Podcasts about Foz

  • 260PODCASTS
  • 757EPISODES
  • 32mAVG DURATION
  • 1DAILY NEW EPISODE
  • Oct 11, 2022LATEST
Foz

POPULARITY

20152016201720182019202020212022

Categories



Best podcasts about Foz

Latest podcast episodes about Foz

Careca de Correr - Corrida de Rua
Careca News - 11/10/2022 Informações sobre Corrida de Rua no Sul do Brasil

Careca de Correr - Corrida de Rua

Play Episode Listen Later Oct 11, 2022 18:24


Olá corredores! Careca News é uma edição plus do podcast Careca de Correr. Vamos aos assuntos desse episódio: CORRIDA E CAMINHADA DO AVC será nesse domingo, em Joinville - 6ª MEIA MARATONA DE PIRACITY - 5ª CORRIDA DE MONTANHA PARAISO DA SERRA - CORRIDA PELA VIDA - Ho ho run tem virada de lote - MEIA DE POMERODE terá RUNfest - MEIA DAS 3 FRONTEIRAS em Foz do Iguaçu - AGENDA DE CORRIDAS no Paraná, SC e no RS. Ouça e compartilhe!

Café com o Editor
#2 Clube do Livro - Resenha sobre o livro "Do Ahú ao Foz"

Café com o Editor

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 47:47


Resenha sobre o livro "Do Ahú ao Foz" - com a jornalista e autora Patricia Zeni, e as convidadas Kamila Villarreal e Larissa Bezerra. Conheça o livro no https://www.edprimeirolugar.com.br/zeni.

Europa a Meias
#2.5 Escrever e Viajar com Gonçalo Cadilhe

Europa a Meias

Play Episode Listen Later Oct 7, 2022 49:58


Gonçalo Cadilhe nasceu na Figueira da Foz em 1968 e licenciou-se em Gestão de Empresas na Universidade Católica do Porto em 1992.Desde abril de 1993 que escreve sobre viagens de forma profissional e conta hoje com 14 livros e três coffee-tables de fotografia. Ao longo dos anos tem assinado vários documentários de viagens e História da RTP.Vem conhecer comigo este palestrante motivacional que percorre auditórios culturais do país para falar sobre viagens, História e experiência de vida.

Outra Visão
André Foz #109

Outra Visão

Play Episode Listen Later Oct 5, 2022 64:38


O nosso entrevistado é empresário na área de gastronomia e é apaixonado por motocicletas desde a infância. A primeira motocicleta foi uma Honda 50r, que ele ganhou do seu Pai, outro apaixonado por motos, quando ainda era criança. Esta moto, inclusive, ele reformou e está muito bem cuidada e exposta na sua casa, em São Paulo. Sua relação com as motocicletas é de longa data. Um ótimo texto escrito por ele e publicado em seu Instagram descreve muito bem a sua história e trajetória no motociclismo. “Comecei cedo na Honda 50r, passando pela XLX 125, XLX 350, depois mudei da terra para o asfalto para acelerar de Ducati 996 e Ducati Paul Smart 1000Le. Quando começou a ficar perigoso, eu resolvi voltar para o off-road de moto leve, big trails. Assim, seguimos nessa, evoluindo e viajando”. Sempre muito gentil, atencioso e bem-humorado, durante a nossa conversa ele relembrou como nasceu a sua paixão pelo motociclismo; falou das diversas viagens, trilhas e expedições pelo Brasil; contou como foi a sua participação no famoso Rally dos Sertões e revelou em detalhes, como foi o planejamento, desafios e dificuldades de participar, com um grupo de amigos motociclistas, dessa expedição que cruzou o Brasil. Nesta entrevista, ele também falou sobre os projetos de moto turismo que está desenvolvendo com parceiros e, como não poderia deixar de ser, falou sobre a Cristal Pizza, uma referência entre as pizzarias paulistanas, fundada pelo seu pai, tio e sócios há mais de 40 anos, na qual, atualmente, ele comanda o setor de delivery. É com muita alegria, pronto para acelerar uma BMW GS1200 pelo Brasil, que recebemos neste episódio do podcast Outra Visão, André Ramalho Foz, o André Foz, o pai da Helena, o marido da Suel, o meu amigo Foz, que eu sei, tem muito a nos ensinar e várias histórias para contar. Acompanhe a entrevista. Entrevista realizada dia 27 de setembro de 2022. LINKS – André Foz · Instagram – André Foz - @afoz_motoadv - https://www.instagram.com/afoz_motoadv/ · Instagram – ADVMotoTrips - @advmototrips - https://www.instagram.com/advmototrips/ · Site – ADVMotoTrips - https://advmototrips.com.br/ · ADV Moto Trips - Tel (11) 99979-3646 · Cristal Pizza - http://cristalpizza.com.br/cardapio/ · LinkTree - https://linktr.ee/CristalPizzaria · Instagram – Cristal Pizza - @cristalpizza - https://www.instagram.com/cristalpizza/ · Delivery Cristal Pizza - https://linktr.ee/CristalPizzaria

