Podcasts about Egito

commune in Benguela Province, Angola

  • 922PODCASTS
  • 3,008EPISODES
  • 34mAVG DURATION
  • 2DAILY NEW EPISODES
  • Jan 12, 2023LATEST

POPULARITY

20152016201720182019202020212022

Categories



Best podcasts about Egito

Show all podcasts related to egito

Latest podcast episodes about Egito

Mensagem do dia!
20230112 Ep.412 - De volta da morte!

Mensagem do dia!

Play Episode Listen Later Jan 12, 2023 2:59


Bom dia! Vamos para mais uma #MensagemDoDia A Escritura de hoje está em Gênesis 48:11, A21 - E Israel disse a José: “Eu não esperava ver o teu rosto; e Deus me fez ver também a tua descendência.” De volta da morte! Nesta passagem no livro de Gênesis os irmãos de José o venderam como escravo, trouxeram seu manto ensanguentado para seu pai, Jacó, e lhe disseram que José havia sido morto por um animal selvagem. Jacó tinha certeza de que José estava morto e viveu com o coração partido ano após ano. Quando Jacó já era um homem velho, esses mesmos irmãos lhe trouxeram a notícia de que José ainda estava vivo e no comando da nação do Egito. Jacó ficou muito emocionado ao encontrar não apenas José novamente, mas também por conhecer os filhos de José. E como nesta passagem, Deus vai trazer à vida coisas que você achava que estavam mortas ou muito distantes de acontecer. Sonhos dos quais você desistiu – mas de repente, as pessoas certas aparecerão, você conseguirá a oportunidade que precisa, o complemento financeiro chegará de repente. É melhor você se preparar. Deus já está organizando as oportunidades que você precisa, afastando as pessoas erradas do caminho, alinhando o favor e as vantagens que você precisa. Deus sabe como juntar tudo e, quando o fizer, tudo será maior, melhor e mais recompensador do que você esperava. Vamos fazer uma oração! “Pai, obrigado por dar vida às coisas que parecem mortas para mim, coisas em minha vida que eu já desisti e que o Senhor traz tudo reunido. Obrigado por você estar organizando e alinhando tudo o que eu preciso neste momento. Eu acredito que o Senhor vai juntar tudo, e que será muito maior e melhor do que eu esperava. Em nome de Jesus, amém!”

Devocional Elegante Sempre
Devocional Elegante Sempre 11.01

Devocional Elegante Sempre

Play Episode Listen Later Jan 11, 2023 2:13


Leitura: Levítico 23 “Estas são as minhas festas, as festas fixas do Senhor, que vocês proclamarão como reuniões sagradas” Levítico 23:2 Ouça o devocional: Faça marcos! Você já se perguntou por que celebramos a Páscoa, o Natal e tantas outras festas santas? Desde o tempo de Moisés os israelitas tinham sido ordenados por Deus a celebrarem a saída do Egito, as primeiras colheitas, o dia do descanso etc. O Senhor sempre soube como o homem é rápido para esquecer as bençãos dele. Por isso ele orientou a respeito dessas celebrações, inclusive do descanso. Hoje muitas religiões não guardam o sábado, mas o domingo. O mais importante não é o dia da semana, mas o dia do descanso. É isso que o Senhor está nos ensinando. Precisamos trabalhar, mas também necessitamos do descanso, pois até ele sendo Deus descansou. Precisamos de marcos e celebrações para agradecer o favor do Senhor em nossas vidas. E você? Tem celebrado a fidelidade e a misericórdia do Senhor? Faça memoriais na sua vida e de sua família. Ore Pai querido, quero agradecer-lhe por tudo o que já fizeste em minha vida. São misericórdias incontáveis como as estrelas do céu. Porém há fatos marcantes e quero celebrá-los para que sejam um testemunho a todos do seu amor e fidelidade. Ensina-me a lembrar de todas as bençãos que me cercam e a celebrá-las.

Cultura
Cabaret, Asterix e Obelix e homenagens a Picasso prometem animar a agenda cultural francesa de 2023

