - apenas aqui a vitória pertence ao Senhor, e ele é quem anuncia a palavra. O resultado é como em 1 Samuel 18: 6–7: as ruas se enchem de pessoas que estão dançando e cantando de alegria pela vitória. Quando o Senhor anunciou a palavra, “grande foi a companhia dos que a proclamaram” - e o que eles proclamaram encontra-se nos versículos seguintes. Todas as vitórias do Senhor merecem nosso louvor e nossa proclamação. É por isso que as vitórias previstas aqui se tornam um padrão para as coisas que estão por vir. Quando o Senhor anuncia que reverterá as sanções impostas a Israel, as boas novas devem ser levadas aos confins da terra: os mensageiros velozes que transmitem essas boas novas têm pés bonitos (Is 52: 7; ver meditação para junho 20). Não é de se admirar, então, que o apóstolo Paulo cite Isaías 52: 7 com respeito ao Evangelho (Rom. 10:15): o fim último do exílio, o triunfo final de Deus, está no próprio Evangelho. Como no caso dos belos pés batendo nas montanhas para trazer as boas novas, e como no caso da companhia daqueles que proclamaram a palavra que o Senhor anunciou, assim também conosco (e quanto mais!): A única resposta correta à palavra da gloriosa vitória de Deus na cruz de Jesus Cristo é que haja uma grande exército para proclamá-la. TGC - D.A. CARSON - FOR THE LOVE OF GOD Plano de Leitura Robert Murray Mccheyne. M'Cheyne - 1842. Voz: Pr. Paulo Castelan. SOCIEDADE BÍBLICA TRINITARIANA DO BRASIL. ALMEIDA CORRIGIDA FIEL. SBTB. ACF.

Homilias - Padre Anderson Gomes
SEGUE-ME - 21 De Setembro )(Mateus 9,9-13) Homilias Pe. Anderson Gomes

Homilias - Padre Anderson Gomes

Play Episode Listen Later Sep 17, 2022 6:24


Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus 9,9-13 Naquele tempo, Jesus viu um homem chamado Mateus, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: "Segue-me!" Ele se levantou e seguiu a Jesus. Enquanto Jesus estava à mesa, em casa de Mateus, vieram muitos cobradores de impostos e pecadores e sentaram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Alguns fariseus viram isso e perguntaram aos discípulos: "Por que vosso mestre come com os cobradores de impostos e pecadores?" Jesus ouviu a pergunta e respondeu: "Aqueles que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Aprendei, pois, o que significa: 'Quero misericórdia e não sacrifício'. De fato, eu não vim para chamar os justos, mas os pecadores". Palavra da Salvação.

Tapa da Mão Invisível
EP.204 - Proposta de governo de Bolsonaro

Tapa da Mão Invisível

Play Episode Listen Later Sep 17, 2022 152:33


No episódio de hoje, Paulo e Julio analisam o plano de governo do presidente Bolsonaro para o Brasil, caso seja reeleito. Alguns dos assuntos tratados: - Análise do mandato de Bolsonaro como presidente - Propostas do governo - Comentários sobre o plano - E muito mais! Todos os episódios estão disponíveis no Spotify, Soundcloud, Google Podcast, YouTube, Amazon Music e Apple Podcast. Visite o site dos nossos parceiros: DBI Contabilidade - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/dbi CapTable - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/cap Emigrar.me - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Concierge Bitcoin - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/btc Settee - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Acesse as show notes deste episódio em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/post/ep204 Apoie esta iniciativa em https://apoia.se/tapadamaoinvisivel Participe do nosso Seminário em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/seminariomises Minutagem: 00:00 - Recados iniciais 02:25 - Iniciando a análise do governo Bolsonaro 06:03 - Sobre a atuação do governo na pandemia 26:14 - Sobre a segurança pública 29:26 - Sobre o meio-ambiente 35:12 - Sobre o aumento da pobreza 41:35 - O orçamento secreto 48:43 - Propaganda Emigrar.me 49:45 - Iniciando a análise do plano 01:09:02 - Sobre os valores defendidos no Plano 01:17:31 - Golpe contra a democracia; desestatização; Imposto de renda; desburocratização 01:25:48 - Responsabilidade fiscal; reforma da previdência 01:33:40 - Liberdade de expressão; armamento civil; meio-ambiente 01:39:32 - Sobre os programas no plano de governo do Bolsonaro 01:51:39 - Propaganda Concierge Bitcoin 01:52:53 - Mais programas! 02:09:56 - Méritos do governo Bolsonaro e outras propostas 02:19:44 - A nossa avaliação sobre o governo Bolsonaro e um possível segundo mandato

O Antagonista
Cortes do Papo - Claudio Dantas: "Alguns institutos de pesquisa vão sair mal dessas eleições"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 17, 2022 7:57


No Papo Antagonista desta sexta-feira (16), Claudio Dantas comentou o resultado muito divergente entre novas pesquisas eleitorais e a influência desses resultados na vida do cidadão Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

TSF - Mundo Digital - Podcast
Withing avisa que vai aumentar o preço de alguns equipamentos

TSF - Mundo Digital - Podcast

Play Episode Listen Later Sep 16, 2022


Edição de 16 Setembro 2022

Vinhos de Bicicleta
Vinho tem adição de AÇÚCAR??? #071

Vinhos de Bicicleta

Play Episode Listen Later Sep 15, 2022 16:22


Afinal, o vinho tem açúcar? Alguns produtores acabam adicionando açúcar no vinho? Quando isso é realizado? Bora descobrir tudo sobre esse assunto com nosso sommelier Diego Marra. ✅ VÍDEO NO YOUTUBE AQUI. Site Oficial: www.vinhosdebicicleta.com.br

A gente explica
O que é superfecundação heteropaternal?

