Podcast appearances and mentions of Roberto Jefferson

  • 143PODCASTS
  • 302EPISODES
  • 34mAVG DURATION
  • 1DAILY NEW EPISODE
  • Dec 8, 2022LATEST
Roberto Jefferson

POPULARITY

20152016201720182019202020212022


Best podcasts about Roberto Jefferson

Latest podcast episodes about Roberto Jefferson

Colunistas Eldorado Estadão
Moura Brasil: Roberto Jefferson denunciado e PEC aprovada no Senado

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Dec 8, 2022 10:44


Na edição desta quinta-feira, o jornalista Felipe Moura Brasil comenta a denúncia do Ministério Público Federal, nesta quarta, contra o ex-deputado Roberto Jefferson por atacar policiais federais que foram prendê-lo. Jefferson recebeu os agentes com granadas e relatou em depoimento ter dado mais de 50 tiros de fuzil na direção dos policiais que cumpriam uma ordem do ministro Alexandre de Moraes.  Moura Brasil também analisa a aprovação, no Senado, nesta quarta, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição, que eleva em R$ 145 bilhões o teto de gastos para o pagamento do Bolsa Família. O colunista discute os principais temas que rondam o noticiário político do País, de segunda a sexta, às 8h30, no Jornal Eldorado.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Boletim Folha
Minas Gerais lidera em denúncias de assédio eleitoral

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 4:30


Moraes determina prisão de Roberto Jefferson por tempo indeterminado. E Justiça determina que metrô de São Paulo seja gratuito no domingo de eleição.  See omnystudio.com/listener for privacy information.

Novus Capital
NovusCast - 28 de Outubro 2022

Novus Capital

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 19:36


Nossos sócios Luiz Eduardo Portella, Tomás Goulart e Sarah Campos debatem, no episódio de hoje, os principais acontecimentos da semana no Brasil e no mundo.⁠ ⁠ ⁠⁠⁠⁠No cenário internacional, ocorreram diversas decisões de bancos centrais: no Canadá, a elevação da taxa de juros foi de 50 bps, menos que o esperado, com comunicação chamando atenção para os primeiros impactos de política monetária; no Japão, a taxa permaneceu inalterada, e foi mantido o guidance mais dovish; na Europa, a elevação foi de 75 bps, mas o comunicado foi também interpretado como tendo um tom mais dovish. Além disso, ainda por lá, foram divulgados dados de atividade (PMIs) e inflação, ambos demonstrando piora. Na China houve o término do Congresso do Partido Comunista Chinês, que consolidou o poder de Xi Jinping e a manutenção da política de Covid zero. Por fim, nos EUA, foram divulgados dados trimestrais de salário, que trouxeram sinais um pouco mais positivos, além de dados de inflação (PCE) e atividade (PIB). ⁠ No Brasil, foram divulgados: o IPCA-15, que veio acima do esperado, mas com núcleos importantes voltando à trajetória de metas; dados de emprego, ainda bastante positivos, com criação de vagas formais e baixa taxa de desemprego; e dados de confiança do começo do 4º trimestre, um pouco mais fracos que o esperado. Além disso, o Copom se reuniu e manteve a Selic e a comunicação inalteradas. No cenário eleitoral, o noticiário foi movimentado, com casos como o do ex-deputado Roberto Jefferson, da contestação a respeito das inserções nas rádios e das possíveis indicações de Henrique Meirelles. A semana foi, novamente, marcada por bastante volatilidade. Nos EUA, foram divulgados importantes resultados empresariais, e as bolsas fecharam em +3,95% (S&P500) e +2,09% (Nasdaq). O juro de 10 anos fechou 20 bps, enquanto o de 2 anos fechou 6 bps. Por aqui, o Ibovespa caiu 4,49%, o juro (jan/27) abriu 13 bps, e o real desvalorizou 2,50%. Na próxima semana ocorrerá reunião do Fed, serão divulgados dados de emprego nos EUA e, no Brasil, será importante acompanhar a disputa eleitoral.  ⁠ ⁠⁠Não deixe de acompanhar pra ficar por dentro do que rolou na semana e o que esperar da próxima!

BMJ Consultoria
Últimos dias de Campanha: Presidência, Estados e TSE

BMJ Consultoria

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 43:00


A última semana de campanha dos candidatos à Presidência da República foi marcada por escândalos e diversas ações no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É neste cenário que a população brasileira se prepara para ir às urnas no domingo (30) para eleger o próximo Presidente e governadores de 12 estados. Para comentar a reta final, reunimos neste episódio nossos consultores Ana Granado, Érico Oyama, Gabriela Rosa e Raquel Alves. Você vai conferir os impactos da prisão do ex-deputado federal, Roberto Jefferson, para a campanha de reeleição do Presidente Jair Bolsonaro (PL), além das denúncias de falhas na veiculação da propaganda eleitoral do candidato, apresentadas ao TSE. O ministro Alexandre de Moraes negou o pedido para que a Corte investigasse uma suposta supressão de propagandas nas rádios favorecendo Lula da Silva (PT). Entretanto, a demissão de um servidor ligado ao setor de distribuição de propaganda em rádios do Tribunal está sendo explorada por Bolsonaro, que defendeu o adiamento do segundo turno. Outro destaque da semana foi a afirmação do Ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a desindexação do salário-mínimo da inflação. O tema deve ser bastante explorado por Jair Bolsonaro e Lula no último debate televisionado que acontece hoje. Nossos especialistas também comentam as últimas decisões do TSE, que tenta controlar a veiculação de notícias falsas e julga diversas ações apresentadas pelas campanhas, envolvendo também o Superior Tribunal Federal. Por fim, também trazemos um panorama das disputas aos governos dos estados, em especial Bahia, Manaus, Rio Grande do Sul e São Paulo, que representa o maior colégio eleitoral do Brasil. Bolsonaro apresentou uma certa vantagem em relação a Lula no primeiro turno na capital paulista e apoia Tarcísio de Freitas para o governo do estado. Também na disputa, Fernando Haddad tem o apoio de Lula. Confira todos esses temas em mais uma edição do BMJ Podcast!

