Podcasts about distrito federal

Country subdivision administered by the federal government rather than being its own constituent state; may or may not have its own local government

  • 492PODCASTS
  • 1,713EPISODES
  • 20mAVG DURATION
  • 5WEEKLY NEW EPISODES
  • Nov 1, 2022LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022

Categories



Best podcasts about distrito federal

Show all podcasts related to distrito federal

Latest podcast episodes about distrito federal

E Tem Mais
Troca de comando: quais os próximos passos até a formação do novo governo Lula

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Nov 1, 2022 36:52


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama das expectativas para os próximos passos até a formação do novo governo, após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições presidenciais. A disputa pelo Planalto em 2022 entrou para a história como a mais disputada desde a redemocratização. Pouco mais de 2 milhões de votos separaram o presidente eleito, Lula, e o candidato derrotado à reeleição, Jair Bolsonaro (PL). O petista venceu em 13 estados, e o atual presidente foi o mais votado em outros 14, incluindo o Distrito Federal. O resultado do segundo turno marca o fim da corrida eleitoral e dá início às articulações para a reorganização das forças políticas no país. A expectativa é de que os próximos dias sejam dedicados a esforços de Lula para formar a sua nova equipe de governo e construir uma base de apoio sólida, em especial, no Congresso Nacional.  Para descrever o que podemos esperar dos próximos passos do presidente eleito, participam deste episódio o cientista político Antonio Lavareda, do Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), a repórter da CNN Tainá Falcão e o analista de política Gustavo Uribe. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

Rádio Gaúcha
Bolsonaristas fazem bloqueio em estradas, Lula recebe presidente da Argentina e mais destaques

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Oct 31, 2022 5:07


Estradas de pelo menos 17 Estados e do Distrito Federal tiveram bloqueios ao longo do dia. O filho mais velho do presidente da República, Flávio Bolsonaro, foi o primeiro da família a se manifestar após a derrota nas eleições. O presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu o presidente da Argentina, Alberto Fernandez, hoje em São Paulo. Alguns usuários da rede social Instagram relataram que tiveram suas contas suspensas da plataforma. O parque temático da Disney em Xangai, na China, fechou as portas nesta segunda-feira devido a um confinamento de emergência decretado pelas autoridades chinesas após casos de covid-19 na cidade. A conta de água tem reajuste e fica mais cara a partir de amanhã em Porto Alegre. Mais notícias em gzh.com.br

Podcast Economia - Agência Radioweb
Consumo de energia via mercado livre cresce em 23 estados

Podcast Economia - Agência Radioweb

Play Episode Listen Later Oct 14, 2022 2:53


Em 23 dos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, o mercado livre de energia aumentou participação no total de energia elétrica consumida localmente em 2022. O resultado faz parte da última edição do Boletim da Energia Livre, da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia que mostra o panorama mensal desse mercado no Brasil. 99% de tudo o que é fornecido via mercado livre é de energia renovável, incluindo hidrelétrica, solar, eólica, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas. O grande atrativo são os custos mais baixos.

Pedro Ferriz de Con
El libro “El Rey del Cash” no es un chisme, las evidencias ahí están con Marcelo Ebrard y Mario Delgado: Pedro Ferriz

Pedro Ferriz de Con

Play Episode Listen Later Oct 13, 2022 11:08


Pedro Ferriz De Con en su Editorial señala que luego de que se exhibiera en el libro “El Rey del Cash” el sistema de ‘Moches', un sistema de cuotas cobradas a funcionarios del gobierno del entonces Distrito Federal, que utilizaba Andrés Manuel López Obrador para financiar sus campañas, algunos de los seguidores de la Cuarta Transformación están pidiendo pruebas, cuando las pruebas vivientes ahí están, con Marcelo Ebrard y Mario Delgado.

Eldorado Expresso
Gás está 25% mais caro no Brasil que no exterior

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Oct 13, 2022 15:19


Os cortes de impostos e as variações do custo do petróleo no mercado internacional provocaram uma forte queda nos preços da gasolina e do diesel no Brasil - a tal ponto que, hoje, esses combustíveis são vendidos aqui mais baratos que no mercado internacional. Mas o mesmo efeito não aconteceu no gás de cozinha. Mesmo com reduções recentes anunciadas pela Petrobras no preço do produto, o botijão custa hoje no Brasil 25% mais que no mercado internacional. Os documentos que a ex-ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves (Republicanos), senadora eleita pelo Distrito Federal, apresenta para garantir a veracidade de denúncias que fez sobre violência sexual cometidas contra crianças da Ilha de Marajó, no Pará, não contêm registro do caso. O Estadão analisou o conteúdo das 2.093 páginas dos relatórios de três CPIs fornecidos pela assessoria da própria Damares como prova da denúncia e não encontrou os fatos que ela diz terem ocorrido na localidade paraense. E mais: o que Lula e Jair Bolsonaro querem fazer na economia e a promessa da CBF de combater o racismo no futebol. Ouça estas e outras notícias desta quinta-feira, 13, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Bem Estar
Mitos e Verdades sobre o Câncer de Mama

Bem Estar

Play Episode Listen Later Oct 12, 2022 30:42


Você sabia que quase metade das brasileiras fazem o diagnóstico do câncer de mama quando a doença já está avançada? E que mais de 60% só começaram o tratamento depois do prazo de 60 dias a partir da confirmação do câncer que é determinado pela lei brasileira. Esses são dados de uma pesquisa do Instituto Avon e do Observatório de Oncologia que mostrou ainda que, com a pandemia, as mulheres deixaram de fazer a mamografia, principal exame para diagnosticar o câncer de mama. A pior taxa de cobertura é no Distrito Federal: apenas 4% das mulheres estão fazendo o rastreamento da doença. O câncer de mama é a segunda causa de mortalidade das brasileiras. São 66 mil novos casos por ano e 18 mil mortes. Mas quando a doença é diagnosticada no seu estágio inicial, a chance de cura chega a 95%. Por isso é tão importante para a mulher fazer a prevenção correta, conhecer seus direitos e se informar sobre o câncer de mama. Nesse episódio do Podcast do Bem Estar a gente vai esclarecer alguns mitos sobre a doença. Quem vai conversar com a gente é a mastologista Fabiana Makdissi, líder do Centro de Referência em Tumores da Mama do A.C. Camargo Cancer Center, ela mesma teve câncer aos 45 anos.

Leda Nagle Podcast
#179 - Entrevista Com Bia Kicis - Leda Nagle

Leda Nagle Podcast

Play Episode Listen Later Oct 11, 2022 36:00


BIA KICIS Torrents de Sordi nasceu em Resende no Estado do RIo, é Advogada, foi 24 anos procuradora do Distrito FEDERAL, teve um bar punk em Brsilia e foi eleita deputada federal pelo PRP, que acabou e ela agora é do PSL , BIA KICIS foi PRESIDENTE DA CCJ COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA DA CAMARA DOS DEPUTADOS. e acabou de ser reeleita para a câmara dos deputados com a maior votação do Distrito Federal; nossa entrevista foi gravada em 4/10/22. Quer receber mensagens da Leda Nagle lá no Telegram? É só clicar no link: https://t.me/ledanagleoficial Está sem muito tempo? Inscreva-se agora gratuitamente no CANAL CORTES DA LEDA NAGLE e assista o melhor das ENTREVISTAS. Clique no link agora: https://www.youtube.com/channel/UCHCClodxSb2EgUstvtyaQOA Ajude o canal e seja especial! Seja membro do CANAL LEDA NAGLE: Acesso a entrevistas EXCLUSIVAS Live para membros Perguntas e Respostas Faça Parte:: https://www.youtube.com/channel/UCUXGIw5M23vYLL4hyfMw4Pw/join As entrevistas com personalidades mais relevantes do Brasil não estão chegando até você! Clique no link para saber mais: https://leda-nagle.builderallwppro.com/ Leda Nagle é mineira, carioca de coração e atualmente mora entre Rio De Janeiro e São Paulo. Grava entrevistas para o canal Leda Nagle no Youtube e Facebook, com gente do Brasil inteiro. Jornalista com mais de 45 anos de profissão, trabalhou em jornais, revistas e em redes de televisão. Capricorniana, mãe do ator Duda Nagle, avó da bela Zoe Sato Nagle.