A gente explica

Play Episode Listen Later Sep 15, 2022 2:59


A Gente Explica: Irmãos gêmeos ainda são um fenômeno que desperta curiosidade. Alguns são fisicamente idênticos, mas com personalidades radicalmente diferentes. Outros são bivitelinos, sem muita semelhança física, mas com grande afinidade entre si. Mas poucas situações são mais intrigantes do que a de gêmeos de pais diferentes. Você já ouviu falar em superfecundação heteropaternal? A Gente Explica.

voc alguns gente explica
Nativa FM Campinas
Leonardo posa de sunga ao lado de Gusttavo Lima, e internautas zoam: 'Léo é o mais galã'

Nativa FM Campinas

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 1:40


Leonardo apareceu de sunga ao lado de Gusttavo Lima e outros amigos durante uma partida de futevôlei que aconteceu na última segunda-feira (12). "Nem só de cachaça vive o homem! A semana começou diferente", escreveu o pai de Zé Felipe na legenda da publicação feita nas redes sociais. Alguns seguidores ironizaram a aparência fisíca do sertanejo – que é o menos sarado do grupo –, e outros fizeram elogios sinceros. "O Léo é, disparado, o mais galã daí", disse uma mulher. "Olha as panturrilhas do Léo, gente. Melhor que do GL [Gusttavo Lima] e demais", afirmou outra, aos risos. "Lindos!! Saudade que eu tinha de ver vocês juntos", empolgou-se uma terceira. --- Support this podcast: https://anchor.fm/nativa-fm-campinas/support

Além do Olhar
T7.3 | Pesquisa na Antártida

Além do Olhar

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 31:30


Já pensou em morar por alguns meses no continente mais gelado do mundo? Alguns pesquisadores moram na Antártida para estudar e conhecer melhor o lugar, como é o caso da convidada do terceiro episódio da nossa sétima temporada. Francyne Elias-Piera, mais conhecida como Dra Fran, é bióloga, mestre em oceanografia biológica pela Universidade de São Paulo, doutora pela Universidade de Barcelona e está concluindo mais um pós-doutorado. Ela foi pra Antártida pela primeira vez em 2003, há quase 20 anos, e ficou por quase dois meses trabalhando por lá. Depois, retornou outras vezes, e se define como uma pesquisadora fanática pela Antártida. Ela é fundadora do Instituto Gelo na Bagagem, que é a primeira plataforma de entretenimento antártico, e realiza cursos e palestras com o objetivo de criar consciência ambiental sobre a região e sobre os oceanos. *Episódio patrocinado pelo ELSA Speak App, já conhece? Clique nos links afiliados abaixo e garanta ofertas imperdíveis! Receba 85% de desconto no ELSA Speak App: https://elsaspeak.com/inf/alemdoolhar/ Teste grátis o ELSA Speak App por 7 dias: https://bit.ly/ELSAXAlemDoOlhar → Conheça a convidada: Dra. Fran - Instagram @gelonabagagem | Site do Instituto Gelo na Bagagem → Acompanhe o Além do Olhar nas redes sociais! Amanda Trintim @asviagensdetrintim Mariana Bueno @marianaviaja

CBN Meio Ambiente e Sustentabilidade - Marco Bravo
Adaptação: os segredos das plantas que resistem ao fogo

CBN Meio Ambiente e Sustentabilidade - Marco Bravo

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 10:53


Um estudo realizado pelo Centro de Investigação da Desertificação, na Espanha, revela várias estratégias que as plantas adotam para renascer após um incêndio. E tudo isso tendo como cenário o aumento das temperaturas e dos períodos de seca, como consequência das mudanças climáticas. Tema para o comentarista Marco Bravo nesta edição do "CBN Meio Ambiente e Sustentabilidade". E como surgem estas plantas à prova de fogo? A primeira estratégia, aponta o especialista, (e mais eficaz), é evitar ter que enfrentar o fogo. Como elas conseguem isso? Crescem em lugares onde o fogo nunca será capaz de chegar. "Por exemplo, nas paredes de um barranco, em áreas continuamente alagadas ou até mesmo debaixo d'água. Alguns arbustos e árvores criam cascas muito grossas que tentam proteger ao máximo o interior da planta", diz. Ouça as explicações completas!