Foro de Teresina
#224: Saída à la Jefferson

Foro de Teresina

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 63:37


Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky comentam os impactos da prisão de Roberto Jefferson na campanha de Jair Bolsonaro, as críticas do presidente ao TSE, os últimos ajustes na campanha de Lula para manter a liderança na reta final da eleição e os debates para governador nos estados.  Acesse os links citados neste episódio: https://piaui.co/foro224   Envie sua mensagem para o Correio Elegante no nosso e-mail: forodeteresina@revistapiaui.com.br 

revista piauí
#224: Saída à la Jefferson

revista piauí

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 63:40


Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky comentam os impactos da prisão de Roberto Jefferson na campanha de Jair Bolsonaro, as críticas do presidente ao TSE, os últimos ajustes na campanha de Lula para manter a liderança na reta final da eleição e os debates para governador nos estados. Escalada: 00:00 1º bloco: 04:06 2º bloco: 19:24 3º bloco: 35:36 Kinder Ovo: 52:53 Correio Elegante: 56:18 Créditos: 1:01:29 Bloco 1: Parece desespero A campanha de Bolsonaro acusa rádios de estados do Nordeste e de Minas Gerais de não veicularem suas propagandas políticas, privilegiando a campanha de Lula. O factoide levantado pelos bolsonaristas sucede a uma série de acontecimentos que têm prejudicado a campanha do presidente, como a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson e a declaração de Paulo Guedes sobre a desindexação do salário mínimo à inflação. Bloco 2: Lula lá? Segundo pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira (27), o ex-presidente Lula segue na frente, com 49% das intenções de votos, contra 44% de Jair Bolsonaro. A manutenção do petista na liderança tem a ver com as recentes mudanças na campanha do candidato, que deu uma série de entrevistas focadas no público jovem, além de propagar peças com foco na esperança e no futuro. Bloco 3: Cenários nos estados A TV Globo e afiliadas organizaram debates com os candidatos a governador que disputam o segundo turno. Em São Paulo, Haddad evita o nome de Lula, e Tarcísio precisa se explicar sobre o suposto atentado em Paraisópolis. Em Pernambuco, Raquel Lyra mantém neutralidade sobre o voto à Presidência, Marília Arraes reforça a proximidade com Lula, e ambas trocam acusações. No Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni faz discurso antivacina, e Eduardo Leite tenta pressionar adversário e fazê-lo errar. Para acessar reportagens citadas nesse episódio: https://piaui.co/foro224 ​​​​​​​​​​Assista aos bastidores da gravação: https://piaui.co/ftprivilegiado​ ​​​​​Aqui, uma playlist com todos os episódios do Foro: https://piaui.co/playlistforo​ ​​​​​​​​​​O Foro de Teresina é o podcast de política da revista piauí, que vai ao ar todas as sextas-feiras, a partir das 11h. O programa é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí. Ouça também os outros podcasts da piauí: o Maria vai com as outras, sobre mulheres e mercado de trabalho (https://piaui.co/playlistmaria​​​​​​​​​), e A Terra é redonda, sobre ciência e meio ambiente (https://piaui.co/playlistaterra​​​​​​). Ficha técnica: Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky Coordenação geral: Évelin Argenta Direção: Mari Faria Edição: Évelin Argenta e Tiago Picado Produção: Marcos Amorozo Apoio de produção: Cláudia Holanda Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno Identidade visual: João Brizzi Ilustração: Fernando Carvall Teaser (Foro Privilegiado): Mari Faria Distribuição: Marcos Amorozo Coordenação digital: Juliana Jaeger e FêCris Vasconcellos Checagem: João Felipe Carvalho Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

Primeiro Café
#440 O que está em jogo nas #Eleições2022? Bate-papo pré-eleitoral com colunistas

Primeiro Café

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 73:50


SEXTA, 28/10/2022: Domingo será um novo dia de um novo tempo que vai recomeçar. E você já já vai entender porque eu comecei com essa referência à música de final de ano da Globo. Por mais que nos provoque os instintos mais primitivos, como diria o pistoleiro Roberto Jefferson, o fato de quase metade dos eleitores brasileiros ainda consideram votar em um ser como Bolsonaro, a eleição do próximo domingo é a última chance que o Brasil tem de se livrar de uma dinastia das milícias.Desde o dia em que confirmou que seria candidato, Lula tem dito que ele só aceitou porque nesta eleição não é um candidato do PT. Lula é o líder de um movimento de reconstrução do país após quatro anos de um governo nefasto em absolutamente todos os sentidos. É por isso que estão ao seu lado figuras que pensam tão diferente dele, a começar pelo vice Geraldo Alckmin.Eleger Lula presidente é a nossa última chance. Tivemos outras. Poderíamos, para começo de conversa, não ter votado com o fígado em 2018 e permitido a ascensão ao poder de um aprendiz de fascista. Com ele eleito, poderíamos ter sorteado qualquer um dos seus vários crimes para tirá-lo do poder com um processo de impeachment. Poderíamos, também, ter rejeitado sua candidatura à reeleição por causa de seu discurso golpista e antidemocrático.Não fizemos nada disso porque não depende da gente. Isso depende daquelas famosas "instituições". Mas elas, que foram cúmplices do golpe de 2016 contra Dilma, durante o governo de Bolsonaro foram covardes. Nos deixaram com esse pepino para descascar. Mandar o Jair embora vai depender da gente, com a arma mais poderosa que temos e para a qual não precisamos de registro de CAC: o voto.SAIBA MAIS: https://primeiro.cafe/APOIE: https://apoia.se/primeirocafe

Durma com essa
Extratos da semana dos tiros e granadas de Roberto Jefferson

Durma com essa

Play Episode Listen Later Oct 28, 2022 9:24


A última semana de campanha eleitoral. O ataque armado de Roberto Jefferson, aliado de Bolsonaro, contra policiais. A tentativa do presidente de criar confusão e deslegitimar o pleito. A carta de Lula com propostas econômicas e sociais. E mais Acesse a Gama Revista e leia a nova edição da Semana a partir de domingo: https://gamarevista.com.br/ Links para as matérias citadas: Os sorrisos antes da prisão de um aliado de Bolsonarohttps://www.nexojornal.com.br/podcast/2022/10/24/Os-sorrisos-antes-da-prisão-de-um-aliado-de-BolsonaroComo o ataque de Jefferson expõe o extremismo brasileirohttps://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/24/Como-o-ataque-de-Jefferson-expõe-o-extremismo-brasileiroA confusão criada em torno das inserções eleitorais de rádiohttps://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/26/A-confusão-criada-em-torno-das-inserções-eleitorais-de-rádioQuais os pontos de tensão criados por Bolsonaro para o 2º turnohttps://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/26/Quais-os-pontos-de-tensão-criados-por-Bolsonaro-para-o-2º-turnoA carta de Lula que defende ‘uma política fiscal responsável'https://www.nexojornal.com.br/podcast/2022/10/27/A-carta-de-Lula-que-defende-‘uma-política-fiscal-responsável'Quais as apostas finais das campanhas antes do votohttps://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/27/Quais-as-apostas-finais-das-campanhas-antes-do-votoDez semanas de campanha presidencial analisadas uma a umahttps://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/27/Dez-semanas-de-campanha-presidencial-analisadas-uma-a-umaO 2º turno de paulistas, baianos, gaúchos e pernambucanoshttps://www.nexojornal.com.br/podcast/2022/10/26/O-2º-turno-de-paulistas-baianos-gaúchos-e-pernambucanosO que move a adoção do passe livre nas eleições de 2022https://www.nexojornal.com.br/expresso/2022/10/25/O-que-move-a-adoção-do-passe-livre-nas-eleições-de-2022