Notícia no Seu Tempo
Bancada de partidos do Centrão aumenta 41% nos Estados e DF

Notícia no Seu Tempo

Play Episode Listen Later Oct 10, 2022 8:32


No podcast ‘Notícia No Seu Tempo', confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo' desta segunda-feira (10/10/22): O avanço do Centrão foi além do Congresso. O bloco informal de partidos de centro-direita, que hoje dá sustentação ao governo Jair Bolsonaro (PL), vai controlar a partir de 2023 mais da metade das cadeiras nas Assembleias Legislativas e da Câmara do Distrito Federal. Na comparação com 2018, o primeiro turno das eleições deste ano registrou aumento de 41% da bancada de deputados estaduais e distritais eleitos por PL, Progressistas, Republicanos, União Brasil, PSD, PSC, PROS, PTB, Patriota e Avante.  E mais: Política: Bolsonaro fala em rever se STF ‘baixar temperatura' Economia: Estacionamentos e antigas fábricas viram depósito de e-commerce Internacional: Rússia revida ataque a ponte, bombardeia cidade e mata 20 Metrópole: Congonhas tem pista fechada, atrasos e filas após pneu de jato estourar Esportes: Aos 25 anos, Verstappen é bicampeão na Fórmula 1See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Damares denuncia exploração sexual de menores: "Seus dentinhos são arrancados"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 10, 2022 2:13


A senadora eleita Damares Alves (Republicanos, foto) disse, durante culto celebrado no sábado, em Goiânia, ter provas de exploração sexual infantil. Um vídeo com o discurso da ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos circula com as informações detalhadas sobre o que teria sido descoberto durante uma investigação na Ilha do Marajó. O discurso foi feito em um contexto de defesa da candidatura à reeleição do presidente: “Bolsonaro se levantou contra todas essas potestades”. “Agora eu posso falar: temos imagens de crianças brasileiras com quatro anos, três anos, que, quando cruzam as fronteiras, sequestradas, os seus dentinhos são arrancados para elas não morderem na hora do sexo oral”, disse Damares, em um templo da Assembleia de Deus, completando: “Essa é a nação que a gente ainda tem, irmãos“. “Eu estou falando com a minha igreja, e eu tenho o manto constitucional para me expressar dentro da minha igreja. Tem coisas que não posso falar lá fora, mas aqui eu tenho a liberdade constitucional de manifestar a minha fé”, destacou a senadora eleita pelo Distrito Federal. Damares seguiu dando detalhes do que teria sido descoberto na investigação. “Descobrimos que essas crianças comem comida pastosa, para o intestino ficar livre para a hora do sexo anal”, acrescentando: “Bolsonaro disse: ‘nós vamos atrás de todas elas'; e o inferno se levantou contra esse homem”. “A guerra contra Bolsonaro, que as imprensa levantou, que o Supremo levantou, que o Congresso levantou, não é política, é uma guerra espiritual”. “Continuei abrindo as gavetas do ministério e descobri que, nos últimos sete anos no Brasil, explodiu o estupro de recém-nascidos. Nós temos imagens lá no ministério, irmãos, de crianças de oito dias sendo estupradas. Descobrimos que um vídeo de estupro de crianças custa de R$ 50 mil a R$ 100 mil. Tem um crime organizado envolvido nisso, tem sangue, tem morte, tem sacrifício”, resumiu. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

revista piauí
#221: A luta final

revista piauí

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 56:49


Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky comentam a primeira pesquisa de intenção de votos para presidente, a campanha dos bolsonaristas para desacreditar os institutos de pesquisas e o embate religioso nos discursos políticos. O programa fala ainda das primeiras alianças de Bolsonaro e Lula com governadores e ex-candidatos à Presidência, faz um balanço da campanha na primeira semana do segundo turno e analisa a guinada à direita do Congresso Nacional eleito. Escalada: 00:00 1º bloco: 04:31 2º bloco: 24:10 3º bloco: 35:25 Kinder Ovo: 46:55 Correio Elegante: 48:58 Créditos: 55:02 Bloco 1: O peso das pesquisas A pesquisa Ipec divulgada nesta quarta-feira mostrou Lula com 55% dos votos válidos e Bolsonaro com 45%. Na simulação anterior de cenário de 2º turno, divulgada na véspera da votação do 1º turno, Lula tinha 52% das intenções de voto, e Bolsonaro, 37%. Desde o encerramento das apurações, as pesquisas eleitorais vêm sofrendo uma série de ataques, inclusive institucionais. Bloco 2: Em busca de aliados À procura de alianças, representantes das campanhas de Lula e Bolsonaro vêm se encontrando com líderes de partidos, governadores e senadores eleitos no primeiro turno. O presidente teve o apoio imediato dos governadores de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal. Lula, por sua vez, recebeu o voto de confiança de Simone Tebet, Ciro Gomes e Fernando Henrique Cardoso. Bloco 3: Congresso à direita O PL, partido de Bolsonaro, conseguiu eleger a maior bancada da Câmara, com 99 deputados, e também tem o maior número de senadores, 13. O PT tem a segunda maior bancada da Câmara, com 68 eleitos. Quatro ex-ministros alinhados com Bolsonaro ganharam vagas no Senado: Damares Alves, o astronauta Marcos Pontes, Tereza Cristina e Rogério Marinho, além do ex-vice-presidente, Hamilton Mourão. Para acessar reportagens citadas nesse episódio: https://piaui.co/foro221 ​​​​​​​​​​Assista aos bastidores da gravação: https://piaui.co/ftprivilegiado​ ​​​​​Aqui, uma playlist com todos os episódios do Foro: https://piaui.co/playlistforo​ ​​​​​​​​​​O Foro de Teresina é o podcast de política da revista piauí, que vai ao ar todas as sextas-feiras, a partir das 11h. O programa é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí. Ouça também os outros podcasts da piauí: o Maria vai com as outras, sobre mulheres e mercado de trabalho (https://piaui.co/playlistmaria​​​​​​​​​), e A Terra é redonda, sobre ciência e meio ambiente (https://piaui.co/playlistaterra​​​​​​). Ficha técnica: Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky Coordenação geral: Évelin Argenta Direção: Mari Faria Edição: Évelin Argenta e Tiago Picado Produção: Marcos Amorozo Apoio de produção: Cláudia Holanda Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno Identidade visual: João Brizzi Ilustração: Fernando Carvall Teaser (Foro Privilegiado): Mari Faria Distribuição: Marcos Amorozo Coordenação digital: Juliana Jaeger e FêCris Vasconcellos Checagem: João Felipe Carvalho Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

JORNAL DA RECORD
Governadores de DF e PR confirmam apoio a Bolsonaro; Simone Tebet anuncia adesão a Lula; Estudante atira contra colegas em escola do Ceará

JORNAL DA RECORD

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 51:09


Ouça a edição completa do JR desta quarta (5) com os seguintes destaques: Governadores do Distrito Federal e do Paraná confirmam apoio a Jair Bolsonaro; Simone Tebet anuncia adesão a Lula; Estudante atira contra colegas em escola do Ceará; Petista mata bolsonarista em discussão no litoral de São Paulo; Ator Alec Baldwin faz acordo com família de diretora morta durante gravação de filme.

Resumão Diário
Quinta-feira, 06 de outubro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 4:12


O Ipec divulgou a primeira pesquisa sobre intenção de votos para o segundo turno da eleição presidencial, entre Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL). Os dois candidatos continuam a disputas por apoio: Simone Tebet, que foi candidata à Presidência pelo MDB, e o governador eleito no Pará, Helder Barbalho, confirmaram apoio a Lula; os governadores reeleitos no Paraná, Ratinho Jr., em Goiás, Ronaldo Caiado, e no Distrito Federal, Ibaneis Rocha, estão com Bolsonaro. No Ceará, dois adolescentes estão internados depois de terem sido baleados na cabeça por um colega de escola. E universidades federais disseram que o Governo Federal bloqueou verbas do Ministério da Educação destinadas a elas.

