Saúde Digital

Follow Saúde Digital
Share on
Copy link to clipboard

Inovar em saúde é preciso. Melhorar a experiência de quem trabalha com saúde e a experiência do paciente é fundamental. Apresentamos novas tecnologias e inovações que têm feito a diferença e estão transformando a saúde. Informe-se e inspire-se neste podcast! Mais em www.saudedigital.tech .

Lorenzo Tomé


    • Nov 29, 2022 LATEST EPISODE
    • weekly NEW EPISODES
    • 31m AVG DURATION
    • 200 EPISODES


    Search for episodes from Saúde Digital with a specific topic:

    Latest episodes from Saúde Digital

    #Ep.174 - Automação digital na saúde

    Play Episode Listen Later Nov 29, 2022 38:00


    SD174 - Automação digital na saúde. Neste podcast, conversamos com o Leo Coelho, CEO e Cofundador da Ionic Health, sobre automação na medicina diagnóstica e os desafios na interoperabilidade e integração da saúde em seus vários níveis de operação. A Ionic Health é especializada em inovação e em tecnologia para transformação digital na saúde, trazendo soluções de automação, teleoperação, apoio e monitoramento de equipamentos clínicos. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Leo Formado em engenharia da computação, atuante na saúde. Recifense que mora em SP há 18 anos, Leo é casado e pai de 3 filhos. Apaixonado por inovação, empreendedorismo e inovação que tenham propósito na sociedade. A dor que a Ionic cura A healthtech propõe automação na saúde focada na medicina diagnóstica, acreditando que o desafio é trazer redução de custo, eficiência e mais acesso. Os processos internos das instituições de saúde, falando de equipamentos e sistemas, sofrem da falta de interoperabilidade e conectividade e falta profissionais de saúde qualificados para operarem equipamentos de tomografia e ressonância magnética. Os produtos Telecomando: em 2016, a empresa desenvolveu uma tecnologia envolvendo robótica, software, dados e automação e gerou acesso a qualquer tipo de equipamento de tomógrafo ou ressonância à distância. Teleapoio: resultados de exames em tempo real para interação do médico que faz o exame com um médico experiente à distância. Monitoramento dos equipamentos: reação em tempo real e algoritmos para ações preditivas. Laudos estruturados: plataforma com interface desenvolvida por radiologistas. Voice Recognition da Iara Health: algoritmo de reconhecimento de voz para a área da saúde com contexto clínico. O valor agregado Profissionais capacitados acessando a operação à distância; Incremento de agenda, aumentando o acesso à saúde; Eficiência de fluxo. O futuro Instalação de 50 unidades nos Estados Unidos em 2023. Estudos estão sendo feitos para suportar telecomando da Europa, especificamente de Portugal, para a África.  Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD173 - Oportunidades Digitais na Saúde Emocional SD172 - Cirurgia Robótica: novas tecnologias para o tratamento de hiperplasia benigna de próstata SD171 - Ferramentas digitais para médicos Músicas | Declan DP & KODOMOi - Jellyfish | Declan DP - With You | Declan DP - Magical "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590

    #Ep.173 - Oportunidades Digitais na Saúde Emocional

    Play Episode Listen Later Nov 22, 2022 40:44


    SD173 - Oportunidades Digitais na Saúde Emocional. Neste podcast, recebemos uma das primeiras empreendedoras na área de saúde, Carolina Dassie, para nos contar um pouco de sua trajetória profissional e a solução proposta com a Hisnëk. A Hisnëk é uma healthtech que oferece prevenção e promoção da saúde mental, dentro do ambiente corporativo, usando inteligência artificial com o app IVI. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Carolina  Economista de formação, trabalhou por 10 anos no mercado financeiro antes de empreender entre 2013/2014. Mãe de 2 filhos, mudou-se para o interior durante a pandemia de Covid-19. Ama fazer coisas disruptivas, o que a impulsiona para a constante busca de melhorias, Ela se autodenomina uma entusista da saúde. O início da Hisnëk A healthtech começou em 2014, fornecendo snacks saudáveis para B2C e depois para B2B, por conta do interesse da Carol por alimentação saudável. Em 2018, pensando em trazer mais valor, fez uma pesquisa com os clientes e escutou dos RH's que a depressão era a dor mais frequente. Os dados que reforçam a tese A ONS indicou que em 2020 a depressão seria a doença mais incapacitante do mundo; Em 2022, o Burnout passou a ser associado efetivamente às questões do trabalho; A taxa de suicídio cresce 10% ao ano; 90% dos suicidas sofrem de transtorno mental; Em países em desenvolvimento, somente 15% dos crônicos aceitam cuidado ou têm acesso a ele. Como funciona A IVI, um aplicativo feito para o usuário final, vem para oferecer um benefício corporativo de prevenção do adoecimento mental, trazendo algumas vantagens: não tem o viés da empresa contratante; a interação é com uma assistente virtual que vai mapeando as necessidades do usuário; embasado com protocolo clínico e validação acadêmica internacional; mecanismo de rastreio que acompanha o processo e evolução do usuário com as intervenções. Na prática Para o RH: recebe toda a régua de comunicação para disparar para os colaboradores, garantindo a comunicação adequada com o usuário do app; Para o colaborador: baixa o app; faz seu cadastro; preenche um "onboarding" para informar seus hábitos (sono, alimentação e atividade física) e o 1º protocolo de medição de índice de bem estar geral. Etapas do cuidado Classificação do usuário em categorias: verde, amarelo ou vermelho com a indicação de práticas de manutenção do bem-estar e/ou de despressurização. Além do rastreamento de depressão e ansiedade para indicação de psicoterapia online. Engajamento do usuário Depende da rede corporativa com o lead para a régua de comunicação acontecer e fazer a ativação do usuário. Leva informação sobre saúde mental para dentro das empresas, faz campanhas para informar e quebrar tabu Impactos da saúde emocional Absenteísmo; Clima corporativo; Produtividade dos colaboradores. Futuro Perguntar cada vez menos, entender cada vez mais e oferecer vivências mais assertivas. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD172 - Cirurgia Robótica: novas tecnologias para o tratamento de hiperplasia benigna de próstata SD171 - Ferramentas digitais para médicos SD170 - Os desafios do negócio hospitalar no Brasil Músicas | Declan DP - With You | Declan DP - Raindrop | Declan DP - Magical "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.172 - Cirurgia Robótica: novas tecnologias para o tratamento de hiperplasia benigna de próstata

    Play Episode Listen Later Nov 15, 2022 46:43


    SD172 - Cirurgia Robótica: novas tecnologias para o tratamento de hiperplasia benigna de próstata. Em novembro, uma importante campanha de conscientização tem início: o Novembro Azul, que alerta os homens para a necessidade da prevenção e do cuidado com a saúde masculina. E nosso convidado é o médico urologista, oncologista e digital, Dr. Bruno Benigno, desta vez para falar da importância e a evolução da cirurgia robótica nesse cenário. O Dr. Bruno é fundador da Clínica Uro Onco em São Paulo e esteve conosco no episódio sobre ferramentas digitais para médicos. Mentoria ao vivo com Dr. Bruno Benigno sobre Ferramentas digitais para médicos - 28/11/2022 às 20h. PARTICIPE! INSCREVA-SE AQUI! Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Bruno  Nascido em Belém do Pará. Iniciou faculdade em Belém, mas passou um ano no internato no Hospital do Servidor Público Estadual em SP. Ao assistir a uma video laparoscopia, apaixonou-se e descobriu seu campo de interesse. Ele fez cirurgia geral e depois urologia. Fez um estágio em Denver e fellow em cirurgia robótica no AC Camargo. O foco dele é a uro oncologia. Atualmente faz parte do corpo clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz além de atender em sua própria clínica. A história da cirurgia robótica A tecnologia robótica já existia, mas por volta de 1998 começou a ser usada para cirurgias com propósito militar, a partir da junção de 3 empresas diferentes. Para o uso civil, o uso foi iniciado nos anos 2000 pela empresa que domina 95% do mercado mundial: a Intuitive (com o robô Da Vinci). O crescimento da cirurgia robótica A 1ª cirurgia foi feita na Alemanha. Levada por um fellow para os EUA, em 8 anos, a ténica ganhou tração. Hoje, ela está presente em 80% das cirurgias de próstata por lá. No Brasil, a 1ª cirurgia foi feita em 2008, mas não havia referências nacionais na época e a técnica estava em amadurecimento. Em 2010, os médicos brasileiros que fizeram treinamento fora, voltaram ao Brasil e a técnica ganhou tração. 2 elementos impediram um maior avanço no Brasil no início: custo alto e pouca conscientização da população quanto à técnica. Com os treinamentos de fellows a partir de 2013, a cirurgia robótica se difundiu no país, mas com 60% dos equipamentos concentrados na região Sudeste. Treinamento e regulamentação Aumento dos programas de treinamento em cirurgia  robótica e a regulamentação, em 2022, desses treinamentos pela Sociedade Brasileira com certificação estão abrindo espaço para mais médicos. O Instituto de Urologia Robótica e Oncologia (IURO) oferece certificação por equivalência há 2 anos. Vantagem da cirurgia robótica Para o paciente: recuperação mais rápida. Para o médico: a curva de aprendizagem da robótica é mais rápida, comparando com a cirurgia por vídeo e 90% do controle está com o cirurgião. Para aumentar o acesso Aumentar a concorrência de consoles, retirar as barreiras para importação de tecnologia hardware para o Brasil, trazer equidade no treinamento dos médicos e disponibilidade fora dos grandes centros urbanos. Por que começar com a Urologia Porque a cirurgia de próstata é desafiadora, reconstrutiva, o alvo é fixo, o que facilita o desenvolvimento de equipamentos, e há o contato com praticamente todos os sistemas do corpo: um verdadeiro laboratório. Faz tempo que a Urologia busca as cirurgias minimamente invasivas. Áreas com domínio da cirurgia robótica Urologia Oncologia Aparelho digestivo Cabeça & Pescoço Tireoidectomia Cirurgia Torácica Ginecologia E a cirurgia à distância? Questões a considerar: Desafio tecnológico, responsabilidade legal, jurisdição, vínculo médico/paciente, necessidade de mercado. Contatos do Dr. Bruno @dr_benigno You Tube: Dr. Bruno Benigno - Urologista e Oncologista - SP Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD171 - Ferramentas digitais para médicos SD170 - Os desafios do negócio hospitalar no Brasil SD169 - Conexão Brasil - EUA para HealthTechs Músicas | Declan DP - Climb | Declan DP - Friendship | Declan DP - Climb "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.171 - Ferramentas digitais para médicos