O Antagonista
Cortes do Papo - Dantas: "Não sei como vai terminar a eleição, mas alguns institutos de pesquisa vão terminal mal"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 7:33


Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Mensagens & Reflexões - IELValinhos
Podcast #514 - Milagres de Jesus | O paralítico

Mensagens & Reflexões - IELValinhos

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 4:58


Alguns homens trouxeram um paralítico deitado numa cama e estavam querendo entrar na casa e colocá-lo diante de Jesus. Porém, por causa da multidão, não conseguiram entrar com o paralítico. Então o carregaram para cima do telhado. Fizeram uma abertura nas telhas e o desceram na sua cama em frente de Jesus, no meio das pessoas que estavam ali. Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico: — Meu amigo, os seus pecados estão perdoados! Os mestres da Lei e os fariseus começaram a pensar: — Quem é este homem que blasfema contra Deus desta maneira? Ninguém pode perdoar pecados; só Deus tem esse poder. Porém Jesus sabia o que eles estavam pensando e disse: — Por que vocês estão pensando assim? O que é mais fácil dizer ao paralítico: “Os seus pecados estão perdoados” ou “Levante-se e ande”? Pois vou mostrar a vocês que eu, o Filho do Homem, tenho poder na terra para perdoar pecados. Então disse ao paralítico: — Eu digo a você: levante-se, pegue a sua cama e vá para casa. No mesmo instante o homem se levantou diante de todos, pegou a cama e foi para casa, louvando a Deus. - Lucas 5:18-25

PPcast UNIARA
Adaptações e remakes de filmes e séries

PPcast UNIARA

Play Episode Listen Later Sep 14, 2022 22:01


Alguns fizeram muito sucesso e outros nem deveriam ter existido. Separamos algumas preciosidades para entender como funciona esse mercado e como um livro, HQ e até jogos de vídeo game viraram filmes. Fique por dentro curtindo o PPcast : ) --- Send in a voice message: https://anchor.fm/ppcast/message

Saúde Digital
#Ep.163 - Tá de clinicagem - História e Trajetória

Saúde Digital

Play Episode Listen Later Sep 13, 2022 34:20


SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória. Neste episódio, uma conversa com os médicos Pedro Magno e João Mendes, co-fundadores do canal Tá de Clinicagem, o TdC, o principal podcasdt de medicina no Brasil. O TdC é uma plataforma de educação médica com propósito de entregar conteúdo fácil de consumir, feito de forma leve e prazerosa, discutindo casos clínicos e oferecendo cursos e um guia. Criado em 2019, o TdC conta hoje com +120.000 seguidores apenas no Instagram. Eles estão também nas principais plataformas. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Pedro  Natural do Mato Grosso, médico especialista em clínica médica pela UNIFESP, preceptor de residência e um dos fundadores do TdC. O background do João  Natural do Ceará, médico especialista em clínica médica pela UNIFESP, preceptor de residência e um dos fundadores do TdC. Como surgiu Um desejo dos então preceptores de residência de falar de clínica médica para mais pessoas e ter um podcast de medicina no Brasil, falar de casos clínicos  de forma bem extrovertida. O nome traduz esse desejo de entregarem conteúdo de forma "diferente, descontraída e mais fácil, horizontal, colaborativa..." Até pegar tração Entre a ideia e a gravação do 1º episódio se passaram 3 meses, usando microfone de lapela, posicionado no meio da mesa e compartilhado por 4 médicos com muito entusismo. Linha editorial Casos clínicos em clima de mistério sobre o diagnóstico, com abordagens diferentes; Usam casos da prática deles no Hospital Universitário e eventualmente de jornal; Alguns fatores que fazem com que o caso mereça discussão: manisfestação atípica de doença comum; diagnóstico raro; que tenha reviravolta; uma síndrome comum com subsíndrome; com falsa pista. A ideia é simular a prática do médico. Manter-se nas redes Usar a estratégia omnichannel; Estar no Instagram, porque é uma rede muito forte no Brasil; Entender que as regras vão mudar o tempo inteiro e é preciso se adaptar; Saber que a distribuição orgânica caiu muito, então é preciso testar novos formatos; Fazer tracking dos dados para entender o que as pessoas querem mais e onde está chegando mais e variar posts. Pilares do TdC Cuidar da precisão da informação e a forma como o conteúdo é passado. Pra monetizar Fabricação de cursos on-line em formato de Talk Curso; Guia TdC: serviço de assinatura em que o membro recebe semanalmente atualizações sobre as principais publicações médicas do mundo sobre temas variados em formato texto e podcast. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema. E agora no Spotify também em formato VideoCast. Episódios Anteriores - Acesse! SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde Músicas | Declan DP - Raindrop | Story | With you "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

Saúde
Tratamento hormonal melhora cognição de pacientes com Síndrome de Down, mostra estudo