Resumão Diário
Resumão eleições #50: Quarta-feira, 5 de outubro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 4:25


O Ipec publicou a primeira pesquisa sobre a disputa pela Presidência no segundo turno. Lula (PT) ganhou o apoio da senadora Simone Tebet (MDB), do governador reeleito no Pará, Helder Barbalho (MDB) e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; já Bolsonaro (PL), o apoio de três governadores reeleitos no primeiro turno: Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal, Ratinho Jr. (PSD), do Paraná, e Ronaldo Caiado (União Brasil), em Goiás. A chamada guerra santa invadiu as redes sociais no começo da disputa presidencial do segundo turno. E doze candidatos não tiveram nenhum voto nessas eleições.

Rádio Gaúcha
Lula recebe apoio de Simone Tebet e FHC enquanto Bolsonaro conta com governadores reeleitos

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 4:15


Lula recebeu o apoio da senadora Simone Tebet, do MDB, terceira colocada na disputa, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, do PSDB. Jair Bolsonaro recebeu o reforço dos governadores reeleitos Ibaneis Rocha, do Distrito Federal, e Ratinho Junior, do Paraná. No Rio Grande do Sul, Onyx Lorenzoni e Eduardo Leite também recebem reforços de quem não se classificou para o segundo turno. Uma série de estabelecimentos comerciais em diferentes vias de Porto Alegre teve vidraças quebradas na madrugada. Das 29 praias brasileiras reconhecidas pelo programa Bandeira Azul da ONG dinamarquesa Foundation for Environmental Education, 18 são de Santa Catarina. Mais notícias em gzh.com.br

O Antagonista
Jair Bolsonaro recebe apoio "de coração" de governador reeleito do DF

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 0:49


Ibaneis Rocha (foto) formalizou seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (5). Em encontro no Palácio da Alvorada, o governador do Distrito Federal, reeleito em primeiro turno, prometeu reforçar a campanha de Bolsonaro na capital federal. "Nós temos uma dependência muito forte por conta do fundo constitucional. Segurança, saúde e educação são remunerados também pelo fundo constitucional, que cresceu muito nesse período", disse Ibaneis. "Então nada mais natural que esse apoio agora no 2º turno ao presidente Bolsonaro. É um apoio que vai de coração, que vai correr as ruas do DF, junto com a população e em especial a população mais carente." Eleito em primeiro turno com 50,3% do votos, Ibaneis estava acompanhado da sua vice, a deputada Celina Leão (PP-DF), de ministros de Bolsonaro e do candidato a vice na chapa presidencial, Walter Braga Netto. Também participou do encontro Onyx Lorenzoni (PL), que disputará o segundo turno ao governo do Rio Grande do Sul. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

JORNAL DA RECORD
Bolsonaro recebe apoio de governadores de SP, MG, RJ e DF; PDT de Ciro apoia Lula; Ministro pede que PF investigue institutos de pesquisas

JORNAL DA RECORD

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 52:03


Ouça a edição completa do JR desta terça (4) com os seguintes destaques: Governadores de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal anunciam apoio a Jair Bolsonaro; Sem citar Lula, Ciro Gomes anuncia apoio ao petista; Ministro da Justiça determina que Polícia Federal investigue institutos de pesquisas; O dia dos candidatos a governador nos estados com segundo turno; Itália pede extradição do ex-jogador Robinho.

E Tem Mais
Governos estaduais: resultado nos estados ilustra divisão dos votos pelo Brasil

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 27:26


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um balanço dos resultados do primeiro turno das eleições para governador pelo Brasil e dos possíveis impactos das disputas estaduais na corrida presidencial de 2022. As eleições de 2 de outubro definiram os candidatos que vão governar 14 estados e o Distrito Federal pelos próximos quatro anos. A lista inclui 12 governadores que foram reeleitos para um novo mandato. Já em outras 12 disputas estaduais, a decisão ficou para 30 de outubro, quando os brasileiros voltarão às urnas para o segundo turno da corrida eleitoral. O PT, do ex-presidente Lula, elegeu três governadores no Nordeste. O PL, do presidente Jair Bolsonaro, conseguiu a reeleição de Cláudio Castro no Rio de Janeiro e apoiou as vitórias de Ratinho Júnior (PSD), no Paraná, e Ibaneis Rocha (MDB), no DF. São Paulo e Bahia, dois dos maiores colégios eleitorais do país, só terão uma definição no segundo turno. Para traçar um panorama sobre o recado das urnas em 2 de outubro e como os palanques estaduais ainda podem influenciar a disputa presidencial, participam deste episódio o cientista político Marco Antônio Teixeira, professor da FGV, e a analista de política da CNN Basilia Rodrigues. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

exame
Partidos de Bolsonaro terá maior bancada da Câmara e ganha força no Congresso

exame

Play Episode Listen Later Oct 3, 2022 2:54


As eleições de 2022 neste domingo, 2, incluíram a escolha de 513 deputados para compor a Câmara, que se renova a cada quatro anos. Cada um dos 26 estados mais Distrito Federal têm direito a certo número de deputados, que varia entre oito e 70 cada um, a depender do tamanho da população. São Paulo é o estado com direito a mais deputados, 70 ao todo.

Lado B do Rio
Lado B do Rio #250 - Roleta da Pistolagem - LULA NO 1º TURNO!

Lado B do Rio

Play Episode Listen Later Sep 30, 2022 137:56


Seguindo a Maratona da semana da eleição, o Lado B regular de sexta aborda as pesquisas eleitorais para os 26 estados e o Distrito Federal. E, claro, debate a possibilidade de Lula ser eleito presidente do Brasil ainda no 1º turno!É chuva de Lado B, mas anota aí: sábado tem o último programa da Maratona Pré-Eleições! UUUUFAA!Com Caio Bellandi, Daniel Soares, Fagner Torres e Luara Ramos.Se está curtindo esse tanto de podcast, considere apoiar o Lado B na Orelo por pix ou cartão de crédito.

Resumão Diário
Quarta-feira, 28 de setembro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Sep 28, 2022 5:45


A noite de ontem foi de debate entre os candidatos ao governo de todos os estados do país e do Distrito Federal. Antes, o Ipec publicou mais uma rodada de pesquisas sobre as disputas em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e DF. A Seleção Brasileira goleou a Tunísia no último amistoso antes da Copa do Mundo; partida foi marcada por ato racista de um torcedor, que atirou uma banana nos jogadores brasileiros. Beneficiário de programas de transferência de renda, entre eles o Auxílio Brasil, vai poder fazer empréstimo consignado com desconto direto no valor do benefício. E hoje a Mega-Sena sorteia o maior prêmio do ano: R$ 200 milhões.

Resumão Diário
Terça-feira, 27 de setembro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Sep 27, 2022 4:44


Hoje tem debate entre candidatos ao governo em 26 estados e no Distrito Federal – organizados pela TV Globo e afiliadas, todos vão ser transmitidos ao vivo no g1. A nova pesquisa Ipec mostrou que Lula aparece com 53% dos votos válidos, contra 34% - segundo o instituto, ainda não é possível dizer se a eleição pode ser decidida no 1° turno. Na Bahia, um atirador matou uma aluna cadeirante de 19 anos dentro de uma escola na cidade de Barreiras. Quatro meses depois, os policiais rodoviários que mataram Genivaldo Santos asfixiado em Sergipe foram indiciados. A Nasa classificou como um sucesso a missão para desviar um asteróide que estava em rota de colisão com a Terra. E a seleção brasileira de futebol masculino faz hoje o último amistoso antes da Copa.

Resumão Diário
Resumão eleições #42: Terça-feira, 27 de setembro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Sep 27, 2022 5:15


Natuza Nery, colunista do g1 e comentarista da GloboNews, comenta os apoios até então improváveis à candidatura de Lula (PT) - entre eles, o de Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF e relator do mensalão. A TV Globo promove debates entre os candidatos aos governos nos 26 estados e no Distrito Federal. O Ipec divulga a intenção de voto sobre a corrida eleitoral em quatro estados e no DF. Bolsonaro (PL) monta em um touro durante visita a Petrolina. E Ciro Gomes (PDT) mudou a versão sobre cochicho com o presidente no debate do último fim de semana.