Morning Show
MORNING SHOW - 27/10/2022 - 1 ano de Jovem Pan News

Morning Show

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 117:46


Moraes nega pedido de Bolsonaro para investigar suposto boicote no rádio. Em live, Lula defende retomada de negócios com Venezuela. Ministra Cármen Lúcia recebe apoio de colegas da Suprema Corte após ofensas de Roberto Jefferson.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Rádio Gaúcha
Último debate entre candidatos ao governo do RS, Feira do Livro começa amanhã - 27/10/2022

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 5:01


O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico, da Polícia Civil, realizou hoje a incineração de mais de 10 toneladas de entorpecentes apreendidos pelas polícias estaduais. A RBS TV realiza hoje o último debate do segundo turno entre os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul. Policiais civis cumpriram, nesta quinta-feira, cinco mandados de busca e apreensão em Porto Alegre e Viamão contra uma quadrilha investigada por clonar cartões de crédito ou bancários para adquirir alimentos pela internet. O ministro Alexandre de Moraes converteu a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson em flagrante para preventiva, ou seja, não há prazo determinado para que ele seja solto. A 68ª Feira do Livro de Porto Alegre começa amanhã no Centro Histórico da Capital. Mais notícias em gzh.com.br

5 Fatos
Último dia de comícios na reta final das campanhas

5 Fatos

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 18:36


O candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) aproveitou o prazo final para a realização de comícios nesta quinta-feira (27). Ele fez atos públicos em cidades do Rio de Janeiro. Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumpriu agenda em São Paulo, onde está desde o início da semana.  Ouça o podcast e saiba mais sobre os prazos finais para atividades de campanha antes do segundo turno, marcado para o próximo domingo (30). E ainda, João Amoedo é suspenso do Partido Novo, Roberto Jefferson tem prisão preventiva decretada, desemprego tem melhor desempenho desde 2015 e zona do euro eleva novamente a taxa de juros. Produção e roteiro: Camila Olivo, Ramana Rech, Rodrigo Tammaro e André PinheiroEdição de áudio e sonorização: Cláudio Cuca    

Eldorado Expresso
Moraes transforma em preventiva prisão de Jefferson

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 14:57


Na reta final da campanha presidencial, casos de constrangimento para forçar eleitores a escolherem um ou outro candidato cresceram em todo o Brasil. Dados do Ministério Público do Trabalho apontam que somente as denúncias de assédio eleitoral contra trabalhadores da iniciativa privada e servidores aumentaram mais de 2.500% entre o primeiro e o segundo turnos da eleição. O órgão afirmou que não classifica as denúncias de acordo com os partidos políticos. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal converteu a prisão em flagrante do ex-deputado Roberto Jefferson, do PTB, em prisão preventiva. Nesse tipo de prisão, não há um prazo específico para que a medida deixe de vigorar. A saída do preso depende de nova decisão judicial. Jefferson foi preso no domingo, após disparar tiros de fuzil contra policiais federais e atirar granadas nos agentes. Ainda: a queda na taxa de desemprego no país e as cidades que sorteiam brindes para aumentar a vacinação de crianças contra a poliomielite. Ouça estas e outras notícias desta quinta-feira, 27, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Tanguy Pastureau maltraite l'info
Le député brésilien lance des grenades

Tanguy Pastureau maltraite l'info

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 5:12


durée : 00:05:12 - Tanguy Pastureau maltraite l'info - par : Tanguy Pastureau - Tanguy nous parle aujourd'hui de Roberto Jefferson, un député brésilien assigné à résidence qui a accueilli la police venue le chercher à coup de grenades et de fusils d'assaut. Un monsieur dans la pondération, donc.

Abertura de Mercado
Instabilidade política a dias do segundo turno abala Ibovespa; dólar sobe 5%

Abertura de Mercado

Play Episode Listen Later Oct 27, 2022 20:32


Desde que a semana começou, a Bolsa de Valores brasileira já perdeu mais de 7 mil pontos. O dólar, de lá para cá, subiu em quase 5%. O movimento é, em grande parte, devido à proximidade do segundo turno das eleições, embora também reflita a instabilidade do cenário internacional e a frustração com resultados trimestrais de grandes players do mercado, como big techs e bancos. A volatilidade negativa também bate à porta nesta quinta-feira (27). A crise política saltou do episódio do último domingo, com a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson e a resistência violenta aos agentes da Polícia Federal, para a contestação da campanha de Jair Bolsonaro (PL) sobre as inserções em rádios, que, na última quarta, culminou na exoneração de um funcionário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em decisão do ministro Alexandre de Moraes, a autoridade eleitoral decidiu por não acatar às denúncias, enquanto as rádios apontadas pelo QG bolsonarista também refutaram a acusação de manipulação de inserções que estariam prejudicando a campanha do presidente. Em resposta, Bolsonaro convocou a imprensa para falar que sua campanha estava sendo prejudicada e que as provas colhidas são contundentes. Escalando ainda mais o tom de incerteza em cima do processo eleitoral, a poucos dias do segundo turno, o candidato à reeleição disse que irá recorrer da decisão da justiça eleitoral, "indo até as últimas consequências dentro das quatro linhas da Constituição". Nesse ambiente, o Banco Central (BC) manteve a taxa Selic em 13,75% ao ano, e o comunicado do Comitê de Política Monetária veio praticamente idêntico ao da reunião anterior, salvo um alerta sutil sobre como o mundo anda preocupado com o equilíbrio fiscal das contas públicas nas principais economias. Apresentado por Thais Herédia e Priscila Yazbek, o CNN Money apresenta um balanço dos assuntos do noticiário que influenciam os mercados, as finanças e os rumos da sociedade e das dinâmicas de poder no Brasil e no mundo.

Eliane Cantanhêde responde
"A campanha é incrível pela estabilidade"

Eliane Cantanhêde responde

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 21:38


Pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira, 26, mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 53% dos votos válidos para retornar ao Palácio do Planalto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 47% para a reeleição. O levantamento começou a ser feito no último domingo, 23, dia em que Roberto Jefferson disparou com fuzil e atirou granadas contra agentes da Polícia Federal, ou seja, abarca os efeitos desse episódio. "A campanha é incrível pela estabilidade; acontecem várias coisas e nada mexe nelas. E o Lula se mantém sempre na frente; todos os levantamentos dão uma margem de diferença de pelo menos quatro pontos. Com seis dias da eleição, é muito difícil Bolsonaro tirar essa diferença porque são muitos milhões de votos", diz Eliane.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Boletim Folha
Perícia da PF vê indícios de que Roberto Jefferson premeditou ataque a policiais

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 4:35


Gabinete de Moraes no TSE aponta atuação política e exonera assessor. E Papa Francisco reza pelo Brasil e pede fim do ódio a 4 dias do 2º turno. See omnystudio.com/listener for privacy information.

