Podcasts about poder executivo

  • 104PODCASTS
  • 263EPISODES
  • 21mAVG DURATION
  • 5WEEKLY NEW EPISODES
  • Nov 17, 2022LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022


Best podcasts about poder executivo

Latest podcast episodes about poder executivo

Notícias Brasil de Fato MG
Servidores da PBH lotam a Câmara contra Reforma da Previdência

Notícias Brasil de Fato MG

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 2:27


Servidores públicos municipais lotaram o hall da Câmara Municipa de Belo Horizonte para discutir e protestar contra a proposta de reforma da Previdência proposta pelo Poder Executivo. A proposta, ao invés de trazer benefícios, vai piorar a vida do trabalhador. Foto: Ernandes / CMBH

Poder Entrevista
“PEC das embaixadas nos tornará párias”, diz diplomata

Poder Entrevista

Play Episode Listen Later Nov 7, 2022 40:18


A embaixadora Maria Celina de Azevedo Rodrigues, 80 anos, presidente da ADB (Associação dos Diplomatas Brasileiros), critica a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 34, que permite a congressistas assumirem cargos de embaixadores sem perderem o mandato. Hoje, eles podem assumir o cargo, mas a condição é que abandonem a posição para a qual foram eleitos.Trata-se, na avaliação dela e da maioria dos diplomatas, de uma medida profilática. Caso pessoas que foram eleitas para mandatos nos quais vão representar Estados assumam esse cargo, há o risco de as questões estaduais –consequentemente menores– dominem a pauta nacional.Segundo ela, a PEC é uma invasão do Poder Executivo pelo Legislativo. Isso porque as relações exteriores são constitucionalmente uma missão do Executivo. E pode, em última instância, tornar o Brasil um “pária” nas relações exteriores pelas consequências como defesa de interesses locais e falta de habilidade no trato das relações com outros países.“Se o Brasil aprovar essa PEC, aí sim a gente pode acabar virando uma espécie de pária diplomático. Com o tempo, não seremos mais levados a sério“, disse em entrevista ao Poder360.

E Tem Mais
Transição de governo: equipe de Lula busca viabilizar recursos e apoio para 2023

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Nov 4, 2022 28:22


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama das expectativas para a transição entre o governo de Jair Bolsonaro (PL) e a equipe do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A preocupação com o Orçamento do ano que vem tem sido um dos principais focos de atenção dos nome indicados por Lula para a transição. O desafio é alcançar um acordo com o Congresso Nacional para viabilizar recursos destinados a compromissos assumidos pelo petista durante a campanha eleitoral. O processo de transição entre governos é previsto em lei desde 2002 e tem como objetivo permitir que o presidente eleito se informe sobre o funcionamento da gestão pública federal e prepare as primeiras medidas que adotará como chefe do Poder Executivo. Para traçar um balanço das sinalizações da equipe de Lula a respeito da formação do novo governo, participam deste episódio a analista de política da CNN Basilia Rodrigues e o cientista político Marco Antônio Teixeira, professor da FGV. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

Painel Eletrônico
Novas regras do Orçamento da União alteram a relação entre o Poder Executivo e o Congresso Nacional

Painel Eletrônico

Play Episode Listen Later Oct 31, 2022


Fora da Política Não há Salvação
Combate à corrupção: que fim levou? | com Rogério Arantes | 150

Fora da Política Não há Salvação

Play Episode Listen Later Oct 22, 2022 76:36


“Queria dizer a essa imprensa maravilhosa, nossa, que eu não quero acabar com a Lava Jato… Eu acabei com a Lava Jato porque não tem mais corrupção no governo”, disse Jair Bolsonaro em outubro de 2020. Essa declaração ocorreu depois que Sergio Moro já havia deixado o Ministério da Justiça, após acusar Bolsonaro de interferir na Polícia Federal. O fato é que desde então, de fato a Lava Jato acabou, bem como deixou de existir uma Procuradoria Geral da República independente, pois Augusto Aras, o PGR, é um serviçal de Bolsonaro. O presidente também nomeou para o Supremo Tribunal Federal dois sabujos - Kássio Nunes Marques e André Mendonça - que decidem sempre de forma a favorecer o Poder Executivo. Qual o tamanho do desmonte bolsonaresco das estruturas de combate à corrupção? De que forma toda a construção institucional pós-1988 e, principalmente, pós-2003 foi desmontada pelo bolsonarismo? Para discutir esse tema, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe o cientista político Rogério Arantes, professor do Departamento de Ciência Política da USP. Rogério Arantes é um dos principais estudiosos brasileiros das relações entre Direito e Política, com pesquisas sobre o Sistema de Justiça, Supremo Tribunal Federal, Ministério Público, Polícia Federal e Constitucionalismo. O Twitter de Rogério Arantes é: @rogeriobarantes As músicas deste episódio são "Lock" e "Baba", ambas de Jeremy Black. Além do YouTube, este episódio está disponível em vídeo também no Spotify Podcasts. Leia o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital. Apoie o e ajude o canal e o podcast a se manter e a melhorar! Apoiadores contarão com agradecimentos nos créditos dos episódios (claro, desde que desejem) e terão acesso a brindes relacionados ao tema do canal: a política. Agradecemos aos apoiadores do #ForadaPolíticaNãoháSalvação e também a todas e todos que apoiaram por meio do #ValeuDemais!

O Antagonista
Cortes do Talks - Bolsonaro defende que maioria do STF bote limite em Moraes: “Todo o Supremo paga a conta”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 19, 2022 1:47


Em entrevista ao CD Talks, podcast de O Antagonista, o presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a criticar a postura do presidente do TSE, Alexandre de Moraes. Segundo Jair Bolsonaro, o artigo 220 da Constituição — que versa sobre a liberdade de expressão — deve ser preservado a qualquer custo. Para o presidente da República, a maioria dos ministros do STF poderia colocar um “certo limite” no colega presidente do TSE. “Ele é muito independente. Ele julga as coisas de acordo com a sua conveniência. Até mesmo a questão de censura, que está muito ligada a ele por ser presidente do TSE, não sou de acordo com essas desmonetizações, derrubada de páginas, entre outras medidas. Por quê?”, disse o presidente. “Eu vejo o artigo 220 da Constituição como algo sagrado, e ali não carece de regulamentação. Nenhuma lei pode botar limites na liberdade de expressão”, acrescentou Bolsonaro. “Alexandre de Moraes tem a posição própria dele. Entendo que a maioria, pensando de acordo com esse dispositivo constitucional, pode chegar no Alexandre de Moraes e botar algum certo limite. Qualquer um ministro que tem... que tome decisões que extrapolem, todo o Supremo paga a conta”, afirmou o chefe do Poder Executivo. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Quem acha que o STF interfere nos outros Poderes vive no “metaverso”, diz Gilmar