Cultura

Play Episode Listen Later Jan 6, 2023 7:29


O ano novo revela também o início de uma agenda cultural trepidante para 2023 na França. Pablo Picasso e Marcel Proust serão lembrados em diversos projetos, pelos aniversários de morte. O mundo das artes visuais ainda terá exposições de Degas, Manet, Warhol e Basquiat. A dupla Asterix e Obelix volta às telas esse ano como um dos maiores lançamentos do cinema, enquanto os musicais animam a noite parisiense. Andréia Gomes Durão, da RFI Nas artes visuais, o mundo lembra os 50 anos da morte do mais francês dos espanhóis, o pintor Pablo Picasso. Além disso, a partir de março, o Museu d'Orsay promove um confronto da obra de Edgar Degas com a de Édouard Manet. Outro “duelo” ocupa a Fundação Louis Vuitton, a partir de abril, com uma centena de telas pintadas a quatro mãos pela dupla Andy Warhol e Jean-Michel Basquiat. Enquanto essas mostras não começam, o público já pode visitar “Décadrage Colonial” (Desconstrução Colonial, em tradução livre), no Centro Pompidou, que explora uma densa história da representação do corpo negro. A exposição exibe fotos do próprio acervo do museu. As imagens mostram imagens pseudocientíficos, fantasias exóticas, erotização, e têm como ponto de partida a Exposição Colonial de 1931, em Paris, e as reações que o evento provocou. “É preciso lembrar que a exposição colonial era uma vitrine do império francês, com 8 milhões de visitantes. Uma produção ilustrada, visual, de produtos derivados, com os visitantes convidados a fazerem ‘a volta ao mundo' em um único dia. E os [artistas] surrealistas, assim como os militantes coloniais da esquerda, se organizam para denunciar essa colonização que é principalmente econômica, mas, também, cultural”, explica Damarice Amao, assistente do gabinete de fotografia do Museu Nacional de Arte Moderna da França e que assina a curadoria da exposição. "Em busca do tempo perdido" Na literatura, 2023 também continua lembrando os cem anos da morte de Marcel Proust (em 22 de novembro de 1922) e a Biblioteca Nacional da França rende homenagem ao autor com uma exposição que evidencia, principalmente, o processo de produção e criação do escritor francês. “O que vai impressionar o público é até que ponto Proust trabalha: ele corrige, escreve à mão, escreve nas entrelinhas, cola papéis quando não tem mais espaço, assim como também faz decupagens para ir mais rápido no seu trabalho, porque ele sempre tinha medo de morrer antes de acabar. E foi o que aconteceu no final. É o trabalho de um homem que estava muito doente, e não é uma doença imaginária, ele realmente sofria de asma, o que não se podia tratar na época", revela Nathalie Mauriac Dyer, diretora de pesquisa do Instituto francês de Textos e Manuscritos Modernos e do Centro Nacional da Pesquisa Científica (CNRS, na sigla em francês). Dyer acrescenta que "Ele [Proust] muito frequentemente tinha crises de asma, o que o impedia de trabalhar. Mas quando ele trabalhava, o fazia de uma forma hercúlea, de uma forma feroz”. Nomeada com o título de sua obra que se tornaria uma das mais importantes da literatura mundial, a exposição “Em busca do tempo perdido” é ambientada na estética da Belle Époque para inserir o visitante na atmosfera mundana vivida por Proust. Enquanto as editoras competem por lançamentos em torno do autor, histórias em quadrinhos, reedições de sua correspondência, múltiplos romances e ensaios ressuscitam o escritor e sua obra nas livrarias. Encontro de dois mundos Já os afeitos à arte mas também à história podem visitar a mostra “Splendeurs des oasis d'Ouzbékistan” (Esplendores dos oásis do Uzbequistão), que ocupa o Museu do Louvre. A exposição traz pinturas murais tiradas dos palácios dos príncipes, joias em ouro, alguns dos mais antigos exemplares conhecidos do Corão, estátuas de perfil grego ou influenciadas pelo budismo. O evento é uma viagem que atravessa sete séculos de história, passando pelas rotas da seda e por uma grande pluralidade de culturas. “A ideia central é o meio entre dois grandes polos, da história antiga até hoje, com a China a leste e o Mediterrâneo, com suas diferentes civilizações, a oeste. O que faz dessa região da Ásia Central um local de diferentes culturas, que liga também o sul e o norte, como o Cazaquistão atual e até mesmo a Sibéria”, conta Rocco Rante, arqueólogo do Departamento de Arte Islâmica do Louvre, que responde pela curadoria científica da mostra. A inauguração teve a presença do chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, e do presidente uzbeque, Chavkat Mirzioev. São quase 180 obras de valor inestimável e algumas nunca saíram desta ex-república soviética da Ásia Central, que se tornou essencial no jogo diplomático. Outra exposição, literalmente faraônica, poderá ser visitada a partir de abril, no grande salão de La Villette, que recebe a mostra “Ramsés”. Depois do sucesso de Tutancâmon, o público é convidado a mergulhar no coração do reino de um dos maiores construtores do antigo Egito. Serão mais de 180 peças originais, em que algumas nunca saíram do Egito. "Ramsés e o Ouro dos Faraós" tratá a Paris um tesouro de mais de 3 mil anos entre joias, máscaras reais, além de móveis dos túmulos inviolados da cidade de Tanis. A exposição também oferecerá uma experiência de realidade virtual para o visitante descobrir o templo de Abu Simbel e a tumba de Nefertari. Dos quadrinhos para as telas Dos museus para os cinemas, quem volta à grande tela é uma dupla velha conhecida do público francês. O filme “Asterix e Obelix: O Império do Meio”, dirigido por Guillaume Canet e com um orçamento colossal de € 65 milhões, estreia em fevereiro. Enquanto isso, outro herói das histórias em quadrinhos, Tintim, inspira “Le Parfum Vert” (O Perfume Verde), um filme de espionagem lúdico e engraçado do diretor Nicolas Pariser. “Eu me dei conta de que alguns desenhos de Tintim se pareciam muito com os filmes de Hitchcock, filmes contemporâneos, dos anos 30, se pareciam muito. Eu assisti tanto que, em um determinado momento, me dei conta de que deveria tentar fazer a mesma coisa, na França, hoje. E foi o que aconteceu: Voilà O Perfume Verde”, resume o cineasta.  Mas para quem prefere acreditar que Paris é sempre uma festa, como Hemingway, o mundo dos espetáculos também reserva surpresas. Depois de renunciar aos shows de dançarinas com plumas, o Lido de Paris passa a investir nos musicais. E para inaugurar esta nova fase da icônica casa de shows, nada mais glamuroso do que o clássico musical "Cabaret". O público assiste o espetáculo como se estivesse no Kit Kat Club, com direito a beber enquanto acompanha a performance. "Escolhemos essa forma artística, que consiste em abolir ‘a quarta parede', quer dizer, o obstáculo entre o público e os artistas”, celebra o novo diretor artístico da casa, Jean-Luc Choplin, para quem "o mundo dos espetáculos nunca irá parar". Fiel à versão original, "Cabaret" remete o público à atmosfera de perigo da Berlim dos anos 1930, traduzida pelos filmes em preto e branco, explica Robert Carsen, que responde pela mise en scène do show: “Pensei nessa angústia que eu absolutamente queria levar para o palco, de lembrar as pessoas do perigo do avanço da extrema direita, da ideologia que levou, nessa época, a eventos absolutamente inimagináveis, e de se lembrar do perigo disso neste momento. Nós não estamos à salvo, na França, na Europa, no mundo inteiro. Nós vivemos um momento perigoso.” * Os entrevistados foram ouvidos pelos jornalistas da RFI Muriel Maalouf, Sophie Torlotin, Sébastien Jédor e Isabelle Chenu.

Devocional Elegante Sempre
Devocional Elegante Sempre 06.01

Devocional Elegante Sempre

Play Episode Listen Later Jan 6, 2023 1:59


Leia: Êxodo 33 “E eu mesmo o acompanharei e lhe darei descanso.” Êxodo 33:14 Ouça o devocional: Deus está com você Moisés falava face a face com Deus como um amigo. Por isso mesmo não escondeu o medo por não saber quem o acompanharia na jornada até a terra prometida. E pediu que Deus revelasse a ele os seus propósitos. Deus fez mais do que isso, prometeu estar ao lado com Moisés nessa maratona, que sabia que seria difícil. E prometeu lhe dar descanso. Ainda hoje, quando estamos num deserto, temerosos do que iremos encontrar pela frente, incertos do futuro, devemos nos lembrar de que Deus sempre está conosco nos preparando para o destino final. Nas lutas do deserto o Egito é tirado do nosso coração e na companhia de Deus podemos abraçar o desconhecido, sem medo. Ore Pai querido, me ensine a descansar na sua presença. Independentemente das lutas e desertos que eu esteja passando em minha vida, me ensine a confiar de que estás comigo.

Central de Jornalismo Liberdade
Destaque do balanço policial desta sexta-feira (06) na Rádio Liberdade com Núbia Silva

Central de Jornalismo Liberdade

Play Episode Listen Later Jan 6, 2023 2:57


Polícia procura dupla de aplicar falso golpe do PIX em Caruaru. Homem morre asfixiado preso no telhado da própria casa em São José do Egito.Bebê espancado por madrasta na zona rural de capital do Agreste permanece internado em estado grave.

Inteligência Ltda.
707 - SORAIA ZAIED (UMA LENDA DA DANÇA DO VENTRE)

Inteligência Ltda.

Play Episode Listen Later Jan 5, 2023 103:38


SORAIA ZAIED é dançarina, professora e coreógrafa. Em seu canal no YouTube, ela mostra como é morar no Egito, e também como ficou famosa com a dança do ventre. Já o ventre do Vilela vive preso.

Devocional Elegante Sempre
Devocional Elegante Sempre 04.01

Devocional Elegante Sempre

Play Episode Listen Later Jan 4, 2023 2:33


Leia: Êxodo 2 “Muito tempo depois, morreu o rei do Egito. Os israelitas gemiam e clamavam debaixo da escravidão; e o seu clamor subiu até Deus.” Êxodo 2:23 Ouça o devocional: Clame a Deus Quando os israelitas clamaram, Deus respondeu. Num primeiro momento parecia que nada daria certo para eles, mas no tempo apropriado Deus levantou Moisés e preparou o mais sobrenatural plano de libertação para eles. Deus quer nos livrar de tudo aquilo que nos escraviza. O que tem aprisionado você? Um mau hábito, um pecado recorrente, a falta de disciplina, apego as coisas materiais, falta de compaixão ou necessidade de aprovação? Pode ser que você venha lutando contra isso há muito anos. Caminhe bem por um tempo, mas depois caia. Troque a vergonha e o sentimento de derrota pelo clamor. Revele a Deus o seu anseio por ser verdadeiramente livre, por andar nos caminhos do Senhor em todas as áreas da sua vida e de nada possuir o seu coração, a não ser o próprio Deus. “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e orar, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra.” 2 Crônicas 7:14 Ore Pai amado, eu clamo a ti para que me livre de tudo aquilo eu me afasta do Senhor e dos teus propósitos para a minha vida. Eu quero viver plenamente na tua presença, então peço que me ajude e me liberte de tudo o que tem aprisionado meu coração.