Saúde

Play Episode Listen Later Sep 13, 2022 6:40


A pesquisa foi publicada no início de setembro na revista científica americana Science. Ela mostrou que uma terapia à base de um neuro-hormônio (GnRH) melhorou a capacidade cognitiva dos pacientes. Em todo o mundo, a trissomia do cromossomo 21 atinge em média 1 a cada mil crianças nascidas vivas, que sofrem diversas disfunções orgânicas. Taíssa Stivanin, da RFI O neuro-hormônio GnRH (Gonadotropin-Releasing Hormone, em inglês) capaz de trazer mais qualidade de vida para os pacientes com a Síndrome de Down é um peptídeo produzido no hipotálamo, localizado na base do cérebro. Esse órgão coordena várias funções fisiológicas, inclusive a reprodutiva. O GnRH estimula a liberação de gonadotrofinas hipofisárias, que por sua vez estimulam a produção de hormônios sexuais como o estrogênio e a testosterona. Mas, recentemente, os cientistas descobriram que ele também age melhorando as conexões neuronais. O estudo publicado na Science foi dividido em duas partes. Na primeira, a equipe do diretor de pesquisas do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (Inserm), Vincent Prévot, estudou o mecanismo da regulação desse hormônio em camundongos com Síndrome de Down, em seu laboratório em Lille, no norte da França, especializado no estudo da reprodução. O biólogo brasileiro Mauro Silva, especialista em neuro-endocrinologia e atual pesquisador na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, é um dos 29 cientistas que participaram da pesquisa. Entre 2018 e 2021, ele atuou no laboratório francês, analisando, através da neurocirurgia, como os neurônios agiam no cérebro dos camundongos. “A gente sabe que muitos pacientes com Síndrome de Down, após a puberdade, são inférteis e têm problemas olfativos. Isso está associado à perda de alguns neurônios, que todos os vertebrados têm, incluindo humanos. Eles são chamados hormônios liberadores de gonadotrofinas ou GnRH, que é a sigla em inglês”, explicou Mauro Silva à RFI. Em pacientes com Síndrome de Down, explica, é constatada uma perda desses neuro-hormônios, que, lembrando, também controlam a reprodução nos mamíferos. “Basicamente, o que fizemos depois, foi administrar esse hormônio, o GnRH, nos camundongos. Mas não basta apenas dar o hormônio, ele tem que ser administrado de uma maneira pulsátil, em doses específicas, para não provocar o efeito contrário”, detalhou o biólogo brasileiro. Portadores da Síndrome de Down têm vários defeitos genéticos porque possuem uma cópia extra, parcial ou integral, do cromossomo 21. Isso faz com que tenham 47 cromossomos, em vez dos 46 habituais. “ A gente sabe que existem fatores genéticos que vão regular a transcrição de vários genes, como o que fabrica o hormônio GnRH, e o quanto ele é produzido ou não. Alguns desses fatores são chamados micro RNAs. Eles atuam no nosso genoma e determinam em que níveis serão produzidos pelo organismo”, ressalta o pesquisador brasileiro. Durante essa fase da pesquisa, os cientistas descobriram que as disfunções cognitivas e olfativas estavam relacionadas à secreção anormal de GnRH e à atuação de micro RNAs no cromossomo 21 extras dos portadores da síndrome. “Se você tem uma desregulação dos micros RNAs, que são muito importantes, você vai acabar influenciando também na quantidade de GnRH”, descreve. Ele explicou que um desses micro pedaços de RNA, o miR-200b, é particularmente importante nesse processo. Presente em menor quantidade nos genes de pacientes com a trissomia do cromossomo 21, ele inibe a produção de GnRH. A equipe então introduziu o miR-200b no cérebro dos camundongos, obtendo uma melhora cognitiva. Estudo clínico com humanos Apesar de ser uma descoberta importante, a manipulação do genoma feita durante a pesquisa fundamental não era possível em humanos por diversos motivos, inclusive éticos. Mas, com base nos primeiros resultados obtidos com a aplicação direta do neuro-hormônio, o Hospital Universitário de Lausanne, na Suíça, conduziu, concomitantemente, um estudo clínico com sete pacientes portadores de Síndrome de Down, entre 20 e 50 anos de idade. Eles foram equipados com bombas programáveis à distância, por computador, que forneciam através de uma injeção subcutâne,a uma determinada dose do GnRH. Os pacientes que participaram da pesquisa receberam um “pulso” a cada duas horas, durante seis meses, com uma dose do hormônio. Seis deles apresentaram melhoras nas capacidades cognitivas, incluindo atenção e memória, em comparação a antes da terapia. Exames de ressonância magnética feitos antes e após o estudo demonstraram que a administração do hormônio melhorou o desempenho cognitivo e reforçou a comunicação entre algumas áreas do córtex cerebral e no tálamo, na parte central do órgão. “A conectividade do cérebro mudou durante esses seis meses, o que traz muita esperança para terapias que não envolvem apenas a Síndrome de Down, mas outras síndromes que afetam nosso cérebro. Isso mostra que nosso cérebro permanece muito plástico, até mesmo se você tem uma síndrome”, resume o biólogo brasileiro. “Não é cura, é ajudar o paciente a ter uma vida mais normal, comparada à vida de outros pacientes normais”, observa. O biólogo brasileiro conta que na Suíça os pesquisadores provavelmente testarão a terapia em mais pacientes e analisarão outros efeitos benéficos da administração da proteína no metabolismo ou na reprodução, por exemplo. O objetivo é, a médio prazo, buscar a aprovação do uso da bomba no mercado. Uma longa jornada que apenas começou, observa o cientista brasileiro.