O Antagonista
Cortes do Papo - Crusoé: "Trampolim para 2026"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 24, 2022 2:17


A reportagem de capa da nova edição da Crusoé mostra por que candidatos a governador que lideram em vários estados representam uma nova geração, que pode arrancar o Brasil da polarização. Leia um trecho: "Esta campanha presidencial tem sido marcada pela monotonia das pesquisas e pela violência dos ataques, verbais ou reais, dos candidatos e de seus seguidores. Mas, por sorte, essa não é a única disputa em andamento. Em outubro, os brasileiros também escolherão os governadores de 26 estados e do Distrito Federal." "[...] Essas disputas regionais estão ocorrendo, em boa parte, ao largo da histeria da campanha presidencial. Candidatos que não anunciaram apoio a Lula ou Bolsonaro lideram em cinco dos dez maiores colégios eleitorais do país. [...] Com 65% das intenções de voto, o paraense Helder Barbalho (MDB) só não liquidará a fatura no primeiro turno se houver um cataclisma."  "O mineiro Romeu Zema (Novo) e o baiano ACM Neto (União) também têm grandes chances de vencer logo de cara as eleições no segundo e no quarto maiores colégios eleitorais do Brasil. A intenção de votos deles é de 53% e 54%, respectivamente. Os que estão como favoritos, mas ainda precisam assegurar uma vitória no segundo turno, são Eduardo Leite (PSDB), no Rio Grande do Sul, e Carlos Moisés (Republicanos), em Santa Catarina." LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Resumão Diário
Resumão eleições #40: Sexta-feira, 23 de setembro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Sep 23, 2022 5:31


Natuza Nery, colunista do g1 e comentarista da GloboNews, analisa os números do Datafolha presidencial divulgado nesta quinta (22). Um desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal determinou a retirada do ar de reportagens do UOL sobre a compra de imóveis com dinheiro vivo pela família de Bolsonaro (PL). Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil e coordenador da campanha do presidente, desistiu de tirar férias na reta final do primeiro turno. E um em cada cinco deputados federais que concorrem nas eleições de 2022 dobrou o patrimônio em quatro anos.

Brasil-Mundo
EUA: Longas distâncias separam eleitores brasileiros das urnas no maior colégio eleitoral fora do Brasil

Brasil-Mundo

Play Episode Listen Later Sep 18, 2022 5:00


Na eleição do próximo dia 2 de outubro, 182.986 brasileiros que moram nos Estados Unidos estão aptos a votar. O número de eleitores do maior colégio eleitoral do exterior aumentou em cerca de 14% em relação às eleições de 2018, porém nem todos os votantes conseguem ir às urnas. Em todos os Estados Unidos apenas 14 locais terão seções eleitorais, isso significa que diversos moradores terão que viajar horas caso queiram exercer seu direito ao voto. Cleide Klock, correspondente da RFI em Los Angeles Além de Atlanta, Boston (com seções em Framingham e Maiden), Chicago, Hartford, Houston, Los Angeles, Miami, Nova York, Orlando, San Francisco e Washington, que contam com repartições consulares do Brasil, também há seções em Dallas e em Salt Lake City. Horas de espera e abstenções O Consulado-Geral do Brasil em Miami tem jurisdição sobre o estado da Flórida e os territórios de Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas e é o que tem o maior número de eleitores inscritos: 40.189. A votação para esses brasileiros acontecerá em dois locais, em Miami e Orlando. Já o Consulado de Boston, que abrange os estados de Massachusetts, Maine, New Hampshire e Vermont, é o segundo em número de votantes, 37.159. Nas eleições passadas eram quatro locais de votação, este ano as seções estarão distribuídas em Framingham e Maiden. Margareth Shepard atua há três décadas como líder comunitária da região e foi a primeira brasileira a conquistar um cargo eletivo nos Estados Unidos, é vereadora em Framingham, Massachusetts. Ela avalia como descaso do governo a redução de locais de votação. "Se com quatro locais de votação, há quatro anos, nós ainda tivemos filas de espera de até três horas, eu imagino que este ano vai ser ainda mais complicado o processo. A gente sabe que isso está acontecendo em vários países", diz a vereadora. Margareth lamenta essa redução e acredita que a medida vai impossibilitar que muitos brasileiros consigam participar do pleito. "Eu vejo como uma decisão política, eu a qualificaria como uma ineficiência do governo brasileiro. Na verdade, nós não tivemos uma resposta compreensível sobre a restrição dos locais de votação, a não ser relacionada a questões financeiras. Não foi dada nem a possibilidade para a comunidade de encontrar localidades sem custo para que pudéssemos ter esses quatro locais de votação garantidos", conta Margareth. A falta de infraestrutura explica a quantidade de pessoas que não conseguem ir às urnas. Em 2018, havia mais de 500 mil eleitores aptos a votar no exterior em todo o mundo, a abstenção foi de 59%. Em 2022, o Itamaraty excluiu em todo o mundo 16 locais de votação que haviam sido incluídos na eleição passada com a explicação de que a experiência de 2018 nessas localidades "foi considerada negativa pelos postos e, em consequência, sua repetição foi desencorajada”. Dallas, no Texas, foi uma das cidades que conseguiu manter o local para votação fora da sede consular (Houston), conquistado a partir da eleição de 2018. O cônsul-geral adjunto do Brasil em Houston, Felipe Santarosa, disse à RFI que o Consulado de Houston, do qual Dallas faz parte, conseguiu justificar junto ao Itamaraty a importância de continuar com votação na cidade já que fica a quase 400 quilômetros da sede consular e tem cerca de 4 mil eleitores. "No caso, (devido a consulta do Itamaraty, no ano passado) a gente optou por dizer que sim, que valeria a pena continuar fazendo em Dallas, que continua sendo uma comunidade importante e que apesar de gerar problemas logísticos para organizar, ter que pagar diárias, mandar urnas, a gente acha que justifica pelo número de pessoas e por desafogar as seções em Houston", conta Santarosa. O vice-Cônsul também relata que outras comunidades importantes têm reivindicado locais de votação, como em Denver, no Colorado, localizada a 1.200 quilômetros de Dallas. Mas, como o número é de poucas centenas de votantes, ainda não justificaria ter um local de votação próprio. "Além de que esse ano não houve esse movimento para criar novas sedes, foi o contrário, um movimento para manter as que haviam sido criadas e eventualmente fechar algumas. Vai ter que ser pensado para daqui quatro anos, não sei qual vai ser o approach da justiça eleitoral", diz Felipe Santarosa que explica ainda que a maior parte do processo eleitoral aqui nos Estados Unidos só acontece porque há a ajuda de voluntários que trabalham como mesários. Fora do Brasil a Justiça eleitoral não pode obrigar os brasileiros a prestar serviço como mesário. Em Nova Jersey e Pensilvânia, a mesma situação. Solange Paizante é diretora da associação Mantena Global Care, em Newark (NJ), cidade onde está uma das maiores comunidades de brasileiros nos Estados Unidos. Há três eleições ela trabalha como voluntária, porém, precisa se deslocar até Nova York, onde votam 27.937 brasileiros. "Há alguns anos nós apelamos, fizemos manifestações com abaixo-assinado, mas não foi possível ainda ter uma localização em Newark. Isso muitas vezes dificulta um pouco, nem todas as pessoas têm a facilidade de pegar um trem, ou mesmo ir de carro. Às vezes é a idade, às vezes é um cadeirante, com isso algumas pessoas não participam desse dia tão importante", contou Solange à RFI. Tanto a comunidade de Nova Jersey quanto a do estado vizinho, Pensilvânia, organizam, muitas vezes, caravanas para ir a Manhattan nos dias de votação, como conta Simone Salgado, empreendedora e líder comunitária que organiza o evento Conexão Brasil/USA. "Quando eu cheguei aqui, em 1999, eram cerca de 1.500 brasileiros nessa região, agora estima-se que mais de 30 mil brasileiros vivam no estado da Pensilvânia, mas ainda não temos um local para que as pessoas que desejam possam votar por aqui. As pessoas se juntam em alguns carros, entre amigos e seguem para Nova York para votar". Em resposta à RFI, o Itamaraty informou que em fevereiro do ano passado, no começo da preparação para o pleito de 2022, solicitou às repartições consulares que haviam organizado seções eleitorais em localidades fora de suas sedes em 2018 que avaliassem a experiência em fatores qualitativos e quantitativos e "nesse contexto, propôs-se repetir, no ciclo eleitoral de 2022, a experiência com 'seções fora da sede' somente nas localidades em que houve avaliação favorável." Nos Estados Unidos, o Itamaraty manteve 256 seções eleitorais, distribuídas em 14 locais de votação. Urnas a caminho A votação fora dos limites territoriais do Brasil é organizada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal em conjunto com consulados e embaixadas. Nesta última semana, o TRF-DF lacrou as urnas eletrônicas que serão usadas na eleição no exterior e o Ministério das Relações Exteriores, concluiu na última quarta-feira (14) o envio. Estima-se que todas devem estar nos Estados Unidos até o próximo dia 21. Nessa espécie de urna “internacional”, aberta no dia da votação, aparece apenas a opção de voto para presidente da República. Quem pode votar Só pode votar o eleitor que pediu a transferência do domicílio eleitoral do Brasil para o exterior. O prazo terminou em 4 de maio. O voto é facultativo para quem tem entre 16 e 18 anos, maiores de 70 e pessoas analfabetas. Sendo assim, brasileiros maiores de idade que residem no exterior devem cumprir as obrigações eleitorais e votar para escolher as candidaturas à Presidência e à Vice-Presidência. Quem optar por manter o domicílio eleitoral em município brasileiro continua obrigado a votar em todas as eleições. Nesse caso, será necessário justificar as ausências às urnas enquanto estiver fora do país. Vale lembrar que não é possível votar em outro país durante uma viagem a passeio. O voto em trânsito é permitido apenas em território nacional. A votação acontece de 8h às 17h no horário local e não no de Brasília. Locais de votação nos Estados UnidosConsulados / Número de eleitores inscritos (2022) Miami 40.189 Boston ​​ 37.159 Nova York 27.937 Washington 14.073 Houston 13.804 Washington 14.073 Atlanta 12.591 San Francisco 11.698 Los Angeles 11.205 Chicago 10.302 Hartford 4.028 Total - 182.986 eleitores (FONTE: TSE)