BBC Lê
Como possível descoberta do túmulo de Cleópatra pode reescrever a história

BBC Lê

Play Episode Listen Later Dec 31, 2022 6:25


Túnel encontrado sob templo em Alexandria pode levar a tumba em que repousa rainha do Egito e seu marido, Marco Antônio, o que seria descoberta 'quase sem precedentes'.

Rádio PT
LULA PRESIDENTE - DA PERSEGUIÇÃO POLÍTICA À ESPERANÇA RENOVADA - Eps 10 - (29-12-22)

Rádio PT

Play Episode Listen Later Dec 29, 2022 2:20


Neste último episódio, a Rede Povo de Comunicação fala da vitória de Lula nas eleições de 2022 e o trabalho do novo governo para garantir os seiscentos reais do Bolsa Família e mais cento e cinquenta reais extras para crianças de até 6 anos. O capítulo traz, também, as viagens internacionais de Lula, como a sua ida ao Egito para participar da COP-27, a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas. Se você perdeu algum episódio ou que maratonar, acesse PT.ORG.BR ou acesse o spotify da RÁDIO PT e confira a trajetória do nosso presidente Lula. radio.pt.org.br

Meditação Diária com o Pe. João Carlos
28 de dezembro - Meditação da Palavra do Senhor

Meditação Diária com o Pe. João Carlos

Play Episode Listen Later Dec 28, 2022 9:42


28 de dezembro, Dia dos Santos Inocentes -

DW em Português para África | Deutsche Welle
28 de Dezembro de 2022 - Jornal da Manhã

DW em Português para África | Deutsche Welle

Play Episode Listen Later Dec 28, 2022 19:59


Em Angola: Professores percorrem longas distâncias para dar aulas. Governo egípcio constrói "nova capital administrativa", localizada no meio do deserto. Alemanha vai retirar o seu contingente militar na MINUSMA no Mali em 2024.

Durma com essa
Como a nevasca nos EUA fecha um ano de extremos climáticos

Durma com essa

Play Episode Listen Later Dec 27, 2022 14:12


O número de mortos em decorrência da tempestade de inverno que atinge os Estados Unidos e o Canadá desde o Natal passou de 50. O fenômeno acontece ao fim de um ano marcado por eventos climáticos extremos que bateram recordes em vários países, como secas, ciclones e chuvas torrenciais. O Durma com Essa desta terça-feira (27) relembra os principais episódios, que tiveram impacto mais grave nos países em desenvolvimento, e explica a discussão sobre o financiamento de perdas e danos causados pela mudança climática iniciada na COP27, no Egito. O episódio também tem participação da redatora Mariana Vick, que fala sobre uma nova plataforma sobre dados de desigualdade racial no Brasil. Assine o podcast: Spreaker | Apple Podcasts | Deezer | Google Podcasts | Spotify | Outros apps (RSS)Edição de áudio Pedro Pastoriz

Portugal em Direto
Carina Felipe: postal de Natal, Egito

Portugal em Direto

Play Episode Listen Later Dec 21, 2022 6:16


A Carina Felipe escreve-nos do Egito, da cidade do Cairo. Conta-nos como é viver esta época festiva tãp longe de Portugal.

Portugueses no Mundo
Carina Felipe: postal de Natal, Egito

Portugueses no Mundo

Play Episode Listen Later Dec 21, 2022 6:16


A Carina Felipe escreve-nos do Egito, da cidade do Cairo. Conta-nos como é viver esta época festiva tãp longe de Portugal.

Estadão Notícias
Conteúdo patrocinado: O protagonismo brasileiro na COP-27

Estadão Notícias

Play Episode Listen Later Dec 20, 2022 27:56


O Estadão Blue Studio e o Grupo Ambipar realizaram um bate papo para falar sobre as reais consequências da COP-27, que aconteceu esse ano, no Egito.Na conversa, foi debatido o protagonismo brasileiro em sustentabilidade, como os projetos de descarbonização podem impulsionar a economia do país e qual a contribuição das empresas nesse desafio. A conversa foi mediada pela jornalista Michelle Trombelli, e contou com o diretor de sustentabilidade do Grupo Ambipar, Rafael Tello, e a líder de relações institucionais da Biofílica Ambipar Environment, Annie Groth. Ouça agora!See omnystudio.com/listener for privacy information.

Pregações e Aulas - Igreja Presbiteriana de Santo Amaro
Do Egito, Chamei o meu Filho (Mateus 2:13-15) - Rev. Geimar de Lima

Pregações e Aulas - Igreja Presbiteriana de Santo Amaro

Play Episode Listen Later Dec 19, 2022 46:51


Do Egito, Chamei o meu Filho (Mateus 2:13-15) - Rev. Geimar de Lima by Igreja Presbiteriana de Santo Amaro

Desenrola, Rio
169 Desenrola, Rio - A conta das tragédias climáticas

Desenrola, Rio

Play Episode Listen Later Dec 15, 2022 9:06


Todo ano é a mesma situação: temporais que terminam com tragédias. São enchentes, alagamentos e desmoronamentos com época marcada para acontecer no Rio. O assunto é tão grave que, inclusive, foi debatido na COP-27, no Egito. A Casa Fluminense fez as contas e viu quanto isso custa aqui no estado em número de mortes e também em prejuízo financeiro. Para desenrolar o assunto, o jornalista Edimilson Ávila conversa com o economista Vitor Mihessen, que coordena a Casa Fluminense.

Meio Ambiente
COP da biodiversidade reacende debate sobre financiamento de países ricos aos em desenvolvimento

