Podcasts about procuradoria geral

  • 143PODCASTS
  • 482EPISODES
  • 19mAVG DURATION
  • 5WEEKLY NEW EPISODES
  • Jan 16, 2023LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022


Best podcasts about procuradoria geral

Latest podcast episodes about procuradoria geral

Durma com essa
A ofensiva contra os golpistas. E o tamanho do cerco a Bolsonaro

Durma com essa

Play Episode Listen Later Jan 16, 2023 15:04


A Polícia Federal deflagrou uma operação nesta segunda-feira (16) para prender lideranças golpistas no Rio de Janeiro, suspeitas de organizar e financiar bloqueios em rodovias e atos em quartéis e de participar da invasão às sedes dos Três Poderes em Brasília. Também nesta segunda, a Procuradoria-Geral da República apresentou denúncia contra 39 radicais que depredaram o Senado. O Durma com Essa explica a ofensiva das autoridades para identificar os responsáveis pelos atos de 8 de janeiro e qual o tamanho do cerco jurídico contra o ex-presidente Jair Bolsonaro, incluído em inquérito sobre o caso. O programa traz também Marcelo Roubicek apresentando a agenda do Fórum Econômico Mundial de 2023 – e o papel do Brasil nela – e Cesar Gaglioni falando das preocupações de educadores com a inteligência artificial.Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)Edição de áudio Pedro Pastoriz

Estadão Notícias
O cerco a extrema-direita no Brasil

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Jan 10, 2023 23:07


Após um dia de terror em Brasília com a invasão dos prédios dos três poderes por bolsonaristas radicais, a meta do governo federal e das forças de segurança é identificar e deter aqueles que participaram do ato terrorista no coração do País. Após uma reunião entre os chefes dos Três Poderes, foi divulgada uma nota em que dizem “rejeitar” os “atos de terrorismo, vandalismo, criminosos e golpistas” e pedem à população a “defesa da paz e da democracia”. O Ministério da Justiça, a Procuradoria-Geral da República e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios criaram canais para receber denúncias e informações sobre os invasores e depredadores dos prédios públicos. As instituições pedem que sejam encaminhados vídeos, fotos ou prints de redes sociais que possam ajudar a identificar os responsáveis pelos atos golpistas e de depredação no denuncia@mj.gov.br. No final da noite, o presidente Lula fez uma reunião com todos os governadores de estado, ministros e representantes do judiciário para discutir ações que impeçam que atos como o de domingo se repitam. Afinal, esse ataque aos Três Poderes pode ser um divisor de águas em como a sociedade, e até os políticos passarão a enxergar a extrema-direita? De que forma o governo federal, junto com o legislativo e o judiciário, deve agir para desarticular esses movimentos radicais? No Estadão Notícias de hoje, vamos conversar com a cientista política e doutora em ciência política pela USP, Camila Rocha. O ‘Estadão Notícias' está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Gustavo Lopes. Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg e Gabriela Forte.  Sonorização/Montagem: Moacir Biasi.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Notícias MP
MPAC participa de solenidade em comemoração aos 140 anos de Rio Branco

Notícias MP

Play Episode Listen Later Jan 2, 2023 1:03


O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, participou nesta quarta-feira (28) do ato solene de comemoração aos 140 anos do aniversário de Rio Branco, em frente à Prefeitura Municipal. A procuradora-geral adjunta para Assuntos Administrativos e Institucional, Rita de Cássia Nogueira, representou o procurador-geral de Justiça, Danilo Lovisaro do Nascimento, no evento.

Podcast Política - Agência Radioweb
STF determina prisão do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio

Podcast Política - Agência Radioweb

Play Episode Listen Later Dec 26, 2022 1:05


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, nesta segunda-feira, a prisão do blogueiro bolsonarista Oswaldo Eustáquio. O pedido foi feito pela Polícia Federal (PF) e pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Podcast Política - Agência Radioweb
PGR pede suspensão do porte e apreensão de arma de Carla Zambelli

Podcast Política - Agência Radioweb

Play Episode Listen Later Dec 20, 2022 1:01


A Procuradoria-Geral da República pediu ao STF a suspensão do porte de arma da deputada federal Carla Zambelli, do PL de São Paulo, além da apreensão da pistola da parlamentar. A razão do pedido, segundo a procuradoria, são os indícios de porte ilegal de arma de fogo quando apontou a arma contra um homem por desavenças verbais e políticas. O ocorrido foi na véspera do segundo turno das eleições presidenciais, onde um vídeo que circula nas redes sociais mostra a deputada com uma pistola em punho, seguindo um homem em uma via de São Paulo.

Rádio Gaúcha
STF derruba orçamento secreto, secretária estadual da Saúde é investigada e mais - 19/12/2022

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Dec 19, 2022 5:11


O Supremo Tribunal Federal decidiu, por 6 votos a 5, considerar inconstitucional o chamado orçamento secreto. Na Argentina, o dia é de felicidade pelo título de campeã da Copa do Mundo 2022. A secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann, está entre os investigados pela Polícia Federal na Operação Septicemia, deflagrada há 12 dias. O futuro ministro da Fazenda, Fernando Haddad, anunciou que a procuradora Anelize Almeida irá chefiar a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. A greve de pilotos e comissários teve início nesta segunda com ao menos 19 voos atrasados pelo Brasil. Mais notícias em gzh.com.br

Notícias MP
Eleições 2022 MPAC participa de cerimonia de diplomação dos eleitos

Notícias MP

Play Episode Listen Later Dec 17, 2022 0:50


O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, prestigiou nesta quinta-feira, 15, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a solenidade de diplomação dos deputados estaduais, federais, senador, governador e vice-governadora eleitos no pleito eleitoral 2022,

Convidado
São Tomé e Príncipe: "Uma pessoa não vai para um golpe de Estado de calção e chinelo"