    Play Episode Listen Later Nov 8, 2022 38:07


    SD171 - Ferramentas digitais para médicos. Neste podcast, a conversa é com o médico urologista, oncologista e digital, Dr. Bruno Benigno, que nos conta como ele transformou sua relação com os pacientes, as secretárias e o processo operacional do seu consultório, utilizando ferramentas digitais. Fundador da Clínica Uro Onco em São Paulo, ele nos conta como integrou assistência com automação e melhorou a experiência de todos os envolvidos. Quer participar de uma mentoria ao vivo com Dr. Bruno Benigno? INSCREVA-SE AQUI! Dica de Leitura: Metodologia Getting Things Done - GTD | Livro Arte de Fazer Acontecer de David Allen Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Bruno Nascido em Belém do Pará. Iniciou faculdade em Belém, mas passou um ano no internato no Hospital do Servidor Público Estadual em SP. Assistir a uma cirurgia de retirada de vesícula lhe indicou a especialidade que ele queria seguir. Ele fez cirurgia geral e depois urologia. Fez um estágio em Denver. Fez fellow em cirurgia robótica no AC Camargo. Por que automatizar O objetivo do Dr. Bruno era integrar assistência com tecnologia, automatizando processos, humanizando o atendimento, liberarando tempo para focar no paciente. Retirando atritos No papel de júnior, ele se preocupava em já buscar seu protagonismo e construir sua autonomia com uma carteira de pacientes própria. Dr. Bruno encontrou a ferramenta Doctorália, construiu seu perfil e começou a ser encontrado. As dores na busca do protagonismo: direcionamento do atendimento dos pacientes que entravam em contato: contratou uma empresa de outsourcing; aumento do fluxo de cirurgias que exigiam mais organização dos processos: passou a utilizar o Trello; acesso às agendas dos médicos para marcação de cirurgias: integração do Trello com a Agenda Google; identificação do médico que vai realizar a cirurgia: incluir as iniciais do nome do médico junto ao agendamento; solicitação de feedback do paciente: envio automatizado da pesquisa de satisfação em até 2 horas após a consulta com o médico; identificação do tipo de cirurgia do paciente com a inclusão de uma tag no Trello: identificação de qual vídeo de orientação enviar ao paciente. Como organizar o processo estruturar as ações, considerando o tempo gasto e quem vai realizar, agendando ou delegando; focar nas ações e não na memorização do que é preciso fazer: inbox zero; arquivar o que é de interesse para encontrar depois. Um caminho 70 a 80% do tempo conversando com o paciente e apenas 30 ou 20% interagindo com a tecnologia durante a consulta. Contatos do Dr. Bruno @dr_benigno You Tube: Dr. Bruno Benigno - Urologista e Oncologista - SP Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD170 - Os desafios do negócio hospitalar no Brasil SD169 - Conexão Brasil - EUA para HealthTechs SD168 - Empreendedorismo além do óbvio com Dr. Renato Neves Músicas | Declan DP - Climb | Declan DP - Friendship | Declan DP - Joy | Declan DP - We are here "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.170 - Os desafios do negócio hospitalar no Brasil

    Play Episode Listen Later Nov 1, 2022 32:57


    SD170 - Os desafios do negócio hospitalar no Brasil. Neste podcast, um papo com os engenheiros de produção, Paulo Leite Pinto e Luís Henrique Costa Neto, cofundadores da Intuitive Care. A Intuitive Care oferece ao mercado a solução para o problema do financiamento entre os prestadores de serviço, como hospitais, e as fontes pagadoras, como operadores de saúde e os planos de saúde. Cada um que faz parte dessa cadeia tem seu sistema de operação e é preciso uma gestão dos processos para que funcione para que funcione para todos os envolvidos. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Paulo Paulo é engenheiro de produção com extensão na Universidade da Califórnia, onde teve seu 1º contato com hospitais do ponto de vista não paciente. Ele conheceu seu sócio Luís durante um estágio da faculdade. Trocando ideias, perceberam juntos que havia uma dificuldade de acesso à informação em hospitais. O background do Luís Luís é engenheiro de produção pela UFRJ. Conheceu o sócio Paulo no curso de Logística. Fez Mestrado em Matemática Aplicada e chegou a trabalhar por 1 ano no segmento bancário antes de empreender por volta de 2016. A Intuitive Care A empresa ajuda o prestador de saúde a trabalhar menos manualmente as atividades administrativas, especialmente no ciclo financeiro, atuando em todo o processo de intercâmbio de dados com as fontes pagadoras como legibilidade, autorização, faturamento, recebimento e recurso de glosa. A proposta A Intuitive resolve problema de interoperabilidade entre as partes do processo (prestador e operadora de saúde), automatizando digitalmente os dados, para que as partes se entendam. Qual é a entrega Arquitetura tecnológica que permite conexões com sistemas que já são acessíveis manualmente, fazendo com que milhares de Robotic Process Automation (RPA's) estejam rodando de modo estável.  Modelo de negócio Dois modelos, com foco total no ciclo financeiro, o que torna o processo escalável, e uma arquitetura da tecnologia reaproveitável: por volume: quantidade de xml's (arquivo enviado pelo prestador com vários pacientes incluídos) que passarem pela empresa; uma mensalidade: baseada na quantidade de automações e quantidade de operadoras com que o prestador trabalha. O momento da Intuitive Novos investidores em 2022 possibilitaram a aquisição de uma empresa concorrente e agora estão em plena expansão. O mercado entende que precisa de apoio tecnológico para executar seu processos e busca a Intuitive para isso. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD169 - Conexão Brasil - EUA para HealthTechs SD168 - Empreendedorismo além do óbvio com Dr. Renato Neves SD167 - Cannabis medicinal com a Dra. Patrícia Montagner Músicas | Declan DP - Island | Declan DP - Magical | Music by Pixabay "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.169 - Conexão Brasil - EUA para HealthTechs

    Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 33:08


    SD169 - Conexão Brasil - EUA para HealthTechs. Neste podcast, um papo com o médico radiologista, Leonardo Kayat Bittencourt, para nos contar sua trajetória até chegar à Universidade de Cliveland, como funciona a inovação na medicina dentro do ambiente acadêmico e a experiência de transformar um departamento de Inovação em Radiologia em um laborátório de pesquisas, unidade de negócios e hub de conexões. Para entrar em contato com o Dr. Leonardo Kayat, escreva para Leonardo.KayatBittencourt@UhHospitals.org Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Leonardo Médico radiologista com residência na Beneficência Portuguesa - DP de SP, ele fez medicina, mestrado e doutorado na UERJ. Trabalhou na Clínica CDPI (DASA) até se mudar para os Estados Unidos em 2020. Dentro da DASA, ele trabalhou com pesquisa e educação. Após a conclusão do doutorado, tornou-se professor da UFF em 2014 via concurso. Em parceria com um médico de Cliveland, trouxe para o Brasil a 1ª imagem de fingerprint da próstata fora dos EUA. Pesquisa e Inovação A universidade contratou um pesquisador para o Centro de Ressonância, mas encontrou nele toda uma bagagem de inovação vivenciada nos tempos de DASA..Leonardo foi então contratado como Vice Chair de Inovação da Radiologia, liderando a criação das soluções técnicas de Inteligência Artificial para a Radiologia dentro de um laboratório que está se transformando também é uma unidade de negócios e um hub de conexões. A proposta Trabalhar com empresas, pegar uma ideia existente ou um algoritmo pronto, quem precise de validação, dados ou médicos para interagir com uma premissa, participando dessa trajetória para ser depois levado à FDA aprovar   Se a empresa quer entrar nos Estados Unidos, precisa de dados, médicos americanos e de estudos clínicos feitos lá. Modelo de Parceria Modelo de parceria; Oferecer somente estudo; Criar novos produtos, novas features; Trabalhar com equity, royalty ou uso perpétuo e outros formatos; Dar consultoria.   SonhoFazer um mini hub do Brasil para healthtechs brasileiras mesmo fora da radiologia. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD168 - Empreendedorismo além do óbvio com Dr. Renato Neves SD167 - Cannabis medicinal com a Dra. Patrícia Montagner SD166 - Inovações no segmento de Oral Care SD165 - Internet das Coisas na área da saúde SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política Músicas | Declan DP - Fantasy | Declan DP - Indiana "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665" 

    #Ep.168 - Empreendedorismo além do óbvio com Dr Renato Neves

    Play Episode Listen Later Oct 18, 2022 37:34


    SD168 - Empreendedorismo além do óbvio com Dr. Renato Neves. Neste podcast, a conversa é com o oftalmologista, Dr. Renato Neves, que nos conta sobre sua trajetória como empreendedor na área da saúde, os desafios, os sucessos e os aprendizados. À frente do Neves Center, da Fundação Eye Care, como Seed Investidor do Grupo Luce - Gastronomia e Hospitalidade e host do poscast Aging Institute, ele nos mostra que é possível sair da zona de conforto e encontrar outras áreas de atuação, sem aventura e com muito planejamento. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Renato  Entrou na Escola Paulista de Medicina aos 17 anos. Apaixonado pela Oftalmologia, lá fez sua residência, seu mestrado e seu doutorado. Fez seu pós-doutorado em Harvard e lá conheceu a cirurgia de catarata sem pontos. Trouxe essa inovação para o Brasil em 1994. Abriu com seu professor um serviço de cirurgia de catarata dentro do Hospital 9 de julho, fizeram cursos e divulgaram a técnica. Usando o recurso que recebia com o trabalho no hospital, alugou uma casa e abriu sua própria clínica com centro cirúrgico, na Av. Brasil em SP e lá permanece até hoje. Mas o empreendedor não parou por aí... O negócio na Oftalmologia  Com a propaganda boca a boca, a clínica recebeu muitos pacientes que viram valor na nova técnica: sem internação em hospital, índice zero de infecção, recuperação da visão quase imediata. E em 1997, surgiu nos EUA a cirurgia a laser para miopia e Renato também foi aprender a técnica para incluir como procedimento da clínica. Ainda teve um hospital ambulatorial e um hospital. Hoje ele tem sua clínica com algumas filiais espalhadas pela capital paulista. Um aprendizado importante Crescer com passo menores e saber a hora de abrir e a hora de fechar. Em 1997, investindo em 7 clínicas para acompanhar o crescimento de pacientes interessados na nova técnica para cirurgia de miopia, o empreendedor viu reduzir o nº de cirurgias de 1000 para 80/mês. Isso após um ministro da saúde desobrigar os planos de saúde a cobrirem o procedimento. O resultado foi um corte drástica de funcionários e fechamento de filiais. O papel social Com uma ONG criada há 20 anos, já atenderam 50.000 crianças, deram 4.000 óculos, fizeram 200 cirurgias de catarata. Tudo sem apoio ou verba pública. Continuam a visitar creches para fazer as consultas, os óculos e dar de presente. Empreender fora da zona de conforto Aprender com quem sabe; Entregar experiências marcantes para seu público; Ter um alto controle de qualidade ; Administrar funciona igual em qualquer tipo de empreendimento; Organizar-se; Trazer para a equipe pessoas melhores que você empreendedor.   E agora? Abrindo o 3º restaurante Luce; Preparando um restaurante de experiências gastronômicas (ainda segredo); Investindo em Medicina Funcional: protocolos para levar à longevidade com saúde. Aprendizados Preparar-se para a velhice; Empreender não é para todos os perfis; Preparar-se tanto para vitória quanto para a derrota e se recuperar rápido; Cuidar de si. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD167 - Cannabis medicinal com a Dra. Patrícia Montagner SD166 - Inovações no segmento de Oral Care SD165 - Internet das Coisas na área da saúde SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória Músicas | Declan DP - Joy | Declan DP - Magical | Declan DP - Raindrop - Music by Daddy_s_Music from Pixabay "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep167 - Cannabis Medicinal com a Drª Patricia Montagner