Por Falar em Correr
Redação PFC 74 - Recorde mundial na Maratona de Berlim, Maratona de Londres e Maratona do Rio

Por Falar em Correr

Play Episode Listen Later Oct 1, 2022 29:52


Enio Augusto e Camila Rosa trazem as notícias do mundo da corrida com os comentários, informações, opiniões e análises mais pertinentes, peculiares e inesperadas. Eliud Kipchoge quebra o recorde mundial na Maratona de Berlim; Maratona de Londres acontece neste fim de semana com live do PFC assistindo e comentando a prova no YouTube a partir das 4:30; Maratona de Foz do Iguaçu; 31ª Dez Milhas Garoto; Maratona de Salvador; Inscrições abertas para a Maratona do Rio. SEJA MEMBRO DO CANAL NO YOUTUBE

Vou ali e já venho
Miradouros na serra da Boa Viagem

Vou ali e já venho

Play Episode Listen Later Sep 30, 2022 2:18


Terminamos a semana dedicada a miradouros na serra da Boa Viagem, próximo da Figueira da Foz. Temos vários à escolha.

Podcasts do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil

Dia 29 de setembro, foi celebrado o Dia Internacional de Conscientização sobre a Perda e o Desperdício de Alimentos. O Grupo de Trabalho, criado pelo Governo Federal e coordenado pelo ministério da Agricultura, apresentou relatório final com propostas de como o Brasil pode contribuir para o desafio global de reduzir as perdas e desperdício de alimentos em 50% até 2030. O ministro da Agricultura Marcos Montes participou da cerimônia de encerramento do 29º Congresso Internacional da Indústria do Trigo, em Foz do Iguaçu. O evento teve como objetivo contribuir para o fortalecimento e crescimento de toda a cadeia que envolve o cereal no Brasil e em outros países. Foi publicada, esta semana, a Resolução do Comitê Gestor do Garantia-Safra nº 1, que estabelece as regras do programa para a safra 2022/2023. O benefício é pago aos agricultores familiares que residam em regiões com perda de safra, por causa da estiagem ou enchente.

Outra Visão
Silvana Canal #108

Outra Visão

Play Episode Listen Later Sep 28, 2022 82:27


A nossa entrevistada é jornalista com experiência em assessoria de imprensa no setor de turismo, sobretudo, divulgando os atrativos, produtos e serviços turísticos na região de Foz do Iguaçu, no Paraná, um dos mais belos destinos turísticos no planeta. Não é à toa, que as Cataratas do Iguaçu, localizada em Foz do Iguaçu, foram eleitas como uma das 7 Maravilhas da Natureza. Natural de Soledade, pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, ela e sua família se mudaram para o Paraná quando ainda tinha poucos meses de vida, se fixando no distrito de Itacorá, a 60 km de Foz do Iguaçu. Em 1982, o pequeno distrito, pertencente ao município de São Miguel do Iguaçu, foi coberto pelas águas do rio Paraná com a construção da barragem da usina hidrelétrica Itaipu Binacional. Pouco antes, a família mudou-se para Foz do Iguaçu, onde a nossa entrevistada se estabeleceu, constituiu família e se formou como jornalista. Acompanhada de um chimarrão, bom-humor e com muitas informações para compartilhar, durante a nossa conversa ela contou como foi o início da sua carreira no jornalismo; relembrou das diversas viagens a trabalho para divulgar o destino Iguaçu; falou sobre as novidades de turismo na região; explicou sobre a estrutura hoteleira e para eventos disponíveis no destino e, como não poderia deixar de ser, deu várias dicas de passeios incríveis para fazer, hospedagem, gastronomia, compras e diversão no destino Iguaçu. É com muita alegria, já preparado para embarcar na lancha do Macuco Safari e navegar pelas corredeiras até as Cataratas do Iguaçu, que recebemos neste episódio do podcast Outra Visão, Silvana Canal, a jornalista Silvana Canal, a mãe da Bruna e da Caroline, a avó do Luigi, uma das profissionais do jornalismo que mais conhece o destino Iguaçu, e que, eu sei, tem muito a nos ensinar e várias histórias para contar. Acompanhe a entrevista. Entrevista realizada dia 26 de setembro de 2022. LINKS – Silvana Canal Site oficial - https://silvanacanal.com.br/ Link Tree - https://linktr.ee/silvanacanalmkt Linkedin - https://www.linkedin.com/in/silvana-canal-3916143a/ Instagram - @silvanacanalmkt - https://www.instagram.com/silvanacanalmkt/ Twitter - @silvanacanal - https://twitter.com/SilvanaCanal Facebook - https://www.facebook.com/silvana.canal Blog - https://silvanacanal.wordpress.com/ Macuco Safari - https://macucosafari.com.br/ Iguazu Wellness Experience - https://www.iguazuwellness.com/ Visit Iguassu - https://www.iguassu.com.br/

Goalkeepers' Union
214: Fozcast Reaction

Goalkeepers' Union

Play Episode Listen Later Sep 20, 2022 56:03


We're going to take a wild stab in the dark that listeners of this podcast are almost certainly avid listeners of Ben Foster's Fozcast. That being the case, you'll have all heard a familiar name on this week's YouTube phenomenon. For when announcing his retirement, Foz mentioned a certain Richard Lee and the part our apparent "Goalkeeping Super Agent" played in a rollercoaster of a day which convinced the ex-England No1 to hang up his gloves. Rich reacts to a manic 24 hours on this episode, in addition to all the customary analysis from the Premier League and EFL. With a host of games cancelled, we'll take a break during the international fixtures and return once the league schedule restarts.