Convidado

Play Episode Listen Later Dec 15, 2022 8:17


Isaac era dançarino, participou em publicidades da CST, a Companhia Santomense de Telecomunicações, e participou também nos acontecimentos de 25 de Novembro. Isaac integra a lista de vítimas mortais do ataque ao quartel do Morro. Ao microfone da RFI, a família falou de um filho "preocupado e excelente” e apelou a que se faça justiça.  Isaac era dançarino, participou em publicidades da CST, a Companhia Santomense de Telecomunicações, e participou também nos acontecimentos de 25 de Novembro. Isaac integra a lista de vítimas mortais do ataque ao quartel do Morro. Mas não são as imagens de Isaac que continuam a passar na televisão nacional que agora preenchem os dias da família. Eleutéria, a actual mulher e a mãe do filho mais novo de Isaac, garante que o marido “não ia fazer uma coisa dessas”. Não acredita que se tratou de uma tentativa de golpe de estado e pede justiça “nós queremos justiça, saber o que na realidade aconteceu com todos eles. O que que aconteceu?”. Quem também não acredita na versão das autoridades é Eulália, a mãe de Isaac. Sublinha as dificuldades para procurar justiça e, ao microfone da RFI, lembrou o filho "preocupado e excelente” que diariamente, ao meio-dia, passava no trabalho da mãe.   "Como é possível terem entrado no quartel? Têm de ter ‘cabeceiro' lá dentro. Não levaram armas… uma pessoa não vai para um golpe de estado de calção e chinelo. (...) O meu filho era excelente. Eu trabalho no comando da polícia e ele todos os dias, às 12h00 passava lá. Perguntava: ‘mamãe já comeu, já almoçou, já tomou o pequeno-almoço? Era muito preocupado. Ainda estou aqui sem trabalhar porque quando voltar a trabalhar, às 12H00 ele não vai aparecer.“ Osvaldo Afonso é um pai de olhar triste que soube pelas redes sociais da morte violenta do filho, sem forças e de coração carregado de dor, diz que entrega a justiça nas mãos de Deus. “Um advogado é um pouco difícil, porque os advogados, hoje em dia, exigem um salário, uma coisa que nós temos como pagar. Não temos condições. Para mim, a minha justiça é entregar na mão de Deus. Só Deus pode fazer justiça."  A 25 de Novembro, de acordo com as autoridades, quatro civis tentaram atacar o quartel militar de São Tomé. Quatro pessoas foram torturadas e mortas, com vídeos dos actos a circularem na internet. Há dois processos de instrução preparatória em curso, um que investiga o assalto ao quartel, e conta com 17 arguidos, e outro para investigar a tortura e mortes ocorridas nas instalações militares. Até ao momento, a Procuradoria-Geral da Republica não detalhou o número de detenções, interrogatórios ou prisões no processo por homicídio e tortura.  No início da Semana, o representante regional do Alto-Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos na África Central, Nouhoum Sangaré, em entrevista à RFI tinha sublinhado a “incompreensão total por não terem sido interrogadas nem detidas as pessoas que torturaram até a morte, cujos rostos são perfeitamente visíveis nas fotografias e vídeos, não tenham sido interrogadas nem detidas. A maioria ainda continua no posto a exercer as suas funções.”

Jovem Pan Maringá
Manifestantes tentam invadir sede da PF em Brasília e ateiam fogo em carros e ônibus

Jovem Pan Maringá

Play Episode Listen Later Dec 13, 2022 61:28


Manifestantes tentam invadir sede da PF em Brasília e ateiam fogo em carros e ônibus Manifestantes tentaram invadir na noite desta segunda-feira, 12, o prédio da Diretoria-Geral da Polícia Federal, em Brasília. O protesto ocorre após o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), atender a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) e determinar a prisão do líder indígena José Acácio Serere Xavante. Leia mais em https://ojilo.com.br/noticias/18309-manifestantes-tentam-invadir-sede-da-pf-em-brasilia-e-ateiam-fogo-em-carros-e-onibus --- Send in a voice message: https://anchor.fm/jovem-pan-maring/message

Rádio Gaúcha
Lula deve anunciar primeiros ministros nesta sexta, e mais destaques - 08/12/2022

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Dec 8, 2022 6:23


A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva vai começar a anunciar os ministros do novo governo amanhã. Com cartazes e roupas pretas, cerca de 50 profissionais de saúde residentes realizaram um protesto no pátio do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A Capes obteve R$ 50 milhões do Ministério da Educação para pagamento de 100 mil bolsas dos Programas de Formação de Professores da Educação Básica referentes a dezembro. O ministro Kassio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal, abriu prazo para a Procuradoria-Geral da República dizer se vê elementos para investigar o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, e a deputada federal e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, por supostamente ofenderem a honra do presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral. A Justiça determinou, nesta quarta-feira, o pagamento de 193 milhões de reais à prefeitura de Porto Alegre por empresas responsáveis pelas obras que deveriam ter sido realizadas no entorno da Arena do Grêmio. As quartas de final da Copa do Catar começam amanhã com o Brasil em campo. Mais notícias em gzh.com.br

Notícias MP
MPAC e Geap celebram convênio de novo plano de saúde

Notícias MP

Play Episode Listen Later Dec 6, 2022 0:52


O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, assinou nesta sexta-feira, 02, um convênio por adesão com a Fundação de Assistência ao Servidor Público (Geap) Autogestão em Saúde para a prestação de assistência em saúde.

Notícias MP
MPAC institui Código de Ética e Conduta dos Servidores

Notícias MP

Play Episode Listen Later Nov 30, 2022 1:01


O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por intermédio da Procuradoria-Geral de Justiça, instituiu o Código de Ética e Conduta dos Servidores. O documento visa estabelecer os princípios e normas de conduta ética aplicáveis aos servidores da instituição.

Radar Agro
COP 27: O procurador geral dos consensos | Domingão do Carlão

Radar Agro

Play Episode Listen Later Nov 27, 2022 29:21


Domingão do Carlão traz hoje com exclusividade uma prosa na prateleira de cima da Procuradoria Geral da República. Gravado na COP 27, o SubProcurador Geral Juliano Villa Verde falou longamente conosco e explicou tim-tim por tim-tim o trabalho dele e de seus 1200 pares espalhados pelo Brasil. Fala aí, Juliano!

Advocacia-Geral da União (AGU)
AGU Brasil: Advogado-Geral da União destaca a importância da troca de experiências internacionais para a advocacia pública

Advocacia-Geral da União (AGU)

Play Episode Listen Later Nov 22, 2022 7:30


No AGU Brasil desta terça-feira (22): Advogado-Geral da União destaca a importância da troca de experiências internacionais para a advocacia pública; Acompanhe entrevista com o diretor do Departamento de Patrimônio Público e Probidade da Procuradoria-Geral da União.

Debate Público
A Transformação Digital do MP e a prestação de serviços à sociedade.

Debate Público

Play Episode Listen Later Nov 22, 2022 53:27


O Debate Público desta terça (22/11) trata sobre a Transformação Digital do MP e a prestação de serviços à sociedade. O promotor de Justiça e coordenador do programa de Transformação Digital do MPCE, Haley Filho, a secretária de tecnologia da informação da Procuradoria Geral de Justiça, Evelise Braga, e a coordenadora da assessoria de planejamento do MPCE, Ticiana Sampaio são os entrevistados. Tem ainda o giro de notícias dos repórteres do MPCE em todo o Estado. O Debate Público é uma produção em áudio, transmitido toda terça-feira, a partir das 16h, pela Rádio Universitária FM 107.9. O programa também está disponível no Spotify, Deezer e Google Podcasts e no site do MPCE (link na bio). #mpce #DebatePúblico

RW notícias - fique sempre bem informado
Relator no STF barra prisão especial para quem tem curso superior

RW notícias - fique sempre bem informado

Play Episode Listen Later Nov 18, 2022 2:41


O ministro do STF Alexandre de Moraes votou para derrubar a previsão de prisão especial para quem tiver diploma de curso superior antes da condenação definitiva. Ele é o relator de uma ação da Procuradoria-Geral da República que questiona o benefício previsto no Código de Processo Penal.