Meio Ambiente

Play Episode Listen Later Dec 7, 2022 28:35


Os países da ONU voltam a se reunir a partir desta quarta-feira (7) para negociar um acordo ambiental, desta vez sobre a preservação da biodiversidade mundial. Menos de um mês depois da COP27 no Egito, sobre as mudanças climáticas, a 15ª Conferência das Partes sobre Diversidade Biológica acontece em Montreal, no Canadá, e visa chegar a um consenso inédito para reverter a perda de espécies animais e vegetais sobre a Terra. A questão de financiamento também deve focalizar as atenções. Lúcia Müzell, da RFI Embora seja tão crucial quanto o clima, este aspecto do impacto dos seres humanos sobre o planeta costuma atrair menos atenção da comunidade internacional. A ausência de chefes de Estado e de Governo no evento simboliza essa negligência – as conferências sobre a biodiversidade recebem “apenas” ministros do Meio Ambiente. Nesta edição, eles estarão encarregados de concluir um texto que está sendo comparado ao Acordo de Paris sobre o Clima. "Nós temos muitas metas, em torno de 20, que são discutidas em torno de três objetivos principais: conservação da natureza, uso sustentável da biodiversidade e repartição dos benefícios desse uso sustentável. Nós temos uma perspectiva positiva: este poderá ser o acordo ambiental mais importante do ano”, aponta Michel Santos, gerente de Políticas Públicas da WWF Brasil, que está em Montreal. O tratado existente, firmado em 2010, no Japão, fixava 20 objetivos a serem cumpridos até 2020, mas nenhum foi totalmente respeitado. O próximo documento poderá estabelecer marcos históricos como transformar em áreas protegidas 30% do território terrestre e marinho do mundo até 2030, de modo a conter a erosão do número e a variedade de espécies vivas, em consequência à exploração excessiva e a degradação do meio ambiente. Apenas 17% da terra e cerca de 7% dos oceanos eram protegidos em 2020. O Brasil está próximo de atingir a meta da conferência, em seu território nacional – mas muitas vezes a proteção não é respeitada, ressalta Santos. “O que nós viemos observando, especialmente nos últimos quatro anos, foi um completo descumprimento das leis e das obrigações nessas áreas, que são legalmente protegidas. Temos territórios indígenas e unidades de conservação sendo invadidos, desmatados. Há uma perseguição às comunidades que moram no interior dessas áreas”, afirma. "O Brasil andou para trás nesse aspecto, apesar de ser considerado um país que praticamente alcançou a meta dos 30% de áreas protegidas. Mas isso não ocorre em todos os biomas brasileiros. A Amazônia é mais protegida que o Pantanal, o Cerrado, a Mata Atlântica e a Caatinga”, sublinha Santos. Consenso difícil Por enquanto, cerca de 100 países apoiam formalmente a ampliação das áreas protegidas e o entendimento da comunidade internacional não será fácil, assinala o brasileiro Oliver Hillel, executivo da Convenção sobre a Diversidade Biológica. A missão se torna ainda mais árdua enquanto os Estados Unidos sequer são signatários das Metas de Aichi, e atuam na COP15 como meros “observadores”. "É muito bom saber da expectativa de termos um acordo de Paris para a biodiversidade, mas é importante lembrar que as circunstâncias são muito diferentes. Nesse momento, depois de muitos anos de reuniões remotas, está muito difícil de conseguir um espírito de consenso, de conciliação, de compromisso, e nós não estamos vendo ainda avanço significativo na remoção das dúvidas quanto ao texto que está diante dos 195 países signatários”, diz. "Eu espero que sim, mas neste momento as nuvens ainda estão visíveis no horizonte." Sexta extinção em massa O relatório Planeta Vivo, divulgado a cada dois anos pela organização WWF, aponta que as populações de animais vertebrados despencou 69% desde os anos 1970, e o risco de extinção atinge nada menos do que 1 milhão de espécies animais e vegetais, conforme levantamento do IPBES (Plataforma Intergovernamental de Políticas Científicas sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos), instituição de referência no assunto. O planeta pode já estar vivendo a sexta onda de extinções em massa de espécies – a primeira causada pela ação humana. Na mira da COP15, estão questões delicadas como fim dos subsídios para práticas e produtos nocivos ao meio ambiente, como certos agrotóxicos, a determinação de metas de redução da poluição e de uma pesca e agricultura compatíveis com os limites planetários. "Hoje, nós gastamos entre 30 e 40 vezes da nossa economia para usar o capital natural, para degradar a nossa natureza e transformá-la em dinheiro gratuito para nós. Nós estamos pagando as retiradas que estamos fazendo da natureza. O que está em jogo aqui é como virar estes investimentos”, salienta Hillel. "Como transformar os incentivos, que hoje são perversos para a natureza, em positivos. À medida em que a gente tem uma economia verde, azul, um bioeconomia – para a qual o Brasil está bem colocado –, nós temos uma economia que regenera a natureza. Isso diminui o custo da destruição e gera recursos para a conservação e uso sustentável." No caso brasileiro, a queda do desmatamento é apontada como a solução prioritária tanto para a redução de emissões de gases de efeito estufa, fundamental para o enfrentamento às mudanças climáticas, como para a preservação da natureza. O país é dono do maior patrimônio de biodiversidade do planeta. Cerca de 80% dessas riquezas naturais mundiais encontram-se em terras indígenas, razão pela qual os representantes dos povos originários participam cada vez mais em peso das conferências sobre a biodiversidade. Financiamento volta a causar embates O Brasil propôs, com apoio de países em desenvolvimento e emergentes, que os países desenvolvidos forneçam pelo menos US$ 100 bilhões por ano até 2030 para proteger a biodiversidade, a exemplo das cifras negociadas para o combate às mudanças climáticas. Os dois fundos são distintos, e num contexto em que a liberação dos recursos já prometidos se mostra problemática, a criação de novos mecanismos financeiros tende a ser delicada. "As famosas metas de Aichi, que venceram em 2020, já estabeleciam metas de financiamento dos países desenvolvidos para financiar a proteção da biodiversidade nos países em desenvolvimento, que é onde de fato ainda existe biodiversidade e natureza, especialmente nos do sul global. Então, essa promessa está na mesa há 10 anos”, aponta Santos. "É justo que todos os países busquem o desenvolvimento. O que não é justo é que ele seja em detrimento da natureza.” A COP15 deveria ter ocorrido há dois anos na China, mas foi adiada diversas vezes devido à pandemia de covid-19. Em uma primeira etapa da conferência, realizada à distância em outubro de 2021, a presidência chinesa anunciou a criação de um Fundo de Kunming para a Biodiversidade, de cerca de R$ 1,2 bilhão. Os recursos seriam destinados aos países em desenvolvimento e a expectativa é de que os contornos do mecanismos sejam melhor definidos durante o evento em Montreal, que se encerra em 19 de dezembro.    

DW em Português para África | Deutsche Welle
6 de Dezembro de 2022 - Jornal da Manhã

DW em Português para África | Deutsche Welle

Play Episode Listen Later Dec 6, 2022 19:56


São Tomé e Príncipe: Antigo primeiro-ministro e líder opositor, Jorge Bom Jesus, diz que polémico ataque a quartel militar, há cerca de duas semanas, não foi tentativa de golpe de Estado. A especulação de preços e o impacto da inflação durante a quadra festiva em Angola. Acordo de Livre-Comércio do Continente Africano (AfCFTA) avança a passos lentos.

Mamilos
COP27: para onde estamos caminhando?