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "A campanha é incrível pela estabilidade"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 21:38


Pesquisa PoderData divulgada nesta quarta-feira, 26, mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 53% dos votos válidos para retornar ao Palácio do Planalto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem 47% para a reeleição. O levantamento começou a ser feito no último domingo, 23, dia em que Roberto Jefferson disparou com fuzil e atirou granadas contra agentes da Polícia Federal, ou seja, abarca os efeitos desse episódio. "A campanha é incrível pela estabilidade; acontecem várias coisas e nada mexe nelas. E o Lula se mantém sempre na frente; todos os levantamentos dão uma margem de diferença de pelo menos quatro pontos. Com seis dias da eleição, é muito difícil Bolsonaro tirar essa diferença porque são muitos milhões de votos", diz Eliane.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Primeiro Café
#439 Antes de votar, você precisa conhecer o plano econômico secreto de Bolsonaro e Guedes | Pensa Comigo

Primeiro Café

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 73:36


QUARTA, 26/10/2022: Já tem Papai Noel nas vitrines das lojas e a sensação é que chega o Natal e não chega o segundo turno das eleições. Mas vai chegar. Será no próximo domingo o dia de mandar o Jair embora. A campanha do segundo turno foi a mais longa, literalmente, da nossa história. Além da sensação de que cada dia dura uma semana e cada semana dura um mês, esse foi, de fato, o maior período de campanha para o segundo turno. Foram quatro semanas intensas.Tudo começou com baixaria que nascia na internet e rapidamente ganhava espaço nas propagandas de TV e nas bocas dos candidatos. A campanha de Bolsonaro começou acusando Lula de ser satanista. Aí recuperaram as visitas de Bolsonaro à maçonaria e o assunto pegou mal entre religiosos. A baixaria morreu aos poucos…Depois, foi a campanha de Lula que recuperou um vídeo do atual presidente dizendo que comeria carne humana e só não comeu porque ninguém quis o acompanhar numa aldeia indígena onde estavam cozinhando um índio. A história, que era mentira, óbvio, também repercutiu bastante. Como reação, o bolsonarismo reforçou a distribuição de fake news dizendo que Lula vai implantar banheiros unissex nas escolas, o que é mentira, e apostando no discurso anti-corrupção, que é um calcanhar de Aquiles de Lula por causa das alianças do passado com partidos e personagens que hoje estão do lado de Bolsonaro. Os condenados no mensalão, Roberto Jefferson e Valdemar Costa Neto, são bolsonaristas. O partido que mais roubou a Petrobras, o PP - hoje progressistas - apoia Bolsonaro. O escândalo dos 51 imóveis comprados pela família de Bolsonaro em dinheiro vivo, os pastores corruptos do MEC, o pedido de propina de 1 dólar por dose de vacina contra a covid-19, o engavetador geral da república e outras graves denúncias contra o atual governo também tornaram esse discurso inviável para Bolsonaro. Ele sabe que tem teto de vidro e que, mais corrupto do que ele, não há. Na sequência, Bolsonaro fez uma fala de tom pedófilo, dizendo que "pintou um clima" com meninas refugiadas venezuelanas de 14 anos. Segundo ele, as meninas estavam se prostituindo. Era mentira, claro, e esse fato continua sendo explorado pelas campanhas. As meninas participavam de uma ação social em Brasília e o presidente usou de forma nojenta e repugnante o episódio. A campanha de Lula parece que se deu conta a tempo que levar as baixarias para a TV poderia irritar o eleitor e, assim, aumentar a abstenção no próximo domingo. Lula passou, então, a focar em suas propostas: isenção de imposto de renda para quem ganha até 5 mil reais, aumento real do salário mínimo, entre outras.Ao mesmo tempo, Lula foi reunindo apoios de democratas e antigos críticos: Simone Tebet, o PDT, Marina Silva, FHC, Sarney, os criadores do Plano Real, João Amoedo, parte do PSDB, boa parte do MDB, Alexandre Frota, aquele cara do Casseta e Planeta, o Casimiro, e outras personalidades, artistas, influenciadores e políticos.Bolsonaro também reuniu apoios: Guilherme de Pádua, goleiro Bruno, pastores picaretas, empresários golpistas e, claro, Roberto Jefferson. Bob Jeff, aquele condenado no mensalão que, inclusive inventou a narrativa do mensalão, provocou sua volta à prisão e, quando a PF chegou na casa dele, deu 50 tiros de fuzil e jogou 3 granadas nos policiais. Dois ficaram feridos. O atentado bugou o bolsonarismo. Eles não sabiam se defendiam o terrorista ou se condenavam. Só se decidiram quando o próprio Bolsonaro bateu o martelo que a ordem era abandonar o amigo querido. Todos esses casos midiáticos não mexeram em nada nas pesquisas eleitorais. Mas aí, na última semana de campanha, chegou a cereja do bolo que, de fato pode tirar voto desse traste que alguns chamam de presidente se você se ligar e passar essa mensagem pra frente. Presta atenção: Dois dos principais jornais do país, a Folha, que não chama Bolsonaro de extrema-direita até hoje, e o Estadão, aquele da escolha muito difícil, revelaram o plano secreto de Bolsonaro e de Paulo Guedes para a economia.As ideias do posto Ipiranga fazem parte de um desespero para tentar fechar as contas no ano que vem, já que o governo Bolsonaro foi usado de maneira descarada para fazer campanha. E, claro, o dinheiro público também. Adiantamento dos auxílios, uso eleitoreiro da Caixa, de ministérios e de ministros.Mas, afinal, no que consiste o plano econômico secreto de Bolsonaro? Basicamente em duas frentes, uma que atinge os mais pobres e outra que atinge a classe média. São essas pessoas que o governo Bolsonaro quer que paguem as contas eleitoreiras que Bolsonaro fez para tentar se reeleger.Primeiro, o palavrão: desindexação do aumento do salário mínimo à inflação do ano anterior. Traduzindo: Paulo Guedes quer desobrigar o governo a aumentar o salário mínimo pela inflação do ano anterior. Isso significa, na prática, que o salário mínimo vai valer menos a cada ano. Aliás, o governo Bolsonaro não deu nenhum aumento real do mínimo. Aumento real é quando o reajuste vai além de repor a inflação. Essa regra foi criada no governo Lula, que aumentava o salário pela inflação do ano anterior mais o crescimento do PIB - a soma de tudo o que país produz e vende. Bolsonaro quer que o reajuste do salário seja pela meta de inflação, um número fictício criado a bel prazer da equipe econômica no poder. Se a regra dele fosse aplicada desde 2002, o salário mínimo hoje seria de cerca de 500 reais, menos da metade do que é. O salário mínimo não impacta só quem ganha o salário mínimo, impacta aposentadorias e outras contas que estão atreladas a ele. Os aposentados e pensionistas, por exemplo, seriam os primeiros que passariam a receber menos. Um exemplo, que eu sei que esse negócio de economia é confuso mesmo: pela regra do Bolsonaro e do Guedes, o salário mínimo de agora seria reajustado em pouco mais de 3%, que era a meta de inflação, mas o aumento dos preços no ano passado foi de mais de 10%. Essa proposta nefasta impactaria diretamente os mais pobres. BolsoGuedes querem que os pobres paguem a conta do rombo que eles fizeram no caixa do governo para tentar comprar a eleição.A outra ideia do Ministério da Economia do governo Bolsonaro para o ano que vem impacta diretamente a classe média. Aqueles que reclamam todo o ano da mordida do leão, quando entregam o imposto de renda e são obrigados a pagar ainda mais. Um estudo feito por técnico do Paulo Guedes propõe retirar gastos com saúde e educação do cálculo de deduções do Imposto de Renda. Assim, o governo receberia mais grana de impostos para tentar tapar o buraco feito por Bolsonaro com as medidas eleitoreiras. A tabela do imposto de renda, aliás, não é atualizada há anos. Hoje, até quem ganha menos de dois salários mínimos por mês tem que pagar imposto de renda.Nem preciso dizer que a revelação do plano econômico secreto de Bolsonaro e Paulo Guedes caiu como uma bomba na campanha deles. Mas aí eles utilizaram uma explicação recorrente e que não demanda mais aprofundamento: a culpa é do PT. É verdade. O ministro da Economia, Paulo Guedes, culpou infiltrados do PT no ministério dele pelo vazamento do plano secreto. Repare que ele não culpou o PT pelo plano, mas sim pelo vazamento. Ou seja, as ideias realmente existem.Agora é com você avaliar e ver o que mais te convém. Já que o brasileiro tem um voto egoísta, no próximo domingo você que é pobre e ganha salário mínimo, vote no Bolsonaro se quiser ganhar ainda menos. E você da classe média, vote no Bolsonaro se quiser se ferrar ainda mais com o imposto de renda. É simples assim. Ah, e se não quiser, tem um candidato que já prometeu - e mais do que isso, já fez - aumento real do salário mínimo e isenção de imposto de renda para quem ganhar até 5 mil reais. Pelo emocional, pelo absurdo e pela consciência política, o nosso voto é 13, claro. Mas até se você parar 10 minutos para avaliar propostas e ideias, vai chegar a conclusão que o seu voto também tem que ser 13.SAIBA MAIS: https://primeiro.cafe/APOIE: https://apoia.se/primeirocafe