O Bom, o Mau e o Vilão
A Procuradoria tem que dar explicações urgentes

O Bom, o Mau e o Vilão

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 6:19


Arménio Carlos (que mostra lucidez), a Procuradoria-Geral da República (que deve ter cometido um erro) e Miguel Alves (que já nem é defendido por Caminha) são o Bom, o Mau e o Vilão.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Podcast Política - Agência Radioweb
PGR rejeita investigar urnas após relatório da Defesa

Podcast Política - Agência Radioweb

Play Episode Listen Later Nov 14, 2022 1:23


A Procuradoria-Geral da República entende que não há no relatório do Ministério da Defesa sobre a fiscalização das eleições fato concreto que justifique a abertura de uma apuração sobre as urnas eletrônicas. Com isso, rejeitou o pedido de investigação feito por um grupo de senadores governistas.

Eldorado Expresso
‘Democracia foi atacada no Brasil, mas sobreviveu', diz Alexandre de Moraes

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Nov 14, 2022 14:05


 No momento em que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) fazem protestos pelo Brasil contra o resultado das eleições e em defesa da intervenção militar, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre Moraes, afirmou nesta segunda-feira, 14, em Nova York, que a “democracia foi atacada no Brasil, mas sobreviveu”. A declaração foi dada durante o Brazil Conference, evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide), que reuniu também os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli E ainda: a Procuradoria-Geral da República pede arquivamentos em série de investigações que atingem Jair Bolsonaro. O STF negou pedidos e encaminhou à Polícia Federal casos da CPI da Covid. O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva embarca para o Egito e terá encontros com líderes de outros países na Conferência do Clima da ONU. Ouça estas e outras notícias desta segunda-feira, 14, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Durma com essa
O que pode acontecer com Bolsonaro quando deixar a Presidência

Durma com essa

Play Episode Listen Later Nov 14, 2022 17:16


A Procuradoria-Geral da República pediu o arquivamento de dez pedidos de investigação contra Jair Bolsonaro desde setembro, informou nesta segunda-feira (14) o jornal O Estado de S.Paulo. O mandato do presidente se encerra em menos de dois meses e, pela primeira vez desde 1991, Bolsonaro não terá foro privilegiado na Justiça. O que não significa necessariamente que os inquéritos contra ele irão para a primeira instância, como explica o podcast Durma com Essa. O programa mostra quais são as pendências judiciais de Bolsonaro, e traz Marcelo Roubicek comentando os planos de Luiz Inácio Lula da Silva para a Petrobras e Mariana Vick explicando a proposta de criar um órgão para mudanças climáticas no governo federal.

O que elas pensam?
O que elas pensam #106 - Parada LGBTQI+ em Londrina, violência contra jornalista no Paraná e ameaça contra Barroso

O que elas pensam?

Play Episode Listen Later Nov 7, 2022 65:40


No 1º bloco, comentamos manifestação contra violência policial em Londrina, reincidência de homem preso por importunação sexual e julgamento de mãe acusada de matar filho recém-nascido. Também pontuamos aumento da cesta básica e debate na Câmara Municipal sobre orçamento para 2023. Ainda, falamos do projeto de lei que prevê inserção de material publicitário no transporte escolar para combate à pedofilia, realização da segunda edição da Semana da Favela e 5ª Parada Cultural LGBTQI+ neste fim de semana. No 2º bloco, repercutimos Opressão Expresso contra empresários paranaenses suspeitos de desvio, violência política cometida contra jornalista em Curitiba e estudo que estabelece mudança em gestão da Companhia Paranaense de Energia (Copel). No 3º bloco, discutimos expulsão de estudantes por racismo em colégio de São Paulo e determinação de Gilmar Mendes para que a Procuradoria Geral da República ouça Carla Zambelli (PL) por perseguição armada. Além disso, debatemos suspensão de rede social do deputado federal Nikolas Ferreira (PL) e ameaça sofrida por Luís Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) em Santa Catarina. Abordamos também pesquisa que indica que elite brasileira captou maioria dos ganhos com educação nos últimos 40 anos.

Jovem Pan Maringá
STF forma maioria e mantém resolução que amplia poderes do TSE contra fake news

Jovem Pan Maringá

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 61:10


O destaque da edição de hoje, 25, foi, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria nesta terça-feira, 25, pela manutenção da resolução que aumenta os poderes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a remoção de fake news das redes sociais. Até o momento, o placar virtual está 7 a 0. Além do ministro Edson Fachin, relator do caso, outros seis ministros já votaram pela manutenção da resolução: Luis Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Alexandre de Moraes, que também é presidente do TSE. Como a Jovem Pan mostrou, o texto aprovado na última quinta-feira, 20, de forma unanime, permite que a Corte Eleitoral determine a exclusão de conteúdos falsos das redes sociais que já tenham sido alvo de decisões anteriores para retirada. Anteriormente, ao identificar uma fake news, uma coligação ou partido deveria apresentar uma ação ao Tribunal Eleitoral pedindo a retirada. Entretanto, se o conteúdo for reproduzido em outros meios, novas ações devem ser apresentadas. Agora, o próprio TSE terá autonomia para determinar a retirada das informações falsas repostadas em outras plataformas, sem a necessidade de novos processos judiciais. A decisão do STF confirma posicionamento de Edson Fachin, que rejeitou pedido de medida cautelar da Procuradoria-Geral da República (PGR) para derrubada da norma. O órgão questionava a medida no Supremo e argumentava que a definição era inconstitucional, pedindo a suspensão de trechos da norma. O pedido foi assinado por Augusto Aras, procurador-geral da República. A votação em plenário virtual da Suprema Corte acontece até às 23h59 desta terça-feira. --- Send in a voice message: https://anchor.fm/jovem-pan-maring/message

Durma com essa
Os poderes ampliados do TSE validados pelo Supremo

Durma com essa

Play Episode Listen Later Oct 25, 2022 16:49


O Supremo formou maioria nesta terça-feira (25) para chancelar a resolução do TSE que ampliou os poderes da corte eleitoral no combate à desinformação na reta final da campanha. O Durma com Essa explica quais são esses poderes, que a Procuradoria-Geral da República tentou derrubar. O episódio conta também com a participação do redator Marcelo Montanini, que fala sobre a posse do novo primeiro-ministro do Reino Unido, e da professora de finanças públicas da USP (Universidade de São Paulo) Ursula Peres que fala sobre os problemas do orçamento secreto para a gestão pública.