Mamilos

Play Episode Listen Later Dec 5, 2022 54:56


Mamileiros e mamiletes, a Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27) foi realizada entre os dias 6 e 18 de novembro, em Sharm el-Sheikh, no Egito. O Mamilos, em mais uma parceria com Pacto Global da ONU no Brasil, teve a oportunidade de mediar conversas nesse encontro e acompanhar importantes discussões sobre os movimentos realizados para mitigar as mudanças climáticas. No programa de hoje, vamos trazer um apanhado geral sobre o evento e o resultado que essas conversas têm provocado no Brasil e no mundo. No início do programa, você vai ouvir a apresentação de Thelma Krug, matemática, professora e pesquisadora brasileira com atuação na área de mudanças climáticas. Ela é vice-presidente do IPCC (sigla em inglês para o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas), uma organização criada pela ONU, desde 2015. Quem também participou do episódio foi Maitê Padovani Leite, gerente de Clima do Pacto Global da ONU Brasil, que esteve presente em diversas plenárias e nos contou o que mais chamou sua atenção no evento. Para entender o acordo oficial firmado na COP27 e como o documento foi construído, a gente conversou com Diego Casaes, diretor de campanha na Avaaz, rede para mobilização social global através da Internet. A gente sabe que para alcançar os objetivos traçados na COP27, muitas ações precisam acontecer no setor privado. Por isso, a gente vai ouvir exemplos práticos de empresas brasileiras que estão comprometidas com o Acordo de Paris e com as metas climáticas propostas na COP. Ouvimos Paulo Pianez, diretor de Sustentabilidade e Comunicação Corporativa América do Sul na Marfrig Global Foods, e André Ferretti, gerente sênior de Economia da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Mas de onde pode vir o dinheiro necessário para financiar as mudanças urgentes? Para falar sobre esse tópico do investimento, vamos entender como acontece a mobilização de capital para transição climática e econômica com Gustavo Montezano, que atualmente ocupa o cargo de presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES. Aperta o play e vamos juntos nesse debate tão urgente! _____ FALE CONOSCO . Email: mamilos@b9.com.br _____ SADIA A Sadia é uma marca parceira em todos os momentos, do café da manhã ao jantar, do dia a dia àquela data especial. E agora, durante os jogos do mundial, você também pode contar com Sadia quando pensar naquele petisco delicioso para servir durante todos os jogos. A marca tem uma variedade de produtos que trazem muito sabor e praticidade à sua vida. Tem presunto, salame, nuggets, pizza, linguiça toscana, salsicha, lasanha bolonhesa e muitos outros produtos com várias possibilidades de preparo! É por isso que o Mamilos e a Sadia querem tornar os jogos do mundial um momento ainda mais inesquecível. É ano de hexa, é hora de se unir pra torcer e pra comemorar esse evento que a gente tanto ama e só acontece de quatro em quatro anos. E pra melhorar o clima, a Sadia disponibilizou em seu site a receita de Samosa, com o preferido dos brasileiros, o presunto Sadia, a pesquisa da Kantar Insights comprova! E se você também quer um petisco pra comer com a galera na sua casa, não fique só na vontade também, acesse o site da Sadia e confira essas e outras receitas em: www.sadia.com.br/receitas. Nesse mundial não importa sua rotina, sua torcida pede Sadia. _____ CONTRIBUA COM O MAMILOS Quem apoia o Mamilos ajuda a manter o podcast no ar e ainda participa do nosso grupo especial no Telegram. É só R$9,90 por mês! Quem assina não abre mão. https://www.catarse.me/mamilos _____ Equipe Mamilos Mamilos é uma produção do B9 A apresentação é de Cris Bartis e Ju Wallauer. Pra ouvir todos episódios, assine nosso feed ou acesse mamilos.b9.com.br Quem coordenou essa produção foi a Beatriz Souza. Com a estrutura de pauta e roteiro escrito por Eduarda Esteves. A edição foi de Mariana Leão e as trilhas sonoras, de Angie Lopez. A capa é de Helô D'Angelo. A coordenação digital é feita por Agê Barros, Carolina Souza e Thallini Milena. O B9 tem direção executiva de Cris Bartis, Ju Wallauer e Carlos Merigo. O atendimento e negócios é feito por Rachel Casmala, Camila Mazza, Greyce Lidiane e Telma Zenaro.

Palavra do Campo
COP27 - Agricultura e o Grupo de Koronívia

Palavra do Campo

Play Episode Listen Later Nov 30, 2022 45:35


Há cinco anos, uma decisão tomada no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) reconheceu o potencial único da agricultura no combate às mudanças climáticas. A partir disso, foi criado o Grupo de Trabalho de Koronívia, a fim de equacionar a questão da segurança alimentar à adaptação e resiliência das cadeias produtivas. Na COP27, realizada em Sharm el-Sheikh, no Egito, temas importantes para o trabalho do grupo foram discutidos. É o assunto deste episódio especial para Um Só Planeta.

Família e Fé
Do Egito Chamei o Meu Filho - Mateus 2:13-18 (Série Advento 2022)

Família e Fé

Play Episode Listen Later Nov 28, 2022 13:15


Vamos nos preparar para o Natal que está se aproximando. Nesse período de 4 semanas conhecido como o advento, vamos meditar no Evangelho de Mateus, trazendo à luz a história, o nome e a pessoa de Jesus. Todas as manhãs, meditamos juntos nas Escrituras Sagradas e oramos por sua vida. Sua fé será aumentada e juntos conheceremos mais de Deus a cada dia. Participe conosco e compartilhe! Inscreva-se em nosso canal no Youtube FAMÍLIA E FÉ e ative o sininho: https://bit.ly/3G5HrDD Siga também o PODCAST FAMÍLIA E FÉ no Spotify: https://spoti.fi/3P7c1Rg Pedidos de Oração e Testemunhos pelo e-mail: info@duzzi.net Quer contribuir? Acesse: www.duzzi.net/como-contribuir

O Antagonista
Cortes do Papo - Os erros de Lula na transição

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 28, 2022 19:48


Lula desembarcou em Brasília na noite de ontem para atuar nas discussões em torno da transição de governo e tentar destravar as negociações envolvendo a PEC da Gastança. O presidente eleito chegou à capital federal acompanhado de Janja, a futura primeira-dama, e de Fernando Haddad (PT), cotado para assumir o Ministério da Fazenda do novo governo. Nas últimas duas semanas, Lula participou da COP27, no Egito, viajou a Portugal e depois passou alguns dias em São Paulo, onde passou por uma cirurgia para retirar uma lesão na laringe. Além da PEC da Gastança, estão no radar do presidente temas como a definição da composição ministerial de seu governo e a conclusão da formação das equipes de transição que ainda pendentes. Lula deve despachar nesta semana do Centro Cultural Banco do Brasil, sede da transição. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Xadrez Verbal
Xadrez Verbal #317 Da COP à Copa

Xadrez Verbal

Play Episode Listen Later Nov 26, 2022 288:40


Recebemos novamente a especialista Natalie Unterstell para nos explicar tudo sobre o que rolou na COP27, no Egito.Também demos uma volta pela bacia do Pacífico, com a cúpula do G20, em Bali, e eleições na Malásia.No mais, visitamos o Velho Continente, com as atualizações da invasão russa à Ucrânia e as eleições na Eslovênia.Por fim, repercutimos a abertura da Copa do Mundo, no Catar, além de notícias do sempre complicado tabuleiro do Oriente Médio.

DW em Português para África | Deutsche Welle
23 de Novembro de 2022 - Jornal da Manhã

DW em Português para África | Deutsche Welle

Play Episode Listen Later Nov 23, 2022 20:00


Luanda acolhe cimeira de alto nível para discutir a paz na RDC e a crise com o Ruanda. Plano integrado de intervenção à província de Luanda é uma “fuga às autarquias”, defendem analistas. Em Londres, Presidente da África do Sul pressiona países ricos a pagarem pela crise climática. E a estreia da Alemanha no Mundial do Catar com Youssoufa Moukoko na equipa.

E Tem Mais
Política externa: os acenos de Lula para pauta ambiental, Davos, G20 e Mercosul

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Nov 23, 2022 28:08


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um balanço das expectativas sobre os gestos do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, para buscar uma reaproximação com a pauta ambiental e importantes organismos internacionais. Desde a vitória nas eleições, os compromissos de Lula incluíram a participação na Cúpula do Clima (COP27), no Egito, e um encontro com o presidente da Argentina, Alberto Fernández, importante parceiro do Brasil no Mercosul. No ano que vem, a presença dele também é esperada no Fórum Econômico Mundial, em Davos, e na reunião do G20, na Índia. O presidente eleito já sinalizou que planeja reposicionar o Brasil como um importante ator no cenário internacional e manifestou a intenção de reconstruir pontes diplomáticas e econômicas em diferentes frentes, desde a integração regional até o diálogo com a elite financeira e com forças geopolíticas antagônicas como Estados Unidos e China. Para traçar um panorama das dúvidas e dos possíveis impactos dos planos de atuação internacional de Lula, participam deste episódio o analista de economia da CNN Fernando Nakagawa e o professor de relações internacionais Leonardo Trevisan, da ESPM. Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