Primeiro Café
#409 Violência política e o voto amedrontado nas #Eleições2022 | Os cenários nas disputas estaduais no RS e no PR

Primeiro Café

Play Episode Listen Later Sep 15, 2022 64:40


QUINTA, 15/09/2022: O ataque de um deputado bolsonarista contra a jornalista Vera Magalhães é apenas mais um dos muitos casos de violência política registrados na campanha eleitoral deste ano. Ameaças, agressões e até assassinatos ocorreram nas últimas semanas, colocam o medo no centro do debate e pressionam o bolsonarismo contra a parede.O estímulo ao uso da violência pelos bolsonaristas parte diretamente do presidente e dos principais influenciadores do lado de lá. É o que pode ser observado nesse caso da Vera Magalhães. Ela virou alvo preferencial após o "apito de cachorro" do presidente no debate da Band. Brasil afora, os casos que podem ter relação com violência política se multiplicam. Esta semana deve ser ouvido o carcereiro bolsonarista que matou um petista por motivo político na festa de aniversário de 50 anos dele com tema de Lula e do PT em Foz do Iguaçu. No Mato Grosso, o assassinato com requintes de crueldade do apoiador de Lula Benedito dos Santos continua sendo investigado e fez com que a campanha do ex-presidente pedisse à Justiça Eleitoral mais ações contra a violência.Em Goiânia, um policial militar atirou na perna de um amigo dentro da igreja porque ele ficou revoltado com o discurso do pastor, que pregava aos fiéis para não votar "em vermelhos", em referência aos partidos de esquerda. Em São Gonçalo, um bolsonarista levou um soco de um apoiador de Lula após provocar uma confusão na porta de um comício do ex-presidente.Na semana passada, um vendedor ambulante eleitor de Lula disse à BBC Brasil que escondeu as toalhas do Lula para vender só as de Bolsonaro durante as manifestações em Brasília. "As toalhas do Lula eu deixei escondidas, né? Senão ia dar briga, aqui", disse ele.Levantamento feito pelo Observatório da Violência Política e Eleitoral da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro mostra que, ao longo da primeira metade de 2022, a violência política deixou 40 mortos no país. O levantamento também aponta para 89 ameaças a lideranças políticas, 42 agressões, 27 atentados, 11 homicídios de familiares, dois sequestros, dois sequestros de familiares e um atentado contra familiares. Como o monitoramento começou em 2020, não é possível comparar com o mesmo período do último ano com eleições federais, 2018.Por causa desses episódios de grande repercussão, muita gente prefere esconder suas preferências políticas. Os institutos de pesquisa têm falado no tal "voto envergonhado". Na verdade, trata-se de um "voto amedrontado", pois no caso de apoiadores de Lula, muita gente está evitando adesivar seus carros ou andar na rua usando vermelho por medo da violência bolsonarista.ELEIÇÕES NO RS E NO PR No segundo tempo do #PrimeiroCafe, vamos falar sobre os cenários das disputas estaduais no Rio Grande do Sul, com o jornalista Luis Eduardo Gomes do Sul 21, e no Paraná, com o jornalista Rogério Galindo do Plural. SAIBA MAIS: https://primeiro.cafe/APOIE: https://apoia.se/primeirocafe

O Antagonista
Lula não responde se anistiaria Bolsonaro

O Antagonista

Play Episode Listen Later Sep 13, 2022 1:14


Em entrevista à CNN Brasil nesta segunda-feira (12; foto), Lula foi questionado se, caso eleito, anistiaria Jair Bolsonaro para pacificar o país, mas não respondeu à pergunta. O petista comentou os casos de violência política neste ano, como os assassinatos em Foz do Iguaçu, no início de julho, e no interior do Mato Grosso, na semana passada. Ele chamou a violência política de "comportamento incivilizado" e culpou Bolsonaro pelo fenômeno. "É o comportamento do presidente da república que dita, um pouco, as regras do que vai acontecer na sociedade. E esse atual presidente vive de provocar, vive de instigar, de desrespeitar", disse. Inscreva-se e receba a newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

PodCast IDEG
Resumo Semanal - 02/09/2022 - Xinjiang, AIEA, Gorbachev, Angola, Amazônia, Paraguai e Caracas-Bogotá

PodCast IDEG

Play Episode Listen Later Sep 2, 2022 14:12


Salve, salve, Cacdista! - Xinjiang: ONU aponta graves violações de direitos humanos praticadas por Pequim; - TNP: Após um mês de debates, Conferência de revisão termina sem documento final; - AIEA: agência da ONU é autorizada a inspecionar a usina de Zaporizhzhia, na Ucrânia; - Gorbachev: o falecimento, aos 91 anos, do último líder da URSS; - Angola: comissão eleitoral confirma reeleição do atual presidente João Lourenço; - Amazônia: Desmatamento em agosto é o maior do mês em dez anos; - Paraguai: presidentes Jair Bolsonaro e Mario Abdo Benítez visitam obras da Ponte da Integração, em Foz do Iguaçu; - Bogotá-Caracas: Colômbia e Venezuela retomam formalmente relações diplomáticas.