O Antagonista
Cortes do Papo - Lula e 21 alvos da Lava Jato devem R$ 4,1 bilhões à Receita Federal

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 12, 2022 3:47


Alguns dos principais alvos da Operação Lava Jato - incluindo o ex-presidente Lula e seus asseclas - ainda devem somas expressivas à Receita Federal, por impostos e tributos não recolhidos. Levantamento da revista Veja, publicado nesta segunda (12), aponta que Lula e outros 21 alvos da Operação devem, conjuntamente, R$ 4,17 bilhões ao Fisco. Quem lidera a lista é o empresário Milton Schahin, que confirmou pagamentos de propina em contratos na Petrobras: de acordo com dados da Dívida Ativa da União (DAU), ele deve R$ 1,3 bilhão, em seu nome e no do extinto Banco Schahin. Isso o coloca na lista dos 400 maiores devedores do país, entre pessoas físicas e jurídicas. O segundo nome da lista é Alberto Youssef, o doleiro que desencadeou a Operação Lava Jato: ele hoje deve R$ 990 milhões. Dados analisados por O Antagonista mostram que ele possui três inscrições ativas com valores superiores a R$ 140 milhões, que incluem processos administrativos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) e na Justiça. Lula, descondenado pelo Supremo, ainda não conseguiu se livrar da cobrança de dívida tributária em seu nome: R$ 19,3 milhões ao Fisco, segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). É mais que seu ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (R$ 2,3 milhões) e menos que José Dirceu, que tem débitos de quase R$ 74 milhões. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Dash Dinheiro Digital Podcast
Inverno Cripto, Inflação, Dólar alto e o Mindset do Trade

Dash Dinheiro Digital Podcast

Play Episode Listen Later Sep 12, 2022 28:48


O mercado de criptomoedas é um ciclo que em momentos exalta os traders, mas em outros ensina uma dura lição. Atualmente, nós estamos sob o inverno cripto, onde a tendência geral das criptomoedas é de baixa. Não significa que não haverão criptomoedas que irão desempenhar uma performance de alta ou que, em geral, haverá somente queda. Isso significa que a média do comportamento dos preços das criptomoedas, é de queda. Alguns especialistas ao se deparar com o mercado de criptomoedas, sob as condições macroeconômicas atuais, não entendem que o Bitcoin tenha chegado ao fundo. A estratégia de muitos é fazer pequenos aportes considerando a tendência que esperam que o Bitcoin tenha. A busca de saber se já chegamos no fundo é por conta de uma questão oculta não respondida aos trades: quando que o inverno cripto vai acabar? Os projetos paralelos do mercado criptomoedas, somado com o cenário macroeconômico, podem permitir uma mudança na tendência do mercado cripto para as próximas semanas. Ainda que muitos só veem oportunidade de compra no Bull Market, muitos enxergam o Bear Market como uma oportunidade de acumular recursos. Sobre as condições macroeconômicas, atualmente estamos vendo um cenário muito preocupante, onde países estão cada vez mais endividados. Esta situação econômica acaba levando as instituições monetári s a tomarem medidas controversas, que podem vir a favorecer o mercado de criptomoedas, caso o desejo da população seja evitar os efeitos corrosivos da inflação. Isso significaria um possível aumento na demanda por criptomoedas que, Ceteris Paribus, se tornaria uma pressão para o aumento dos preços das criptomoedas em comparação às moedas fiduciárias. Um dos países que “aparecem no retrovisor” dos trades é os Estados Unidos, mais precisamente a sua moeda: o dólar americano. Os traders terão a tarefa de lidar com o Dólar. Uma estratégia interessante, é fazer um hedge de contrato futuro perpétuo para rentabilizar as stablecoins. Tudo isso foi discutido no Debate Descentralizado do canal Bitcoin Block, onde contou-se com a participação do Ivanildo Predador, investidor, trader e mentor no mercado desde de 2019 com mais de 1500 mentorados, e André Fauth. ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE: Nada do que foi escrito aqui caracteriza dica de investimento, faça a sua própria pesquisa.