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 6, 2022 0:45


O ministro Gilmar Mendes (foto), do STF, afirmou que quem acredita que a Corte estaria usurpando competências de outros Poderes vive em um “metaverso do mundo institucional”. A declaração foi dada na quarta-feira (5), durante homenagem aos 34 anos da Constituição Federal de 1988. Em sua fala, o decano ressaltou a coragem dos ministros do STF em proteger a democracia e o Estado Democrático de Direito e criticou o discurso de que o tribunal interfere no Executivo e no Legislativo. “Em todo esse contexto, a autonomia das Casas do Congresso e a liberdade de ação do Poder Executivo sempre foram preservadas pelo STF. Só mesmo aqueles que habitam numa espécie de metaverso do mundo institucional podem acreditar na cantilena que o STF usurpa algo do Congresso Nacional. Trata-se de uma ilusão de ótica”, disse. O ministro também elogiou o TSE pela defesa do processo eleitoral, afirmando que a Justiça Eleitoral tem sido alvo de “ataques antidemocráticos jamais presenciados e que só chegou a esse ponto em razão da omissão conivente de diversos órgãos e agentes públicos”. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Hoje no Rio
Comentários sobre o Resultado das Eleições do Rio de Janeiro - Papo com Quintino

Hoje no Rio

Play Episode Listen Later Oct 4, 2022 15:04


As eleições 2022 do Rio de Janeiro acabaram, finalmente. Não resta dúvida que os grandes vencedores foram Cláudio Castro, vencendo no 1º turno, e o PL com 11 deputados federais e 17 estaduais. Enquanto isso o Marcelo Freixo pode desistir de tentar qualquer candidatura para o Poder Executivo, sua atuação pífia este ano não permite grandes saltos.E indo contra tudo e contra todos, Alessandro Molon ficou em 2º lugar para o Senado, e conquista seu espaço na esquerda e merece ser candidato a prefeito do Rio de Janeiro em 2024. O cargo também fica aberto para um candidato da direita, depois que Eduardo Paes se ligou a Lula, e viu o Bolsonarismo vencer o ex-presidente no Rio. O nome que surge é do senador Carlos Portinho, do PL. Romário, entretanto, está magoado com o presidente e evita declarar apoio a ele.A família Maia sai completamente destroçada desta eleição, o partido comandado por Rodrigo Maia, o PSDB, não conseguiu fazer uma única cadeira em Brasília ou na Alerj. Seria esse o fim de um dos clãs mais importantes da política carioca por mais de 30 anos?E quem será o novo presidente da Alerj em 2023? Rodrigo Bacellar, Marcio Canella ou André Corrêa. Isso e muito mais no Papo com Quintino.

Notícias MP
MPAC prestigia evento em comemoração aos 59 anos da Câmara de Vereadores de Rio Branco

Notícias MP

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 0:54


Na segunda-feira, 19, o procurador-geral de Justiça Danilo Lovisaro do Nascimento participou das comemorações alusivas aos 59 anos de instalação da Câmara de Vereadores de Rio Branco, que contou com a presença de autoridades do Poder Executivo, Poder Legislativo, além de parlamentares e dos servidores do Poder Legislativo Municipal.

O Antagonista
Cortes do Talks - Discurso lulista sobre volta ao fascismo com vitória de Bolsonaro é fake news, diz Ciro

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 0:53


O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, classificou como fake news há pouco no podcast Claudio Talks de O Antagonista a tentativa lulista de se colocar como a única solução política para enfrentar o atual chefe do Poder Executivo. Questionado sobre a maior fake news das eleições, Gomes foi enfático: “O delírio golpista de Bolsonaro imediatamente apropriado pelo Lula, que é espertíssimo, dizendo: ‘Me eleja com casca e tudo. Não pergunte de onde eu roubei, não pergunte por que que eu roubei, não pergunte por que eu fiz muito mais muito mais pelos bancos do que pelos pobres, não me perguntei por que que eu nomeei a Dilma, não pergunte por que eu fiz conchavo com Geraldo Alckmin porque o fascismo vai ganhar”, disse. “Então, o Bolsonaro sinaliza na aberração de comportamento patológico de que tem capacidade de fazer um golpe que jamais teve, e o Lula, espertamente, pega e diz: ‘Olha, está vendo, se não me engolir com casca e tudo, eu primeiro e único, vai vir o fascismo no Brasil'”, complementou. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Gilson Aguiar
O que realmente muda e quem promove a mudança

Gilson Aguiar

Play Episode Listen Later Sep 22, 2022 2:18


Ilusão da sua parte acreditar que as coisas vão acontecer do dia para noite. Que tudo será diferente e que os desejos irão se realizar. Mudanças, em uma democracia, não acontece de cima para baixo. Logo, se você quer realmente promover mudanças, faça isso escolhendo deputados mais eficientes e representativos, um senador que cumpre o seu papel. Conheça a diferença entre as funções do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário. Porém, além de tudo isso, comece a organizar a sua própria vida. Aprenda a atuar na sua comunidade, a conhecer melhor a realidade da região onde você vive, das pessoas a sua volta, da verdadeira história de seu país. Leia mais informações que tenham fontes seguras, aprenda a conhecer o que realmente falam as estatísticas, apoie uma educação de qualidade para seus filhos e participe da formação dele, frequente a escola onde ele estuda, conheça os professores, entenda a realidade que o cerca. Se você tem uma empresa, conheça mais seus funcionários, os parceiros de seu negócio, seus clientes, se interesse mais para compreender a realidade do bairro onde ela, a sua empresa, está instalada.