O Antagonista
Lula: PF foi "condescendente" com Roberto Jefferson

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 0:52


Lula (PT, foto) criticou a conduta da Polícia Federal na mais recente prisão de Roberto Jefferson (PTB), no último fim de semana. Durante live nessa terça-feira (25), o petista afirmou que a corporação foi "condescendente" com o ex-deputado, que atirou e jogou granadas contra agentes da corporação. "A Polícia Federal, na minha opinião, não agiu corretamente. Ela foi condescendente com ele [Roberto Jefferson]. E, ainda quando saiu, o policial foi oferecer: 'não, o senhor pode pedir o que o senhor quiser, a gente vai atender'", disse o petista, se referindo ao vídeo que a mostra a negociação amistosa entre a PF e Roberto Jefferson. "Um cidadão que fazia questão de posar armado, com rifle, revólver, pistola. Ou seja, apologia da arma não leva ninguém a lugar nenhum. A arma não educa, a arma mata", acrescentou. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

#BiroscaNews
#BiroscaNews 185: Caso Roberto Jefferson - o dia em q a PF foi recebida com tiro de fuzil e granada

#BiroscaNews

Play Episode Listen Later Oct 26, 2022 13:20


Falo sobre todo o episódio envolvendo a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson.Gostou do conteúdo? Curta, Compartilhe e Assine o Canal!

Passando a Limpo
Em uma eleição acirrada, o debate é ainda mais relevante, pontua jornalista

Passando a Limpo

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 52:44


Passando a Limpo: Nesta terça-feira (25), Geraldo Freire e a bancada do programa conversam com a diretora de jornalismo da TV e Rádio Jornal, Mônica Carvalho, sobre a expectativa para o último debate para o governo de Pernambuco da TV Jornal, nesta terça, durante as eleições 2022. A jornalista destaca a relevância de um debate, especialmente em uma eleição acirrada como essa, para a formação do voto. A bancada também faz uma análise da acusação da campanha de Jair Bolsonaro (PL) sobre fraudes em inserções eleitorais em rádios do país. Caso a fraude seja confirmada, a emissora pode ser punida com a retirada do ar e a perda da concessão. A correspondente nos Estados Unidos, Fabíola Góis, destaca a reação dos Estados Unidos ao novo primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak, e ao episódio de violência com o ex-deputado Roberto Jefferson no Brasil. Fala ainda sobre o aumento da inflação no país e as implicações na compra de alimentos pelas famílias.

Morning Show
MORNING SHOW - 25/10/2022 - Rádios estão sabotando Bolsonaro?

Morning Show

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 117:23


TSE omite fatos e diz que não há censura contra Jovem Pan. Fabio Faria acusa rádios de sabotarem campanha de Bolsonaro. 'Não será um governo do PT', diz Lula em comício na PUC. Atualização da prisão de Roberto Jefferson.See omnystudio.com/listener for privacy information.

JORNAL DA RECORD
Rishi Sunak será o primeiro-ministro do Reino Unido; PF indicia ex-deputado Roberto Jefferson por quatro tentativas de homicídio

JORNAL DA RECORD

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 50:22


Ouça a edição completa do JR desta segunda (24) com os seguintes destaques: conservador Rishi Sunak será o primeiro-ministro do Reino Unido; Polícia Federal indicia ex-deputado Roberto Jefferson por quatro tentativas de homicídio; Carros a serviço do TRE do Rio de Janeiro são flagrados com adesivos eleitorais. E ainda: o que fizeram Jair Bolsonaro e Luiz Inácio Lula da Silva a seis dias das eleições.