    Play Episode Listen Later Oct 11, 2022 24:08


    SD167 - Cannabis Medicinal com a Dra. Patrícia Montagner. Neste podcast, um papo com a neurocirurgiã e fundadora da WeCann Academy, Dra. Patrícia Montagner, para falarmos sobre a cannabis medicinal, que tem sido muito discutida nos meios cientificos depois que a Anvisa regulamentou sua indicação terapêutica e a comercialização de medicamentos no Brasil. Ainda um assunto polêmico e longe de ser uma unanimidade, o certo é que muitos estudos trazem evidências científicas robustas sobre os benefícios para milhares de pacientes no Brasil e no mundo e o assunto merece mais atenção, discussões e entendimentos. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Patrícia  Médica Neurocirurgiã. Especialista em procedimentos minimamente invasivos em dor. Desde 2015, pesquisa o assunto da cannabis e a prescreve para seus pacientes com dor crônica e transtornos neurológicos diversos. Imersa nos estudos sobre o tema, resolveu compartilhar conhecimento com colegas médicos, atuando onde há uma carência de atenção das academias científicas e centros médicos. Regulatório da Cannabis  Em 2019, a Anvisa regulamentou a comercialização, a fiscalização e a prescrição de produtos à base de cannabis no Brasil. Com essa regulamentação, qualquer médico, independente de sua especialização, pode prescrever qualquer elemento químico da planta cannabis, incluindo THC. O CFM ainda não evolui em seu posicionamento a respeito. A comercialização no Brasil Hoje, no Brasil, já temos 21 produtos à base de cannabis registrados pela Anvisa que podem ser comercializados. Há 3 marcas que já são encontradas em farmácias, disponíveis para os pacientes no país, via prescrição médica. < 0,2% de THC na fórmula, receituário Tipo B (cor azul); > 0,2% de THC na fórmula, receituário Tipo A (cor amarela). A politização do uso da cannabis Falta mais conhecimento geral sobre o uso da planta: associação do uso medicinal ao uso adulto recreativo; desconhecimento do uso industrial dado à planta como, por exemplo: a fibra de cânhamo, uma variante da cannabis sativa, pode ser utilizada de 50 mil formas nas indústrias têxtil, alimentícia, de combustível e da construção civil. Garantias do uso da cannabis medicinal Produto laboratorialmente testado, regulamentado e fiscalizado; Os médicos têm a assertividade do conteúdo; Os médicos prescrevem com o conhecimento da concentração adequada dos principais elementos químicos da planta; O produto é isento de contaminantes físicos e químicos; Produto prescrito a partir de uma estratégia terapêutica e para uso via oral.   Os beneficiários Portadores de transtornos graves e incapacitantes; Crianças com epilepsias refratárias; Adultos com doenças neuropáticas e neurodegenerativas, entre outros. A WeCann Diante da dificuldade de encontrar conteúdo para se aprofundar na área, a Patrícia, como boa empreendedora, encontrou a oportunidade na própria dor e montou a WeCann Academy. Ela é formada por 24 experts de 24 países para trazer o conhecimento para os colegas médicos que queiram colocar o conhecimento em prática. Hoje são +1000 médicos de diferentes áreas. No Instagram: @wecann.academy Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD166 - Inovações no segmento de Oral Care SD165 - Internet das Coisas na área da saúde SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups Músicas | Declan DP - Friendship | Declan DP - Magical | Declan DP - Star "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.166 - Inovações no segmento de Oral Care

    Play Episode Listen Later Oct 4, 2022 35:10


    SD166 - Inovações no segmento de Oral Care. Neste podcast, um papo com o cirurgião-dentista e empreendedor, Dr. Fábio Bezerra, CEO da NW Dental Care, e o assunto é inovação, pesquisa, manutenção da saúde bucal e os produtos desenvolvidos para auxiliar a população nos cuidados de saúde e prevenção. O Brasil é o 2º país que mais consome implantes dentários no mundo, o que possibilita a inovação nos cuidados e a entrega de produtos cada vez mais especializados em um mercado de quase R$2 bi no Brasil. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Fábio  Cirurgião-dentista pela USP em Baurú. Ele tem especialização, mestrado e doutorado em Biotecnologia. Trabalha há alguns anos no desenvolvimento de inovação, o que o levou para o setor de implantes dentários. Não é tudo igual  Embora haja uma tendência em achar que no setor de saúde bucal os produtos são todos iguais, é preciso fazer distinção de acordo com as necessidades e características do usuário. Uma pasta de dente para uma criança precisa ser diferente de uma pasta para um idoso que usa implante por exemplo. Dá pra inovar? Em torno de 43% das pessoas que colocam implantes vão ter problema como inflamação gengival ou perda óssea. O mercado dominante oferece produtos inespecíficos e é aí a grande oportunidade: a busca por uma fórmula que resolva problemas específicos. Oportunidade: oferecer um produto específico, de qualidade e sustentável. O mercado brasileiro O brasileiro consome por ano em torno de 600g de pasta dental/ano. O resultado desse consumo gera 1.24 bilhões de tubos de pasta de dente/ano não recicláveis. O sócio Dr. Ariel Lenharo Um inovador e pioneiro em implantes no país. No início da década de 1990, percebeu uma oportunidade de produzir no Brasil os implantes que só existiam no exterior com importação feita em dólar. Após uma recusa de uma empresa dos Estados Unidos para abrir uma filial aqui, ele montou uma fábrica em SP para produzir implantes nacionais e, hoje, ela é a 2ª maior da América Latina e exporta para 27 países.   Os produtos inovadores Segmentação por especialidade, com um portfólio de 40 produtos, 8 já atualmente no mercado, patenteados. Produto pós-cirúrgico: o Soft Tissue; Para implantes, cuidado com o índice de abrasivo, o RDA, e a presença de antissépticos: linha Implants; Para dentes naturais ou com tratamentos estéticos: linha Cosmetic; Dentefrício em tablet. A construção do negócio Associar um Business Plan bem elaborado + pilares associados à alta performance do produto do ponto de vista clínico-científico + valor  agregado como ser eco-friendly, vegano, sustentável + uma estética diferenciada, nome autoexplicativo e com preços competitivos. Brasil: 20% dos dentistas do mundo Excesso de profissionais: mercado fica achatado, dificuldade de posicionamento, mas traz oportunidade para o empreendedorismo. Projeto NW Doctor: o profissional se cadastra e recebe treinamento, acesso aos produtos para vender para seus pacientes. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD165 - Internet das Coisas na área da saúde SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos Músicas | Declan DP - Indiana | Declan DP - Island | Declan DP - Raindrop "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.165 - Internet das Coisas na área da saúde

    Play Episode Listen Later Sep 27, 2022 38:11


    SD165 - Internet das Coisas na área da Saúde. E neste episódio temos um papo com o empreendedor suíço e CEO da Carenet Longevity, Immo Oliver Paul, que nos conta sobre a trajetória de empreender no Brasil, as várias pivotagens de produto até encontrar seu nicho e o estágio de evolução da IoT e IoMT no país. A Carenet é hoje a principal empresa de interoperabilidade em UTI's e centros cirúrgicos, integrando equipamentos como monitores multiparamétricos, bombas de infusão e ventiladores. A empresa desenvolveu uma bliblioteca de drivers que consegue ler os principais equipamentos utilizados por aqui. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Immo  Administrador de empresas. Nasceu e estudou na Suiça e seguiu a carreira de consultor. Teve seu 1º contato com o Brasil, trabalhando para a Accenture. Ficou em Barcelona por alguns anos como consultor, mas queria voltar à América Latina. Isso aconteceu pela empresa Holcim por 7 anos até que Immo, para se manter na região, tornou-se um investidor anjo e resolveu testar a carreira de empreendedor. Investiu na empresa de um amigo de infância, uma startup de alimentos funcionais aqui no Brasil até sair e abrir sua própria startup. A Carenet  No início: foco em hardware, wearables, IoT aplicado à saúde e monitoramento remoto do paciente, sem alimento. Fizeram uma parceria com a Netshoes e saíram com uma plataforma de IoT desenvolvida para integrar outros equipamentos, processar dados e guiar usuários e pacientes. O nicho Fazendo contato com hospitais, descobriram que não precisam produzir hardware, o valor estava na capacidade de integrarem esses equipamentos, interpretando protocolos desses diferentes equipamentos. A solução Os hospitais no Brasil compram equipamentos heterogêneos que não conversam. "A interoperabilidade é uma evolução natural", mas é preciso 1º integrar, digitalizar os dados e depois criar sistemas de apoio à decisão, IA, algoritmos para monitorar o paciente na UTI. A empresa desenvolveu uma biblioteca de drivers que consegue ler os dados dos principais equipamentos encontrados no mercado brasileiro. Para onde ir 1º - um desafio: entrar no máximo de hospitais possível; 2º - tecnologia para Tele UTI: médicos intensivistas poderão acompanhar várias UTI's em todo o pais, beneficiando regiões em que a escassez desse tipo de profissional qualificado; 3º - Algoritmos para apoio da decisão médica.   IoT no Brasil O Brasil está bem em gateways, hospedagem em cloud e visualização de dados. O ponto frágil ainda são os sensores: o hardware ainda tem custo bem alto no país. Uma opção pode ser visual computing, com uso de câmeras que capturam os sinais vitais e informações de monitoramento do paciente e tem custo bem menor. Reflexões As pessoas no Brasil estão abertas ao network. O país é aberto para a inovação. Mas a carga tributária é muito alta. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional Músicas | Declan DP - Echo | Declan DP - Game Over | Declan DP - Joy "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"  