Estadão Notícias
Alta taxa de reeleição nas eleições estaduais e no Parlamento

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Sep 15, 2022 26:01


Diferentemente de 2018, as eleições deste ano não devem ser marcadas pela lógica da renovação a qualquer custo. Uma aproximação com os chamados “políticos de carteirinha” e um afastamento daqueles que se apresentam como “outsiders” colabora para uma expectativa de que em ao menos 12 estados e no Distrito Federal as eleições sejam definidas logo no primeiro turno, conforme apontam as pesquisas Ipec e DataFolha.  Na corrida para o Legislativo, a marca do "continuísmo" também tende a se sobrepor. Dos 513 parlamentares em exercício na Câmara dos Deputados, ao menos 447 estão se candidatando novamente. Isso equivale a 87% do total. Não por acaso: nunca houve tanto acesso a financiamento para as campanhas, seja do Fundo Eleitoral, seja das emendas do orçamento secreto. O que explica a vitória do governismo nos Estados, mesmo com os efeitos drásticos da pandemia e as campanhas negativas contra os governadores protagonizadas por Bolsonaro? E como fica o cenário para o Legislativo caso a taxa de renovação fique baixa?Episódio desta quinta-feira (15) analisa o assunto numa conversa com o cientista político Bruno Silva, diretor de Projetos do Movimento Voto Consciente.  O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Emanuel Bomfim Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg, Gabriela Forte e Victória Ribeiro Montagem: Moacir BiasiSee omnystudio.com/listener for privacy information.

revista piauí
#217: Beijos, princesas e rainhas #sqn | Foro de Teresina - o podcast de política da piauí

revista piauí

Play Episode Listen Later Sep 9, 2022 55:01


Fernando de Barros e Silva, Thais Bilenky e José Roberto de Toledo analisam como o Sete de Setembro virou um comício de Jair Bolsonaro e avaliam o impacto das manifestações de apoiadores do presidente na campanha eleitoral. O trio também comenta as pesquisas de intenção de voto e como a campanha de Bolsonaro parece estar perdendo fôlego. Por fim, avaliam como o discurso radical do presidente está afastando candidatos aliados nas eleições estaduais. Na terça-feira (13), o Foro de Teresina terá mais uma edição ao vivo, com transmissão exclusiva para os assinantes digitais. O trio vai se reunir para debater os assuntos mais importantes da política hoje, falar sobre jornalismo e responder às perguntas dos assinantes. Mande sua pergunta de até 30 segundos por aqui. Acesse https://mubi.com/foro e assista ao melhor cinema por 30 dias grátis. Escalada: 00:00 1º bloco: 04:30 2º bloco: 21:20 3º bloco: 35:22 Kinder Ovo: 47:09 Correio Elegante: 49:10 Créditos: 52:58 Bloco 1: Sequestro da Independência O Bicentenário da Independência do Brasil se transformou em um grande comício de Jair Bolsonaro. Apoiadores que foram às ruas em Brasília, no Rio de Janeiro e em São Paulo pediram prisão de ministros do Supremo, golpe militar e voto impresso. Em um dos discursos, Bolsonaro comparou a esposa Michelle a outras primeiras-damas e fez coro a quem o chamou de imbrochável. Bloco 2: Eleição nacional A campanha de Bolsonaro parece estar perdendo fôlego. A pesquisa mais recente do Ipec, divulgada após o debate presidencial, registrou Lula na frente com 44% das intenções de voto no primeiro turno e Bolsonaro com 31%, oscilando para baixo. Lula lidera em São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco, já Bolsonaro fica à frente no Distrito Federal. No Rio de Janeiro, ambos estão empatados tecnicamente. Bloco 3: Eleições estaduais A menos de um mês do primeiro turno das eleições, o discurso radical de Bolsonaro está afastando apoiadores do governo nos estados, que começam a abandonar o barco presidencial para não terem suas imagens atreladas ao presidente. Segundo pesquisas de intenção de voto, as eleições estaduais são de continuidade, ao contrário da disputa presidencial. Para acessar reportagens citadas nesse episódio: https://piaui.co/foro217 ​​​​​​​​​​Assista aos bastidores da gravação: https://piaui.co/ftprivilegiado​ ​​​​​Aqui, uma playlist com todos os episódios do Foro: https://piaui.co/playlistforo​ ​​​​​​​​​​O Foro de Teresina é o podcast de política da revista piauí, que vai ao ar todas as sextas-feiras, a partir das 11h. O programa é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí. Ouça também os outros podcasts da piauí: o Maria vai com as outras, sobre mulheres e mercado de trabalho (https://piaui.co/playlistmaria​​​​​​​​​), e A Terra é redonda, sobre ciência e meio ambiente (https://piaui.co/playlistaterra​​​​​​). Ficha técnica: Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky Coordenação geral: Évelin Argenta Direção: Mari Faria Edição: Natalia Silva e Tiago Picado Produção: Amanda Gorziza Apoio de produção: Claudia Holanda Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno Identidade visual: João Brizzi Ilustração: Fernando Carvall Teaser (Foro Privilegiado): Mari Faria Distribuição: Marcos Amorozo Coordenação digital: Juliana Jaeger e FêCris Vasconcellos Checagem: João Felipe Carvalho Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

O Antagonista
Cortes do Papo - A pedido do governo, MP Militar abre apuração contra Ciro Gomes

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 9, 2022 8:35


O Ministério Público Militar em São Paulo abriu uma apuração contra Ciro Gomes por suposta difamação das Forças Armadas. O procedimento atende a um pedido realizado pelo Ministério da Defesa após entrevista do candidato à Presidência em julho. À CBN, o presidenciável afirmou que as Forças Armadas são coniventes com crimes ocorridos na região da Amazônia e que a gestão Bolsonaro fragilizou estruturas de fiscalização de órgãos como Funai e Ibama. “Isso acabou transformando o território nessa holding do crime, claramente protegida por autoridades brasileiras, inclusive das Forças Armadas”, disse o pedetista na entrevista. Ciro é acusado de incitar o crime, por estimular animosidades entre as Forças Armadas e as instituições civis, e propalar fatos, “que sabe inverídicos, capazes de ofender a dignidade ou abalar o crédito das Forças Armadas ou a confiança que estas merecem do público”, crime previsto no artigo 21 do Código Penal Militar. Analisado preliminarmente pela Procuradoria da República no Distrito Federal, o caso foi transferido ao Ministério Público Militar em São Paulo por envolver conduta passível de enquadramento em crime militar. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Resumão Diário
Resumão eleições #27: Terça-feira, 6 de setembro

Resumão Diário

Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 6:21


Natuza Nery, colunista do g1 e comentarista da GloboNews, comenta como as campanhas dos presidenciáveis reagiram ao cenário de estabilidade mostrado pela pesquisa Ipec. Na noite desta terça-feira (6), o Ipec divulga pesquisas de intenção de voto para os governos de quatro estados e do Distrito Federal. Por 6 votos a 1, o TRE do Rio barrou a candidatura do deputado federal Daniel Silveira (PTB) ao Senado. E os pedidos para voto em trânsito cresceram 278% em 2022.