Boletim Folha
Exército diz que não vai indicar substituto para militar excluído pelo TSE

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Aug 11, 2022 3:48


YouTube muda política e derruba live com fala golpista de Bolsonaro a embaixadores. E bolsonarista que matou petista em Foz do Iguaçu recebe alta.See omnystudio.com/listener for privacy information.

Notícias Agrícolas - Podcasts
A tecnologia para o Agro e o potencial de incremento na produção e produtividade no Brasil são destaques do Le Donne Dell'Agro, congresso que acontec

Notícias Agrícolas - Podcasts

Play Episode Listen Later Aug 11, 2022 38:46


Idealizado pelo grupo Fienile, o evento acontece entre os dias 23 e 25 de novembro em Foz do Iguaçu- PR

New Books in Fantasy
Foz Meadows, "A Strange and Stubborn Endurance" (Tor Books, 2022)

New Books in Fantasy

Play Episode Listen Later Aug 8, 2022 33:32


A Strange and Stubborn Endurance (Tor, 2022) is marketed as a historical fantasy novel, but its subtle and humane sweetness set it aside from most examples of the genre. Though it offers political intrigues and battles, it is also a compassionate exploration of a man's recovery from assault and homophobia with the help of his new husband. The man in question, Velasin vin Aaro, exhibits little purpose in life when we first meet him at his father's estate. The third son of a nobleman, he's an insecure dilettante who is forced to conduct his affairs with other men in secrecy, due to the restrictive religious beliefs of his native country. When he's promised to a noblewoman from the neighboring country of Tithena in order to cement a new alliance, Velasin feels like he has no choice but to go along with his father's wishes. However, when a former lover forces himself onto Velasin and the two men are discovered undressed, his preferences are revealed. Rather than dissolving the alliance, the envoy from Tithena suggests marriage to the prospective bride's brother instead, to everyone's surprise. Velasin, shaken from the assault and forsaken by his father, takes his dear servant Markel and a few possessions and sets off to a country he barely knows, where his husband, Caethari, awaits him. From there on the story alternates between the two perspectives. Caethari, a well-adjusted warrior with a good understanding of boundaries, is ready to welcome his new husband, but someone else isn't—and is trying to break up the impending union with covert attacks and attempted assassinations from various people. Even more disturbing, this conspiracy claims to be acting under the directive of the Wild Knife—Caethari's fighting name. Caethari and Velasin will need to work together as partners to survive—and perhaps grow into their roles as husbands in the process. Foz Meadows is a genderqueer fantasy author with a pronounced weakness for Dragon Age, fanfic, webcomics and mornings that are so late as to technically constitute noons. She currently lives in California. Fun Fact: Foz' given name is Philippa. As a child she smiled all the time, so her father nicknamed her Foz, after the smiley Sesame Street character Fozzie bear. The nickname stuck. As well as being a fantasy writer, Gabrielle Martin has a Master's in Traditional Chinese Medicine. She lives in Switzerland where she maintains an acupuncture practice, tries to save her lettuce seedlings from ravenous slugs, and hikes over mountain passes for fun. You can follow Gabrielle on Twitter to get updates about new podcasts and more @GabrielleAuthor. Learn more about your ad choices. Visit megaphone.fm/adchoices Support our show by becoming a premium member! https://newbooksnetwork.supportingcast.fm/fantasy

New Books Network
Foz Meadows, "A Strange and Stubborn Endurance" (Tor Books, 2022)