STF Oficial
Sessão Plenária - 13/10/2022

STF Oficial

Play Episode Listen Later Oct 14, 2022 119:39


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), na sessão desta quinta-feira (13), manteve acórdão da Segunda Turma do Tribunal no julgamento do Recurso Extraordinário com Agravo (ARE) 873804, que garantiu a cobrança do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) sobre as receitas dos cartórios extrajudiciais do Município do Rio de Janeiro. O colegiado, por unanimidade, negou provimento a agravo regimental interposto pelo Sindicato dos Notários e Registradores do Município do Rio de Janeiro (Sinoreg) contra decisão da ministra Cármen Lúcia (relatora), que não admitiu embargos de divergência. Na mesma sessão, os ministros começaram a analisar, o Recurso Extraordinário (RE) 732686, que discute a constitucionalidade de lei do Município de Marília (SP) que exige a substituição sacolas plásticas tradicionais por outras feitas com material biodegradável. O julgamento do recurso, com repercussão geral (Tema 970), foi suspenso após as manifestações das partes e da Procuradoria-Geral da República (PGR) e deverá ser retomado na próxima quarta-feira (19). O recurso foi interposto pelo procurador-geral de Justiça de São Paulo contra decisão do Tribunal de Justiça do estado (TJ-SP) que considerou a lei inconstitucional, por​ vício de iniciativa, já que o projeto de lei ​foi de autoria de vereador, quando deveria ter sido apresentado pelo prefeito​. Ouça na íntegra!

O Antagonista
Cortes do Papo - Famosos pedem assinaturas pela cassação de Damares Alves antes da posse

O Antagonista

Play Episode Listen Later Oct 13, 2022 14:22


Os ex-apresentadores de TV Xuxa e Marcelo Tas compartilharam em suas redes sociais pedidos de abaixo-assinados pedindo a cassação da senadora eleita pelo Distrito Federal Damares Alves (Republicanos; foto), antes mesmo de sua posse agendada para fevereiro. O movimento contra a ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos ocorre após um discurso onde ela cita supostos abusos sofridos por menores de idade no Pará. “Ou ela prevaricou como ministra de Direitos Humanos ou ela está mentindo aos eleitores”, escreveu Xuxa, em seu Instagram, “ambos fatos gravíssimos que merecem cassação imediata”. Em seu Twitter, Marcelo Tas também pediu apoio à campanha, que tem 340 mil assinaturas de uma meta de 500 mil nomes. Damares falou sobre o tema no sábado (8), durante um culto em Goiânia. Lá, a senadora eleita disse que “agora eu posso falar: temos imagens de crianças brasileiras com quatro anos, três anos, que, quando cruzam as fronteiras, sequestradas, os seus dentinhos são arrancados para elas não morderem na hora do sexo oral”, entre outras graves acusações. Como a ex-ministra não apresentou provas, o Ministério Público Federal cobrou que o MMFDH, pasta que ela comandava, apresente que fatos são esses. O PT também foi à Procuradoria-Geral da República cobrar que a nova parlamentar apresente suas provas. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Gilmar Mendes suspende cobrança tributária de R$ 15 milhões contra Lula

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 29, 2022 4:33


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes suspendeu uma ação contra Lula no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3), que cobrava cerca de R$ 15,3 milhões em tributos do Instituto Lula, sob sua responsabilidade. Seu argumento é de que as provas, originárias da Lava Jato, seriam ilícitas. Na decisão, o decano lembrou que a Suprema Corte já invalidou as provas contra Lula na Lava Jato, e que "a ilicitude na obtenção da prova se transmite às provas derivadas, que, igualmente, devem ser consideradas inadmissíveis no processo". Gilmar ainda critica a ação da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, que se valeu das provas consideradas ilícitas. Gilmar indica que essa atitude poderia se enquadrar como crime de abuso de autoridade. "Os autos trazem indícios claros de que agentes públicos estão se valendo de expediente flagrantemente ilegal", conclui Gilmar Mendes na decisão, "com claro prejuízo ao patrimônio jurídico do Reclamante, e evidente repercussão no processo eleitoral". Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Jair Bolsonaro repete que Lula não foi absolvido: "Delatores vão pedir dinheiro de volta"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 29, 2022 2:09


Durante live nesta quarta-feira (28), Jair Bolsonaro (PL) repetiu que o também candidato Lula (PT) não foi absolvido pela justiça no caso do triplex do Guarujá. "Mentira, ele não foi absolvido [...]. O Gilmar [Mendes] fez parte daquela votação que descondenou o Lula e o processo voltou para primeira instância. E o Lula já fala, além de não pagar os cartões de milhões, o Lula vai entrar com uma ação de indenização junto ao Estado brasileiro. Ele quer ser ressarcido do tempo que ficou preso. E pode ter certeza que todos os delatores que devolveram dinheiro vão pedir dinheiro de volta, com juros e correções monetárias", disse o presidente aos internautas. Na última terça-feira (27), Gilmar Mendes suspendeu a cobrança de R$ 15 milhões contra Lula por parte da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. O ministro do STF alegou que as provas do processo seriam originárias da Lava Jato e teriam sido anuladas pelo Supremo, o que auditores fiscais contestam. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Notícia no Seu Tempo
26 alvos da Operação Lava Jato disputam as eleições

Notícia no Seu Tempo

Play Episode Listen Later Sep 19, 2022 10:45


No podcast ‘Notícia No Seu Tempo', confira em áudio as principais notícias da edição impressa do jornal ‘O Estado de S. Paulo' desta segunda-feira (19/09/22): Além do ex-presidente Lula, ao menos outros 25 alvos da Operação Lava Jato disputam as eleições deste ano. A grande maioria (19 candidatos) busca se eleger como deputado federal, dois tentam o Senado e um almeja uma cadeira na Assembleia Legislativa de seu Estado. Outros três nomes são candidatos a governador. Dos 26 políticos que registraram candidatura na Justiça Eleitoral, alguns foram acusados criminalmente pela força-tarefa de Curitiba ou pela Procuradoria-Geral da República (PGR). Mas várias denúncias foram rejeitadas judicialmente por inépcia ou insuficiência de provas e os acusados nem réus se tornaram. E mais: Política: Em Londres,  Bolsonaro fala em tom de campanha; rivais vão ao TSE Economia: Com juro alto, consórcio vive ‘boom' Internacional: Funeral da rainha reúne centenas de líderes e é desafio de segurança Metrópole: Calendário para vacinar faixa de 6 meses a 4 anos é prioridade, dizem especialistas Esportes: Real Madrid bate rival com baile de Rodrygo e Vini Jr. Especial Mobilidade: Automação dos carros já contribui para redução de acidentesSee omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Cortes do Papo - Lula e 21 alvos da Lava Jato devem R$ 4,1 bilhões à Receita Federal