Tapa da Mão Invisível
EP.203 - Machado de Assis e a imaginação moral do brasileiro

Tapa da Mão Invisível

Play Episode Listen Later Sep 10, 2022 105:24


No episódio de hoje, Paulo e Julio entrevistam Paulo Cruz, professor e palestrante nas áreas de filosofia e educação, sobre Machado de Assis e a formação do imaginário moral do brasileiro. Alguns dos assuntos tratados: - A importância de Machado de Assis para o Brasil - Como conectar o brasileiro a sua história? - A importância da formação do imaginário moral para uma sociedade - E muito mais! Todos os episódios estão disponíveis no Spotify, Soundcloud, Google Podcast, YouTube, Amazon Music e Apple Podcast. Visite o site dos nossos parceiros: DBI Contabilidade - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/dbi CapTable - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/cap Emigrar.me - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Concierge Bitcoin - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/btc Settee - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Acesse as show notes deste episódio em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/post/ep203 Apoie esta iniciativa em https://apoia.se/tapadamaoinvisivel Participe do nosso Seminário em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/seminariomises Minutagem: 0:00 - Recados iniciais e apresentação convidado 04:11 - O porque do episódio 08:53 - Porque ler Machado de Assis 21:34 - Imaginação moral e os clássicos 32:19 - Propaganda Concierge Bitcoin 33:32 - Literatura e mentalidade revolucionária 41:44 - Sobre a história do Brasil 01:01:43 - Perspectivas para o futuro 01:08:52 - A utilidade da literatura e dos autores

Getup Kubicast
#99 - Kubernetes 1.25 - O que há de novo?

Getup Kubicast

Play Episode Listen Later Sep 8, 2022 43:22


Com alguns de seus companheiros de Getup, João Brito comenta as mudanças mais relevantes da versão 1.25 do Kubernetes. Algumas delas são a remoção definitiva do PSP (PodSecurityPolicy), a depreciação do suporte para GlusterFS e a morte do Autoscaling v.2 beta 1. Tem também a entrada, ainda em estágio alfa, do recurso de namespace de Linux (não o do Kubernetes, heim!?) e o avanço para estável das features Pod Security Admission e Local Ephemeral Storage Capacity Isolation.Outra novidade é que o PDB (Pod Disruption Budget) vai para versão default, por isso recomendamos que mantenham os deploys produtivos com pelo menos duas réplicas para não ter dor de cabeça na hora de uma atualização, por exemplo.Em meio às observações da nova versão, a turma falou sobre os prós e contras de trabalhar com um cluster gerenciado vs um cluster no On-Premise; e se tem alguma future gate que faz falta num cluster de produção.LINKS do que foi comentado no programa:Artigo da Karol Valencia da Aqua Security: https://blog.aquasec.com/kubernetes-version-1.25KubiLab - Vídeo tutorial do Adonai Costa sobre o KEDA: https://gtup.me/KubilabKeda RECOMENDAÇÕES dos participantes:One Punch Man (livro de mangá)Attack on Titan (série de mangá)The Sandman (filme) Narradores de Javé (filme)Five Days at Memorial (série na Apple TV+)CONVITE! Estamos perto do Kubicast #100 e vamos comemorar esse marco de um jeito muito especial! No formato “ASK ME ANYTHING”, a audiência vai poder tirar todas as suas dúvidas sobre Kubernetes e afins! Inscreva-se para participar: https://getup.io/participe-do-kubicast-100. O evento acontece no dia 15/9 às 19h no Zoom.SOBRE O KUBICASTO Kubicast é uma produção da Getup, especialista em Kubernetes. Todos os episódios do podcast estão no site da Getup e nas principais plataformas de áudio digital. Alguns deles estão registrados no YT. #DevOps #Kubernetes #Containers #Kubicast 

Saúde Digital
#Ep.162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups

Saúde Digital

Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 32:55


SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups. Neste episódio, um retrato das startups brasileiras, em especial as healthtechs; produzido pela Abstartups e a Deloitte, qual o papel da associação; razões para a filiação e algumas lições aprendidas. O nosso convidado é o CEO da Associação Brasileira de Startups, Luiz Othero. A Abstartups é uma rede de desenvolvimento de startups que ajuda o ecossistema de inovação a crescer e se desenvolver em todo o Brasil. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Luiz  Um empreendedor nato: já teve fábrica, franquia da Claro e outras tentativas no modelo tradicional. Uma temporada nos Estados Unidos para entender melhor o mercado de tecnologia foi a virada de chave: usando o designer thinking, Luiz estrutura seu jeito de pensar e, assim, consegue ajudar empresas a construir produtos digitais. Luiz também atuou em aceleração de startups, open innovation, e atuou na healthtech Predicta. A missão da Abstartups A construção de um ecossistema que seja próspero e forte para todos os players envolvidos: captação de investimentos; atração de investimentos externo; conexão das empresas com o governo, com as comunidades de startups, empreendedores, universidades.  Como ela se mantém Os 7.000 associados, empreendedores, podem fazer parte escolhendo um dos 3 planos da associação, sendo o 1º gratuito, o Start. Os demais são o Growth e o Impact. Mas os reais mantenedores são corporações e empresas de tecnologia. Os benefícios para os associados  Conexão com grandes empresas investidoras e com as mantenedoras da associação; Acesso a serviços como da AWS (Serviço de nuvem da Amazon) e ferramentas Zendesk, Pipedrive, Hubspot, Miro. Mapeando as healthtechs no Brasil Para trazer dados para os investidores, é preciso mapear os movimentos. Junto da Deloitte, a Abstartups produziu um relatório sobre as healthtechs no Brasil, identificando o aumento do número de empresas durante a pandemia, as características e modelos de negócios adotados. Alguns dados como a distribuição pelo Brasil, concentradas em sua maioria no Sudeste e Sul do país, mostra o quanto é preciso desenvolver e distribuir recursos nas demais regiões. O que as healthtechs estão entregando Em sua maioria, as healthtechs hoje estão entregando ferramenta de gestão, telemedicina, utilizando-se do modelo SaaS, o que traz previsibilidade de receita. E também marketplace. E o modelo de negócio B2B2C é mais recorrente entre as startups. Seguido pelo modelo B2B. Embora os softwares predominem como produto, as startups que mais receberam investimento foram as que entregam dispositivos médicos talvez por trazer uma maior percepção de valor agregada aos produtos. Pilares da startup de sucesso Investimento em produto, contando com talentos em tecnologia e designer, focando em entregar uma experiência relevante para o usuário; Time, cultura, competitividade, criatividade; Marketing e vendas; Busca por recurso financeiro. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva Músicas | Declan DP -  Magical | Joy | Echo "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