O Antagonista
Abraham Weintraub: “Bolsonarismo é uma farsa, uma pirâmide que vai ser desmontada”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 15, 2022 0:29


O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub voltou ao Twitter para criticar os aliados do presidente da República, Jair Bolsonaro. Em vídeo publicado na manhã de hoje, o ex-auxiliar presidencial classificou o bolsonarismo como “uma farsa”. Mas, como tem ocorrido em outros vídeos, ele evitou ataques diretos ao chefe do Poder Executivo. “O bolsonarismo é uma farsa, uma pirâmide que vai ser desmontada. O bolsonarismo para mim tem que acabar. Se a gente não acabar com o bolsonarismo, desmascarar os ‘djenerais', com ‘dj', não com ‘g', isso daqui não vai dar certo”, disse o ex-ministro. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista  

O Antagonista
Presidente diz que Adélio esteve em clube de tiro frequentado pela família Bolsonaro antes de facada

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 13, 2022 1:36


A informação reforça a suspeita do chefe do Poder Executivo de que ele estava sendo perseguido antes da facada em Juiz de Fora, em setembro de 2018 Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Rádio MPSC
A pedido do MPSC, Justiça obriga Município de São João do Sul a disponibilizar vagas em creches e pré-escolas

Rádio MPSC

Play Episode Listen Later Sep 12, 2022 1:30


O Ministério Público de Santa Catarina requereu à Justiça o cumprimento provisório de sentença e agora o Poder Executivo municipal tem até 4 de outubro para disponibilizar as vagas a crianças de zero até cinco anos, além de fornecer transporte escolar gratuito. Ouça o Promotor de Justiça Marco Aurélio Morosini.

O Antagonista
Cortes do Papo - Jair Bolsonaro vai ao TSE contra Lula após ser associado à Ku Klux Klan

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 9, 2022 7:22


A campanha de Jair Bolsonaro acionou o Tribunal Superior Eleitoral após Lula ter comparado os atos bolsonaristas de quarta-feira, 7 de Setembro, a uma reunião da Ku Klux Klan, o grupo de supremacistas brancos dos EUA que prega a inferioridade dos negros. Durante comício em Nova Iguaçu (RJ) realizado ontem à noite, o petista afirmou que não havia pretos nem pardos nos atos a favor do chefe do Poder Executivo. "O ato do Bolsonaro parecia uma reunião da Ku Klux Klan, só faltou o capuz”, afirmou o petista, em referência à indumentária do grupo racista. Hoje, a equipe jurídica bolsonarista ingressou com uma representação por propaganda eleitoral irregular e pediu que a Justiça Eleitoral determine a retirada do Instagram e Youtube de todos os vídeos com a fala petista. No documento, os advogados de Jair Bolsonaro afirmam que Lula “incorreu em gravíssimas ofensas à honra e à imagem do Presidente da República”. “A liberdade de expressão não pode e não deve servir de escudo jurídico para a prática de condutas ilícitas, como no caso concreto, ao imputar claramente comportamento criminoso ao presidente da República, verdadeiro discurso de ódio”, afirmam os advogados do chefe do Poder Executivo. O caso está sob a relatoria da ministra Cármen Lucia. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Jair Bolsonaro é chamado de “brocha” por deputada da esquerda

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 9, 2022 0:45


Durante o desfile de 7 de Setembro, integrantes de partidos como PT, PCdoB, Psol chamaram Jair Bolsonaro de machista após ele ter utilizado a expressão “imbrochável” ao lado da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e criticaram a forma pouco educada como o chefe do Poder Executivo conduziu seu discurso. Ontem, a ex-líder do PCdoB na Câmara Jandira Feghali aproveitou um comício de Lula em Nova Iguaçu para criticar, com palavras “pouco gentis”, o atual presidente da República. "A gente precisa fazer uma escolha. Ou a gente tem independência com Lula ou a gente tem a morte com o machista e o brocha do Bolsonaro", disse a parlamentar. É como diz o ditado: em casa de ferreiro, o espeto é de pau. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Eldorado Expresso
Bolsonaro faz campanha política em Dia da Independência

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Sep 7, 2022 26:48


O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, usou seu discurso durante o desfile de 7 de setembro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, para repetir motes de campanha e fazer um ataque velado ao Supremo Tribunal Federal. “A voz do povo é a voz de Deus”, disse Bolsonaro enquanto a multidão de apoiadores vaiava a Suprema Corte brasileira. “Hoje todos sabem que é o Poder Executivo, a Câmara dos Deputados, o Senado Federal. Todos sabem o que é o Supremo Tribunal Federal”, disse ele. “Todos nós mudamos. Todos nós nos aperfeiçoamos e podemos ser melhores no futuro.” O presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), recusou o convite, apesar de permanecer em Brasília ao longo da quarta-feira. O Estadão apurou que o presidente do Supremo, ministro Luiz Fux, indicou nos bastidores que não estará presente. Diante dos seguidos ataques a integrantes da Corte, renovados por Bolsonaro nos últimos dias, Fux deixou o compromisso fora da agenda prevista pelo tribunal. A auxiliares, o ministro disse o ato cívico perdeu o caráter institucional e foi politizado. E ainda: a análise de Eliane Cantanhêde sobre os atos bolsonaristas no 7 de Setembro e a retirada de verbas da saúde para favorecer o orçamento secreto. Ouça estas e outras notícias desta quarta-feira, 7, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Fernando Collor defende reeleição de Bolsonaro: “Ele vem sendo acossado pelo STF”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 7, 2022 0:41


Durante ato alusivo ao 7 de Setembro em Maceió, o ex-presidente Fernando Collor defendeu a gestão de Jair Bolsonaro e conclamou eleitores a “defender” a reeleição do atual chefe do Poder Executivo. Segundo Collor, Bolsonaro vem sendo perseguido pela imprensa e pelo STF. “Jair Bolsonaro vem sendo alvo de uma campanha cruel por parte da grande mídia. Ele está sendo acossado por um poder que vem invadindo as competências do Poder Executivo e do Legislativo. Refiro-me ao STF, que hoje, infelizmente, vem dando as cartas do nosso país”, disse Collor, acrescentando. “Nós temos que defender o mandato de Jair Bolsonaro”, disse o senador. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Rádio Terra FM
ENTREVISTA: Prefeitura destinará R$ 550 mil para entidades esportivas de Venâncio Aires

Rádio Terra FM

Play Episode Listen Later Sep 2, 2022 15:44


A Prefeitura de Venâncio Aires, através da Secretaria de Cultura e Esporte, destinará R$ 550 mil para o Programa Municipal de Incentivo ao Esporte Amador (Promiea) 2023. O edital foi aberto nesta quinta-feira (1º), e as propostas serão conhecidas no dia 04 de outubro, às 9h, na sala de reuniões do Poder Executivo. A medida foi destaca em entrevista nesta sexta-feira, dia 2, ao programa Terra em Uma Hora, por um dos responsáveis pelo departamento de Esportes da Secretaria Municipal de Cultura e Esportes de Venâncio Aires, Cláudio Weschnfelder. De acordo com o edital, serão destinados R$ 205 mil para eventos esportivos e de lazer e R$ 345 mil para escolhinhas esportivas. Os recursos são próprios da Prefeitura Municipal. Através da ação que incentiva e valoriza o esporte no município, entidades podem obter auxílio para realização de seus projetos. As iniciativas devem ser inscritas diretamente no Portal da Prefeitura, por meio do banner disponível na capa do site. Mais informações poderão ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura e Esporte ou na Central de Projetos, através dos números (51) 2183-0685 ou (51) 2183-0245.