Angu de Grilo
Roberto Jefferson e reta final #158

Angu de Grilo

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 79:17


Última semana, angulers! Faltam poucos dias para o segundo turno! Abrimos o #158, comentando o domingo caótico com tiros de fuzil e granadas lançadas por Roberto Jefferson contra policiais federais. Depois, a reta final. O que podemos esperar da última semana de corrida eleitoral? Por fim, a economia finalmente apareceu na pauta eleitoral com a proposta de Paulo Guedes para reajuste do salário mínimo. Sirva-se! Edição e mixagem: Tico Pro - Laranja Preta Produtora - Indicações do #158: - Comunidade do Angu de Grilo no Twitter - Playlist com os sambas-enredo 2023 do Carnaval do RJ (Youtube) - Vale Tudo com Tim Maia (série no Globoplay) - Cinco dias no Hospital Memorial (serie na AppleTV+) - The Handmaid's Tale (série no Paramount+)

Estadão Notícias
As granadas lançadas por ‘Bob Jeff' na campanha de Bolsonaro

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 27:42


A campanha de Jair Bolsonaro (PL) tem uma bomba para tentar desarmar a menos de uma semana das eleições do segundo turno. Roberto Jefferson, apoiador do presidente, atirou contra policiais federais, que foram até a sua residência para cumprir um mandado de prisão, expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), por ter descumprido as regras da prisão domiciliar. O primeiro passo foi gravar um vídeo em que o presidente diz que não tem amizade com o ex-deputado, e se referiu ao aliado como “bandido”. Além disso, a equipe do candidato do PL tenta associar Roberto Jefferson ao ex-presidente Lula (PT). Os dois foram aliados durante o governo do PT, até que o ex-deputado denunciou o esquema do Mensalão, do qual fazia parte. Bolsonaro foi criticado ainda por mandar o ministro da Justiça, Alexandre Torres, ao Rio de Janeiro para acompanhar de perto a rendição de Roberto Jefferson. A atitude foi mal vista entre os agentes de segurança e o meio político. Por ter atirado em agentes da Polícia Federal (PF), o ex-deputado foi indiciado por 4 tentativas de homicídio. Afinal, qual o impacto que esse fato terá na última semana de campanha antes das eleições do segundo turno? O caso pode inviabilizar a já difícil reeleição de Bolsonaro? No ‘Estadão Notícias' de hoje, vamos conversar sobre o assunto com o cientista político e professor da FGV, Fernando Abrucio. O ‘Estadão Notícias' está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Emanuel Bomfim Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg, Gabriela Forte e Alex Braga Sonorização/Montagem: Moacir Biasi.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo
Arbítrio do TSE é destaque na imprensa americana

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 4:23


Gosta do Alexandre Garcia? A Gazeta do Povo tem uma promoção especial para você sernosso assinante. Mais informações, clique no link: https://leia.gp/promocaopodcast econfira!Nesse episódio, Alexandre Garcia comenta a repercussão dos atos controversos do TSE nos jornais dos Estados Unidos e fala dos recentes acontecimentos envolvendo Roberto Jefferson. Escolha seu app favorito e receba uma seleção com as principais notícias do dia no seucelular: http://bit.ly/2WiE0myAcompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais:Facebook: www.facebook.com/gazetadopovoTwitter: www.twitter.com/gazetadopovoInstagram: www.instagram.com/gazetadopovo

Suno Research
PETROBRAS (PETR4) E BB (BBAS3) NO RADAR COM 'EFEITO ROBERTO JEFFERSON' IRB (IRBR3) Abaixo De R$ 1

Suno Research

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 45:13


Pura Neurose com Ronald Rios
#027 - Roberto Jefferson salva Jovem Pan da censura

Pura Neurose com Ronald Rios

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 103:29


CARA O MALUCO TAVA COM UMA METRALHADORA NA POLICIA FEDERAL

E Tem Mais
Corrida eleitoral: campanhas articulam estratégias finais antes do 2º turno

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 25:33


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama de como as campanhas dos dois candidatos que disputam a corrida presidencial planejam buscar os votos que precisam na reta final para o segundo turno. Os mais recentes desdobramentos da disputa incluíram momentos de grande tensão, com as reações à resistência à prisão com tiros e granadas contra a Polícia Federal do ex-deputado federal Roberto Jefferson e a pressão sobre a Justiça Eleitoral para que conceda direitos de resposta aos candidatos pelo uso de desinformação em ataques na campanha. O ex-presidente Lula (PT) foi o candidato mais votado no primeiro turno, com pouco mais de 6 milhões de votos de vantagem sobre o atual presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL).  Os números de 2 de outubro e as mais recentes pesquisas eleitorais apontam uma disputa acirrada e reforçam a importância dos últimos dias de campanha. Para descrever as estratégias finais dos dois candidatos neste segundo turno, participam deste episódio os repórteres da CNN Tainá Falcão, que acompanha as movimentações de Lula ao longo da corrida eleitoral, e Leandro Magalhães, que faz a cobertura jornalística da trajetória de Bolsonaro. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

O Antagonista
Roberto Jefferson machuca o 'kit Bolsonaro' | Morning Call

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 12:30


Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Abertura de Mercado
Ibovespa sente instabilidade política e descola do exterior

Abertura de Mercado

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 16:10


A bolsa brasileira se descolou com força, na última segunda-feira (24), da onda positiva que tomou conta dos mercados internacionais, que, mesmo com os resultados do Produto Interno Bruto (PIB) da China e preocupações com o terceiro mandato de Xi Jinping, fecharam em alta. Aqui, porém, a segunda-feira recebeu o apelido de "Bob Jeff Day", ou Dia do Roberto Jefferson. A 116 mil pontos, a bolsa brasileira teve maior queda diária desde novembro de 2021, a 3%, enquanto o dólar atingiu R$ 5,30 e as ações das estatais também sofreram um baque. Em resumo, houve uma reversão dos ganhos da semana passada, então impulsionados, principalmente, por um otimismo de investidores quanto a uma possível virada de Jair Bolsonaro (PL) contra Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa presidencial. Com a proximidade das eleições, a semana guarda uma intensa volatilidade aos mercados brasileiros, independentemente de como a banda toca lá fora. Essa postura mais defensiva dos investidores se posta inclusive diante de uma possível escalada de violência após a escolha do novo presidente, criando uma sensação de um "terceiro turno". Tudo envolvendo o episódio da prisão de Roberto Jefferson, que assumiu ter disparado 50 tiros de fuzil contra agentes da Polícia Federal, foi desastroso, desde a resistência do ex-deputado até o uso de armamento bélico contra as forças policiais, levando à dúvida: qual a força que o discurso fanático de Jefferson, proferido nos últimos meses, tem Brasil afora? O comportamento dos mercados e dos eleitores será acompanhado de perto ao longo dessa semana, inclusive no episódio desta terça-feira do CNN Money. Apresentado por Thais Herédia e Priscila Yazbek, o CNN Money apresenta um balanço dos assuntos do noticiário que influenciam os mercados, as finanças e os rumos da sociedade e das dinâmicas de poder no Brasil e no mundo.