Católico PodCast
O DIABO NÃO EXITE dizem alguns PADRES - Padre José Augusto

Católico PodCast

Play Episode Listen Later Sep 5, 2022 20:59


O DIABO NÃO EXITE dizem alguns PADRES - Padre José Augusto --- Send in a voice message: https://anchor.fm/jlio4/message

Tapa da Mão Invisível
EP.202 - Proposta de governo de Lula

Tapa da Mão Invisível

Play Episode Listen Later Sep 3, 2022 120:09


No episódio de hoje, Paulo e Julio analisam a proposta de governo do ex-presidente Lula para o Brasil, caso vença as eleições de 2022. Alguns dos assuntos tratados: - Análise do mandato de Lula como presidente - Comentários das propostas de governo - E muito mais! Todos os episódios estão disponíveis no Spotify, Soundcloud, Google Podcast, YouTube, Amazon Music e Apple Podcast. Visite o site dos nossos parceiros: DBI Contabilidade - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/dbi CapTable - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/cap Emigrar.me - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Concierge Bitcoin - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/btc Settee - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Acesse as show notes deste episódio em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/post/ep202 Apoie esta iniciativa em https://apoia.se/tapadamaoinvisivel Participe do nosso Seminário em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/seminariomises Minutagem: 00:00 - Recados iniciais 04:31 - Sobre o plano de governo 09:01 - Sobre os governos Lula 1 e 2 28:42 - Propaganda CapTable 29:32 - O que tem no plano de governo do PT 44:43 - Uma análise minuciosa do plano 01:06:25 - Propaganda Emigrar.me 01:07:24 - A lógica do sistema estatal 01:32:02 - As ideias do Lula para a economia 01:46:20 - Propaganda Davoglio de Souza Advogados Associados 01:46:51 - Perguntas de patrão 01:57:53 - Dicas de livros

Getup Kubicast
Kubicast #98 - Kubernetes no Azure e .NET com Renato Groffe

Getup Kubicast

Play Episode Listen Later Sep 1, 2022 46:37


Nesse episódio, trazemos o ilustre Renato Groffe, o cara das lives de Azure, .NET e desenvolvimento de software em geral. Engenheiro de Software Sênior e MVP da Microsoft, o Renato está com o .NET desde que tudo era mato!  Para explorar tudo o que ele sabe a respeito, falamos sobre .NET no Kubernetes, Linux Containers, benefícios de rodar Kubernetes no AKS, tracing para encontrar os bugs em microsserviços e Azure DevOps. LINKS do que comentamos no episódio:Kubicast #60 - http://gtup.me/kubicast-60LinkedIn do Renato - https://www.linkedin.com/in/renatogroffe/Medium do Renato - https://renatogroffe.medium.com/Coding Night - https://www.youtube.com/codingnightCanal .Net - https://www.youtube.com/canaldotnetGitHub - https://github.com/renatogroffeAzure na prática - https://azurenapratica.com/ - https://www.youtube.com/azurenapraticaAs RECOMENDAÇÕES do programa:Acompanhar os jogos da NBA AL- Andalus: O Legado - Documentário no canal HistoryTrês anúncios para um crime - Filme que está na Star +LEMBRETE! Estamos perto do Kubicast #100 e vamos comemorar esse marco de um jeito especial! Aguarde! SOBRE O KUBICASTO Kubicast é uma produção da Getup, especialista em Kubernetes. Todos os episódios do podcast estão no site da Getup e nas principais plataformas de áudio digital. Alguns deles estão registrados no YT. #DevOps #Kubernetes #Containers #Kubicast #AzureDevOps #.NET