O Assunto
A COP e o preço das mudanças climáticas

O Assunto

Play Episode Listen Later Nov 22, 2022 31:27


Depois de duas semanas de negociações na Conferência do Clima da ONU, representantes de mais de 200 países chegaram a um acordo para criar um fundo de compensação às nações mais vulneráveis a eventos extremos. Por outro lado, a COP 27 falhou ao não firmar uma meta de desaceleração de emissão dos gases causadores do efeito estufa. Neste episódio, Natuza Nery conversa com Daniela Chiaretti, repórter especial do jornal Valor Econômico que acompanhou a COP no Egito, e José Eli da Veiga, professor do Instituto de Estudos Avançados da USP. Você irá ouvir: - Daniela relembra a resistência histórica de países ricos em aceitar a criação do fundo de perdas e danos, e detalha os três principais motivos para isso; - A jornalista explica o que levou à maior “derrota" da COP-27: a ausência de acordo na diminuição até zerar o uso de combustíveis fósseis; - José Eli da Veiga avalia que o fundo é "uma espécie de reconhecimento de fracasso", e lamenta que, ao não dar centralidade à redução das emissões, os debates hoje sejam apenas sobre “como é que vamos salvar as primeiras vítimas"; - Ele aponta os erros históricos nas negociações pelo clima e explica por que, a partir do momento que o sistema financeiro entrou nas discussões sobre redução de emissões, foram criados os mecanismos de compensação que “animaram” o setor privado.

E Tem Mais
Balanço da COP27: conferência abre caminho para fundo, mas termina sob críticas

E Tem Mais

Play Episode Listen Later Nov 22, 2022 30:42


Neste episódio do E Tem Mais, Carol Nogueira apresenta um balanço dos resultados da 27ª Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP27. O encontro no Egito terminou no último domingo (20) com um acordo histórico, mas ainda incompleto e poucos avanços em outras áreas. O maior motivo de preocupação foi a falta de medidas mais duras para conter o uso de combustíveis fósseis e cumprir as metas de redução de poluentes. As delegações presentes na COP27 aprovaram a proposta de formação de um comitê para definir as regras de criação de um fundo de "perdas e danos" para reparar os prejuízos causados pelas mudanças climáticas em países mais vulneráveis. Mas os detalhes ainda serão negociados ao longo do próximo ano, até a próxima edição da conferência. Para traçar um panorama das críticas e das dificuldades para novos avanços no combate ao aquecimento global, participam deste episódio o enviado especial da CNN Brasil ao Egito Américo Martins e o ambientalista Carlos Bocuhy, presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental (Proam). Com apresentação de Carol Nogueira, este podcast é produzido pela Maremoto para a CNN Brasil. Você também pode ouvir o E Tem Mais no site da CNN Brasil. E aproveite para conhecer os nossos outros programas em áudio. Acesse: cnnbrasil.com.br/podcasts.

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: “Na primeira viagem internacional, Lula brilhou no início, derrapou no meio e se equilibrou no final”

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Nov 21, 2022 17:33


Depois de participar da COP27, no Egito, Lula viajou a Portugal, onde foi recebido pelo presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa e o primeiro-ministro António Costa. “Numa montanha-russa, o presidente eleito Lula brilhou ao levar o Brasil de volta à liderança ambiental e à cena internacional, derrapou ao desdenhar da responsabilidade fiscal, da Bolsa e do câmbio e se reequilibrou em Portugal, ao calibrar a fala sobre contas públicas, referir-se adequadamente às Forças Armadas e, enfim, enfrentar de frente a carona em jatinho de empresário”, avalia a colunista.See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Lula diz que viagem de jatinho foi apenas "convite de um amigo"

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 19, 2022 1:37


"Aceitei o convite de um amigo." Foi assim que Lula (PT) descreveu a ida à COP 27, no Egito, em carona no jatinho do empresário José Seripieri Jr.. De acordo com ele, foi a forma que encontrou para comparecer à Conferência do Clima da ONU. "Se o presidente atual fosse responsável, governo teria me oferecido avião da FAB", acrescentou Lula. Ele concedeu coletiva em Portugal, nesta sexta-feira (18), que retorna ao Brasil na próxima semana. Lula esteve na COP 27 a convite de governadores brasileiros. Ele será empossado presidente apenas no dia 1 de janeiro. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo
Alexandre de Moraes continua perseguição contra manifestações legítimas

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo

Play Episode Listen Later Nov 18, 2022 4:25


Alexandre Garcia comenta novo bloqueio de contas ordenado pelo STF, o rombo no teto de gastos proposto por Lula, a pegada ambiental do jatinho que o levou ao Egito e as reclamações da militância identitária.

O Antagonista
Cortes do Papo - O uso político dos indígenas na Bolívia

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 18, 2022 8:47


O presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou várias vezes que criará o Ministério dos Povos Originários, lembra o jornalista boliviano Humberto Vacaflor Ganam, na Crusoé desta semana. "A última delas foi na 27ª Conferência das Partes da ONU para as Mudanças Climáticas, no Egito. 'Os povos originários e aqueles que residem na região amazônica devem ser os protagonistas da sua preservação', disse Lula na COP27. O termo 'originário', contudo, não é de uso corrente entre os brasileiros." "Embora o Dicionário Houaiss aceite o seu uso como 'nativo do lugar onde se encontra' e como sinônimo de 'indígena', ele é empregado mais para dizer que alguém é proveniente de um lugar. Pode-se falar, por exemplo, do turista originário de Minas Gerais. A palavra, assim, aparece na linguagem popular normalmente com um complemento. Em seu novo emprego, difundido pelo presidente eleito, 'originário' é um adjetivo com um fim em si mesmo. Nessa nova acepção, o termo ainda está engatinhando no Brasil, mas a palavra já tem uma larga trajetória em outros países da América Latina, principalmente em meu país, a Bolívia." LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Foro de Teresina
#227: Dois presidentes, nenhum governo

Foro de Teresina

Play Episode Listen Later Nov 18, 2022 60:04


Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky comentam a passagem do presidente eleito Lula pela Conferência do Clima da ONU, a COP 27, no Egito. O programa analisa também os ataques de bolsonaristas a ministros do Supremo, o isolamento de Bolsonaro no palácio da Alvorada e o financiamento dos acampamentos golpistas por empresários em todo o país. Por fim, o trio fala do papel das Forças Armadas na democracia brasileira. Acesse os links citados neste episódio: https://piaui.co/foro227   Envie sua mensagem para o Correio Elegante no nosso e-mail: forodeteresina@revistapiaui.com.br

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "Com desdém contra o mercado, Lula tumultua a transição"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Nov 18, 2022 14:09


O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou na manhã de quinta-feira, 17, o cumprimento do teto de gastos em detrimento da destinação de recursos para a área social. Ele participou de evento promovido na 27.ª Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas (COP27), no Egito. "Lula compra a ideia populista de que o mercado é um ganancioso que só destrói a cultura, a educação, a saúde. Isso é falta de compreensão sobre o que significa investimento, crédito, responsabilidade fiscal", avalia a colunista. "Lula tumultua a própria transição".  See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Lula pede paciência contra 'especuladores' do mercado e 'responsabilidade social', em fala na COP27

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 2:40


Lula (foto) voltou a criticar o teto de gastos e a defender a “responsabilidade social”. Durante evento da COP27, no Egito, o presidente eleito afirmou: “O que é o teto de gasto no país? Se o teto de gasto fosse para descobrir que a gente não vai pagar a quantidade de juros para o sistema financeiro, que a gente paga todo ano, mas a gente fosse continuar mantendo as políticas sociais intactas, tudo bem. […] Mas não. Você tenta desmontar tudo aquilo que é do social, mas não mexe um centavo do sistema financeiro. Não mexe um centavo daqueles juros que os banqueiros têm que receber.” Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "Brasil está recuperando liderança no debate climático"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 18:37