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 12, 2022 3:47


Alguns dos principais alvos da Operação Lava Jato - incluindo o ex-presidente Lula e seus asseclas - ainda devem somas expressivas à Receita Federal, por impostos e tributos não recolhidos. Levantamento da revista Veja, publicado nesta segunda (12), aponta que Lula e outros 21 alvos da Operação devem, conjuntamente, R$ 4,17 bilhões ao Fisco. Quem lidera a lista é o empresário Milton Schahin, que confirmou pagamentos de propina em contratos na Petrobras: de acordo com dados da Dívida Ativa da União (DAU), ele deve R$ 1,3 bilhão, em seu nome e no do extinto Banco Schahin. Isso o coloca na lista dos 400 maiores devedores do país, entre pessoas físicas e jurídicas. O segundo nome da lista é Alberto Youssef, o doleiro que desencadeou a Operação Lava Jato: ele hoje deve R$ 990 milhões. Dados analisados por O Antagonista mostram que ele possui três inscrições ativas com valores superiores a R$ 140 milhões, que incluem processos administrativos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) e na Justiça. Lula, descondenado pelo Supremo, ainda não conseguiu se livrar da cobrança de dívida tributária em seu nome: R$ 19,3 milhões ao Fisco, segundo dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). É mais que seu ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (R$ 2,3 milhões) e menos que José Dirceu, que tem débitos de quase R$ 74 milhões. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Eldorado Expresso
STF reforça segurança da Corte para 7 de setembro

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Sep 6, 2022 15:01


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu reforçar a segurança da Corte no 7 de Setembro por temer ataques isolados de ‘lobos solitários'. Integrantes da área de segurança da Corte elaboraram um protocolo de ação para prevenir que apoiadores radicais do presidente Jair Bolsonaro (PL) tentem furar o bloqueio montado pelos órgãos de segurança na Esplanada dos Ministérios no dia da Independência. Para garantir a proteção do prédio, a maior parte do contingente de agentes estará de prontidão para conter os desgarrados com o que chamam de uso “seletivo e proporcional da força”. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, rejeitou pedido da Procuradoria-Geral da República para que ele deixasse a relatoria do inquérito que apura uma associação falsa feita pelo por Jair Bolsonaro. No fim de 2021, o presidente relacionou a vacina contra a Covid-19 ao risco de contrair HIV. O ministro determinou ainda que a PGR se manifeste sobre o pedido da Polícia Federal para indiciar o presidente por incitação ao crime. E mais: a Rússia em busca de armas da Coreia do Norte e a criação do primeiro time vegano do futebol brasileiro. Ouça estas e outras notícias desta terça-feira, 6, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

BMJ Consultoria
Sabatina Candidatos, PGR e Campanhas Eleitorais Site

BMJ Consultoria

Play Episode Listen Later Aug 26, 2022 56:55


As campanhas eleitorais já se iniciaram e, nesta semana, o Jornal Nacional, da Rede Globo, realizou uma série de entrevistas com os principais candidatos na corrida à Presidência da República. As entrevistas repercutiram bastante, e para comentar esse e outros destaques da semana, convocamos o time de Análise Política da BMJ. Neste episódio, nossos consultores Bernardo Nigri, Érico Oyama, Lucas Fernandes e Raquel Alves analisam as participações do Presidente Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT). Bolsonaro abriu a série e, pela primeira vez desde sua eleição, foi aos estúdios Rede Globo. O que chamou a atenção foi o tom que o Presidente abordou, bem diferente de quando fala com seu eleitorado. Uma das falas mais marcantes foi, ao ser indagado por William Bonner, dizer que vai respeitar o resultado das Eleições de 2022. "Serão respeitadas as urnas desde que as eleições sejam limpas e transparentes", afirmou. Ciro Gomes participou na terça-feira (23), adotou uma postura mais técnica e tentou se diferenciar de Bolsonaro e do ex-presidente Lula da Silva (PT). Ciro apontou os erros que ambos cometeram nas suas gestões e disse que é uma alternativa para o País. Já Lula foi o terceiro candidato a participar da sabatina. Ele abordou temas como economia e respondeu questões sobre os escândalos de corrupção durante a gestão do PT no governo federal. Ele garantiu que em um futuro governo, as instituições vão ter independência para investigar casos de corrupção. Nossos consultores analisam neste episódio os destaques de cada participação, a repercussão nas redes sociais e os impactos nos desempenhos de cada candidato. Outro tema que você confere nesse episódio é a recente operação da Polícia Federal contra um grupo de empresários investigados por defenderem um golpe de Estado em favor do Presidente Jair Bolsonaro. A ação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes e gerou desentendimentos com a Procuradoria-Geral da República (PGR), que alegou não ter sido notificada de maneira correta. As apreensões apontaram algumas conversas envolvendo o procurador-geral da República, Augusto Aras. A ação aconteceu após a participação de Bolsonaro na Rede Globo. Nossos especialistas comentam o desenvolvimento da investigação e a repercussão política. Confira também como os últimos acontecimentos estão influenciando nas campanhas e as expectativas para o início da propaganda eleitoral gratuita. Esse episódio está imperdível, confira nossa análise!

O Antagonista
Lula não se compromete com lista tríplice para escolha de PGR: “Nome do MP está na lama”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Aug 26, 2022 1:03


Lula engrossou as críticas ao Ministério Público durante sua sabatina no Jornal Nacional, nesta quinta-feira (25). O petista evitou dizer se seguirá a lista tríplice para indicação ao chefe da Procuradoria-Geral da República (PGR) para "deixar todo mundo com uma pulguinha atrás da orelha". Ele se mostrou rancoroso com a Lava Jato. "Respeito muito o MP", disse, falando sobre a ação dos investigadores durante a Lava Jato. "Mas eles jogam o nome do MP na lama, porque houve muitos equívocos e muitas aberrações." Questionado se este seria o caso de manter o suspense, ele disse que o caso não será de indicação política. "Não quero um procurador leal a mim. Quero um procurador leal ao país. À instituição", continuou. Ele negou-se a responder, quando perguntado pela segunda vez, sobre como iria combater casos de corrupções que eventualmente aparecesse em seu governo. Em seu lugar, o petista alfinetou a ação de Jair Bolsonaro contra órgãos governamentais. "Eu poderia ter escolhido um procurador-engavetador", disse Lula a Jornal Nacional. "Sabe aquele procurador que nenhum processo vai pra frente? Eu poderia ter escolhido, mas eu escolhi da lista tríplice." Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Durma com essa
Extratos da semana da operação contra empresários