Rádio Gaúcha
presidente da Fenapef - Federação Nacional dos Policiais Federais - Marcus Firme dos Reis24/10/2022

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 13:04


Roberto Jefferson reage a prisão e troca tiros contra Policiais Federais

Colunistas Eldorado Estadão
Moura Brasil: Os efeitos de Roberto Jefferson para Bolsonaro e Moraes

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 17:43


Na edição desta segunda-feira, o jornalista Felipe Moura Brasil analisa a prisão do ex-presidente do PTB e ex-deputado federal, Roberto Jefferson, à qual o parlamentar reagiu com tiros e granadas, durante abordagem da Polícia Federal em sua casa. O colunista discute os principais temas que rondam o noticiário político do País, de segunda a sexta, às 07h35, no Jornal Eldorado.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Colunistas Eldorado Estadão
Racy comenta reação de Roberto Jefferson à PF

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 2:12


Sonia Racy participa do Jornal Eldorado de 2ª a 6ª feira, às 7h50.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Boletim Folha
Roberto Jefferson é preso depois de atacar PF com tiros e granadas

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 5:04


Xi Jinping assegura 3º mandato e consolida poder absoluto no Partido Comunista Chinês. E TSE concede 116 direitos de resposta a Lula em campanha de Bolsonaro na TV.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Boletim Folha
PF indicia Roberto Jefferson por quatro tentativas de homicídio

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 4:36


Rishi Sunak vai ser o novo primeiro-ministro do Reino Unido. E TSE passa a monitorar diariamente redes de Carlos Bolsonaro e André Janones.See omnystudio.com/listener for privacy information.

5 Fatos
Caso Roberto Jefferson impacta campanhas à presidência

5 Fatos

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 24:26


As circunstâncias envolvendo a prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) provocaram movimentações nas campanhas à presidência tanto de Jair Bolsonaro (PL) quanto de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Enquanto de um lado, a tentativa é descolar o caso da campanha, de outro, a ideia é não deixar o assunto ser esquecido. Este episódio do Fatos do Dia CNN também destaca o pedido de suspensão do crédito consignado associado ao Auxílio Brasil, passe livre nas eleições no maior colégio eleitoral do país e quem é o novo primeiro-ministro do Reino Unido. Produção e roteiro: Bruna Sales, Camila Olivo, Ramana Rech e Rodrigo TammaroEdição de áudio e sonorização: Cláudio Cuca  

O Antagonista
“Em quase um milhão de CACs, apenas dois casos fora da curva” | Meio-dia em Brasília

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 8:27


Na estreia do programa Meio-Dia em Brasília, com Kiss Vasconcelos, o debate é sobre a atuação da Polícia Federal no caso Roberto Jefferson. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
PF atuou com independência no caso Roberto Jefferson? | | Meio-dia em Brasília

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 4:00


Na estreia do programa Meio-Dia em Brasília, com Kiss Vasconcelos, o debate é sobre a atuação da Polícia Federal no caso Roberto Jefferson Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

SBS Portuguese - SBS em Português
Contra mandado do STF, Roberto Jefferson atira em policiais federais

SBS Portuguese - SBS em Português

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 4:56


Aliado de Bolsonaro, ex-deputado do PTB usou granadas e um fuzil contra funcionários da PF que o tentavam prender por violar regras de prisão domiciliar. Bolsonaro condenou tanto o ataque quanto a atuação do STF; Lula fala em "destruição dos valores democráticos"; Jefferson se entregou após oito horas

Durma com essa
Os sorrisos antes da prisão de um aliado de Bolsonaro

Durma com essa

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 18:42


A atitude de Jair Bolsonaro e a postura da Polícia Federal em relação a Roberto Jefferson levantaram discussões nesta segunda-feira (24) sobre tratamento dado ao aliado do presidente na véspera, quando ele deu tiros de fuzil e arremessou granadas em agentes tinham ido prendê-lo no interior do Rio de Janeiro. O Durma com Essa fala como o presidente respondeu ao episódio – e como o seu discurso acabou sendo colocado em prática pelo aliado. O episódio conta também com a participação da cientista política Marisa von Bülow, da Universidade de Brasília, comentando a mudança de estratégia do PT com o eleitorado religioso e da redatora Ana Elisa Faria falando sobre a queda da vacinação infantil no Brasil. Leia na editoria Ponto Futuro.

Passando a Limpo
Episódio de Roberto Jefferson mostra "degradação do debate eleitoral", fala colunista

Passando a Limpo

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 49:39


Passando a Limpo: Nesta segunda-feira (24), Geraldo Freire e a bancada do programa conversam com a colunista Eliane Cantanhêde sobre a corrida eleitoral e os fatos marcantes das últimas horas no cenário político. A jornalista destaca o ataque do Roberto Jefferson a policiais, antes de se entregar, e as críticas de Luiz Inácio Lula da Silva a Jair Bolsonaro, que tenta se desvencilhar de Jefferson. Na eleição, estabilidade, mas nenhuma certeza, diz a colunista, que ainda pontua o "jogo duro no governo nas igrejas, nas empresas, nas escolas e na internet".

Abertura de Mercado
Reta final das eleições e cenário internacional incerto agitam mercados

Abertura de Mercado

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 21:37


A menos de uma semana para o segundo turno das eleições presidenciais, a expectativa é de que os próximos dias sejam marcados por uma intensa flutuação nos mercados. Investidores devem ficar entre a inquietação quanto ao que esperar da disputa entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) e preocupações quanto ao cenário internacional. A semana passada terminou no azul, com investidores otimistas de que uma virada de Bolsonaro sobre Lula será possível. A Faria Lima, vale lembrar, nunca escondeu a preferência por um segundo mandato do atual presidente com Paulo Guedes no comando do Ministério da Economia. No final de semana, porém, o episódio da prisão do ex-deputado Roberto Jefferson acabou acionando uma cautela sobre as repercussões na campanha do presidente. A leitura é que o fato em si não deve gerar muitas reações no mercado, mas as repercussões na campanha acendem um alerta. Do outro lado, Lula se reuniu com um novo grupo de empresários em um jantar neste final de semana. A estratégia do líder petista é conquistar votos: não só nas urnas, mas de confiança por parte de grandes nomes do setor, com a mensagem de que, em um eventual mandato, será responsável na condução econômica. O episódio desta segunda-feira (24) do CNN Money traz uma leitura de como a reta final das eleições podem agitar os mercados, além de antecipar a agenda da semana, que, lotada de indicadores econômicos, também não promete trazer calmaria.Apresentado por Thais Herédia e Priscila Yazbek, o CNN Money apresenta um balanço dos assuntos do noticiário que influenciam os mercados, as finanças e os rumos da sociedade e das dinâmicas de poder no Brasil e no mundo.