New Books Network

Play Episode Listen Later Aug 8, 2022 33:32


A Strange and Stubborn Endurance (Tor, 2022) is marketed as a historical fantasy novel, but its subtle and humane sweetness set it aside from most examples of the genre. Though it offers political intrigues and battles, it is also a compassionate exploration of a man's recovery from assault and homophobia with the help of his new husband. The man in question, Velasin vin Aaro, exhibits little purpose in life when we first meet him at his father's estate. The third son of a nobleman, he's an insecure dilettante who is forced to conduct his affairs with other men in secrecy, due to the restrictive religious beliefs of his native country. When he's promised to a noblewoman from the neighboring country of Tithena in order to cement a new alliance, Velasin feels like he has no choice but to go along with his father's wishes. However, when a former lover forces himself onto Velasin and the two men are discovered undressed, his preferences are revealed. Rather than dissolving the alliance, the envoy from Tithena suggests marriage to the prospective bride's brother instead, to everyone's surprise. Velasin, shaken from the assault and forsaken by his father, takes his dear servant Markel and a few possessions and sets off to a country he barely knows, where his husband, Caethari, awaits him. From there on the story alternates between the two perspectives. Caethari, a well-adjusted warrior with a good understanding of boundaries, is ready to welcome his new husband, but someone else isn't—and is trying to break up the impending union with covert attacks and attempted assassinations from various people. Even more disturbing, this conspiracy claims to be acting under the directive of the Wild Knife—Caethari's fighting name. Caethari and Velasin will need to work together as partners to survive—and perhaps grow into their roles as husbands in the process. Foz Meadows is a genderqueer fantasy author with a pronounced weakness for Dragon Age, fanfic, webcomics and mornings that are so late as to technically constitute noons. She currently lives in California. Fun Fact: Foz' given name is Philippa. As a child she smiled all the time, so her father nicknamed her Foz, after the smiley Sesame Street character Fozzie bear. The nickname stuck. As well as being a fantasy writer, Gabrielle Martin has a Master's in Traditional Chinese Medicine. She lives in Switzerland where she maintains an acupuncture practice, tries to save her lettuce seedlings from ravenous slugs, and hikes over mountain passes for fun. You can follow Gabrielle on Twitter to get updates about new podcasts and more @GabrielleAuthor. Learn more about your ad choices. Visit megaphone.fm/adchoices Support our show by becoming a premium member! https://newbooksnetwork.supportingcast.fm/new-books-network

The Steel Cage Podcast Network
UNT 141: Stranger Things 4

The Steel Cage Podcast Network

Play Episode Listen Later Aug 5, 2022 74:35


It's back! And you can bet your last jar of peanut butter that we're going to review it! Stranger Things returned with its fourth entry, so get ready to return to the Upside Down with your favorite nerds... What happens when you cross a Russian prison story with Carrie and A Nightmare on Elm Street, not to mention D&D, thrash metal and that subplot with Will? That's right, you get Season 4 of the hit Netflix show Stranger Things! And we here at UNT were destined to review it, in this reality or the next. So roll the dice, run up that hill and master your puppets, then check out episode 141 before the grandfather clock chimes for you! P.S. No bones were horrifically broken in the recording of this podcast. Hosted by: 'Captain Boomerang' Greig Tansley (@GreigT13). Featuring: 'SuperJew' Jared Robinovitz (@SuperJew75), 'Beast From the Middle East' Darrell Johnson (@zazzumplop), and Foz (@havoksmane). Music by Kate Bush & Eddie Munson.

Unfunny Nerd Tangent
UNT 141: Stranger Things 4

Unfunny Nerd Tangent

Play Episode Listen Later Aug 5, 2022 74:35


It's back! And you can bet your last jar of peanut butter that we're going to review it! Stranger Things returned with its fourth entry, so get ready to return to the Upside Down with your favorite nerds... What happens when you cross a Russian prison story with Carrie and A Nightmare on Elm Street, not to mention D&D, thrash metal and that subplot with Will? That's right, you get Season 4 of the hit Netflix show Stranger Things! And we here at UNT were destined to review it, in this reality or the next. So roll the dice, run up that hill and master your puppets, then check out episode 141 before the grandfather clock chimes for you! P.S. No bones were horrifically broken in the recording of this podcast. Hosted by: 'Captain Boomerang' Greig Tansley (@GreigT13). Featuring: 'SuperJew' Jared Robinovitz (@SuperJew75), 'Beast From the Middle East' Darrell Johnson (@zazzumplop), and Foz (@havoksmane). Music by Kate Bush & Eddie Munson.

O Assunto
Eleições 2022: segurança dos candidatos

O Assunto

Play Episode Listen Later Jul 22, 2022 25:36


2018 ficou marcado pelo atentado contra aquele que terminou vitorioso na disputa pela Presidência da República. Quatro anos depois, a campanha oficial nem começou, e os casos de violência escalam em frequência e gravidade. No mais recente, um apoiador de Jair Bolsonaro (PL) assassinou o tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu. Agora, com a temporada de convenções partidárias, entra em cena a Polícia Federal, que passa a ser responsável pela proteção dos candidatos ao Planalto. Em conversa com Renata Lo Prete, o diretor-executivo da PF, Sandro Avelar, explica os critérios que pautam a análise de risco usada para definir o tamanho do aparato de cada um - Lula e Bolsonaro são colocados no ponto máximo de uma escala que vai de 1 a 5. O delegado também detalha contingente, equipamentos e recursos disponíveis. Da segunda parte do episódio participa Renato Sergio de Lima, presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Para ele, a eleição deste ano “será a mais complexa no que diz respeito à segurança".