O Antagonista
Jair Bolsonaro volta a convocar apoiadores para 7 de Setembro: “Não é ato antidemocrático”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 2, 2022 0:41


Durante a sua live, Jair Bolsonaro voltou a convocar apoiadores para participar das manifestações pró-governo em 7 de Setembro, quarta-feira da semana que vem. O presidente da República participará dos desfiles militares em Brasília e seguirá para o Rio de Janeiro, onde ele é esperado em uma motociata. "Não é ato antidemocrático, quero pagar para fazer parte do processo depois. Ficam fazendo covardia com pessoas inocentes por aí. Então 7 de Setembro todo mundo junto em Brasília, depois Copacabana e vai ter na Avenida Paulista", declarou o chefe do Poder Executivo. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Um negócio pra te contar
40 | Projeto Vai Turismo e as prioridades do turismo nos estados

Um negócio pra te contar

Play Episode Listen Later Aug 25, 2022 34:59


O projeto Vai Turismo - Rumo ao Futuro, coordenado pelo Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da CNC (Cetur), está em nova fase. As prioridades do turismo de cada região do País foram identificadas e estão sendo entregues aos candidatos a governador dos 26 estados e do Distrito Federal. O objetivo é incluir as pautas do turismo nas plataformas de campanha dos postulantes ao Poder Executivo. Este trabalho está sendo realizado com apoio das Federações, sindicatos e entidades representativas dos diversos setores do turismo regional em todo o Brasil. Nesta edição do podcast Um Negócio Pra Te Contar, especialistas contam detalhes desta nova fase do Vai Turismo, cuja meta é fazer com que o turismo seja tratado como setor essencial nas políticas públicas de desenvolvimento econômico.

Rádio MPSC
Nepotismo: Ministério Público recomenda exoneração de secretários municipais de Capão Alto com vínculo parental

Rádio MPSC

Play Episode Listen Later Aug 24, 2022 1:16


Três secretários possuem grau de parentesco entre si ou com o Chefe do Poder Executivo. Entre eles, o filho e a nora do Prefeito. A Promotoria recomendou exoneração imediata e informou que o não cumprimento pode resultar no ajuizamento de ação civil pública por improbidade administrativa. Ouça a Promotora de Justiça Raíza Alves Rezende.

O Antagonista
Aplaudido de pé, Moraes defende liberdade de expressão diz que voto eletrônico é “orgulho nacional”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Aug 17, 2022 27:52


Durante solenidade de posse como novo presidente do TSE, o ministro Alexandre de Moraes defendeu o sistema eletrônico de votação e disse que as urnas atuais são motivo de “orgulho nacional”. Ao defender a Justiça Eleitoral, Moraes foi aplaudido de pé por aproximadamente um minuto. O presidente Jair Bolsonaro, que estava presente na solenidade, não aplaudiu, assim como seu filho 02, o vereador Carlos Bolsonaro. O discurso de Moraes é um claro recado ao chefe do Poder Executivo, que tem questionado, sem provas, a idoneidade do sistema eleitoral brasileiro. A solenidade de hoje foi acompanhada por aproximadamente 50 embaixadores, como os do Japão e Reino Unido. Há quase dois meses, o presidente da República fez uma reunião com embaixadores para tentar desacreditar o sistema eleitoral brasileiro. Em clara demonstração de força do ministro, participaram da solenidade 26 governadores, quatro ex-presidentes da República, ministros e ex-ministros do STF e integrantes do primeiro escalão da Esplanada dos Ministérios. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Podcast Política - Agência Radioweb
Mais de 28 mil pessoas vão disputar eleições deste ano

Podcast Política - Agência Radioweb

Play Episode Listen Later Aug 15, 2022 2:43


Terminou nesta segunda-feira o prazo para partidos políticos, federações e coligações solicitarem o registro de candidatas e candidatos aos cargos em disputa nas Eleições 2022. Além de escolher o chefe do Poder Executivo, as brasileiras e brasileiros votam para governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou distrital.

No pé do ouvido
Bolsonaro pede multidão nas ruas em 7 de setembro contra TSE

No pé do ouvido

Play Episode Listen Later Jul 25, 2022 20:40


Enfrentamento com as instituições e mobilização de sua base de apoio. O presidente Jair Bolsonaro confirmou o tom de sua campanha à reeleição diante de um Maracanãzinho lotado na tarde de ontem, onde a convenção nacional do PL homologou sua candidatura, tendo o ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto como vice. Durante um discurso de cerca de uma hora, Bolsonaro conclamou seus apoiadores para irem às ruas “pela última vez” no dia 7 de setembro. O alvo, mais uma vez, é o Supremo Tribunal Federal, a quem se referiu como “esses poucos surdos de capa preta”, dizendo que os ministros do STF “têm que entender que quem faz as leis é o Poder Executivo e o Legislativo”. 

O Antagonista
CORTES DO PAPO: QG da campanha de Jair Bolsonaro 'frustrados' com ataques do presidente ao sistema eleitoral

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 20, 2022 9:47


Integrantes do QG da campanha à reeleição de Jair Bolsonaro classificaram como um verdadeiro “tiro no pé” os novos ataques do presidente da República às urnas eletrônicas e ao processo eleitoral brasileiro. Como registramos mais cedo, o chefe do Poder Executivo usou um encontro com 40 embaixadores para distorcer informações da Polícia Federal, atacar a Justiça Eleitoral, desacreditar a votação eletrônica e criticar a atuação dos ministros do STF Edson Fachin, Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Conforme apurou O Antagonista, a manifestação de hoje de Bolsonaro foi vista por aliados como uma “admissão de derrota”, que jogou por terra toda a tentativa do núcleo da campanha de apresentar um presidente mais “light” para tentar obter os frutos eleitorais do novo Auxílio Brasil e do vale-diesel de R$ 1 mil. Segundo correligionários do presidente ouvidos por este site, os novos ataques repercutiram positivamente apenas junto ao seu eleitorado mais fiel.  “O que aconteceu hoje foi conversa de derrotado. E o eleitor não gosta de votar em derrotado. O cidadão comum vota em que pode vencer. Foi frustrante o que assistimos”, admitiu um importante aliado do presidente a O Antagonista. Um outro aliado ainda acrescentou, também em caráter reservado: "Esse era o momento de dominar a narrativa de forma positiva. Estamos sem Câmara e Senado para disputar espaço com a opinião pública. Mas o presidente fez justamente o contrário: ele conseguiu dominar o noticiário, mas da pior forma possível." Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Eduardo Borile Júnior
UCSfm Eleições 2022 #8 - Qual é a função do governador?