    #Ep.164 - O castigo para quem não se interessa pela política

    Play Episode Listen Later Sep 20, 2022 49:47


    SD164 - O castigo para quem não se interessa pela política. Começando este episódio com a citação do economista britânico Arnold Toynbee, hoje a conversa é com a autora da Lei da Telemedicina no Brasil, Deputada Federal Adriana Ventura. Vamos falar sobre política, porquê devemos nos interessar pelo assunto, principalmente em ano de eleição de formação do Congresso Nacional, como funciona o sistema, corrupção e, claro, sobre a lei 13989, que aprovou a Telemedicina no Brasil durante a pandemia de Covid-19. A citação: "O maior castigo para aqueles que não se interessam por política, é que serão governados pelos que se interessam". (Arnold Toynbee,1852-1883) Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Adriana  Administradora pública. Professora da FGV, empreendedora, sem histórico de interesse pela política. Em 2017/2018, começou a ajudar a organizar o Partido Novo em SP e cedeu uma sala sala para as reuniões em seu espaço Multicultural. Tornou-se candidata em 2018 para completar a cota de candidatas mulheres para o partido não perder candidados e foi a 2ª mais votada. Seu espírito empreendedor fez com que ela se tornasse a autora da Lei 13989, que aprovou a prática da telemedicina no Brasil durante a pandemia de Covid-19. Serendipidade "Empreendedor é obstinado, resiliente, faz acontecer". O que seria uma candidatura para ajudar outros a se elegerem, depois de um tempo, tornou-se também um trabalho intenso para promover a própria eleição. Como se elege um deputado(a) Uma cadeira de deputado em SP requer 300.000 votos. Para eleger: somam-se todos os votos de todos os candidatos do partido + todos os votos na legenda e apura-se quantas cadeiras foram conquistadas. Ocupam as cadeiras os 3 mais votados. Uma trava importante: só ocupa a cadeira o(a) deputado(a) que tiver conquistado para si pelo menos 10% do total de votos do total da cadeira. + Uma trava A Mini Reforma Política de 2021 fez com que o(a) candidato(a), para concorrer pelas "sobras de votos", tenha recebido para si próprio pelo menos 20% do total de votos da cadeira.  A luta pela Telemedicina O partido considera que, dentro do que seria uma política pública para o país, a saúde está no eixo central entre as 5 áreas principais. Adriana assumiu a causa e negociou com todos os participantes da comissão da saúde para propôs o avanço da pauta sobre telemedicina. Ela considera que foi um trabalho coletivo, mas, claro, sente orgulho de ver a lei aprovada. Empreendendo na política: um paralelo Ouvir o "cliente": um exemplo foi o pedido do cidadão Maurício para que se evitasse fraudes na liberação de verbas durante a pandemia de Covid-19. A deputada propôs e aprovou o projeto de lei 1485/2020 para dobrar as penas por corrupção em tempos de calamidade pública. Os processos ordenados e organizados: nem toda lei vai a plenário, fica nas comissões e é aprovada por ali. A produção de leis é imensa e muitas leis não conversam entre si e até se contradizem. Os deputados participam normalmente de 2 comissões e nem ficam sabendo da maioria das leis que foram aprovadas. Scrum Master: os Presidentes da Câmara e do Senado têm poder de decidir o que vai ou não vai a plenário para ser votado, qual a pauta, quem será relator. E isso faz com que algumas pautas fiquem anos sem receber qualquer atenção. Previsibilidade: os deputados não sabem o que vai ser votado, então não podem estudar o projeto com antecedência. Às vezes está na pauta, mas não há relatório. Cultura organizacional: muitas coisas acontecem ao mesmo tempo e não há clareza de intenção, o que faz com que o ambiente não seja de confiança. Não há clareza nas regras e nem transparência. Acompanhar o seu parlamentar O cidadão deve acompanhar o seu parlamentar: "O preço da liberdade é a eterna vigilância." (John Philpot Curran - 1750-1817) Orçamento Ouça para entender como funciona! E aproveite para acompanhar o trabalho da deputada, acessando @adriventurasp Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse!   SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições Músicas | Declan DP & KODOMOi - Jellyfish | Declan DP - Fireworks | Declan DP - Friendship "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP15906    

    #Ep.163 - Tá de clinicagem - História e Trajetória

    Play Episode Listen Later Sep 13, 2022 34:20


    SD163 - Tá de Clinicagem - História e Trajetória. Neste episódio, uma conversa com os médicos Pedro Magno e João Mendes, co-fundadores do canal Tá de Clinicagem, o TdC, o principal podcasdt de medicina no Brasil. O TdC é uma plataforma de educação médica com propósito de entregar conteúdo fácil de consumir, feito de forma leve e prazerosa, discutindo casos clínicos e oferecendo cursos e um guia. Criado em 2019, o TdC conta hoje com +120.000 seguidores apenas no Instagram. Eles estão também nas principais plataformas. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Pedro  Natural do Mato Grosso, médico especialista em clínica médica pela UNIFESP, preceptor de residência e um dos fundadores do TdC. O background do João  Natural do Ceará, médico especialista em clínica médica pela UNIFESP, preceptor de residência e um dos fundadores do TdC. Como surgiu Um desejo dos então preceptores de residência de falar de clínica médica para mais pessoas e ter um podcast de medicina no Brasil, falar de casos clínicos  de forma bem extrovertida. O nome traduz esse desejo de entregarem conteúdo de forma "diferente, descontraída e mais fácil, horizontal, colaborativa..." Até pegar tração Entre a ideia e a gravação do 1º episódio se passaram 3 meses, usando microfone de lapela, posicionado no meio da mesa e compartilhado por 4 médicos com muito entusismo. Linha editorial Casos clínicos em clima de mistério sobre o diagnóstico, com abordagens diferentes; Usam casos da prática deles no Hospital Universitário e eventualmente de jornal; Alguns fatores que fazem com que o caso mereça discussão: manisfestação atípica de doença comum; diagnóstico raro; que tenha reviravolta; uma síndrome comum com subsíndrome; com falsa pista. A ideia é simular a prática do médico. Manter-se nas redes Usar a estratégia omnichannel; Estar no Instagram, porque é uma rede muito forte no Brasil; Entender que as regras vão mudar o tempo inteiro e é preciso se adaptar; Saber que a distribuição orgânica caiu muito, então é preciso testar novos formatos; Fazer tracking dos dados para entender o que as pessoas querem mais e onde está chegando mais e variar posts. Pilares do TdC Cuidar da precisão da informação e a forma como o conteúdo é passado. Pra monetizar Fabricação de cursos on-line em formato de Talk Curso; Guia TdC: serviço de assinatura em que o membro recebe semanalmente atualizações sobre as principais publicações médicas do mundo sobre temas variados em formato texto e podcast. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema. E agora no Spotify também em formato VideoCast. Episódios Anteriores - Acesse! SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde Músicas | Declan DP - Raindrop | Story | With you "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups

    Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 32:55


    SD162 - Os avanços e desafios do ecossistema brasileiro de startups. Neste episódio, um retrato das startups brasileiras, em especial as healthtechs; produzido pela Abstartups e a Deloitte, qual o papel da associação; razões para a filiação e algumas lições aprendidas. O nosso convidado é o CEO da Associação Brasileira de Startups, Luiz Othero. A Abstartups é uma rede de desenvolvimento de startups que ajuda o ecossistema de inovação a crescer e se desenvolver em todo o Brasil. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Luiz  Um empreendedor nato: já teve fábrica, franquia da Claro e outras tentativas no modelo tradicional. Uma temporada nos Estados Unidos para entender melhor o mercado de tecnologia foi a virada de chave: usando o designer thinking, Luiz estrutura seu jeito de pensar e, assim, consegue ajudar empresas a construir produtos digitais. Luiz também atuou em aceleração de startups, open innovation, e atuou na healthtech Predicta. A missão da Abstartups A construção de um ecossistema que seja próspero e forte para todos os players envolvidos: captação de investimentos; atração de investimentos externo; conexão das empresas com o governo, com as comunidades de startups, empreendedores, universidades.  Como ela se mantém Os 7.000 associados, empreendedores, podem fazer parte escolhendo um dos 3 planos da associação, sendo o 1º gratuito, o Start. Os demais são o Growth e o Impact. Mas os reais mantenedores são corporações e empresas de tecnologia. Os benefícios para os associados  Conexão com grandes empresas investidoras e com as mantenedoras da associação; Acesso a serviços como da AWS (Serviço de nuvem da Amazon) e ferramentas Zendesk, Pipedrive, Hubspot, Miro. Mapeando as healthtechs no Brasil Para trazer dados para os investidores, é preciso mapear os movimentos. Junto da Deloitte, a Abstartups produziu um relatório sobre as healthtechs no Brasil, identificando o aumento do número de empresas durante a pandemia, as características e modelos de negócios adotados. Alguns dados como a distribuição pelo Brasil, concentradas em sua maioria no Sudeste e Sul do país, mostra o quanto é preciso desenvolver e distribuir recursos nas demais regiões. O que as healthtechs estão entregando Em sua maioria, as healthtechs hoje estão entregando ferramenta de gestão, telemedicina, utilizando-se do modelo SaaS, o que traz previsibilidade de receita. E também marketplace. E o modelo de negócio B2B2C é mais recorrente entre as startups. Seguido pelo modelo B2B. Embora os softwares predominem como produto, as startups que mais receberam investimento foram as que entregam dispositivos médicos talvez por trazer uma maior percepção de valor agregada aos produtos. Pilares da startup de sucesso Investimento em produto, contando com talentos em tecnologia e designer, focando em entregar uma experiência relevante para o usuário; Time, cultura, competitividade, criatividade; Marketing e vendas; Busca por recurso financeiro. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva Músicas | Declan DP -  Magical | Joy | Echo "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.161 - A inovação na entrega dos laudos médicos