O Antagonista
Roberto Jefferson volta a atacar Moraes e diz que Bolsonaro vai perder eleições

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 1:39


Atualmente em prisão domiciliar, Roberto Jefferson voltou a atacar Alexandre de Moraes. Em vídeo publicado nas redes sociais nesta segunda-feira (5), o ex-deputado chamou o ministro do STF de "chefe de milícia judicial". Na gravação, Jefferson também afirmou que Jair Bolsonaro (PL), de quem é aliado, vai perder as eleições. O ex-deputado disse ainda que Moraes determinou a presença de snipers nas praças de Brasília no 7 de Setembro e que o presidente deveria mandar prendê-los. Na realidade, o esquema de segurança para os atos foi determinado pela Secretaria de Segurança do Distrito Federal e não pelo Supremo Tribunal Federal (STF). "Temos hoje no Brasil uma milícia judicial cujo chefete é esse cidadão, o Xandão. Como ele vai botar sniper nas praças de Brasília para impedir o povo de se manifestar embaixo do seu nariz, presidente. Como é que é isso? Que conversa é essa, Bolsonaro? Você vai perder a eleição. Ele não pode fazer isso. Você tem que mandar seus fuzileiros navais amanhã prender todo sniper que tiver em cima de prédio no Eixo Monumental. Cana! Desarme e mete na chave", disse Jefferson. Como mostramos, Jefferson pretendia concorrer ao Planalto, mas o TSE indeferiu sua candidatura. O Padre Kelmon foi escolhido pelo PTB para substituí-lo na corrida presidencial.  Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Estadão Notícias
O teor alarmista do 7 de Setembro e seus riscos

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 22:46


Se em outros governos as comemorações de 7 de Setembro eram apenas ações protocolares, com Jair Bolsonaro o cenário mudou. O atual presidente tem usado o dia da Independência para mobilizar seus apoiadores e levantar bandeiras importantes para o seu mandato. Este ano, com as eleições se aproximando, Bolsonaro pretende usar as manifestações também como demonstração de força para seus eleitores, que há meses veem seu candidato atrás nas pesquisas eleitorais. Entre os diversos atos convocado ao redor do País, Bolsonaro estará presente no Rio de Janeiro. Por lá, a programação desta quarta-feira, 7, contará com show da Esquadrilha da Fumaça, salto de paraquedistas, apresentação de bandas militares e execução de salva de tiros, segundo o Ministério da Defesa.  Apesar do teor comemorativo vendido pelo governo, o clima é de tensão. Para evitar possíveis conflitos, o governo do Distrito Federal montou um esquema de segurança sem precedentes para as manifestações, e contará com o apoio da Polícia Militar do DF, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal e Força Nacional.  Neste 7 de Setembro, enquanto Bolsonaro está no Rio de Janeiro, outros presidenciáveis estarão cumprindo sua agenda eleitoral em outros cantos do País. Lula, no Norte do País, participará de atos com apoiadores no Pará. Ciro Gomes cumprirá agenda em São Paulo e Simone Tebet estará em Porto Alegre. Em resposta aos atos bolsonaristas, grupos de oposição convocaram mobilizações para este sábado, 10. No episódio de hoje do Estadão Notícias vamos conversar sobre o assunto com a doutoranda em Ciência Política pela USP e pesquisadora do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), Lilian Sendretti. O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Emanuel Bomfim Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg, Gabriela Forte e Letícia Pille Montagem: Moacir BiasiSee omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Michelle Bolsonaro, a cabo eleitoral do irmão

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 5, 2022 0:23


A primeira-dama Michelle Bolsonaro gravou um vídeo pedindo votos para o irmão Eduardo Torres (PL), candidato à Câmara Legislativa do Distrito Federal. A peça é curta e ela fala que um DF melhor começa por boas escolhas para deputados distritais. Depois disso, ela apresenta o irmão como essa “boa opção”. Durante a campanha, a primeira-dama já gravou vídeos para o presidente da República e outros aliados, como a ex-ministra da mulher Damares Alves. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Eldorado Expresso
Brasileiro armado ataca Cristina Kirchner

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Sep 2, 2022 14:58


O ataque contra a vice-presidente argentina, Cristina Kirchner, na noite desta quinta, foi cometido por Fernando Andrés Sabag Montiel, brasileiro radicado em Buenos Aires, que trabalha como motorista de aplicativo na cidade. Montiel tem antecedentes criminais e supostas ligações com grupos extremistas. A Polícia Federal Argentina (PFA) apreendeu na casa dele 100 balas de calibre 9 milímetros, segundo informações obtidas pela jornal local "La Nación" com fontes que participam da investigação. Também de acordo com o periódico, o perfil do brasileiro, que se identificava nas redes como Fernando “Salim” Montiel, acompanhava grupos e páginas chamadas “Comunismo satânico”, “ciências ocultas herméticas” e “coach antipsicopatas”. O governo do Distrito Federal montou um esquema de segurança de proporções inéditas para evitar conflitos na manifestação convocada para o 7 de Setembro por apoiadores do presidente e pelo próprio Jair Bolsonaro (PL). Há um forte clima de tensão em torno do ato por causa de bandeiras radicais como ataques antidemocráticos ao STF e ao TSE nos últimos meses. E mais:A pressão sobre os juízes do futebol e a falta de investimento federal em programa para mulheres. Ouça estas e outras notícias desta sexta-feira, 2, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Cortes do Papo - O 'serviço secreto' de Moraes no TSE

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 1, 2022 3:31


Como registramos mais cedo, Alexandre de Moraes acaba de criar, em parceria com a Polícia Militar, um "núcleo de inteligência" para "instrumentalizar o enfrentamento à violência política no processo eleitoral de 2022". A ideia surgiu em recente reunião do presidente do TSE com os comandantes das PMs. Uma portaria editada na terça-feira 30 diz que o grupo terá como atribuições "coletar dados e processar informações de interesse da segurança pública". Segundo ele, "há necessidade de ações permanentes de inteligência com a finalidade de identificar ameaças à normalidade do pleito". O núcleo será formado pelo próprio Moraes, além de três representantes do TSE (Marco Antonio Martin Vargas, Eduardo de O. Tagliaferro e Roberto Allegretti) e do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais da PM (os tenentes-coronéis Waldicharbel Gomes Moreira, do Distrito Federal; Lázaro Tavares de Melo da Silva, de Minas Gerais, e José Luís Santos Silva, da Bahia). A forma de atuação do grupo ainda não foi definida, mas, pelo texto, percebe-se que o escopo de atribuições será amplíssimo. Não causará surpresa se todas as atas das reuniões do grupo forem mantidas em sigilo e que o Ministério Público Eleitoral permaneça excluído da iniciativa, marcas dos inquéritos políticos relatados pelo ministro no Supremo. Cuidado com o que você escreve no WhatsApp! Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Ex de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle declara mansão que antes dizia ser alugada

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 1, 2022 12:20


Ana Cristina Siqueira Valle, ex de Jair Bolsonaro e mãe de Jair Renan, declarou à Justiça Eleitoral mansão avaliada em R$ 3,2 milhões localizada no Lago Sul, bairro nobre de Brasília. O imóvel foi alvo de várias matérias na imprensa. Candidata a deputada distrital, Cristina dizia morar de aluguel e que a casa pertencia ao corretor Geraldo Antonio Machado, que vive numa cidade satélite do Distrito Federal. Na declaração de bens ao TSE, ela atribui ao imóvel o valor de R$ 829 mil. Machado, que ainda consta no cartório como proprietário, declarou ter pago R$ 2,9 milhões. A candidata ainda não se manifestou. A mansão fica próxima à de Flávio Bolsonaro. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Instituto Paraná: vantagem de Lula sobre Bolsonaro cai para menos de 5 pontos