Eduardo Borile Júnior

Play Episode Listen Later Jul 19, 2022 0:44


O governador é representante do Poder Executivo, com objetivo de governar o povo e conduzir os interesses públicos de cada estado. É função do governador comandar de forma completa o estado e representá-lo em ações jurídicas, políticas e administrativas. Ele também defende todos os interesses e necessidades da unidade federativa para com o presidente. Dessa forma, o Poder Executivo estadual possui a função de articulação política com o governo federal, bem como com os municípios que integram o estado.

Podcasts do Portal Deviante
Poder Executivo (SciCast #493)

Podcasts do Portal Deviante

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 111:21


Nesse episódio você vai aprender tudo sobre o Poder Executivo e o Presidente: o que ele faz, o que ele deveria fazer, como ele entra e como sai do cargo, qual é a diferença entre Presidente, governo e administração pública.

Scicast
Poder Executivo (SciCast #493)

Scicast

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 111:21


Nesse episódio você vai aprender tudo sobre o Poder Executivo e o Presidente: o que ele faz, o que ele deveria fazer, como ele entra e como sai do cargo, qual é a diferença entre Presidente, governo e administração pública.

Bate-Papo Empreendedor
EP. 87 - Papo Empreendedor com Augusto Piazza.

Bate-Papo Empreendedor

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 35:14


Cleber Benvegnú - Outro Olhar
Esvaziamento do Poder Executivo - 13.07.2022

Cleber Benvegnú - Outro Olhar

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 3:05


Nosso sistema de poder é tripartite - Executivo, Legislativo e Judiciário - e cada um com suas atribuições. Mas há, claramente, e não é de hoje, um esvaziamento do Executivo — que trará como consequência ainda mais instabilidade.

O Antagonista
Bolsonaro promete “um dos combustíveis mais baratos do mundo”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 4, 2022 0:51


Em seu discurso durante agenda política em Salvador, o presidente Jair Bolsonaro (foto) prometeu que o Brasil terá um dos combustíveis mais baratos do mundo. Como mostramos, ele também cobrou neste sábado (2) que governadores reduzam as alíquotas do ICMS em seus estados. “Lamento que os nove governadores do Nordeste tenham entrado na Justiça contra a redução de impostos da gasolina. Isso é inadmissível. [...] Vamos acreditar que a Justiça não dará ganho de causa a essas pessoas e teremos um dos combustíveis mais baratos do mundo”, disse. Na sexta, Bolsonaro afirmou que os governadores do Nordeste tentam “extorquir os contribuintes brasileiros”. Para o presidente da República, falta vontade política dos chefes de Poder Executivo para reduzir o valor do ICMS, após a aprovação de um projeto de lei que estabelece um teto para a alíquota do imposto. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

STF Oficial
Sessão Plenária - 30/6/22

STF Oficial

Play Episode Listen Later Jul 1, 2022 227:12


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), na sessão desta quinta-feira (30), declarou que o cancelamento, pelas instituições financeiras, de precatórios e Requisições de Pequeno Valor (RPV) federais que ​não forem resgatados no prazo de dois anos é inconstitucional. Para a maioria da Corte, essa restrição temporal não está prevista na disciplina constitucional sobre a matéria. A decisão se deu no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5755, proposta pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) para invalidar a Lei 13.463/2017. O partido argumentava, entre outros aspectos, que não cabe à lei transferir às instituições financeiras controladas pelo Poder Executivo a competência para gerir os precatórios, atribuída pela Constituição exclusivamente ao Poder Judiciário.

O Antagonista
Bolsonaro diz que governadores do Nordeste tentam "extorquir" eleitores

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 1, 2022 1:08


Jair Bolsonaro voltou a criticar os governadores durante a visita ao Rodoanel de Feira de Santana, na Bahia. Para o presidente da República, falta vontade política dos chefes de Poder Executivo para reduzir o valor do ICMS, após a aprovação de um projeto de lei que estabelece um teto para a alíquota do imposto. Na companhia do ex-ministro da Cidadania, João Roma – que concorre ao governo do estado – o presidente não falou da obra, mas atacou os governadores do Nordeste que foram à Justiça contra o teto do ICMS. “Estão gostando da baixa dos combustíveis?”, questionou Bolsonaro, aplaudido pelos fãs. “Há pouco me culpavam pelo aumento e, quando abaixa, muitos se calam. É um trabalho nosso, começou pelo governo federal abrindo mão dos seus impostos, e agora chegou a vez dos 27 governadores do Brasil.” “Infelizmente os nove governadores do Nordeste entraram na Justiça contra a redução de impostos estaduais. Não querem colaborar com o povo. Não se preocupam com a sua população, querem arrecadar de vocês cada vez mais, e extorquir os contribuintes brasileiros”, continuou o presidente, enquanto seus fãs gritavam “Rui ladrão”, em referência ao governador do estado, Rui Costa (PT). Tratando a questão como um capítulo da sua “luta do bem contra o mal”, Bolsonaro ainda disse que a lei federal deverá prevalecer. “A redução se dará de uma forma ou de outra. Parabéns aos 15 governadores que baixaram os impostos”, concluiu. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

STF Oficial
Sessão Plenária - 29/6/22

STF Oficial

Play Episode Listen Later Jun 30, 2022 190:07


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou, nesta quarta-feira (29), o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5755, sobre o cancelamento dos precatórios e de Requisições de Pequeno Valor (RPV) federais que ​não foram resgatados no prazo de dois anos. O julgamento prossegue na sessão plenária de amanhã (30). O objeto de discussão é a Lei 13.463/2017, que determina o cancelamento dos precatórios cujos valores não tenham sido sacados pelos credores no prazo de dois anos e prevê que essa providência seja tomada diretamente pelas instituições financeiras. O PDT argumenta, entre outros aspectos, que a matéria é exaustivamente tratada pela Constituição Federal e, por isso, está sujeita à reserva de emenda constitucional. Também alega que não cabe à lei transferir às instituições financeiras controladas pelo Poder Executivo a competência para gerir os precatórios, atribuída pela Constituição exclusivamente ao Poder Judiciário.