Boletim Folha
Servidores da Abin defendem urnas eletrônicas em reação a Bolsonaro

Boletim Folha

Play Episode Listen Later Jul 21, 2022 4:35


Ministério Público denuncia bolsonarista que assassinou petista em Foz do Iguaçu. E polícia faz operação em imóvel do podcast A Mulher da Casa Abandonada.See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Jair Bolsonaro classifica como “covardia” pedido de manifestação de Moraes sobre discurso de ódio

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 16, 2022 1:01


Durante sua live presidencial, Jair Bolsonaro classificou como "covardia" o prazo de 48 horas estabelecido pelo vice-presidente do TSE, Alexandre de Moraes, para que ele se manifeste sobre acusações de incitação à violência.  “Falta de consideração [do Alexandre de Moraes]. Parece que faz para mostrar: ‘Olha, eu sou togado aqui, você vai me respeitar e fazer o que eu quero, senão minha caneta está aqui'. Essas questões aí levam ao conflito entre Poderes. Daqui a pouco vão falar que eu estou atacando o Supremo Tribunal Federal. Isso aqui é um ataque. Isso aqui é um, se me permitem, é uma covardia. Uma covardia”, declarou o presidente da República. Como registramos, Moraes concedeu dois dias para que o presidente da República se manifeste sobre os possíveis impactos de seus discursos em casos de violência política. A manifestação do ministro do TSE é uma resposta a uma representação instaurada por partidos de oposição, como o PT, após o assassinato do tesoureiro petista Marcelo Arruda pelo agente penal bolsonarista Jorge Guaranho no último fim de semana, em Foz do Iguaçu (PR). Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Papo de Política
Papo de Política #117: escalada de absurdos

Papo de Política

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 38:57


A aprovação da “PEC da reeleição”, a segurança das urnas eletrônicas e a repercussão da morte do petista Marcelo Arruda. Neste episódio, Natuza Nery, Mônica Waldvogel e Octavio Guedes falam sobre a escalada de absurdos em Brasília, da última semana, que terminou com a aprovação da "PEC da reeleição", uma espécie de balão de oxigênio para Bolsonaro no valor de R$41 bilhões. Falta reação de instituições e de políticos? O que está em jogo no cenário político? A PEC pode abrir caminho para a aprovação de projetos ainda mais polêmicos? O Papo fala também sobre a auditoria do Tribunal de Contas da União na qual ministros atestaram que o Tribunal Superior Eleitoral tem estrutura para garantir a segurança das eleições. Apesar disso, em dissonância com os resultados divulgados pelo tribunal, o ministro da Defesa voltou a colocar em dúvida a segurança das urnas eletrônicas em audiência no Senado, no dia seguinte. O Papo analisa ainda os impactos da morte do petista Marcelo Arruda, assassinado a tiros por um policial bolsonarista em Foz do Iguaçu, no Paraná, no último fim de semana. Natuza conta o quanto a campanha de Bolsonaro acha que o episódio vai afetar a popularidade do presidente. Octavio traz um bastidor sobre a reação do governo ao crime.

Cafezinho Café Brasil
Cafezinho 507 – O monstro é ...ista

Cafezinho Café Brasil

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 7:47


Eu voto para presidente desde a eleição de Collor em 1990. Votei no Collor, no FHC, no Serra, no Alckmin, no Serra de novo e no Aécio. Quando a gente diz esse nomes hoje em dia, a reação de qualquer é Bleargh!!!! Pois é... mas quando lembramos da alternativa... Nunca fui chamado de Collorista, FHcista, Serrista, Alckmista ou Aecista. O nome do político no qual votei nunca foi rótulo ou serviu para definir minha competência ou meu caráter. Era simplesmente uma escolha entre duas que se apresentavam. Mas aí veio Bolsonaro. E de repente – póu! - Bolsonarista. E pessoas passaram a julgar meu caráter pelo voto que dei. Olha, eu sou corinthiano e sempre que Lula alardeava que também era, eu me incomodava. Mas fazer o quê? O fato dele torcer pelo mesmo time que eu não fazia com que eu fosse igual ou pensasse como ele. Deus me livre.   Mas agora... as pessoas ficam procurando criminosos que tenham votado em Bolsonaro, para dizer “só podia ser bolsonarista, igual você!” Viu o tiroteio de Foz do Iguaçu? Pois é. Foi um bolsonarista que atirou num petista. Percebe? “Bolsonarista” é um rótulo definidor de caráter. Numa sociedade onde as pessoas se estapeiam para gritar “chega de segregação!”, “somos todos iguais!” “não importa a cor da sua pele, sua preferência sexual ou seu gênero!”, somos todos iguais, entendeu? I-guais! Menos os bolsonaristas. E aí apareceu em São João do Meriti – Rio de Janeiro, um monstro disfarçado de anestesista estuprando mulheres no momento do parto. E a turma correu pra saber em quem ele vota. Deu Ciro Gomes. Mas ah, se desse Bolsonaro... Chegamos a um estado das coisas em que o sujeito é mais ou menos monstro dependendo de em quem ele votou. Você consegue perceber a estupidez desse raciocínio? Aliás, isso é raciossímio. Bem, vou continuar a reflexão neste vídeo. https://www.youtube.com/watch?v=80N7BAEtx6c Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

O Antagonista
CORTES DO PAPO: Polícia descarta motivação política em assassinato de petista