O Antagonista

Play Episode Listen Later Aug 25, 2022 2:11


Pesquisa do Instituto Paraná divulgada nesta quarta-feira (24) sobre a corrida presidencial mostra Lula (PT) na liderança na estimulada, com 41,7% das intenções de voto. Jair Bolsonaro (PL) é o segundo, com 37%. No levantamento anterior, divulgado no início do mês, o petista tinha 41,1% e o presidente, 35,6%. Os dois oscilaram dentro da margem da erro, que é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A distância verificada na atual pesquisa é a menor registrada pelo instituto na disputa. Em abril, Lula tinha 40% e Bolsonaro, 32,7%. Ciro Gomes (PDT) é o terceiro, com 7,3%, seguido por Simone Tebet (MDB), com 2,7%. Os demais candidatos têm menos de 1%. Brancos e nulos somam 6% e os que não sabem/não responderam, 4,1%. Na espontânea, Lula tem 30%, contra 26,5% de Bolsonaro. Considerando a margem de erro, eles estão tecnicamente empatados. Ciro Gomes tem 2,7% e Simone Tebet, 1%. Os que não sabem/não responderam somam 33,3%, enquanto os brancos e nulos representam 5,9%. Foram entrevistados 2.020 eleitores dos 26 estados e do Distrito Federal entre os dias 19 e 23 de agosto. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número BR-03138/2022.  Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

STF Oficial
Sessão Plenária - 24/8/22

STF Oficial

Play Episode Listen Later Aug 25, 2022 200:37


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) começou a julgar, nesta quarta-feira (24), as Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs) 7042 e 7043, ajuizadas contra alterações na Lei de Improbidade Administrativa (Lei 8.429/1992) que atribuíram exclusivamente ao Ministério Público (MP) a legitimidade para propor ação de improbidade administrativa. Na sessão de hoje, votaram o relator, ministro Alexandre de Moraes, que reafirmou os argumentos da liminar anteriormente deferida ​e, já votando pela inconstitucionalidade dos dispositivos questionados, assentou que as pessoas jurídicas lesionadas também estão autorizadas a propor essas ações, e o ministro André Mendonça, que o acompanhou. O julgamento será retomado nesta quinta-feira (25). Nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADI) 7042 e 7043, a Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do Distrito Federal (Anape) e a Associação Nacional dos Advogados Públicos Federais (Anafe) alegam que a nova legislação suprimiu prerrogativa dos entes públicos lesados, impedindo o exercício do dever-poder da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios de zelar pela guarda da Constituição e das leis e de conservar o patrimônio público. Ouça aqui!

Introvertendo
#220 - Autistas da Região Centro-Oeste

Introvertendo

Play Episode Listen Later Aug 19, 2022 27:43


Com uma mistura do clima seco do cerrado, a peculiaridade do pantanal e o movimento urbano, a região Centro-Oeste guarda contradições e singularidades. Neste episódio, Luca Nolasco e Otávio Crosara recebem Enã Rezende, do Mato Grosso, Jéssica Borges, do Distrito Federal, e Murilo Ferraz, de Goiás. Os três abordam desmatamento, agronegócio, o impacto sensorial das comidas típicas e acesso ao diagnóstico de autismo na região centro-oeste. Arte: Vin Lima.

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL
LÁZARO - 200 POLICIAIS X 1 HOMEM - BÔNUS - #01

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Play Episode Listen Later Aug 15, 2022 66:32


Um homem contra 200 policiais. Lázaro Barbosa é esse homem. Com 32 anos, Lázaro se tornou o criminoso mais procurado do Brasil após ter matado uma família de 4 pessoas em Ceilândia, no Distrito Federal. Com requintes de crueldade, o assassino tem uma extensa lista de crimes, que vão de homicídio a estupro, furto, roubo e porte ilegal de arma. Fugindo da polícia desde 9 de junho de 2021, Lázaro já completou mais de dez dias pela mata de Cocalzinho de Goias, a 105 km de Brasília. Por onde passa, Lazaro deixa um rastro de medo e violência, fazendo novas vítimas e novos crimes. Confira essa conversa com Coronel Telhada (Rota) e Dra Rosangela Monteiro (Perita) sobre o homem mais falado do país. 

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL
CASO RHUAN MAYCON - O CRIME - INVESTIGAÇÃO CRIMINAL #41

INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Play Episode Listen Later Aug 15, 2022 79:43


Não deixe de conferir esse e outros conteúdos no nosso canal Operação Policial, no Youtube (www.youtube.com/OPOperacaoPolicial). Entenda com Dr Guilherme Souza Melo, delegado do Caso Rhuan, todo o crime, a relação do menino com a mãe e a madrasta, a forma brutal com que sua vida foi finalizada. O crime aconteceu dia 1.o de junho de 2019, em Samambaia, Distrito Federal.   PLAYLIST COM TODO MATERIAL CASO RHUAN MAYCON  https://youtu.be/WmbjmCT6QvY Rosana Auri da Silva Cândido era mãe de Rhuan Maycon, de 9 anos de idade.  Kacyla Priscyla Santiago Damasceno era mãe de uma menina de 8 anos.   Rosana e Kacyla engataram um namoro e resolveram fugir de onde moravam, em Rio Branco, capital do Estado do Acre, levando os filhos numa jornada que terminaria num enredo de terror sem precedentes.  O casal trocava sempre de cidade para evitar que os pais de Rhuan e da menina encontrassem as crianças. A última parada de Rosana e Kacyla foi em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal.   No dia primeiro de junho de 2019, dentro do pequeno casebre que acomodava as mulheres, Rhuan e a filha de Kacyla, Rosana tirou a máscara de mãe para revelar sua verdadeira face do mal. Sem qualquer aviso e sem qualquer remorso, a mãe começou a golpear o filho com a ajuda da companheira, terminando por decapitar e desmembrar o pequeno corpo de Rhuan Maycon...   Antes de abandonar os restos mortais do filho num matagal próximo de sua casa, Rosana ainda tentou se livrar do corpo do menino numa churrasqueira, mas abandonou a ideia por achar que a fumaça estava chamando atenção dos vizinhos, que juram não terem ouvido nada.    Quando o corpo de garoto foi encontrado, mais uma ação cruel de Rosana e Kacyla ainda seria descoberta. Um ano antes de acabar com a vida do filho, Rosana emasculou o pequeno Rhuan Maycon, que isolado do mundo, não poderia contar com a ajuda de ninguém... Muito menos daquela que chamava de mãe, e que deveria ter sido sua maior protetora.   O caso ainda aguarda julgamento. A filha de Kacyla reencontrou o pai, mora novamente no Acre, e a família busca reconstruir o corpo e a mente da menina, que pode ter sido testemunha da morte de Rhuan e, quem sabe, não seria ela a próxima vítima?

O Assunto
Os significados do 11 de agosto

O Assunto

Play Episode Listen Later Aug 12, 2022 32:26


No Largo de São Francisco, milhares de pessoas se reuniram ao redor das arcadas da Faculdade de Direito da USP enquanto, lá dentro, eram lidos dois documentos concebidos em resposta à escalada ofensiva de Jair Bolsonaro contra o sistema eleitoral. Um da Federação das Indústrias de São Paulo e outro - a Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em Defesa do Estado Democrático de Direito" - de professores da própria escola. Acompanhando a manifestação in loco, a produtora e roteirista Isabel Seta registrou para este episódio as palavras mais entoadas nas vozes do estudante Igor, de 18 anos, e da aposentada Maria Aparecida, de 81. Todas as capitais e o Distrito Federal organizaram atos para endossar a carta, que já tem mais de 1 milhão de assinaturas. “Caiu o preço para a elite apoiar a democracia”, diz o sociólogo Celso Rocha de Barros sobre a mensagem contida na presença das lideranças tanto da Fiesp quanto da Febraban na cerimônia. “E subiu o preço do golpe”, completa. Convidado de Renata Lo Prete para tirar o saldo deste 11 de agosto, o colunista do jornal Folha de S. Paulo destaca o caráter suprapartidário do evento, que reuniu desde ex-aliados do atual presidente até organizações historicamente ligadas à esquerda. A carta dos juristas vem à luz 45 anos depois de sua versão inspiradora, escrita durante a ditadura. Mas, avalia Celso, os atos desta quinta-feira se assemelham menos aos de 1977 e mais à campanha das Diretas Já, na década seguinte, quando o regime militar estava em seus estertores. Para ele, o sucesso da iniciativa atual mostra a políticos e militares “que estão em dúvida para que lado o vento vai soprar”. “Dar golpe e fracassar não é bom negócio”, conclui.