Durma com essa

Play Episode Listen Later Aug 26, 2022 9:16


As buscas e quebras de sigilo que atingiram representantes do setor privado que apoiam Bolsonaro e defenderam um golpe em mensagens num grupo de WhatsApp. As entrevistas dos candidatos à Presidência no Jornal Nacional. E mais. Acesse a Gama Revista e leia a nova edição da Semana a partir de domingo: https://gamarevista.com.brConheça a Ponto Futuro, nova editoria do Nexo: https://www.nexojornal.com.br/pontofuturo Página do Nexo Jornal sobre as Eleições de 2022:https://www.nexojornal.com.br/tag/Eleicoes2022Ouça o novo episódio da minissérie Uma crise chamada Brasil, do podcast Politiquês: https://www.nexojornal.com.br/podcast/2022/08/24/Rupturas-a-roleta-pol%C3%ADtica-e-as-fronteiras-da-democraciaLinks para as matérias citadas: • O elo de empresários que falaram em golpe com o bolsonarismo: https://bit.ly/3RiKCgl• O choque entre a Procuradoria-Geral da República e o Supremo: https://bit.ly/3RfNhXW• As ações do TSE para evitar tumulto e violência na eleição: https://bit.ly/3QWqxfQ• Bolsonaro diz que vai respeitar eleição, desde que seja ‘limpa': https://bit.ly/3R0WqnO• Lula cita corrupção na Petrobras, mas aponta abusos da Lava Jato: https://bit.ly/3e1UPzl• A administração do Brasil por Bolsonaro em 7 áreas centrais: https://bit.ly/3pKwiBw

No pé do ouvido
Seria 'prematura' abertura de inquérito sobre ataques de Bolsonaro às urnas, diz PGR

No pé do ouvido

Play Episode Listen Later Aug 25, 2022 15:48


Ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Procuradoria-Geral da República (PGR) afirmou que considera 'prematura' a abertura de um inquérito para apurar a conduta do presidente Jair Bolsonaro (PL) na reunião com embaixadores. Durante o encontro em 18 de julho, o chefe do Executivo atacou, sem provas, o sistema eleitoral brasileiro.

Durma com essa
O resgate de 337 pessoas em situação análoga à escravidão

Durma com essa

Play Episode Listen Later Jul 28, 2022 17:31


A Procuradoria Geral da República divulgou nesta quinta-feira (28) um balanço que aponta o resgate de 337 pessoas que estavam em situação de trabalho análoga à escravidão. O número faz parte de uma operação que teve início no dia 4 de julho e segue em andamento. A ação conjunta reuniu diversos órgãos públicos, como o Ministério Público do Trabalho e a Polícia Federal, e resgatou trabalhadores em 22 estados e no Distrito Federal. O “Durma com essa” fala sobre situações de trabalho análogo à escravidão e mostra como a prática é marcada pela impunidade. O programa também tem a participação do redator Marcelo Roubicek, que comenta sobre a redução no valor do preço da gasolina nas distribuidoras anunciada nesta quinta (28) pela Petrobras, e da editora-chefe da Gama Revista, Luara Calvi Anic, que dá dicas culturais na seção “Achamos que vale”, inspirada na newsletter homônima que você pode assinar clicando aqui: https://gamarevista.uol.com.br/assinar-newsletter.

Estadão Notícias
CPI da Covid vai acabar em pizza com pedido de arquivamento?

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Jul 27, 2022 20:43


A Procuradoria Geral da República pediu o arquivamento de uma série de denúncias contra o presidente Jair Bolsonaro e aliados. A medida foi tomada pela vice-procuradora-geral, Lindôra Araújo, na última segunda-feira, 25. Com um total de 68 indiciamentos, a CPI da covid ficou marcada pelas discussões acaloradas e apelo midiático.  “Exauridas as investigações preliminares, constata-se que os fatos em apuração não ensejam a instauração de inquérito, tampouco contêm elementos informativos capazes de justificar, per si, o oferecimento de denúncia em face do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro e dos demais requeridos, estando ausente justa causa”, diz Araújo no manifesto.  Ao todo, foram identificados no relatório da CPI nove crimes praticados pelo presidente, como charlatanismo, prevaricação e emprego irregular de verbas ou rendas públicas.  O arquivamento das denúncias virou alvo de críticas por parte de membros da CPI. O líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (REDE-AP), enxerga oportunismo eleitoral na decisão. Após a decisão da vice-procuradora-geral, sete senadores envolvidos na CPI, incluindo Randolfe, solicitaram a abertura de um inquérito para investigar a ação.  Em pedido enviado ao Supremo Tribunal Federal, os parlamentares alegam prevaricação por parte de Lindôra Araújo. Nos bastidores, a pergunta que fica é: toda a investigação produzida pela CPI da covid pode acabar em pizza?  Para falar sobre o tema, o Estadão Notícias desta quarta-feira recebe o repórter do Estadão em Brasília Lauriberto Pompeu, e a advogada criminalista Raquel Lima Scalcon, professora da FGV Direito SP. O Estadão Notícias está disponível no Spotify, Deezer, Apple Podcasts, Google podcasts, ou no agregador de podcasts de sua preferência. Apresentação: Gustavo Lopes Produção/Edição: Gustavo Lopes, Jefferson Perleberg, Bárbara Rubira, Gabriela Forte  e Uesley Durães. Montagem: Moacir BiasiSee omnystudio.com/listener for privacy information.

Eldorado Expresso
CACs lançam 34 candidatos ao Congresso

Eldorado Expresso

Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 16:12


Os CACs (colecionadores de armas, atiradores e caçadores) se articulam para a partir de 2023 formar uma bancada no Congresso. Em todo o País, há 34 pré-candidaturas a deputado federal, senador e governador de nomes ligados à Associação Proarmas, a mais representativa da classe. Para os legislativos estaduais e distrital, há mais 23 nomes sendo preparados. Nos planos do maior grupo armado do País também está a criação de um partido político. É a primeira vez que esse agrupamento, que supera todas as polícias militares em quantidade de membros e em arsenal, se organiza nos Estados e com o Palácio do Planalto para eleger representantes. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que foi vice-presidente da CPI da Covid, reagiu ao pedido de arquivamento das apurações contra o presidente Jair Bolsonaro no âmbito das investigações da comissão por parte da Procuradoria-Geral da República. O parlamentar afirmou que vai peticionar novamente o Supremo Tribunal Federal para contestar o requerimento e pedir a abertura de um inquérito por prevaricação dos procuradores envolvidos no caso, se as denúncias de fato forem engavetadas. E mais: a queda da inflação em julho e um estudo sobre a imposição religiosa no tratamento de usuários de drogas. Ouça estas e outras notícias desta terça-feira, 26, no “Eldorado Expresso”.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "PGR está na contramão da história"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 21:10


Os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Omar Aziz (PSD-AM), que foram relator e presidente da CPI da Covid, respectivamente, criticaram nesta segunda a decisão da Procuradoria-Geral da República de arquivar as denúncias contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) feitas a partir do relatório final das investigações no Senado. No Twitter, Calheiros afirmou que a PGR "blinda" Bolsonaro às vésperas das eleições e "não surpreende ninguém". Os procedimentos apuravam supostos crimes de epidemia, prevaricação, infração de medida sanitária, charlatanismo e emprego irregular de verba pública. "Todo aquele belíssimo trabalho da CPI vai para o fundo do baú. A procuradoria-geral da República tá na contramão da história e de várias entidades de procuradores e juristas do País", opina Cantanhêde. Os CACs (colecionadores de armas, atiradores e caçadores) se articulam para a partir de 2023 formar uma bancada no Congresso. Em todo o País, há 34 pré-candidaturas a deputado federal, senador e governador de nomes ligados à Associação Proarmas, a mais representativa da classe. Para os legislativos estaduais e distrital, há mais 23 nomes sendo preparados. Nos planos do maior grupo armado do País também está a criação de um partido político. É a primeira vez que esse agrupamento, que supera todas as polícias militares em quantidade de membros e em arsenal, se organiza nos Estados e com o Palácio do Planalto para eleger representantes.See omnystudio.com/listener for privacy information.