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 19:12


A Polícia Civil do Paraná indiciou por homicídio qualificado o agente penal bolsonarista Jorge Guaranho, que matou o militante petista e guarda municipal Marcelo Arruda (foto), em Foz do Iguaçu, no último fim de semana. Guaranho foi indiciado por homicídio com duas qualificadoras: por motivo torpe e causar perigo comum, informou a delegada Camila Cecconello, em entrevista coletiva nesta sexta (15). A polícia, então, descartou motivação política na morte do militante petista. Marcelo foi assassinado a tiros enquanto comemorava seu aniversário, em festa com a temática do PT. E, Guaranho, antes de atirar contra o tesoureiro, gritou: "Aqui é Bolsonaro". Segundo a delegada Camila Cecconello, o agente penal se sentiu ofendido e humilhado com a escalada da discussão que teve com Arruda. Imagens de uma câmera de segurança externa mostram que, no início da briga, Marcelo Arruda arremessou pedras em direção ao carro de Guaranho.  "É difícil nós falarmos que é um crime de ódio, que ele matou pelo fato de a vítima ser petista. Segundo os depoimentos, que é o que temos nos autos, ele voltou porque se sentiu ofendido com essa escalada da discussão, com esse acirramento da discussão entre os dois. Para você enquadrar em crime político, tem que enquadrar em alguns requisitos. É complicado a gente dizer que esse homicídio ocorreu porque o autor queria impedir os direitos políticos da vítima. Parece mais uma coisa que se tornou pessoal", disse a delegada. O agente penal, que também foi baleado no episódio, está internado estado grave e sedado. Ele teve prisão preventiva decretada na segunda (11). A Polícia Civil afirmou que um inquérito também foi aberto para apurar as agressões que Jorge Guaranho sofreu após atirar contra Marcelo Arruda. Três pessoas são investigadas no caso. Leia também: Crusoé: “A tragédia brasileira” Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Durma com essa
Extratos da semana da aprovação da PEC das bondades

Durma com essa

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 7:31


A emenda constitucional que decreta estado de emergência para turbinar benefícios sociais a menos de três meses da eleição. O assassinato de um petista por um bolsonarista em Foz do Iguaçu. A prisão de um médico anestesista após estuprar uma gestante sedada. E mais Acesse a Gama Revista e leia a nova edição da Semana a partir de domingo: https://gamarevista.com.br.Links para as matérias citadas: • PEC das bondades: o olhar dos políticos e o olhar dos especialistas: https://bit.ly/3uTZkkZ • De 2015 a 2022: a violência na rua para quem faz política: https://bit.ly/3ARmM6n • Violência dos dois lados? A falsa simetria na política de 2022: https://bit.ly/3BaFI0b • ‘O silêncio é uma forma de conivência com casos de abuso': https://bit.ly/3ciXZhj • Os direitos de quem vai dar à luz. E os protocolos médicos: https://bit.ly/3PndkM2

MIDCast
S05E23 - Golpismo, Violência Política e Anitta | S05E23

MIDCast

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 114:38


Nessa semana falamos sobre muita coisa. Taca-lhe play!Colabore com o nosso trabalho através do PicPay ou Padrim. PARTICIPANTES:------------------Ana Raíssa - https://twitter.com/annarraissaDiego Squinello - https://twitter.com/GarotoDoKikaoRodrigo Hipólito - http://twitter.com/lhamanalamaVictor Sousa - http://twitter.com/erro500 COMENTADO NO EPISÓDIO------------------Elon Musk desiste do TwitterLDO aprovada sem RP9 impositivaA motivação foi a denúncia sobre o Pacheco?Alessandro Vieira pede investigaçãoCongresso derruba vetos da Cultura | Oposição emocionadaBoris Johnson renuncia ao cargoExército hasteia bandeira nazista em escolaJuiz que mandou prender Milton é atacado em BrasíliaBozo edita decreto para obrigar a exibir preço antes/depois do teto do ICMSMilicos preparam “fiscalização paralela” da eleiçãoMarcelo Arruda é morte em Foz do IguaçuAssassino permanece sedado em previsão de alta | perfilDelegada do caso tinha postagens contra o PT … e foi afastadaMãe acredita em motivação política … mas Bozo defende bandidoComparar posicionamentos: Lula x BozoBozo ligou pra famíliaCâmara faz sessão de 1 minuto … e comissão aprovaSegundo Guedes, não dá nada nãoCaminhoneiro não é burro e sabe fazer contaAnitta é Lula … Lula é AnittaLula in RioBomba caseira foi atirada em eventoLula confirma apoio ao FreixoLula agradecendo Maninho do PTSuplicy vem pra deputado estadual … e Márcio França senadorTarcísio confirma vice do PSD na sua chapa em SPMarreco confirmado como candidato ao senadoA autoestima de Simone TebetCiro Gomes: “Lula planejou entregar Brasil para Bolsonaro”Pesquisa presidencial BTG/FSB - 8 a 10/07Pesquisa Big Data / Record SP - 8 a 9/07 DICAS CULTURAIS------------------[reportagem] Orçamento Secreto banca fraudes no SUS[podcast] O Assunto - Bolsonaro e a necropolítica[texto] Seventeen, de Kenzaburo Oe, ou precisamos falar sobre aquela direita[conto] Seventeen[podcast] Assovio;[edital] Desafio Pindorama Tem algum feedback sobre o episódio?------------------E-mail: podcastmid@gmail.comTwitter: @podcastmidInstagram: @podcastmid