BMJ Consultoria
Cúpula das Américas, PT e Regulamentação do Lobby

BMJ Consultoria

Play Episode Listen Later Jun 10, 2022 37:57


Depois de 28 anos desde a última edição realizada nos Estados Unidos, a Cúpula das Américas reuniu, nesta semana, em Los Angeles, líderes de alguns países americanos. Dentre eles o Brasil, que teve o primeiro encontro bilateral entre Joe Biden e Jair Bolsonaro. Para comentar o evento e outros destaques da semana, participam deste episódio nossos consultores Gabriela Santana, Lucas Fernandes, Nicholas Borges e Raquel Alves. A 9ª edição da Cúpula, antes mesmo de começar, já causava desconforto entre alguns líderes. Isso porque Cuba, Nicarágua e Venezuela ficaram de fora do evento. Essa exclusão provocou instabilidade diplomática no continente e foi criticada pelos presidentes do Chile, Gabriel Boric, e da Argentina, Alberto Fernández. A intenção dos EUA ao sediar o evento é construir uma cooperação entre os países americanos para aumentar a produção de alimentos e fertilizantes, setores diretamente atingidos pelos conflitos entre Rússia e Ucrânia. Além disso, Biden planeja reestabelecer as relações com esses países, que ficaram abaladas após o governo de Donald Trump. Você vai conferir os principais destaques do evento com a análise dos nossos especialistas neste episódio. Enquanto Bolsonaro tenta reverter a imagem de isolamento internacional do Brasil na Cúpula, a política nacional se concentra nas Eleições de 2022. Nesta semana, a equipe encarregada pela redação do programa de governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), se concentrou em incorporar as propostas dos aliados ao texto preliminar. O grupo é formado por dois representantes de cada um dos sete partidos que compõem a aliança encabeçada pela chapa Lula-Alckmin. Nossos consultores analisam alguns pontos do documento divulgado, como a revogação do teto de gastos e da reforma trabalhista, o fortalecimento dos sindicatos sem a volta do imposto sindical, entre outros. Por fim, você também confere neste episódio o aquecimento das discussões sobre a regulamentação do lobby no Brasil com a apresentação de um novo Projeto de Lei sobre o tema, o PL 1535/2022, de autoria do deputado Carlos Zarattini (PT/SP), que regulamenta a profissão. O texto é fruto da discussão do PL 1202/2007, que chegou a ser discutido no plenário da Câmara em 2018, mas não obteve acordo para ser votado. Essa nova proposta deve tramitar conjuntamente ao Projeto de Lei 4391/21, do Poder Executivo, que também regulamenta a atividade e é inspirada nas recomendações da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), colegiado do qual o Brasil está em processo de acessão. A proposta do governo era, até então, a mais importante sobre o assunto, e será debatida em breve em uma Audiência Pública. Confira todos esses temas no episódio dessa semana!

O Antagonista
Bolsonaro diz que só entrega a faixa em eleições transparentes: “Quem ganha é amigo do TSE”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jun 7, 2022 1:18


Durante solenidade realizada no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro voltou a atacar as eleições e disse que somente entregará a faixa presidencial “em eleições transparentes”. “Não podemos terminar umas eleições onde um lado não vai se satisfazer com o resultado”, disse. O presidente da República voltou a afirmar que o TSE tem uma “sala cofre” e suspeitou da idoneidade da totalização dos votos. “Que eleições são essas? Eu sou do tempo em que eleições se ganhavam quem tinha voto nas urnas. Agora, parece que [quem ganha] é quem tem amigos no TSE. E lá tem uma sala cofre, que ninguém entra. A apuração é um ato público. Qualquer um de vocês têm que entender como são feitas as apurações. [Mas] Ninguém sabe”, disse Bolsonaro, durante evento de lançamento de um pacote de medidas para incentivar a legalização do casamento civil chamado “Brasil pela Vida e Família”. “Pode ser que seja feita corretamente [as apurações]? Pode. Mas não podemos ter a suspeição. Não podemos terminar umas eleições onde um lado não vai se satisfazer com o resultado. E olha que eu sou o chefe do Poder Executivo. O que seria normal é o chefe de Poder Executivo [lutar] para permanecer no Poder. Entrego para qualquer um a faixa. Mas tem que ganhar no voto. Voto transparente”, disse o presidente. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
CORTES DO PAPO: “Lula é um grande enganador; Bolsonaro, um Belzebu ignorante”, diz Ciro Gomes

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jun 4, 2022 1:48


O pré-candidato a Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, criticou as gestões do ex-presidente Lula e do atual chefe do Poder Executivo, Jair Bolsonaro, em entrevista a Claudio Dantas, no Papo Antagonista. “O Lula é um grande enganador e o Bolsonaro é um Belzebu ignorante. São dois demagogos muito perigosos para o Brasil”, disse Gomes a Claudio Dantas. “Eu percebi perto, vi ele se corrompendo e me afastei. Eu digo sem nenhum prazer. Eu fui ao Lula pessoalmente e disse: ‘Lula, o Eduardo Cunha está com o projeto da CPMF debaixo do braço, exigindo que você entregue Furnas para ele. Se você entregar Furnas para ele, ele vai subornar a maioria dos deputados e vai virar Presidente da Câmara. Ele xingou e no dia seguinte, e deu”, declarou o pré-candidato. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
CORTES DO PAPO: Mario Sabino: “Brasileiros decidem o voto em cima da hora”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jun 2, 2022 8:08


Levantamento nacional feito pelo instituto Paraná Pesquisas, divulgado há pouco, aponta que o ex-presidente Lula (PT) tem 41,4% das intenções de voto para a Presidência da República contra 35,3% de Jair Bolsonaro (PL) – uma diferença de 6,1 pontos percentuais entre o petista e o chefe do Poder Executivo no primeiro turno. Em uma simulação de segundo turno, segundo o Paraná Pesquisas, Lula venceria a disputa com Bolsonaro com 47,3% contra 39,2%. Pela pesquisa, Ciro Gomes (PDT) está na terceira colocação com 7,7% dos votos e Simone Tebet (MDB) aparece em quarto com 1,4%. André Janones (Avante) aparece em seguida com 1,3%. Os demais citados: Luciano Bivar (União), Pablo Marçal (PROS), Vera Lúcia (PSTU), Felipe D'Ávila (NOVO) e Eymael (DC) tem menos de 1% das intenções de voto. Em comparação com o levantamento anterior, de maio, Lula ganhou 1,4 pontos percentuais; Bolsonaro cresceu 0,1 ponto percentual. Ciro Gomes teve 0,3 ponto percentual a mais e Simone Tebet saiu de 0,7% para 1,4%. A pesquisa ouviu 2.020 eleitores 164 municípios de 26 estados, mais no Distrito Federal, entre os dias 26 e 30 de maio deste ano. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-04618/2022. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
CORTES DO PAPO: Bolsonaro diz que não vai participar dos debates no primeiro turno