O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse na tarde desta quarta-feira, 16, que o “Brasil está de volta” ao debate climático global, falou no desafio de enfrentar o aquecimento global em meio a múltiplas crises e destacou que “não existem dois planetas Terra”. Em pronunciamento na área da Organização das Nações (ONU) da Cúpula do Clima (COP-27), em Sharm el-Sheik, no Egito, ele também cobrou mais ajuda financeira dos países desenvolvidos às nações vulneráveis no campo ambiental."Há uma sensação de que  o Brasil voltou a ser player no mundo. Está recuperando liderança no debate climático", comenta a colunista.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Durma com essa
Os olhares políticos e econômicos sobre a PEC da Transição

Durma com essa

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 22:38


Em viagem ao Egito para participar da COP27, Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer nesta quinta-feira (17) que seu governo pensará antes nas urgências sociais e só depois na reponsabilidade fiscal. O presidente eleito afirmou ainda que, se a bolsa de valores cair e o dólar aumentar, “paciência”. Na véspera a equipe do petista entregou ao Congresso a PEC da Transição, a fim de garantir o valor médio de R$ 600 do Bolsa Família em 2023. O Durma com Essa explica o que há (e o que não há) na proposta, e mostra como ela é avaliada sob o olhar político e sob o olhar econômico. O programa tem também Marcelo Montanini falando sobre a indicação brasileira para o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), Viviane Tavares comentando a enxurrada de desinformação sobre a Amazônia e Luara Calvi Anic trazendo dicas culturais na seção “Achamos que vale”, inspirada na newsletter homônima da Gama Revista que você pode assinar clicando no link: https://weverify-demo.ontotext.com/#!/similaritySearchResults&type=Videos¶ms=https%3A%2F%2Fgamarevista.uol.com.br%2Fassinar-newsletter%2F

O Assunto
O Brasil de volta à agenda climática

O Assunto

Play Episode Listen Later Nov 17, 2022 24:20


Desde que o país recusou sediar a COP-25 – uma das primeiras decisões do então presidente-eleito Jair Bolsonaro (PL, então no PSL) – a política climática brasileira foi rebaixada à posição de pária global. Durante os últimos quatro anos, a Amazônia registrou recordes de desmatamento e o Brasil se tornou o quinto maior emissor de gases de efeito estufa. Nesta quarta-feira, o “discurso contundente” do presidente-eleito Lula (PT) na 27ª Conferência do Clima atraiu os olhos de “observadores e negociadores de todo o mundo”. É o que testemunhou, diretamente de Sharm El Sheikh, no Egito, a administradora pública especialista em mudanças climáticas Natalie Unterstell. Em entrevista a Julia Duailibi, ela, que é também presidente do Instituto Talanoa, relata a expectativa dos representantes em relação à volta do país aos compromissos climáticos. “Há esperança, mas também cobrança”, diz. Na agenda política interna, Lula sinalizou a necessidade de “fortalecer alianças” com estados e municípios para avançar em direção a uma “economia descarbonizada”. Para os agentes internacionais, avalia Natalie, foram bem recebidos o compromisso de zerar o desmatamento de todos os biomas até 2030 e a “tímida” pressão sobre os países desenvolvidos para “cumprirem os acordos que podem conter a crise climática”.

O Antagonista
Lula, na COP27: “Vamos priorizar a luta contra o desmatamento”

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 16, 2022 1:42


O presidente eleito Lula (foto) afirmou há pouco, em discurso na COP 27, no Egito, que irá priorizar a luta contra o desmatamento.  “Vamos priorizar a luta contra o desmatamento em todos os nossos biomas. Os crimes ambientais, que cresceram de forma assustadora durante o governo que está chegando ao fim, serão combatidos sem trégua”. O petista também disse que irá recriar as organizações de fiscalização e monitoramento “que foram desmontadas nos últimos quatro anos” e prometeu punir com rigor “os responsáveis por qualquer atividade ilegal, seja garimpo, mineração, extração de madeira ou ocupação agropecuária indevida”. O presidente eleito comemorou a reativação do Fundo Amazônia e disse que o Brasil estará aberto à cooperação internacional para proteger a floresta, sem renunciar a sua soberania. “Estamos abertos à cooperação internacional para preservar nossos biomas, seja em forma de investimentos ou pesquisas científicas, mas sempre sob a liderança do Brasil, sem jamais renunciarmos a nossa soberania”. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Durma com essa
As reações à viagem de estreia de Lula ao exterior após a vitória

Durma com essa

Play Episode Listen Later Nov 16, 2022 21:54


O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva discursou nesta quarta-feira (16) na COP27, a conferência do clima das Nações Unidas, em Sharm el-Sheikh, no Egito. Ele afirmou que o país “está de volta para reatar os laços com o mundo”, buscando se contrapor ao isolamento e negacionismo ambiental do atual presidente, Jair Bolsonaro. O Durma com Essa fala da intenção de Lula de reapresentar o Brasil no cenário internacional por meio dos temas do meio ambiente e da crise do clima, e dos questionamentos domésticos à carona que o petista pegou no jatinho de um empresário até o evento. O programa também traz a Mariana Vick comentando as dificuldades em torno do financiamento climático e o Marcelo Roubicek falando sobre a PEC da Transição.

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo
Viagem de Lula ao Egito em avião de empresário ainda vai dar o que falar

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo

Play Episode Listen Later Nov 16, 2022 3:26


Lula aceitou carona de empresário amigo para viajar ao Egito, onde participa da COP27. Enquanto isso, magistrados estiveram em Nova Iorque para evento sobre a democracia no Brasil.

Colunistas Eldorado Estadão
Moura Brasil: A volta a jato de Lula ao passado

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Nov 16, 2022 14:01


Na edição desta quarta-feira, o jornalista Felipe Moura Brasil comenta a ida de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Egito para participar da Conferência do Clima da ONU, a COP 27, em um avião do empresário José Seripieri Junior. O colunista discute os principais temas que rondam o noticiário político do País, de segunda a sexta, às 07h35, no Jornal Eldorado.See omnystudio.com/listener for privacy information.

TV 247
Live do Conde! Lula chega ao Egito

TV 247

Play Episode Listen Later Nov 15, 2022 62:28


Live do Conde! Lula chega ao Egito by TV 247

O Antagonista
Cortes do Papo - Deputado pede investigação sobre viagem de Lula para o Egito

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 15, 2022 13:18


Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Crusoé: Lula surfa a onda da terra arrasada

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 14, 2022 13:37


A reportagem de capa da nova edição da Crusoé fala sobre o bom clima que Lula deverá encontrar na COP27, mas destaca que o presidente eleito terá desafios para achar um caminho entre preservação e desenvolvimento. Leia um trecho: "Lula pousará na próxima semana em Sharm el-Sheik, no Egito, para participar da 27ª Conferência das Partes da ONU para as Mudanças Climáticas, a COP27. Sua presença, na prática, será como uma posse antecipada, pois o petista ocupará o lugar vago deixado pelo presidente Jair Bolsonaro, reunindo-se com vários líderes mundiais." "[...] No Egito, o futuro presidente buscará convencer a plateia de que o seu governo estará comprometido com a preservação do meio ambiente e com a redução das emissões dos gases de efeito estufa. De volta ao Brasil, Lula terá de se articular com diversos grupos de interesse, como os do agronegócio, da mineração em larga escala, da indústria energética, dos governadores, dos prefeitos, dos indígenas e dos ambientalistas — os quais foram tratados de maneiras desiguais em seus dois primeiros mandatos, de 2003 a 2010." "Quando Lula iniciou seu primeiro mandato, ele vendia no exterior a imagem de que o Brasil promovia um desenvolvimento sustentável, com fontes de energia limpas e um agronegócio responsável. Internamente, ele e outros petistas entravam em batalhas constantes com os ambientalistas do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Ibama. A demora em aprovar o licenciamento de grandes obras era vista como um entrave ao crescimento." LEIA MAIS AQUI; assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente. Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Cortes do Papo - Lula pega carona para ir ao Egito