Morning Show
MORNING SHOW - 24/10/2022 - Prisão de Roberto Jefferson

Morning Show

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 118:42


Após resistência e ataque, Roberto Jefferson é preso pela Polícia Federal; Bolsonaro e Lula comentam o caso.  Luciano Hang se manifesta após áudios fora de contexto de uma reunião de 2018 terem sido vazados. Fim do casamento de Carlinhos Maia e Lucas Guimarães.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Suno Research
PETROBRAS (PETR4) E BANCO DO BRASIL (BBAS3) SOFREM COM 'EFEITO ROBERTO JEFFERSON' | Ibov despenca 3%

Suno Research

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 37:42


Esteri
Esteri di lunedì 24/10/2022

Esteri

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 27:31


1-Ucraina 24 ottobre. 8 mesi fa l'inizio dell'invasione russa. Oggi l'esercito di Kiev è all'attacco, la diplomazia è ferma mentre l'uso dell'atomica o della bomba sporca non è più fantapolitica. ( Emanuele Valenti) 2-Rishi Sunak sarà il prossimo premier della Gran Bretagna. È stato ministro del tesoro sotto Boris Johnson, Di origine indiana la Storia lo ricorderà nel bene e nel male come il primo politico di colore a guidare il Regno Unito. ( Esteri) 3-Nuovi guai giudiziari per Donald trump. Si è aperto oggi a New York il processo penale nei confronti delle sue società. I capi d'imputazione sono cospirazione, frode fiscale e falsficazioe dei libri contabili. ( Roberto Festa) 4-Brasile. Domenica si terrà il secondo turno delle presidenziali. Gli ultimi giorni della campagna elettorale segnati dalla vicenda di Roberto Jefferson, l'alleato di Bolsonaro che per evitare di essere arrestato ha attaccato la polizia federale con armi e e granate. ( Sara Milanese) 5-Mondiali di calcio. A poche settimane dall'inizio del torneo Amnesty International ha invitato il Qatar a rispettare l'impegno a riformare le leggi sul lavoro. Migliaia di migranti rimangono bloccati nel circolo di sfruttamento e violenza grazie alle scappatoie legali. ( Francesca Arcai, Riccardo Noury - Amnesy) 6-Serie Tv: arriva su Disney+ la quarta stagione di Boris. Saranno, per ora, solo sei episodi. ( Alice Cucchetti)

Rádio Gaúcha
Roberto Jefferson é indiciado por tentativas de homicídio, Onyx e Leite trocam acusações em debate

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 4:11


O ex-deputado federal Roberto Jefferson, do PTB, foi indiciado pela Polícia Federal por quatro tentativas de homicídio. Os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni e Eduardo Leite, trocaram acusações em meio à apresentação de propostas no debate na sede do Grupo Sinos, em Novo Hamburgo. O Reino Unido anunciou um novo primeiro-ministro: Rishi Sunak. Erasmo Carlos está internado em hospital da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, desde a semana passada, conforme nota da assessoria do cantor. O Planeta Atlântida confirmou os dias 3 e 4 de fevereiro de 2023 para a realização da próxima edição do festival. Mais notícias em gzh.com.br

Ideias Radicais
(YT) Roberto Jefferson, Liberdade de Expressão e Legítima Defesa

Ideias Radicais

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022


A prisão original de Roberto Jefferson nas mãos de Alexandre de Moraes é absurda? Sim. Ele estava se expressando. A expressão dele era útil? Não. Na minha visão, só um sujeito em declínio político tentando de alguma forma manter seu grupo em evidência. Mas entendo quem acha que ele é uma ameaça. Discordo, mas entendo. Portanto, a violação dele da prisão preventiva convertida em domiciliar deveria ser crime? Não. Ele deveria ter o direito de ir em redes sociais falar inutilidades e insultar figuras políticas? Deveria. É verdade que a última coisa útil que ele falou na vida foi a delação do Mensalão, e desde então é mais um adepto do Janonismo Eleitoral, mas ele tem a liberdade de ser uma figura que mistura o lamentável com o cômico. Agora, é uma decisão inteligente trocar tiros com a Polícia Federal? Não. É provavelmente a maior idiotice que ele poderia cometer. Que copiasse o Lula. Chamasse o candidato padre e inventasse uma missa em defesa da liberdade da expressão, pra apurrinhar o Calvíssimo o máximo possível. Parabéns Bob. Remoralizou o TSE, desmoralizou armamentistas, foi preso, remoralizou o Calvo, reduziu o movimento de defesa da liberdade de expressão e pode ter custado a eleição de Lula. É um idiota. Ato Contra a Censura, terça-feira 19h no MASP https://www.instagram.com/censura_nao_/?igshid=YmMyMTA2M2Y%3D Caso sejamos censurados, acompanhe aqui: https://odysee.com/@ideiasradicais Quer ir para a LibertyCon com 20% de desconto? https://www.sympla.com.br/libertycon-brasil-2022__1703798?d=IR20 Quer fugir do Brasil? Nos contate: https://www.settee.io/ https://youtube.com/c/Setteeio Quer refinanciar suas dívidas? É mais fácil do que você imagina: https://bit.ly/RefinanciarRadical Nos acompanhe no Telegram: https://t.me/ideiasradicais Quer comprar Bitcoin no melhor preço do mercado? Bitpreço! http://bit.ly/BitprecoRadical Apoie o Ideias Radicais: https://www.catarse.me/projects/152640/

Quase Feliz
UM DOMINGO TRANQUILO NA CASA DO ROBERTO JEFFERSON - 24/10/2022 | Quase Feliz

Quase Feliz

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 77:53


Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo
Roberto Jefferson não devia ser julgado pelo STF

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo

Play Episode Listen Later Oct 24, 2022 5:00


Gosta do Alexandre Garcia? A Gazeta do Povo tem uma promoção especial para você sernosso assinante. Mais informações, clique no link: https://leia.gp/promocaopodcast econfira!Nesse episódio, Alexandre Garcia comenta a repercussão dos atos controversos do STF no The New York Times e fala dos recentes acontecimentos envolvendo Roberto Jefferson. Escolha seu app favorito e receba uma seleção com as principais notícias do dia no seucelular: http://bit.ly/2WiE0myAcompanhe a Gazeta do Povo nas redes sociais:Facebook: www.facebook.com/gazetadopovoTwitter: www.twitter.com/gazetadopovoInstagram: www.instagram.com/gazetadopovo