    Play Episode Listen Later Aug 30, 2022 39:50


    SD161 - A inovação na entrega dos laudos médicos. Neste episódio, uma conversa com o médico radiologista, Dr. Luís Pecci Neto, e o neurorradiologista, Dr. Otto Wolf Maciel, co-fundadores da LAV, para entender a proposta de valor na entrega de um laudo audiovisual, o LAV. A Startup LAV traz essa inovação que vai além da mudança no formato. Segundo Neto e Otto, a ideia é trazer personalização e humanização para os laudos radiológicos, o que facilita muito o trabalho dos colegas médicos, porque recebem informações mais detalhadas que vão auxiliar na tomada de decisão e trazer acolhimento para o paciente. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Pecci Neto  Preceptor do Lorenzo Tomé na residência. Natural de Dracena, fez faculdade em Catanduva (ambas em São Paulo), ele fez Clínica Médica na capital, mas se encontrou mesmo foi na Radiologia. Fez um fellow em Nova Iorque por 1 ano. É especialista na parte músculo-esquelética, radiologia ortopédica, intervenção em músculo e biópsias e colaborador da UNIFESP. Uma percepção da necessidade de melhoria dos laudos o levou a se tornar um empreendedor. O background do Otto  Natural de Indaiatuba (SP), ele fez faculdade em Bragança e residência em neurorradiologia em Campinas. Passou 1 ano na Escola Paulista fazendo uma especialização em ressonância magnética. Encontrou-se com o Neto na residência e é lá que está o projeto da empresa deles. O projeto da LAV  Se a radiologia é inerentemente de imagem, faz muito sentido entregar ao colega médico um relatório que contenha mais que palavras. Trazendo também um vídeo para o relatório, é possível apontar as alterações, de forma personalizada e humanizada, agregando inclusive a experiência do radiologista com casos semelhantes. O laudo se torna único. Como agregar valor Em um vídeo de 1 ou 2 minutos, valendo-se das informações clínicas do paciente, se houver, é possível passar mais que dados. É possível sugerir terapêutica, citar o nome do paciente, trazendo mais pessoalidade ao tratamento, e aproximar o trabalho do radiologista ao do colega médico solicitante do exame. Quem ganha é o paciente. O que muda para o radiologista  Um laudo diferenciado muda o papel do radiologista. Ele ganha relevância no processo da cadeia de cuidado. Focando nos achados mais relevantes, com a solução da LAV, o radiologista consegue emitir um laudo com mais rapidez (pode chegar em média 1 a 2 minutos) e ainda fortalece o relacionamento com o paciente. O desejo de futuro dos fundadores da LAV Eles sonham com o tempo em que as filas para busca de resultados de exames impressos acabem, porque o laudo vai estar no celular e o paciente não precisará mais se deslocar. O vídeo vai estar disponível no celular e o paciente vai ter acesso de onde ele estiver. Quer conhecer a pesquisa e os modelos de laudo da LAV? Acesse aqui! Clique nos links e saiba mais sobre o LAV: LIVE SIG CITE e JPR VIRTUAL 2020 Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech de saúde? Música | Declan DP -  Spaceship "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional

    Play Episode Listen Later Aug 23, 2022 34:17


    SD160 - Novas metodologias para retenção do conhecimento educacional. Neste episódio, uma conversa com o empreendedor, palestrante e neurocientista, Dr. Ariovaldo A. da Silva Jr., médico que, valendo-se de sua expertise em neurociência e desejo de inovação, desenvolveu uma metodologia própria de ensino-aprendizagem e fundou a Synapse. A Synapse Consultoria e Treinamento oferece ferramentas de aprendizagem efetiva, especializada, atuando diretamente com a indústria farmacêutica. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Ari  Nasceu em Barbacena/MG e lá formou-se em Medicina. Foi professor de curso pré-vestibular, tornou-se neurologista e trabalhou em Belo Horizonte por +15 anos como especialista em cefaleia. Fez mestrado e doutorado até se tornar professor universitário, também exercendo atividade como palestrante e speaker de indústria farmacêutica. Ele fez seu pós-doutorado na Holanda para testar a metodologia que criou: O SBL. E para manter o foco diante do trabalho que crescia e em consideração aos pacientes, ele deu baixa no seu CRM e seguiu com o negócio. A virada  "Você quer ser um showman ou você quer ser um educador?" Essa foi a pergunta feita ao Ari pelo do Dr. Alexandre Moura, especialista em PBL (Problem Based Learning) ou Aprendizagem Baseada em Problemas que provocou um questionamento e uma busca pelo aprendizado. Em 2008, como KOL de farma, o então Dr. Ari, viajando pelo Brasil, percebeu que as pessoas não aprendiam em palestras expositivas, que elas queriam mesmo era trocar vivências, e identificou uma oportunidade de negócio. O SBL Inspirado na Curva de Rogers, uma curva de adoção de inovação muito usada no mundo dos negócios, Ari percebeu que poderia criar grupos tutoriais. Nesses grupos de aprendizagem, haveria a presença de um moderador, para puxar a discussão, e um KOL, como uma referência, para que um influenciasse o outro. Nasceu dessa ideia o Synapse Based Learning. A estratégia Reunir em um único encontro 2 a 3 influenciadores com mais experiência e que não sabiam de seu papel, além do moderador e do gabarito. E, propositalmente, não havia a presença dos céticos, que atrasariam o processo.   O negócio Em 2010, Ari realizou o 1º Speaker Training do SBL em São Paulo e não parou mais. O principal cliente é a indústria farmacêutica e a principal persona é o médico, com foco na educação. E o Neuromarketing nisso... No SBL, soma-se a aprendizagem ativa ao mecanismo de mudança de comportamento: provoca-se a incerteza para causar reflexão e depois haver a mudança comportamental. Importante: "o processo de persuasão acontece em uma atmosfera de livre escolha." O pacote completo O Método Synapse para promover engajamento:   Persona. Copywright. Gatilho mental. Storytelling. Marketing de conteúdo. Tráfego orgânico e pago. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD159 - Por trás das fusões e aquisições SD158 - Como administrar seu negócio na saúde SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech de saúde? SD155 - Da Lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips healthcare Música | Declan DP -  Fantasy "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"  

    #Ep.159 - Por trás das fusões e aquisições

    Play Episode Listen Later Aug 16, 2022 27:42


    SD159 - Por trás das fusões e aquisições. Neste episódio, a conversa é com o Leopoldo Schipmann de Lima, Diretor de M&A da Afya Educacional, que nos conta sobre esse processo cada vez mais frequente de crescimento inorgânico com a aquisição de uma empresa por outra, o Merge And Acquisition, e os desafios inerentes para os dois lados envolvidos e para o diretor responsável por realizar a aquisição. A Afya é um ecossistema de educação em saúde e healthtechs que atua no Brasil combinando educação médica de qualidade e uso intensivo da tecnologia. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Leopoldo  Economista de formação, embora tenha tentado ser um Rock Star na adolescência em Brasília, ele investe em startups desde 2013, sendo a 1ª delas exatamente da área de saúde. Por um tempo, trabalhou na área de inovação do Hospital Albert Einstein para depois se juntar à Afya há pouco mais de um ano. A origem da Afya  Surgiu do mercado de educação médica. Em 2019, houve uma fusão com a MedCel, gerando uma abertura de capital, surgindo, então, a Afya. O foco era aumentar o LTV do cliente: o estudante de medicina. A estratégia: oferecer educação médica continuada e serviços digitais para os médicos. Os 6 pilares  Para o estudante de medicina: Conteúdo e aprendizagem. Para o profissional de saúde formado: Suporte e decisão clínica. Prática médica. Telemedicina. Prestação eletrônica. Relacionamento médicopaciente. A estratégia  A Afya se baseia em 3 valores para atender ao mercado, criando uma comunidade de médicos que podem se beneficiar das soluções digitais oferecidas, e que vão atendê-los ao longo de toda a sua jornada profissional. Acesso: 260.000 usuários ativos/mês; Demanda: +1.000.000 consultas realizadas todo mês / +300.000 prescrições eletrônicas todo mês; Eficiência: Trabalho com Inteligência de dados para gerar eficiência.  M&A Se crescer organicamente for mais limitado , fazer aquisições pode ser o modo mais rápido de crescer. Alguns motivos para se fazer aquisições: Consolidação de mercado; Entrada em novo mercado; Crescimento de receita; Redução de risco ou custos; Aproveitamento de sinergia operacional entre as empresas. Quesitos de M&A Quanto o ativo se encaixa na tese da empresa. Projeto consistente: produto bem desenhado, caminho futuro mapeado, nºs consolidados em caso de empresas + maduras. Uma boa assessoria jurídica para acompanhar o processo de aquisição. Perfil do empreendedor com os mesmos valores da Afya. Quer saber mais sobre a Afya? Ouça o episódio SD128 com o VP de Inovação e Serviços Digitais da Afya, Julio de Angelli. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD158 - Como administrar seu negócio na saúde SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech de saúde? SD155 - Da Lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips healthcare SD154 - Startup Klivo: gestão inteligente de crônicos. Música | Declan DP -  Echo "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License

    #Ep.158 - Como administrar seu negócio na saúde

    Play Episode Listen Later Aug 9, 2022 35:58


    SD158 - Como administrar seu negócio na saúde. Neste episódio, a conversa é com os médicos Nancy e Luís Gasparini falando sobre o sonho de empreender, desafios de manter o negócio sustentável, importância da cultura da excelência, mindset, o papel dos colaboradores, a importância da tecnologia, e muito mais. Nancy e Luís Gasparini são empreendedores há mais de 25 anos, prestam serviço de consultoria com a Nagata & Gasparini e escreveram um livro para dividir com os colegas médicos as dores próprias da profissão e como gerir o seu próprio negócio. Link para dissertação de mestrado do Dr. Lorenzo Tomé: ACESSE AQUI! Link para o livro do casal de médicos Gasparini: Como administrar sua clínica Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Nancy  Formada em medicina pela USP de Ribeirão Preto. Tinha um sonho de empreender compartilhado com o marido Luís. Há 26 anos estuda sobre Gestão de Negócios. Fez MBA em Economia Comportamental e não para de estudar. O background do Luís  Médico formado pela USP de Ribeirão Preto. Especialista em Diagnóstico por Imagem e habilitação em Ultrassom. Focava antes na arquitetura da clínica para ter maior eficiência. Hoje está focado na sustentabilidade. O começo de tudo  A vontade de ter a própria clínica começou com um sonho de quem não tinha noção de administração e do que era empreender. O dinheiro para a compra de um apartamento foi investido na montagem da própria clínica e o casal Gasparini trabalhou sem parar e sem tempo para ter uma vida normal. Faltava a eles a visão macro de pessoas e processos. O caminho para o crescimento Ajuste dos processos; Investimento de tempo em estudo e em certificação ISO; Estudo de estratégias; Pedido de ajuda. Mudança de mindset Pensar em estratégias é trazer otimização para os processos e garantir sustentabilidade. Trazer capacitação e consultorias para dentro da empresa ajudam na mudança dos processos. A mudança de cultura organizacional exige tempo para que todos entendam e a comunicação se torne efetiva. Os agentes da mudança O papel do colaborador é fundamental para transformar a cultura da empresa e então poderem seguir com o mesmo propósito. A redução da hierarquia e o incentivo à autonomia do colaborador podem eliminar a necessidade do microgerenciamento do negócio: todos ganham com isso. OKR Os gestores definem os objetivos. O time busca os resultados-chave. Na saúde, o cuidado deve ser maior ao buscar por resultados, porque envolve a preservação da vida. O papel da tecnologia para impulsionar o negócio O cliente está acostumado às facilidades que a tecnologia proporciona e espera isso também nos serviços prestados pelas clínicas. Observar as facilidades tecnológicas oferecidas no dia a dia podem ajudar o médico a ter ideias para uso no seu próprio negócio. Parcerias tecnológicas podem trazer ganhos para o paciente e otimizar o processo. Tecnologia não substitui humanização e empatia. Pessoas atuam em pontos mais estratégicos. A clínica criou um produto digital baseado na dor gerada no processo: localização do paciente dentro da clínica em sua trajetória entre procedimentos. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech de saúde? SD155 - Da Lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips healthcare SD154 - Startup Klivo: gestão inteligente de crônicos. SD153 - Elekta: líder mundial em radio-oncologia Música | Declan DP -  Climb "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva