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 31, 2022 4:53


Em entrevista ao apresentador Carlos Massa, o Ratinho, Jair Bolsonaro disse que só irá participar dos debates eleitorais no segundo turno. Ele também minimizou a desistência de João Doria e declarou que não haverá Terceira Via. A íntegra da entrevista será exibida hoje e foi gravada pela manhã no Palácio do Planalto. Questionado sobre os debates televisivos, Bolsonaro foi enfático: “Havendo o debate, eu vou participar. O segundo turno eu vou participar. Se eu for para o segundo turno, devo ir, né, eu vou participar. No primeiro turno a gente pensa. Porque se eu for, os 10 candidatos vão querer o tempo todo dar pancada em mim. E eu não vou ter tempo de responder para eles”, disse ele. “Não fazia diferença [a desistência de Doria]. Ele estava na casa do 1%. Eu acho que o eleitor que decide, está polarizado. Dificilmente teremos Terceira Via”, declarou o chefe do Poder Executivo. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

O Antagonista
Fachin responde a Bolsonaro e diz que acatar resultado das eleições é algo "inegociável"

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 27, 2022 1:10


O presidente do TSE, Edson Fachin, afirmou há pouco que acatar o resultado das eleições é uma “expressão inegociável” da democracia e um ato de respeito ao voto popular. Ontem, como noticiamos, Jair Bolsonaro se negou a responder se aceitaria o resultado das eleições, mesmo em caso de derrota nas urnas. As pesquisas indicam uma desvantagem do atual chefe do Poder Executivo em relação ao ex-presidente Lula. “O Brasil tem eleições limpas, seguras e auditáveis. O acatamento do resultado do exercício da soberania popular é expressão inegociável da democracia pelo respeito ao sufrágio universal e ao voto secreto”, disse Fachin, durante palestra a magistrados em Recife. Fachin também destacou que a defesa da democracia exige serenidade, segurança e ordem para desarmar os espíritos. “Por isso, [o TSE] enfrenta a desinformação com dados e com informação correta. A Justiça Eleitoral conclama para a paz."  Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

Estadão Notícias
A cobrança de mensalidade em universidade pública

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later May 26, 2022 31:12


A cobrança de mensalidade no ensino superior público voltou ao centro do debate após uma PEC (Projeto de Emenda Constitucional) que discute o tema entrar na pauta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados. A admissibilidade pode ser votada na semana que vem e tem relatoria do deputado Kim Kataguiri (União Brasil-SP). A PEC 206 prevê alterar um trecho da Constituição para estabelecer que as universidades públicas passem a cobrar mensalidades, mas garanta a gratuidade para estudantes que não tiverem recursos suficientes. O corte de renda será definido pelo Poder Executivo e caberá a uma comissão da própria universidade a análise das gratuidades, e os valores a serem cobrados.  De autoria do deputado federal General Peternelli (União Brasil-SP), a ideia da PEC é que as instituições usem os recursos captados para despesas de de custeio, como água e luz, e que a gratuidade seja mantida para alunos que não tenham condições socioeconômicas de arcar com os custos. Atualmente, a gratuidade das universidades públicas é garantida pelo artigo 206 da Constituição Federal. Se for validada pela CCJ, uma comissão especial será criada e ficará responsável por debater o mérito da proposta, podendo fazer alterações no texto. Depois disso, ela terá que ser votada no plenário da Câmara em dois turnos e, caso seja aprovada, segue para o Senado.  No episódio de hoje, 26, vamos nos aprofundar pelo mérito da questão numa entrevista com o autor da PEC, deputado federal General Peternelli, e com um dos principais pesquisadores do assunto aqui no Brasil, Paulo Meyer Nascimento, do Ipea e da FGV. Link para o estudo: https://www.ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=34867 O Estadão Notícias está disponível no Spotify,Deezer,Apple Podcasts,Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Emanuel Bomfim Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Gabriela Forte Montagem: Moacir Biasi See omnystudio.com/listener for privacy information.

Scicast
Presidencialismo (SciCast #486)

Scicast

Play Episode Listen Later May 20, 2022 90:21


Brasil tem um sistema de governo presidencialista. Mas o que isso significa? Quais das características políticas do nosso país podem ser atribuídas a esse modelo? Nesse cast vamos entender esses conceitos melhores para compreender um pouco melhor as relações entre Poder Executivo e Legislativo no Brasil e em outros países que adotam o mesmo sistema.

Podcasts do Portal Deviante
Presidencialismo (SciCast #486)

Podcasts do Portal Deviante

Play Episode Listen Later May 20, 2022 90:21


Brasil tem um sistema de governo presidencialista. Mas o que isso significa? Quais das características políticas do nosso país podem ser atribuídas a esse modelo? Nesse cast vamos entender esses conceitos melhores para compreender um pouco melhor as relações entre Poder Executivo e Legislativo no Brasil e em outros países que adotam o mesmo sistema.

O Antagonista
Fux diz que invasão de competência pelo STF é “fake news”

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 18, 2022 1:24


Em uma referência indireta ao presidente Jair Bolsonaro, o presidente do STF, Luiz Fux, afirmou que o Judiciário somente intervém em atos de outros poderes quando provocado e classificou de “fake news” a máxima de que o Supremo usurpa competência do Poder Executivo ou Legislativo. “Importante que todos tenham a ciência de que a justiça em geral, desde o juiz de primeiro grau, são funções que não se exercem sem provocação. O Supremo não sai de sua cadeira para julgar questões políticas, morais, razões públicas. Quando provocado se manifesta. Diante de uma provocação devemos decidir as questões. Falsa impressão. Fake news que o Supremo invade a esfera dos outros poderes”, afirmou o presidente do STF, durante a divulgação do Programa de Combate à Desinformação sobre o tribunal. Em manifestações recentes, Bolsonaro tem criticado a atuação do STF e da Justiça Eleitoral, principalmente após derrotas do Poder Executivo no Supremo. “A judicialização da política nada mais é do que os políticos provocando a judicialização e a criminalização da política nada mais é do que o Supremo instado a decidir crimes praticados por políticos”, acrescentou Fux. O presidente do STF disse ainda que o Supremo está em “vigília permanente” contra movimentos de desinformação. “Desde 2019, o ministro Dias Toffoli, para enfrentar a desinformação e verdadeiros ataques ao STF, instaurou o inquérito [das fake news], que está em ótimas mãos [Alexandre de Moraes], que tem sido importante. Há notícias de atos preparatórios de terrorismo contra o Supremo. Impelir o Supremo de se despojar de sua maior características que é a independência”, afirmou. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