SBS Portuguese - SBS em Português
Notícias da Austrália e do Mundo | 26 de julho de 2022 | SBS Portuguese

SBS Portuguese - SBS em Português

Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 13:51


O Papa Francisco faz um pedido de desculpas aos Indígenas canadenses. Atos cerimoniais dão início à primeira sessão parlamentar do novo governo australiano. Feitas as contas, Portugal atribuiu até hoje mais de 48.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia. A Procuradoria-Geral da República do Brasil pediu hoje ao Supremo Tribunal que retire todas as acusações contra o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, no processo de investigação da gestão da pandemia da Covid-19. E no desporto, racismo institucional foi revelado na liga de críquete da Escócia.

O Antagonista
CORTES DO PAPO: PGR pede arquivamento de denúncias contra Bolsonaro apresentadas pela CPI da Covid

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 13:29


Em manifestação encaminhada ao STF, a Procuradoria-Geral da República defendeu hoje (25) o arquivamento de sete apurações preliminares contra Jair Bolsonaro, apresentadas pela CPI da Covid no ano passado. As petições, assinadas pela vice-procuradora-geral, Lindôra Araújo, também isentam o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), que é suspeito de pressionar o governo a liberar a vacina Covaxin, e o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. Segundo a número dois de Augusto Aras, as convicções do relator da CPI, Renan Calheiros, tiveram caráter "eminente político" e foram baseadas em elementos probatórios "frágeis". Ainda segundo Lindôra, a CPI não demonstrou, nos pedidos de indiciamento, a relação direta entre o desrespeito às medidas sanitárias por parte do presidente da República e o número de contaminações durante a pandemia de Covid. “Inúmeras pessoas contaminadas nem sequer tiveram contato direto ou indireto (por meio e terceiras pessoas) com o Presidente da República, afastando a possibilidade de responsabilização por esse fato", disse a vice-PGR. "Quanto às aglomerações, o acúmulo de pessoas não pode ser atribuído exclusiva e pessoalmente ao Presidente da República. Todos compareceram aos eventos noticiados, muito embora tivessem conhecimento suficiente acerca da epidemia de Covid-19", afirmou Lindôra. Quanto às reiteradas recomendações para o uso de hidroxicloroquina, remédio sem eficácia contra a doença, a vice-procuradora afirma que Bolsonaro e demais comparsas não podem ser acusados de charlatanismo porque acreditavam genuinamente na eficiência do medicamento e que o uso da hidroxicloroquina por doentes de Covid ainda estava em estudos. Pois é. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Eliane Cantanhêde responde
"PGR está na contramão da história"

Eliane Cantanhêde responde

Play Episode Listen Later Jul 26, 2022 21:10


Os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Omar Aziz (PSD-AM), que foram relator e presidente da CPI da Covid, respectivamente, criticaram nesta segunda a decisão da Procuradoria-Geral da República de arquivar as denúncias contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) feitas a partir do relatório final das investigações no Senado. No Twitter, Calheiros afirmou que a PGR "blinda" Bolsonaro às vésperas das eleições e "não surpreende ninguém". Os procedimentos apuravam supostos crimes de epidemia, prevaricação, infração de medida sanitária, charlatanismo e emprego irregular de verba pública. "Todo aquele belíssimo trabalho da CPI vai para o fundo do baú. A procuradoria-geral da República tá na contramão da história e de várias entidades de procuradores e juristas do País", opina Cantanhêde. Os CACs (colecionadores de armas, atiradores e caçadores) se articulam para a partir de 2023 formar uma bancada no Congresso. Em todo o País, há 34 pré-candidaturas a deputado federal, senador e governador de nomes ligados à Associação Proarmas, a mais representativa da classe. Para os legislativos estaduais e distrital, há mais 23 nomes sendo preparados. Nos planos do maior grupo armado do País também está a criação de um partido político. É a primeira vez que esse agrupamento, que supera todas as polícias militares em quantidade de membros e em arsenal, se organiza nos Estados e com o Palácio do Planalto para eleger representantes.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Rádio PT
Kakay fala do papel decisivo das instituições no combate à violência política

Rádio PT

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 15:16


O advogado criminalista, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, avalia decisão da Procuradoria Geral da República, que rejeitou o pedido de federalização das investigações do assassinato de Marcelo Arruda. Kakai explica, ainda, quais ações que o Tribunal Superior Eleitoral e o Supremo Tribunal Federal podem fazer para conter a escalada de violência política e resguardar as eleições deste ano. Jornal PT Brasil: ao vivo, de segunda a sexta, às 9h. No ar: radio.pt.org.br

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane analisa a denúncia de assédio contra Pedro Guimarães

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jun 29, 2022 16:46


O Ministério Público Federal (MPF) abriu investigação para apurar denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias da Caixa Econômica Federal contra o presidente da instituição, Pedro Duarte Guimarães. A abertura da investigação, que está em andamento sob sigilo, foi confirmada pelo Estadão. Cinco funcionárias relataram abordagens inapropriadas do presidente do banco. A revelação das denúncias foi feita pelo site Metrópoles na terça-feira, 28. "Guimarães é heterodoxo, um bolsonarista raiz, e o melhor que o presidente Bolsonaro faz é se livrar rapidamente desta ligação com ele", opina Cantanhêde. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), abriu prazo para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar sobre o pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para investigar se o presidente Jair Bolsonaro (PL) interferiu no inquérito sobre o gabinete paralelo de pastores no Ministério da Educação (MEC) e vazou informações ao ex-ministro Milton Ribeiro. "Sabe-se lá o que o Procurador-geral da República, Augusto Aras, vai fazer, porque tem se comportado como aliado de Bolsonaro e aspira a uma vaga no Supremo Tribunal Federal", diz Eliane. See omnystudio.com/listener for privacy information.