    Play Episode Listen Later Aug 2, 2022 43:05


    SD157 - Medicina reativa, preventiva e preditiva. Neste episódio, uma conversa com o médico Alexandre Parma, co-fundador da Hygia Saúde e fundador do Hygia Bank, e Maikol Parnow, co-fundador e CEO da Hygia Saúde, para falar sobre linha de crédito para financiar cuidados na saúde, mudança de cultura e os desafios do empreender. A Hygia Saúde é uma healthtech de dados em saúde com algoritmo aprimorado para atuar nas 3 trilhas da saúde: reativa, preventiva e preditiva, buscando a melhor forma de cuidado e com muito propósito. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Alexandre  Formado em medicina pela Faculdade de São José do Rio Preto, fez Cirurgia Geral e depois Radiologia. Apaixonado por tecnologia, foi operador de sistemas antes de se tornar médico. Passou um tempo no Vale do Silício em 2017/2018 na busca de maturar ideias novas. Key Account da GE (segundo o Maikol). O background do Maikol  Começou a trabalhar muito cedo, passando por várias áreas. Mesmo como executivo de grandes empresas, considera que é, essencialmente, um vendedor. Empreendedor nato, já teve vários negócios (a Hygia é o 9º deles). Estudou muito para entender o mercado de saúde, pois veio do setor de tecnologia, e aprendeu muito com o Alexandre Parma. Entendendo a Hygia  A Hygia trabalha com 3 trilhas de saúde: reativa: a saúde "que chega atrasada"; preventiva: baseada em informação; preditiva: trabalha com probabilidade. O valor entregue Modelo de negócio B2B2C, com assinatura para a empresa e foco no colaborador, atendendo também a rede conveniada. Para a empresa: entrega de inteligência de dados e o Score de Saúde dela, inclusive financeira. Os dados funcionam como base para mudanças no ambiente corporativo que promovam a saúde dos colaboradores com impacto direto no aumento da produtividade, redução de absenteísmo, redução de sinistralidade de plano de saúde; Os colaboradores se beneficiam com a promoção das 5 saúdes: mental, nutricional, qualidade do sono, saúde física e saúde financeira a partir dos dados que ele insere no aplicativo que geram dashboards. O Hygia Bank Na Saúde Reativa, oferece financiamento de cirurgias eletivas, procedimentos e medicamentos de alto custo e os seguros como o de doenças graves e o de afastamento. A cultura na saúde hoje Há um conflito de interesse entre os stakeholders com todos querendo tirar valor da cadeia e utilização pouco inteligente da saúde. O que vem por aí Um seguro novo de saúde reativa. Na saúde preventiva, uma parceria com um grande hospital para acompanhamento de pós-diagnóstico e um produto de saúde preventiva da mulher. Na saúde preditiva, além dos testes genéticos que já existem, deve entrar o Relógio de Hovarth, que avalia a idade  biológica do indivíduo comparada à idade cronológica e o que pode ser melhorado. Além dos testes da microbiota. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech de saúde? SD155 - Da Lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips healthcare SD154 - Startup Klivo: gestão inteligente de crônicos. SD153 - Elekta: líder mundial em radio-oncologia SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos Música | Declan DP -  Raindrop "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.156 - Healthtech de finanças ou Fintech da saúde ?

    Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 23:56


    SD156 - Healthtech de finanças ou Fintech da saúde? Neste episódio, mais um momento com a MV Sistemas, desta vez com o Head do MV Bank, Gustavo Queiroz, que nos conta sobre essa fintech focada exclusivamente no setor de saúde. O MV Bank tem o objetivo de trazer facilidade e tecnologia para a gestão financeira das instituições, médicos, pacientes, fornecedores e compradores do setor da saúde. OUÇA PARA ENTENDER A PROPOSTA DE VALOR DESSA FINTECH! Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Gustavo  Trabalha na MV há mais de 5 anos. Sua carreira foi toda "forjada" na área financeira: indústrias, multinacionais, usinas de cana de açúcar e construção pesada. Na MV, acompanha todo o processo financeiro, os M&A's (Merge and Acquisitions) e o projeto do MV Bank. Entrega de Valor do MV Bank serviço financeiro específico para a área de saúde; apoio seja para médico, para fornecedor, para hospital, para operação, colaborador da área de saúde; conhecimento profundo da área de saúde; alta capacidade de mensuração dos riscos para oferecer uma taxa de juros menores. Os produtos oferecidos aos clientes Lançamento: PIX MV Bank com conciliação automática; Dentro das próximas squads de produtos: Para os médicos: antecipação de recebíveis via aplicativo MV Bank que tem integração com a fonte pagadora; Para profissionais de saúde e fornecedores: também terão antecipação de recebíveis. O futuro do MV Bank Crescer atrelado à MV Sistemas que já tem uma base grande de clientes. Transformar-se no maior modelo de negócio para a saúde. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD155 - Da Lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips healthcare SD154 - Startup Klivo: gestão inteligente de crônicos. SD153 - Elekta: líder mundial em radio-oncologia SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde Música | Declan DP -  Climb "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.155 - Da lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips Healthcare

    Play Episode Listen Later Jul 19, 2022 26:55


    SD155 - Da lâmpada ao Prontuário Eletrônico: Philips Healthcare. Neste episódio, uma conversa com o Diretor Geral de Health Systems da Philips no Brasil, Felipe Basso, para falar sobre softwares em saúde,  interoperabilidade e alguns desafios. A Philips Healthcare investe em soluções diversificadas de tecnologia para estar presente em toda a jornada de cuidado de saúde, oferecendo softwares, aplicativos, exames, equipamentos hospitalares e gestão hospitalar. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Felipe  Saiu do Brasil aos 16 anos para morar nos Estados Unidos e por lá ficou por 11 anos. Engenheiro elétrico de formação. Mestre em Administração Pública pela Universidade de Maryland. Atuou em alguns empresas menores até entrar na Philips há pouco mais de 10 anos e atuou por quase todos os países da América Latina. Na empresa, focou sua carreira mais em Finanças, buscando dar aos clientes acesso à tecnologia, soluções de financiamento entre outras ações. Voltou ao Brasil em 2019 como CFO da empresa. NO final de 2021, ele assumiu a direção geral da empresa no Brasil. Atuação na saúde 11 centros diagnósticos na Bahia; + de 2 milhões de pacientes atendidos em 5 anos de operação Quem é a Philips Empresa global de origem holandesa com + de 130 anos; Nasceu como uma empresa de iluminação, mas tem sua jornada na saúde há mais de 100 anos com o pioneirismo no Raio X; Há pouco mais de 10 anos, vem saindo de algumas áreas em que era referência como eletro-eletrônicos e "re"investindo com foco total em saúde. Interoperabilidade para a Philips Trazer conexão entre prontuários eletrônicos e monitores; Possibilitar que o corpo clínico atenda mais pacientes com o uso da IA; Geração de dashboards com IA que analisam sinais vitais e outros benefícios. Algumas soluções em saúde Sistema de Gestão Tasy com mais de 1.000 clientes; Tumor Board e mais de 30 softwares. Usabilidade e UX Há uma busca do equilíbrio entre a segurança do paciente e a experiência do  usuário sem comprometer o controle operacional. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD154 - Startup klivo: gestão inteligente de crônicos SD153 - Elekta: líder mundial em radio-oncologia SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde SD150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care Música | Declan DP -  Magical "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.154 - Startup Klivo - Gestão Inteligente de Crônicos

    Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 46:57


    SD154 - Startup klivo: gestão inteligente de crônicos. Neste episódio, uma conversa com o co-fundador da Startup Klivo, André Sá, para falar sobre empreendedorismo em saúde e seus desafios. A Klivo é uma health tech que foca sua atenção no cuidado com o paciente crônico, proporcionando uma jornada de Acompanhamento de Pacientes Crônicos em formato digital que o André chama de High Tech / High Touch. Ouça para entender! Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do André  Carreira iniciada no mercado financeiro, foi sócio do Banco BTG Pactual por 12 anos, vinculado sempre ao empreendedorismo. Na 1ª metade da carreira, foi investidor. Depois André migrou de lado e passou a "tocar um negócio": montou um negócio agrícola, depois varejo farmacêutico. Juntou-se ao sócio Marcelo Toledo na fundação da Klivo em 2019.  Ele afirma que empreendedor vê oportunidade onde outros veem problema. Para Empreender O assunto precisa ser importante e o dono do negócio ser especial. O foco da Klivo 19% da população hoje tem uma condição crônica que representa 72% do custo do sistema de saúde. O paciente crônico precisa de uma atenção contínua, integrada e a figura do médico é fundamental para essa jornada de cuidado. O paciente crônico é o que mais utiliza o sistema, que não feito para ele. A solução: saúde High Tech e Hight Touch com monitoramento do paciente via tecnologia, agregado ao cuidado de pessoa para pessoa. Como engajar o paciente Personalizar o atendimento para trazer dados relevantes para cada paciente e adequados ao seu momento da jornada; Trazer a percepção ao paciente que a melhoria da sua qualidade de vida vai possibilitar que ele fique bem para realizar seus sonhos. O mercado da Klivo Operadoras de saúde ou grandes gestões considerando o perfil do cliente a partir da análise de indicadores importantes: engajamento; clínicos; utilização e custo; Indústria farmacêutica. Como a Klivo chega no paciente Via operadora de saúde: o paciente recebe a indicação do seu acompanhamento pela Klivo; Através da indústria farmacêutica: quando o paciente faz a compra do medicamento; Através da empresa. Como medir o engajamento do paciente Monitorar a aderência do paciente ao que ele deveria estar fazendo e se os resultados clínicos dele estão dentro do esperado; Verificar se o paciente acessa os conteúdos educativos enviados para ele; O dado ajuda a saber se o paciente está engajado ou não e que uma ação de reengajamento precisa ser realizada. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico? Quer interagir com o Lorenzo Tomé e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI! Episódios Anteriores - Acesse! SD153 - Elekta: líder mundial em radio-oncologia SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde SD150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care SD149 - A carreira do Médico Militar Música | Declan DP -  Story "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.153 - Elekta: Líder mundial em radio-oncologia