O Antagonista
Lula vai acabar com guerra da Ucrânia “tomando cerveja”, diz Bolsonaro

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 2, 2022 0:20


Em conversa com apoiadores há pouco na saída do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro ironizou a política externa do PT, em um eventual governo Lula. Segundo Bolsonaro, Lula não conseguiria dar uma resposta contundente ao conflito entre Rússia e Ucrânia. “A razão dessa guerra, por tudo o que eu compreendo, que eu leio e que eu escuto, seria resolvida aqui no Brasil em uma mesa tomando cerveja. Teria sido resolvido aqui, senão na primeira cerveja, na segunda. Se não desse na segunda, na terceira. Se não desse na terceira, até acabarem as garrafas a gente ia fazer um acordo de paz”, afirmou o chefe do Poder Executivo. Detalhe: a solução que Bolsonaro propôs foi apoiar o regime de Vladmir Putin. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

O Antagonista
Bolsonaro diz que sentiu “orgulho” ao indultar Silveira: “Liberdade não pode ser ameaçada”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Apr 28, 2022 1:49


Durante cerimônia de entrega de títulos de propriedade rural em Paragominas (PA), Jair Bolsonaro disse que sentiu “orgulho” ao indultar o deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo STF. “Vocês viram durante a semana, um ato do presidente da República com uma pessoa que estava sendo injustiçada. Isso que eu fiz não é apenas para aquele deputado. É para todos vocês. A nossa liberdade não pode continuar sendo ameaçada”, afirmou Bolsonaro há pouco para a sua claque. “[Quero] Dizer a vocês que me senti orgulhoso e feliz comigo mesmo pela decisão tomada. E por que eu faço isso? Porque quando assumi a presidência, relembrando Salomão, que pediu sabedoria, eu pedir mais do que isso para o nosso Deus. Eu pedi coragem para decidir e muita força para bem decidir. E em toda a decisão que eu tomo, eu lembro de momentos como esse. Não interessa o meu futuro particular, o que interessa é o destino da nossa nação”, acrescentou. Na quinta-feira da semana passada, Jair Bolsonaro indultou o deputado federal bolsonarista considerando “valores de uma sociedade fraterna, justa e responsável” e levando em conta “que a liberdade de expressão é pilar essencial da sociedade, em todas as suas manifestações”. Desde então, o chefe do Poder Executivo tem intensificado os ataques ao STF e foi endossado por manifestações dos presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A Câmara não somente tem iniciado um movimento contrário à cassação de mandato de Silveira, como ainda o promoveu a membro titular de quatro comissões temáticas, entre as quais a CCJ, considerada a mais importante da Casa. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

O Antagonista
Bolsonaro ataca Barroso, mas comete lapso: “Temos chefe de Executivo que mente”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Apr 28, 2022 1:35


Durante evento no Palácio do Planalto em defesa da liberdade de expressão, Jair Bolsonaro voltou a atacar o ministro Luís Roberto Barroso, ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral e chamou o magistrado de mentiroso. Entretanto, durante a sua fala, o mandatário cometeu um lapso: “Temos um chefe de Executivo que mente”. Ao criticar a abertura de um inquérito no STF contra ele para apurar o vazamento de dados da Polícia Federal, Jair Bolsonaro classificou a investigação como uma “vergonha” e disse que Barroso mentiu ao declarar que os dados da PF eram sigilosos. “Não poderia ter eleições em 2020, sem a conclusão daquele inquérito [da Polícia Federal], que não era sigiloso. Mente o ministro Barroso quando diz que é sigiloso. Mente. É uma vergonha. Para as Forças Armadas, se um militar mente, acabou a carreira dele”, declarou Bolsonaro. Em seguida, ele completou e cometeu um lapso ao falar da participação das Forças Armadas no processo de auditoria das urnas eletrônicas. “Temos um chefe de Executivo que mente. Agora, eles convidaram as Forças Armadas a participar do processo. Será que ele esqueceu que o chefe supremo das Forças Armadas se chama Jair Messias Bolsonaro?”, declarou. As declarações foram dadas em meio à crise entre Poder Executivo e Judiciário em decorrência da condenação do deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ). Na semana passada, o STF determinou que o parlamentar cumprisse 8 anos e 9 meses de prisão; Bolsonaro, por sua vez, perdoou a pena. O evento de hoje foi convocado por deputados das bancadas ruralistas, evangélica e da segurança pública para defender o parlamentar bolsonarista.

Notícias Brasil de Fato MG
Urgência do Regime de Recuperação Fiscal é retirada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Notícias Brasil de Fato MG

Play Episode Listen Later Mar 23, 2022 3:01


Um mês após a promessa feita pelo governador Romeu Zema (Novo), o pedido de urgência ao Projeto de Lei (PL) 1202/2019, de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), foi retirado. A mensagem do governador foi lida no Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na tarde desta terça-feira (22). Segundo o governo, a intenção é viabilizar a votação da reposição salarial de 10,06% aos servidores do Poder Executivo. O pedido de urgência para aderir ao RRF havia sido apresentado por Zema em outubro do ano passado. A recente retirada foi prometida pelo governador no dia 24 de fevereiro, ainda no início da greve da segurança pública, mas só foi solicitada no dia 11 de março.

Durma com essa
De Bolsonaro a Heleno: a volta das investidas contra o Supremo

Durma com essa

Play Episode Listen Later Dec 15, 2021 17:30


Novos ataques de Jair Bolsonaro ao Supremo. Novas declarações de ruptura institucional por parte da equipe do presidente. Essa é uma rotina brasileira que vem em ondas. O enfrentamento atual não é tão explícito como aquele que ocorreu em setembro, mas mantém no ar a ameaça de quebra da ordem democrática num país em crise. O “Durma com essa” desta quarta-feira (15) contextualiza os momentos de tensão entre o Poder Executivo e o Poder Judiciário e explica quando eles começam e quando eles cessam. O programa traz também a redatora Fernanda Boldrin falando sobre a operação da Polícia Federal contra os irmãos Ciro e Cid Gomes.