Devocional Elegante Sempre
Devocional Elegante Sempre 01.09

Devocional Elegante Sempre

Play Episode Listen Later Sep 1, 2022 3:02


Leia: Lucas 2 “Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens.” Lucas 2:52 Reflita: Zelo pela infância Pouco o sabemos sobre a infância de Jesus, exceto pelo relato no evangelho de Lucas. Ele nos conta um pouco de Jesus aos 12 anos de idade e finaliza dizendo que ele crescia em sabedoria, graça e estatura diante dos homens. Um crescimento intelectual, espiritual e físico. As crianças sempre foram valorizadas no ministério de Jesus. De fato, é muito melhor e mais fácil ensinar as crianças do que corrigir os adultos. Por isso, devemos investir nos pequenos. Cuidando para que tenham crescimento intelectual, físico e espiritual adequados. Precisamos de um zelo muito grande para equilibrar essas três áreas. Hoje é comum ver em famílias muito religiosas uma ênfase excessiva (até por medo dos valores do mundo) na formação espiritual. Alguns pais tentam proibir os filhos de todo o contato com as coisas do mundo acreditando que assim os protegerão. No entanto, precisamos ter equilíbrio. Jesus mesmo pediu a Deus em nosso favor: “ Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal” Joao 17:15. Não podemos tirar nossos filhos do mundo para os proteger, mas podemos ensinar valores e confiar que Deus os protegerá sempre. Quando meu filho mais velho se tornou adolescente fiquei muito preocupada como lidar com as saídas, festas e até um intercâmbio para outro país que ele quis fazer. Em oração, o Senhor me respondeu: “Quando ele sai de casa você não vai com ele, mas eu vou. Quando ele está na escola você não está com ele, mas eu estou. Quando ele está no ônibus você não está lá, mas eu estou. Eu nunca o deixo.”E isso me trouxe paz. Ore: Pai amado, obrigada porque as crianças são importantes para ti. Que nós, pais cristãos, saibamos ensinar valores sem aprisionar nossos filhos. Que possamos amá-los e dar liberdade a eles para que cresçam e sempre honrem o nome do Senhor.

Aliança da Paz
Se você quiser fogo, estabeleça o altar - Ap. Marcos Sardinha

Aliança da Paz

Play Episode Listen Later Aug 30, 2022 67:27


Muitos cristãos estão desejosos de viver o fogo de Deus. Alguns tentam avaliar o fogo de Deus nos cultos através dos pastores, ou ministros de louvor, que estão ministrando nos púlpitos. MAS, A VERDADE QUE NÃO PODE SER DEIXADA DE LADO É: O FOGO ESPIRITUAL NÃO SOBE DO ALTAR PARA DEUS. MAS, O VERDADEIRO FOGO ESPIRITUAL DESCE DE DEUS EM RESPOSTA AO ALTAR.

Comida sem Filtro
Comida Sem Filtro #67 - Mais um estudo sobre adoçantes

Comida sem Filtro

Play Episode Listen Later Aug 29, 2022 20:27


Adoçantes podem alterar os micróbios no intestino, e isso não é bom; Estudo sugere que consumo de adoçante pode aumentar a glicose; Adoçantes artificiais podem prejudicar os níveis de açúcar e não devem ser considerados seguros; Alguns adoçantes artificiais podem aumentar o açúcar no sangue; - devemos voltar ao açúcar? Para ser avisado sobre cada novo episódio e receber os links das matérias mencionadas e as referências bibliográficas por e-mail, cadastre-se gratuitamente em https://drsouto.com.br/podcast Se você quer contar com a nossa ajuda para retomar os bons hábitos e emagrecer com saúde, participe do Desafio Retomada - INSCRIÇÕES ABERTAS - Clique aqui

Tapa da Mão Invisível
EP.201 - Guerra da Ucrânia e geopolítica

Tapa da Mão Invisível

Play Episode Listen Later Aug 27, 2022 99:19


No episódio de hoje, Paulo e Julio entrevistam Igor Lucena, economista e Doutor em Relações Internacionais pela Universidade de Lisboa, sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia. Alguns dos assuntos tratados: - Como funciona a geopolítica global - Razões e possíveis desfechos para a guerra - Os riscos do conflito aumentar - E muito mais! Todos os episódios estão disponíveis no Spotify, Soundcloud, Google Podcast, YouTube, Amazon Music e Apple Podcast. Visite o site dos nossos parceiros: DBI Contabilidade - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/dbi CapTable - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/cap Concierge Bitcoin - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/btc Settee - https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/bandeiras Acesse as show notes deste episódio em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/post/ep201 Apoie esta iniciativa em https://apoia.se/tapadamaoinvisivel Participe do nosso Seminário em https://www.tapadamaoinvisivel.com.br/seminariomises Minutagem: 00:00 - Introdução 00:58 - CV do candidato 02:21 - Recados iniciais 04:44 - Apresentação convidado 16:20 - Como estados projetam seu poder em outros países 24:51 - Propaganda CapTable 26:10 - Porque a guerra começou? 32:16 - O impacto da guerra na Rússia 35:23 - Impérios da humanidade e geopolítica 45:21 - Propaganda Concierge Bitcoin 47:00 - Como estava a região antes da guerra? 53:26 - Sobre a guerra, possível ampliação e realismo nas relações internacionais 01:13:24 - A guerra poderia ter sido prevenida? 01:17:57 - Propaganda Settee 01:19:00 - Sanções internacionais; Ocidente; crise energética 01:30:51 - Possíveis desfechos para a guerra 01:35:44 - Considerações finais e dicas de livros