E Tem Mais
Caso Milton Ribeiro: quais as dúvidas e os efeitos das investigações no MEC

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Jun 28, 2022 21:29


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um panorama dos desdobramentos da investigação sobre um suposto esquema de liberação irregular de verbas no Ministério da Educação (MEC) e suspeitas de interferência na atuação da Polícia Federal (PF) para apurar o caso. O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro é alvo de inquérito que apura o envolvimento dele no favorecimento à atuação de pastores que se apresentavam a prefeitos como intermediários para a liberação de recursos do MEC em troca de propina. Dias antes de ser preso pela PF, Ribeiro disse em uma ligação a sua filha que o presidente Jair Bolsonaro (PF) teria afirmado que tinha um "pressentimento" de que ele poderia ser alvo de uma operação de busca e apreensão. A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, determinou que a Procuradoria-Geral da República deve dizer se vai ou não investigar uma possível interferência de Bolsonaro no caso. Para descrever as dúvidas em torno das investigações e os possíveis impactos delas no cenário político nacional, este episódio reúne um painel de analistas da CNN Brasil, com a participação de Gustavo Uribe, Leandro Resende, Iuri Pitta e Caio Junqueira. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

O Antagonista
Aras bate boca e parte para cima de colega no MP

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 24, 2022 1:47


Em sessão do Conselho Superior da Procuradoria-Geral da República na tarde desta terça-feira (24), Augusto Aras bateu boca com um colega e chegou a se levantar e partir para cima dele. Subprocuradores-gerais da República que participavam da sessão correram para intervir e impedir o que os narradores esportivos chamam de “cenas lamentáveis”. O PGR presidia a sessão e discutia a eleição de membros para as Câmaras de Coordenação e Revisão do MPF. Um de seus colegas, o sub-PGR Nívio de Freitas, discordou das regras apresentadas por Aras para o método da eleição. “Eu gostaria que Vossa Excelência respeitasse a direção dos trabalhos. Conselheiro Nicolao [Dino] está falando e eu estou ouvindo. Respeite a direção dos trabalhos”, afirmou o PGR, interrompendo Freitas e apontando o dedo em sua direção. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista

E Tem Mais
Tensão entre Poderes: ofensiva de Bolsonaro acirra embate em ano eleitoral

E Tem Mais

Play Episode Listen Later May 20, 2022 22:47


Neste episódio do E Tem Mais, Evandro Cini apresenta um balanço dos possíveis reflexos da ofensiva do presidente Jair Bolsonaro contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em um ano de disputa eleitoral. No início desta semana, Bolsonaro apresentou uma notícia-crime em que acusava Moraes de abuso de autoridade por supostos ataques à democracia, desrespeito à Constituição e desprezo a direitos e garantias fundamentais na condução do inquérito do STF sobre fake news. A ação foi rejeitada menos de dois dias depois pelo relator do caso no Supremo, o ministro Dias Toffoli, que considerou que os fatos descritos não constituíam crime e que não havia motivo para o prosseguimento do processo. Bolsonaro, então, protocolou um pedido para que a Procuradoria-Geral da República (PGR) investigue Moraes com base nas mesmas alegações. Para descrever os bastidores e reações a esse novo capítulo do embate entre Executivo e Judiciário, o podcast reúne um painel de analistas da CNN Brasil, incluindo Thais Arbex, Carolina Brígido, Leandro Resende, Caio Junqueira e Gustavo Uribe. Com apresentação de Evandro Cini, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

Durma com essa
Um presidente que se defende atacando e diz que nunca será preso

Durma com essa

Play Episode Listen Later May 18, 2022 20:52


O ministro do Supremo Dias Toffoli rejeitou nesta quarta-feira (18) um pedido de Jair Bolsonaro para investigar Alexandre de Moraes por abuso de autoridade. Ato contínuo, o presidente fez pedido semelhante à Procuradoria-Geral da República. Relator de casos que investigam Bolsonaro e seus apoiadores na mais alta corte do país, Moraes já tinha sido alvo de um inédito pedido de impeachment por parte do presidente. O “Durma com essa” explica como esse movimento se encaixa na estratégia eleitoral de Bolsonaro. O programa também traz o redator Cesar Gaglioni falando sobre o ciclone Yakecan e o repórter especial João Paulo Charleaux comentando a Cúpula das Américas.

O Antagonista
CORTES DO PAPO: Moraes dá 15 dias para PF fazer relatório sobre investigação que mira Jair Bolsonaro

O Antagonista

Play Episode Listen Later May 4, 2022 6:49


Claudio Dantas comentou no Papo Antagonista desta terça-feira (13) a decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes que deu prazo de 15 dias para a Polícia Federal elaborar um relatório sobre o material obtido a partir da quebra de sigilo telemático no inquérito que apura o suposto vazamento de dados sigilosos por Jair Bolsonaro. O magistrado tomou a decisão após a Procuradoria-Geral da República pedir o arquivamento da investigação, e a PF afirmar que viu indícios de que o presidente cometeu crime ao divulgar os dados sigilosos. Moraes argumentou que o material da quebra de sigilo é fundamental para a análise da PGR. #PapoAntagonista #JairBolsonaro #AlexandreDeMoraes Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.youtube.com/c/OAntagonista https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista  

Durma com essa
Como estão os casos de suspeita de corrupção nas vacinas

Durma com essa

Play Episode Listen Later Mar 30, 2022 18:42


A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, rejeitou um pedido, feito pela Procuradoria-Geral da República, de arquivamento do inquérito que apura suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro diante de possíveis ilegalidades na tentativa de compra da vacina Covaxin. O “Durma com essa” desta quarta-feira (30) relembra esse e outros casos e fala sobre os desdobramentos da CPI da Covid no Senado. O programa também tem a participação da redatora Isadora Rupp, que comenta a formação de alianças de Bolsonaro na corrida eleitoral, e do repórter especial João Paulo Charleaux, que explica como a guerra na Ucrânia mexeu com uma disputa territorial entre Japão e Rússia.

O Assunto
O 'pacote verde' nas mãos do STF

O Assunto

Play Episode Listen Later Mar 30, 2022 21:01


São sete ações que o plenário do Supremo Tribunal Federal começa a examinar nesta quarta-feira. Cada qual com seu objeto, todas contestam o desmonte de políticas de preservação ao longo do governo Bolsonaro. Para Maurício Guetta, consultor do Instituto Socioambiental, trata-se de julgamento histórico, por levar o enfrentamento das mudanças climáticas à mais alta corte brasileira, a exemplo do que vem ocorrendo em outros países. Na conversa com Renata Lo Prete, o representante do ISA recomenda prestar especial atenção à ADPF 760, primeira das sete em pauta. Uma “ação-caminhão”, resume o ambientalista, “que abrange praticamente todos os tópicos trabalhados nas demais". E que reivindica, antes de mais nada, a retomada do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento da Amazônia. Diante do atual alinhamento entre Executivo e Congresso nessa área - e da inércia da Procuradoria-Geral da República - os olhos se voltam para o Supremo como última esperança de interromper a marcha da destruição.