    Play Episode Listen Later Jul 5, 2022 27:55


    SD153 Elekta: Líder mundial em radio-oncologia. Neste episódio, a conversa é com Deborah Telésio , VP da Elekta para a América do Sul. Ela nos conta sobre a multinacional sueca especializada em tecnologia médica de radiologia de precisão. A Elekta tem seus equipamentos para radioterapia, radiocirurgia e braquiterapia apresenta em mais de 6.00 hospitais no mundo e investe nas inovações no tratamento do câncer com suas soluções, utilizando a inteligência artificial. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Deborah  Experiência de 20 anos no mercado de saúde na área de equipamentos médicos. Formada em Marketing, ela trabalhou na área de consumo e entretenimento. A área de saúde através da GE, trabalhada por 14 anos, permanecendo em Markenting, mas depois migrando para a área de negócio de equipamentos. Mudou para a Elekta e sente que tem um propósito ao trabalhar com uma área de atuação em tratamento. Um pouco da Elekta Empresa sueca com 50 anos de atuação no mercado, nasceu do desenvolvimento de uma tecnologia em radiocirurgia intracraniana não invasiva; Inicialmente foco em Neurologia com uso de Radiação de Precisão e não há paralelo ao Gamma Knife no mercado; A aquisição de empresas e desenvolvimento de tecnologias na medicina e na braquiterapia; Tecnologia topo: Equipamento Unity unindo magnéticos e acelerador linear. Benefícios da Unidade Possibilidade de ver mais e ver melhor a adaptação do tumor: detecção dos movimentos e possibilidade de leitura rápida para garantir que o certo está sendo atingido no lugar e que os tecidos estão sendo preservados. Um diferencial tecnológico do Unity Precisa que traz o serviço de tecnologia para o ponto certo e dose certa; Tecnologia desenvolvida para acompanhar o movimento da lesão e irradiar de acordo com esse movimento e a paralisação imediata da irradiação, se houver fuga do ponto certo. Onde estão as soluções Gamma Knife: 4 equipamentos no Brasil, sendo 1 no HCor em SP; Unity: ainda não disponível no Brasil. O retrato da radioterapia no Brasil Apenas 360 equipamentos de radioterapia no país, sendo que, em 50% dos equipamentos, estão obsoletos. A Elekta tem 120 equipamentos no país. Para o paciente, o uso do Versa HD Beneficiando-se na Eleta Eleta paciente, o paciente é tecnologia da menos sessões de precisão e maior com maior dose por sessão e precisão. Isso se traduz em rapidez no tratamento, segurança e mais pacientes sendo atendidos. Conheça um pouco mais sobre a Débora Telésio e como ela sobreviveu ao Tsunami em 2004: OUÇA !  Podcast da Comunidade Online Saúde Você é médico? Quer interagir com Lorenzo Tomé e com outros pesquisadores inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! ACESSE AQUI ! Episódios Anteriores - Acesse! SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde SD150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care SD149 - A Carreira do Médico Militar SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais . Música | Declan DP -  Island " Música © Copyright Declan DP 2018 - Presente. https://license .declandp.info | ID da licença: DDP1590665"

    #Ep.152 - MV Sistemas: Solução de integração de prontuários para médicos

    Play Episode Listen Later Jun 28, 2022 35:25


    SD152 - MV Sistemas: Solução de Integração de Prontuários para médicos. Neste episódio, a conversa é com o Luís Barros, CMO da MV Sistemas para nos contar sobre a empresa, as soluções, futuro do negócio e sobre uma inovação lançada em 2021: o app Medic, que integra os prontuários médicos de diversas instituições que se utilizam do sistema da MV. A MV Sistemas, fundada há quase 35 anos, é uma das maiores empresas de TI do Brasil e oferece soluções inovadoras para a gestão de saúde e soluções digitais eficazes para auxiliar na jornada das instituições, do médico e do paciente.   Quer participar do maior evento de tecnologia do setor de saúde? Clique  AQUI e inscreva-se no MV Experience Fórum - MEF! Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Luís  Original de Recife, ele deixou cedo o Brasil para fazer sua formação na França aos 19 anos. Graduado em Relações Internacionais, fez seu Mestrado em Estratégia e Desenvolvimento de Negócios e Marketing e permaneceu no país trabalhando. Ele voltou ao Brasil em 2014 e viveu experiências profissionais em diversas empresas. Luís voltou para Recife em 2018 e, depois da passagem por mais algumas grandes empresas, chegou à MV há 2 anos e meio. Conhecendo um pouco da MV Empresa presente em mais de 12 países; Maior empresa de tecnologia para a saúde da América Latina segundo o Head de Marketing; Está entre as maiores empresas de TI do Brasil, ainda segundo o CMO; +2k clientes no Brasil e +1.800 colaboradores; 8 filiais no Brasil; 9 marcas debaixo do guarda-chuva da MV. O diferencial Uma das poucas empresas ou a única que atua no Brasil em todas as áreas de uma instituição de saúde: prevenção com aplicativo B2C, recepção, triagem, exame, receita médica, prontuário e a pós-consulta para o paciente. A empresa tem foco em desenvolver tecnologias de prevenção. Um retrato Capital 100% nacional; O fundador da empresa e CEO, Paulo Magnus, continua como sócio-majoritário; market share de 45%; faturamento de R$400 milhões em 2021; crescimento médio anual de 20%. As soluções Soluções para acompanhar a jornada do gestor, do médico e do paciente: ERP que contém o Prontuário Eletrônico do Paciente, o PEP MV; app Medic > lançado em 2021, desenvolvido em conjunto com a Apple, ou seja, disponível por enquanto para sistema iOS: traz o prontuário eletrônico do paciente para as mãos do médico ao possibilitar o acesso simplificado ao prontuário sem precisar logar em sistemas hospitalares diversos. Com isso, ele tem acesso ao histórico do paciente para uma consulta via telemedicina, acesso à agenda de consultas e a exames do paciente e ainda pode entrar com os dados via app; app Personal Health: conectado ao Medic, o paciente pode inserir dados de nutrição, utilização de medicamentos, sintomas, rotina de exercícios, agendamento de consultas e acesso a resultado de exames sem sair de casa. A operação em 2 versões a instituição pode decidir adquirir o aplicativo Medic para disponibilizar a comodidade para os médicos e obter algumas vantagens para compra de produtos Apple; o médico PJ assume a aquisição, baixando o aplicativo e solicitando ao hospital que plug o app a sua base de dados para o médico ter acesso. Ele também vai ter acesso à rede Apple para benefícios. Ele pode receber alertas sobre a rotina de tratamento de seus pacientes ou a falta de sequência no tratamento. Futuro Investir no retorno do Médico da Família, interoperabilidade dos sistemas, open health podem ser caminhos para trazer  a fidelização do paciente. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital na SD Conecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! Clique aqui! Episódios Anteriores - Acesse! SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde SD150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care SD149 - A carreira do Médico Militar SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais. SD147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. Música | Declan DP -  Island "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde.

    Play Episode Listen Later Jun 21, 2022 29:29


    SD151 - GRUPO DEDALUS: líder mundial em software de saúde. Neste episódio, a conversa é com o CEO da DGS Brasil, Paulo Banevicius, para contar sobre a proposta de interoperabilidade do principal fornecedor de software de saúde e diagnóstico da Europa e que vem se consolidando no Brasil. A DEDALUS BRASIL faz parte do GRUPO DEDALUS, que é provedor líder de soluções de diagnóstico e gestão hospitalar na Europa e um dos maiores do mundo, entendendo que tem uma abrangência global, mas deve ter foco nas necessidades locais. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do Paulo  Ele atua na área de saúde há mais de 30 anos em diversos segmentos: tanto na área de equipamentos quanto na área de software. Fez Gestão Hospitalar pela FGV. Líder da DGS Brasil desde final de 2020. O desafio DEDALUS e sua trajetória de crescimento Crescimento inorgânico via aquisições de TIC Saúde da AGFA e da DXC Technology para consolidar mercado: manter a cultura e extrair valor da aquisição; Construção de identidade e de marca e coordenação da forma não monolítica das soluções adquiridas e na diversidade de formas de pensar que vem com a aquisição; encontrar soluções mais inteligentes, ágeis e melhores para o sistema de saúde. Interoperabilidade Plataforma poderosa que coordena a integração de ferramentas e softwares distintos. Resultados Resultados no mundo: aproximadamente $750 milhões/ano; 5ª maior cia. de software na indústria no segmento de saúde, sendo a maior da Europa; presente em aproximadamente 45 países com operação direta; fábrica de softwares em diferentes pólos, inclusive no Brasil; Clientes:  Rede D'Or; HC de Porto Alegre; HC de São Paulo para citar alguns. Algumas soluções Soluções para a Radiologia com software de arquivamento de imagens; Software para trabalhar a informação (RIS); Software para trabalhar a informação do hospital (HIS); Chegando: a gestão de escalas e turnos com a AIDA , gestão de agenda enterprise, entre outros; Engage4me para trazer engajamento do paciente e rastreamento por parte dos médicos e instituições. Futuro   Um modelo open health para o sistema de saúde > Estamos caminhando para isso? Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital no SDConecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! Clique aqui! Episódios Anteriores - Acesse! SD150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care SD149 - A carreira do Médico Militar SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais. SD147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. SD146 - Escala App: Intraempreendedorismo de sucesso Música | Declan DP - With You "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.150 - ISA LAB: A Descentralização do Home Care

    Play Episode Listen Later Jun 14, 2022 26:34


    SD150 – ISA LAB: A Descentralização do Home Care. Neste episódio, uma conversa com o Dr. David Pares, co-fundador e Chief Medical Office da ISA LAB, que vai nos contar sobre a surpreendente proposta da empresa para descentralizar o cuidado na saúde. A ISA LAB é uma plataforma digital de serviços para a saúde que conecta profissionais independentes, possibilitando que estes levem cuidado para o paciente onde ele estiver com qualidade e agilidade. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do David  Neto e filho de médicos, David formou-se  em medicina pela USP em 2011. Ele, já no final da gradução, resolveu fundar com o irmão uma empresa de marketing médico, que transformou-se logo em agendamento online, depois mudou, mais uma vez,  para ser uma empresa de prontuário eletrônico.  Ao entrar na residência de cirurgia, a empresa recebeu seu 1º aporte de capital e o David deixou a medicina para se dedicar ao empreendedorismo. Fez um MBA nos Estados Unidos, dividindo tempo com o trabalho, e está de volta dedicado à saúde. Como surgiu a ISA LAB Família envolvida com a medicina diagnóstica. Em 2017, os irmãos empreendedores compraram alguns laboratórios de medicina diagnóstica. pois o serviço de coleta domiciliar, que já funcionava antes da pandemia, estava crescendo bastante. A ISA LAB nasceu para dar autonomia para os profissionais de saúde entregarem cuidado ao pacientes fora do ambiente hospitalar. Como funciona Uma plataforma em nuvem de conexão entre "ISAS" independentes, cadastrados e distribuídas por São Paulo, Rio de Janeiro e mais 6 estados brasileiros. O paciente entre em contato com uma das unidades e o profissional que estiver mais próximo pode chegar até ele em até 1 hora. A empresa encontra o profissional de saúde para pegar o material coletado na casa do paciente, por exemplo, e ele fica liberado para o próximo atendimento. Oferece serviços diagnósticos, vacinas e outros serviços de saúde como medicação, soroterapia em casa e outros. +200 profissionais "ISA" na plataforma com flexibilidade de horário. Vantagem do modelo de negócio Com a redução do custo fixo de operação, a empresa pode repassar um valor maior para o profissional que atende. Além de atender B2C,  a ISA LAB também atende empresas de telemedicina ou operadoras de plano de saúde que repassam um serviço para que a ISA encontre o profissional mais adequado e próximo para atender ao paciente. Como garantir a qualidade do serviço O profissional recebe treinamento; Vários incentivos para melhor atendimento como: ganho melhor, indicadores de qualidade e avaliação do cliente final. Futuro   Crescer em algumas cidades já mapeadas; aumentar o leque de serviços em tratamento; aumentar a rede de "Isas" com treinamento estruturado. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital no SDConecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! Clique aqui! Episódios Anteriores - Acesse! SD149 - A carreira do Médico Militar SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais. SD147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. SD146 - Escala App: Intraempreendedorismo de sucesso SD145 - Conheça a ECMO: Oxigenação por Membrana Extracorpórea Música | Declan DP - Charmed "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.149 - A carreira do Médico Militar