O Antagonista

Play Episode Listen Later Nov 14, 2022 10:06


Lula decolou hoje cedo para o Egito, onde participará da COP27. Mas a pauta ambiental acabou dando lugar à polêmica carona no Gulfstream G600 de José Seripieri Jr, amigo de longa data, doador generoso e outro 'bilionário' da era PT. Desde que foi eleito há apenas duas semanas, esta já é a segunda vez que o petista desfruta de comodidades oferecidas por empresários -- em sua lua-de-mel na Bahia, hospedou-se com Janja na casa de praia do empresário Ronaldo Carletto, que mantém excelentes relações com Jaques Wagner e Rui Costa. No caso de Seripieri Júnior, a relação é com Lula, uma relação direta e antiga, que contempla o uso de jatinhos, helicópteros e até de uma mansão em Angra dos Reis. Consta que o empresário contratou uma das empresas de Fábio Lula da Silva, o Lulinha, e patrocinou outra, de Luís Claudio, o Luleco. E ainda teria pago o advogado de Rosemary Noronha, a famosa ex-assessora de Lula. Essas generosas doações do amigo empresário foram alvo da delação de Antonio Palocci, o italiano das planilhas da Odebrecht. Júnior chegou a ser preso em 2020, depois ganhou liberdade e fechou acordo com a PGR de Augusto Aras, a quem teria entregue alguns próceres da política nacional. Sua colaboração premiada, porém, teria tido como objetivo principal derrubar a delação de... Palocci, que tentou incriminar Júnior, Lula, grandes banqueiros e outros amigos bilionários. O descaramento do presidente eleito é tamanho que torna difícil até para seus apoiadores defendê-lo nas redes. Alguns chegaram a forjar a versão de que o PT teria "fretado" o Gulfstream, uma aeronave de R$ 200 milhões. Mas o próprio vice, Geraldo Alckmin, fez questão de derrubar a fake news, deixando claro que se tratava de uma carona. Por ironia do destino, o ex-tucano perdeu um filho na queda de um helicóptero do próprio Seripieri Júnior. Alerto que, caso tentassem levar adiante a inverossímil versão do fretamento, os petistas colocariam Lula e o empresário numa situação complicada, pois a aeronave não está licenciada para táxi aéreo, o que violaria o código brasileiro de Aeronáutica. Fora o problema com a Receita, pois o avião está registrado nos EUA, em nome de uma trustee (TVPX ARS) que fornece o serviço de administração de aeronaves para estrangeiros. Na prática, Seripieri Júnior pode até dizer que o avião não é dele, mas de um amigo. Apesar de tudo, estou preocupado mesmo é com o impacto ambiental provocado por esse voo. Segundo a calculadora automática de emissões de jatinhos privados, para levar Lula de São Paulo a Sharm El Sheik, onde ocorre a Conferência da ONU sobre o Clima, o Gulfstream de Seripieri emitirá nada menos que 52 toneladas de CO2. Considerando a volta, serão mais de 100 toneladas. Isso é um crime! Inscreva-se e receba a newsletter:  https://bit.ly/2Gl9AdL Confira mais notícias em nosso site:  https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais:  https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista ​https://www.instagram.com/o_antagonista https://www.tiktok.com/@oantagonista_oficial No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Xadrez Verbal
Xadrez Verbal #316 Midterms

Xadrez Verbal

Play Episode Listen Later Nov 12, 2022 249:15


Quem se saiu melhor nas eleições de meio de mandato nos EUA? Além de responder essa pergunta, demos mais uma volta pela bacia do Pacífico, com novo primeiro-ministro na Gloriosa República de Vanuatu.Também repercutimos a COP27, realizada no Egito, e aproveitamos para dar um giro pelo Continente-Mãe.No mais, visitamos o Velho Continente, com as últimas atualizações da invasão russa à Ucrânia, principalmente a retirada de Kherson.

O Assunto
COP-27: o que esperar da cúpula do clima

O Assunto

Play Episode Listen Later Nov 9, 2022 23:13


Eventos extremos cada vez mais frequentes, em um planeta que não para de esquentar. No intervalo de um ano desde a última Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, assistimos às inundações que mataram milhares de pessoas no Paquistão, à seca recorde na Europa e a chuvas devastadoras na costa brasileira, entre outros desastres. Acordos para mitigar os danos e fazer as adaptações existem, mas o mundo tem imensa dificuldade em tirá-los do papel. Agora, na COP-27, que se desenrola até 18 de novembro no Egito, “o momento é de implementação de tudo o que foi prometido”, acredita Ana Toni, ex-presidente do conselho do Greenpeace Internacional e diretora-executiva do Instituto Clima e Sociedade. Neste episódio, ela conversa com Renata Lo Prete diretamente do balneário de Sharm el-Sheikh, na costa do Mar Vermelho, onde acontece o encontro. Para a economista, a discussão sobre quem pagará a conta da emergência climática está vencida. A questão é exigir dos países ricos que os recursos já combinados cheguem às populações mais vulneráveis no fluxo necessário, e não mais “a conta-gotas”. Ana fala também da expectativa quanto à participação brasileira - Lula irá à COP na próxima semana. “Há sensação de esperança”, diz.

Durma com essa
Da política à Copa: a camisa amarela em seu palco principal

Durma com essa

Play Episode Listen Later Nov 7, 2022 21:41


O técnico Tite convocou nesta segunda-feira (7) os 26 jogadores que vão o Brasil na Copa do Mundo de futebol masculino no Qatar, que começa em 21 de novembro. A seleção brasileira vai representar um país onde cresce o desinteresse pelo esporte, enquanto vê seu uniforme ser usado por extremistas em manifestações pedindo uma intervenção militar após a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições ao Planalto. O Durma com Essa relembra a relação entre futebol e política em outras participações brasileiras em Copas e fala da apropriação da camisa amarela pelo bolsonarismo. O programa conta também com a participação de Fabiano Santos, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, falando sobre os desafios para a governabilidade de Lula, e de Mariana Vick, que comenta a participação do Brasil na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, que acontece no Egito.

Durma com essa
A onda de otimismo com Lula e o mundo paralelo bolsonarista

Durma com essa

Play Episode Listen Later Nov 1, 2022 16:34


Nesta terça-feira (1º), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou a participação na COP27, a Cúpula do Clima das Nações Unidas, que acontece no Egito a partir de 6 de novembro. A confirmação acontece em meio a uma onda de otimismo de líderes estrangeiros com a vitória do petista e em meio a atos de bolsonaristas. O Durma com Essa fala sobre o otimismo com a eleição de Lula e sobre o mundo paralelo em que estão alguns apoiadores do atual presidente. O programa conta também com a participação de Marcelo Roubicek, falando sobre o uso político da Polícia Rodoviária Federal, e da professora titular do Instituto de Matemática da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) Tatiana Roque, que falou sobre o processo de reconstrução do país para a Ponto Futuro, editoria do Nexo dedicada a refletir sobre os próximos anos.