O Antagonista
Deltan Dallagnol, sobre Lei de Improbidade Administrativa: "STF tem de proteger direito a não sermos roubados"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Aug 3, 2022 2:09


Deltan Dallagnol, o ex-procurador da Lava Jato e agora candidato a deputado federal pelo Paraná, disse nesta quarta-feira (3) que o julgamento do STF sobre a nova Lei de Improbidade Administrativa é "o mais importante dos últimos anos" a passar pela Corte. A corte inicia às 14h um julgamento sobre a constitucionalidade da nova Lei de Improbidade Administrativa, aprovada no Congresso e sancionada por Jair Bolsonaro em 2021. O texto, aprovado pela base e pela oposição no Legislativo, é considerado mais leniente com a prática de mau uso dos recursos públicos. Entre as principais mudanças na nova redação está o entendimento de que apenas fica configurada a improbidade administrativa se os investigadores comprovarem que houve dolo elo autor. Outra mudança deixa a cargo apenas do Ministério Público a autorização para denunciar tal prática (antes, os agentes públicos onde o fato ocorreu, como prefeituras e autarquias, podiam encaminhar os casos à Justiça). A medida interessa a políticos que tem planos em 2022. Caso o Supremo decida pela retroatividade da nova lei, políticos condenados como José Roberto Arruda (PL) poderão concorrer este ano. Arruda é peça-chave nos planos de Bolsonaro no Distrito Federal.  "O Supremo pode derrubar esses abusos, esses absurdos que violam a Constituição, especialmente o direito do cidadão à probidade administrativa e o direito à devida proteção contra desvios da função pública", disse o ex-procurador da Lava Jato. "Peça ao Supremo que proteja nosso direito a não ser roubado e de não ser abusado por agentes públicos." Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Instituto Paraná: Lula 41,1% X Bolsonaro 35,6%

O Antagonista

Play Episode Listen Later Aug 3, 2022 1:49


Pesquisa do Instituto Paraná divulgada hoje sobre a corrida presidencial mostra Lula (PT) na liderança, com 41,1% das intenções de voto, contra 35,6% de Jair Bolsonaro (PL). Em seguida, aparecem Ciro Gomes (PDT), com 7,9%; Simone Tebet (MDB), com 1,8%; e André Janones (Avante), com 1,7%. Os demais candidatos não atingiram um ponto percentual. Brancos e nulos somam 6,2%, e os que não sabem/não responderam, 4,1%. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 2.020 eleitores de 161 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal entre os dias 28 de julho e 1º de agosto. O levantamento foi registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-05251/202 Na pesquisa divulgada no mês passado, Lula tinha 41,1% das intenções de voto, contra 35,1% de Bolsonaro. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Durma com essa
O resgate de 337 pessoas em situação análoga à escravidão

Durma com essa

Play Episode Listen Later Jul 28, 2022 17:31


A Procuradoria Geral da República divulgou nesta quinta-feira (28) um balanço que aponta o resgate de 337 pessoas que estavam em situação de trabalho análoga à escravidão. O número faz parte de uma operação que teve início no dia 4 de julho e segue em andamento. A ação conjunta reuniu diversos órgãos públicos, como o Ministério Público do Trabalho e a Polícia Federal, e resgatou trabalhadores em 22 estados e no Distrito Federal. O “Durma com essa” fala sobre situações de trabalho análogo à escravidão e mostra como a prática é marcada pela impunidade. O programa também tem a participação do redator Marcelo Roubicek, que comenta sobre a redução no valor do preço da gasolina nas distribuidoras anunciada nesta quinta (28) pela Petrobras, e da editora-chefe da Gama Revista, Luara Calvi Anic, que dá dicas culturais na seção “Achamos que vale”, inspirada na newsletter homônima que você pode assinar clicando aqui: https://gamarevista.uol.com.br/assinar-newsletter.

O Antagonista
"Foi sério o que aconteceu", diz Lira sobre pane em sistemas eletrônicos da casa

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 1:19


O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), leu um discurso no plenário na manhã desta quarta-feira (13), explicando a série de falhas nos sistemas eletrônicos da Casa na noite desta terça-feira (12). A instabilidade impediu que os parlamentares continuassem o debate sobre a PEC kamikaze, mesmo após a aprovação do texto-base. "Os fatos são graves e merecem rigorosa apuração desta Casa", disse em Plenário. "Foi sério o que aconteceu." Segundo o comunicado lido por Lira durante a sessão, foi realizada apuração preliminar com o apoio da Polícia Federal, e confirmou-se que houve corte na conexão da operadora Lumen, que atende a Câmara dos Deputados. "A empresa, em diversos comunicados enviados à Câmara dos Deputados, prestou informações no sentido de que houve interrupção dos serviços por rompimento de fibra óptica no território de Brasília", disse Lira. "O grave problema, segundo a empresa, afetou diversos clientes no Distrito Federal. Os serviços foram retomados às 2 horas da manhã." Para continuar com as votações, a Câmara está operando com a ajuda da rede do Senado e do Serpro, o Serviço Federal de Processamento de Dados. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
CORTES DO PAPO: PF abre investigação para apurar falhas no painel de votação da Câmara

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 5:38


A Polícia Federal disse nesta quarta-feira (13) que irá investigar o "apagão" no painel de votação da Câmara dos Deputados, ocorrido durante a votação da PEC kamikaze na noite de ontem. Após a votação em primeiro turno, mais de 60 deputados não conseguiram registrar seus votos no sistema eletrônico, e o presidente Arthur Lira (PP-AL) foi obrigado a suspender a sessão. Segundo a PF, uma unidade foi enviada até a Casa para "apurar falhas na internet e inconsistências no sistema de votação". Eles também teriam se reunido com Lira para discutir o que poderia ter ocorrido. "Foi instaurado procedimento preliminar de apuração na Superintendência da Polícia Federal no Distrito Federal e as diligências continuam a fim de esclarecer prontamente o ocorrido", concluiu a PF em nota. A retomada da sessão deve ocorrer agora pela manhã, e deve motivar um novo embate entre governo e oposição. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

E Tem Mais
Caixa tem nova presidente após denúncias de assédio; saiba identificar e delatar prática

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Jul 7, 2022 26:36


Neste episódio do E Tem Mais, Muriel Porfiro mostra como as denúncias de suposta prática de assédio sexual e moral contra funcionárias do banco levou a instituição a ter uma nova presidente, Daniella Marques. Após a queda de Pedro Guimarães, ela assumiu na terça-feira (5) com um discurso de combate à prática de abusos dentro da instituição. As vítimas também relataram ao Ministério Público Federal que outros executivos do banco também praticavam assédio, sexual e moral, ou eram coniventess com as práticas. Casos de assédio no ambiente de trabalho no Brasil têm números epidêmicos. Pesquisas apontam que mais de um terço dos trabalhadores brasileiros já foram vítimas de assédio moral e cerca de 10% sofreram assédio sexual no trabalho. Para falar sobre o andamento sobre as investigações na Caixa, Muriel Porfiro conversa neste episódio com a analista CNN Basília Rodrigues. Nildete Santana de Oliveira, doutora em direito pelo Centro Universitário (Uniceub) e Presidente da Comissão da Mulher Advogada da OAB/DF (Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal) fala no episódio sobre a diferença entre os tipos de assédio, punições e o por que é importante denunciar essas práticas. Com apresentação de Muriel Porfiro, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.