    Play Episode Listen Later Jun 7, 2022 25:09


    SD149 – A carreira do Médico Militar. Neste episódio, uma conversa com a médica cardiologista, mestre em Telemedicina e membro do Corpo de Bombeiro Militar em Petrópolis, Dra. Simone Farah, para falar sobre a carreira militar dentro da medicina. A partir do triste exemplo da tragédia de Petrópolis, você vai conhecer o papel nobre e fundamental que médicos e paramédicos exercem nessas ocasiões.   Neste episódio, o que você vai encontrar: O background da Simone  Formada em medicina no interior do Estado do Rio de Janeiro, ela foi para a capital para se especializar em cardiologia no Instituto Nacional de Cardiologia e em arritmia cardíaca na UFRJ. Trabalhou em emergência e cardio-intensivismo até fazer o concurso para seguir carreira militar no Corpo de Bombeiros do Estado do RJ em 2008. Ela foi designada para fazer parte do projeto das UPA's 24 horas como tenente da corporação, fazendo atendimento de emergência. Ela é mestre em Telemedicina, doutoranda na área e professora na Faculdade de Medicina em Petrópolis. A carreira militar para o médico Para entrar: fazer a prova teórica e, se aprovado, faz o teste de aptidão física. Aprovado: treinamento técnico/médico e militar dentro do centro de instrução da corporação. Exercendo: começa como médico oficial tenente > depois capitão > major tenente > tenente coronel > coronel (full) As atribuições Tenente e capitão: atendimento assistencial socorrista para a população e também dentro da corporação para militares e dependentes. A partir de major: função mais administrativa. Na transição de capitão para major, é necessário um curso de aperfeiçoamento para oficial. Não há regra para que o médico deixe de atuar na ponta, mesmo progredindo na carreira. O militar precisa estar sempre pronto, porque pode ser convocado a atuar em grandes eventos. Como funciona Pelo concurso, a carga é de 24 horas semanais, que pode variar de acordo com a demanda e escalas extras. Em caso de cargo de gestão e diretoria, tende a uma demanda maior de tempo. O médico, no entanto, consegue atuar como militar e também como médico civil. O papel fundamental do socorrista Envolve muita capacitação para estar pronto para situações de emergência como ocorreu em Petrópolis no início de 2022: atuar rapidamente com a organização da logística de atendimento para a chamada "área quente", convocação de todos os militares pela proporção da ocorrência, mas, também, muita doação, dedicação à profissão e propósito. A telemedicina  Com uma alta demanda de suporte aos médicos que atendiam pacientes com quadro cardiológico no estado do RJ em 2008, criou-se uma central cardiológica para dar suporte em tempo real, uma telecardiologia síncrona, e também o acompanhamento do paciente. Essa experiência levou a Dra. Simone a fazer seu mestrado em telemedicina e telessaúde na UERJ e tornar-se a 1ª médica a ter o título no Brasil. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital no SDConecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! Clique aqui! Episódios Anteriores - Acesse! SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais. SD147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. SD146 - Escala App: Intraempreendedorismo de sucesso SD145 - Conheça a ECMO: Oxigenação por Membrana Extracorpórea SD144 - O Médico de Família e a Atençao Primária à Saúde Música | Declan DP - Star "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.148 - Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais

    Play Episode Listen Later May 31, 2022 27:37


    SD148 – Cardiopapers - A escola digital de 35 milhões de reais. Neste podcast, a conversa é com o Dr. André Lima, co-fundador do CardioPapers, para falar sobre como a internet pode alavancar um negócio, oferecendo conteúdo de qualidade para médicos. Com a missão "Educação salva vidas!", a CardioPapers é uma plataforma de educação continuada para médicos cardiologistas com informações práticas e diretas para atender o residente, o cardiologista e também o candidato ao título de especialista. Ela foi adquirida pelo Grupo Afya em 2022. Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do André  Nascido em Recife, André se formou médico pela UF de Pernambuco. Mas um sonho de ir para um grande centro o levou para a Clínica Médica da UNIFESP, onde fez residência em Cardiologia no InCor junto com seu sócio Eduardo Lapa. Lá conheceram o 3º fundador do CardioPaper, o Fernando Figuinha. André é clínico, cardiologista, ecocardiografista e intensivista. O começo Em 2010, André e Fernando programando-se para prestar prova para a subespecialidade de Ecocardiografia, começaram a fazer resumos para a prova e viram ali a possibilidade de compartilhamento de conhecimento. Utilizando-se de plataformas gratuitas, eles começaram a compartilhar conteúdo no Blog CardioPapers. Parceria que dá certo Três médicos cardiologistas e a amizade, o compartilhamento de ideias e a complementariedade de personalidade traduzem a relação de parceria desses três sócios. André cuida da parte tecnológica de infraestrutura para o digital do negócio funcionar; Eduardo Lapa cuida da parte didática e da qualidade dos conteúdos e a presença nas redes sociais; Fernando Figuinha cuida da organização dos conteúdos e do planajemento. A trilha de sucesso De blog para plataforma: inicialmente a ideia era colaborar e compartilhar informação e eles acabaram por oferecer curso presencial. Os fundadores perceberam a oportunidade de monetizar o conteúdo, começaram a oferecer educação para médicos via internet e escalaram. Entre os conteúdos está o curso de eletrocardiograma e o curso preparatório para prova de título de especialista com um nº de aprovados que chega a 60% do total. Como funciona Mais de +30K alunos que compraram o acesso à plataforma até agora e, mesmo depois de passarem na prova de título, continuam acompanhando os conteúdos para se manterem atualizados. A marca agora também atua com EndocrinoPapers e DermatoPapers. E pretendem atingir mais especialidades. Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital no SDConecta! Assista este episódio também em vídeo no YouTube no nosso canal Saúde Digital Ecossistema! Clique aqui! Episódios Anteriores - Acesse! SD147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. SD146 - Escala App: Intraempreendedorismo de sucesso SD145 - Conheça a ECMO: Oxigenação por Membrana Extracorpórea SD144 - O Médico de Família e a Atençao Primária à Saúde SD143 - Startup Pill: conheça o modelo Dark Pharmacy Música | Declan DP - Joy "Music © Copyright Declan DP 2018 - Present. https://license.declandp.info | License ID: DDP1590665"

    #Ep.147 - HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina

    Play Episode Listen Later May 24, 2022 26:42


    SD147 – HackTown - O maior festival de inovação e criatividade da América Latina. Neste podcast, vamos conversar com o João Rubens Costa Fonseca, Co-fundador, Chefe de parcerias da HackTown e CMO do Grupo Ted, para conhecer o HackTown. O HackTown é o maior festival de inovação e criatividade da América Latina, que acontece entre os dias 15 e 18 de setembro de 2022, e promove a inovação, a criatividade e a tecnologia. Ele é considerado o SXSW da América Latina. E você, nosso ouvinte, receberá um desconto de 15% para participar do HackTown. Clique aqui para acessar seu desconto! Neste episódio, o que você vai encontrar: O background do João  Ele chegou a Santa Rita do Sapucaí/MG aos 15 anos de idade, atraído pela oferta de capacitação em tecnologia que a cidade oferece. Ele fez Escola Técnica, ingressou no Instituto Nacional de Telecomunicações (INATEL) e formou-se Engenheiro de Telecomunicações. Ele se considera um engenheiro "abraçar de árvores" e com 3 sócios, investiu na ideia de trazer  uma conexão para empreendedores em uma revolução criativa. O HackTown Evento que não tem forma: criado para conectar os empreendedores da cidade. Autêntico, brasileiro, focado na economia criativa, o festival vem para trazer a perspectiva de inovação, criatividade e tecnologia e hoje só é limitado pelo tamanho da cidade. O HackTown é um festival cujo objetivo é trazer as tendências em diversas áreas, promover conexões, reunir mentes brilhantes e tirar as pessoas de sua zona de conforto. A vocação para o sucesso O festival foi projetado em sua 1ª edição para 3 pontos de palestras simultâneas para 50 pessoas. Ele foi realizado em + de 15 pontos para mais de 600 pessoas. Os números do festival: estimativa de público para a edição 2022 de +30k; + de 35 pontos na cidade com conteúdos e palestras trazendo assuntos diversos; + de 800 atividades rolando no evento durante 4 dias; à noite: um verdadeiro festival de música com + de 10 palcos, trazendo as tendências da música. A tranversalidade Startups; Médicos; Corporações; Chefs de cozinha; e muita música. Como funciona Não é só um evento de conteúdo, é uma experiência de networking, conteúdo e cultura em uma autêntica cidade do interior de MG chamada Santa Rita do Sapucaí. Há uma promoção proposital de conexão dos participantes com diferentes áreas de atuação e a transversalidade de conteúdo propõe essa troca. Você representa uma empresa e quer falar com o João para receber o Media Kit? Envie um e-mail para joao@hacktown.com.br Comunidade Online Saúde Digital Podcast Você é médico e quer interagir comigo e com outros colegas inovadores da medicina digital?  Entre na Comunidade do Podcast Saúde Digital no SDConecta! Episódios Anteriores - Acesse! SD146 - Escala App: Intraempreendedorismo de sucesso SD145 - Conheça a ECMO: Oxigenação por Membrana Extracorpórea SD144 - O Médico de Família e a Atençao Primária à Saúde SD143 - Startup Pill: conheça o modelo Dark Pharmacy SD142 - QSaúde: a busca pela transformação da saúde suplementar Música | ZakharValaha da Pixabay Música | Alex_Make Music da Pixabay