revista piauí
#209: Milicianismo, bala e voto

revista piauí

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 63:58


Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky falam do assassinato do petista Marcelo Arruda, no Paraná, por um policial penal federal bolsonarista e da repercussão em torno do caso. O trio também comenta as manobras de Arthur Lira para aprovar a PEC que amplia benefícios sociais às vésperas das eleições, e a campanha das Forças Armadas para desacreditar o processo eleitoral e encampar o discurso golpista de Jair Bolsonaro. Escalada: 00:00 1º bloco: 05:29 2º bloco: 21:42 3º bloco: 33:03 Kinder Ovo: 45:55 Momento Cabeção: 47:37 Correio Elegante: 54:21 Créditos: 1:02:08 Bloco 1: Violência e barbárie No último dia 9, um policial federal bolsonarista invadiu uma festa e matou a tiros o aniversariante, Marcelo Arruda, guarda municipal e tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu (PR). Jorge José da Rocha Guaranho, o assassino, gritou "Aqui é Bolsonaro" e "Lula ladrão" antes de atirar no petista. Bolsonaro entrou em contato com dois irmãos da vítima por chamada de vídeo, por intermédio do deputado Otoni de Paula (MDB-RJ). Os irmãos da vítima são bolsonaristas. A viúva de Arruda, Pamela Suellen Silva, não recebeu condolências do presidente. Bloco 2: Primeiro-ministro do Brasil Com diversas manobras no regimento promovidas pelo presidente da Câmara, Arthur Lira, o Congresso cedeu à pressão do governo e aprovou a PEC que dribla a Lei Eleitoral e o teto de gastos para aumentar e criar programas sociais a menos de três meses das eleições. Antes do recesso parlamentar, o Legislativo aprovou também a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 mantendo as emendas do relator, o chamado orçamento secreto. Bloco 3: Golpe em verde-oliva Reverberando o discurso de Bolsonaro, as Forças Armadas preparam um plano de fiscalização paralela para as eleições deste ano. O ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, questiona a atuação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) desde que assumiu o cargo, sem apresentar nenhuma prova de possíveis fraudes. Uma auditoria realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU) mostrou que, dos mais de 6 mil membros da ativa e da reserva que trabalham em cargos de confiança no governo, cerca de 2,3 mil têm indícios de irregularidades nos salários recebidos. Para acessar reportagens citadas nesse episódio: https://piaui.co/foro209 ​​​​​​​​​​Assista aos bastidores da gravação: https://piaui.co/ftprivilegiado​ ​​​​​Aqui, uma playlist com todos os episódios do Foro: https://piaui.co/playlistforo​ ​​​​​​​​​​O Foro de Teresina é o podcast de política da revista piauí, que vai ao ar todas as sextas-feiras, a partir das 11h. O programa é uma produção da Rádio Novelo para a revista piauí. Ouça também os outros podcasts da piauí: o Luz no fim da quarentena, sobre o que a ciência está descobrindo a respeito da pandemia de covid-19 (https://piaui.co/playlistquarentena​​), o Maria vai com as outras, sobre mulheres e mercado de trabalho (https://piaui.co/playlistmaria​​​​​​​​​), e A Terra é redonda, sobre ciência e meio ambiente (https://piaui.co/playlistaterra​​​​​​). Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Thais Bilenky Coordenação geral: Paula Scarpin Direção: Mari Faria Edição: Claudia Holanda e Tiago Picado Produção: Marcos Amorozo Apoio de produção: Clara Rellstab Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno Identidade visual: João Brizzi Ilustração: Fernando Carvall Teaser (Foro Privilegiado): Mari Faria Distribuição: Marcella Ramos Coordenação digital: Juliana Jaeger e FêCris Vasconcellos Checagem: João Felipe Carvalho Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

Café Brasil Podcast
Cafezinho 507 – O monstro é ...ista

Café Brasil Podcast

Play Episode Listen Later Jul 15, 2022 7:47


Eu voto para presidente desde a eleição de Collor em 1990. Votei no Collor, no FHC, no Serra, no Alckmin, no Serra de novo e no Aécio. Quando a gente diz esse nomes hoje em dia, a reação de qualquer é Bleargh!!!! Pois é... mas quando lembramos da alternativa... Nunca fui chamado de Collorista, FHcista, Serrista, Alckmista ou Aecista. O nome do político no qual votei nunca foi rótulo ou serviu para definir minha competência ou meu caráter. Era simplesmente uma escolha entre duas que se apresentavam. Mas aí veio Bolsonaro. E de repente – póu! - Bolsonarista. E pessoas passaram a julgar meu caráter pelo voto que dei. Olha, eu sou corinthiano e sempre que Lula alardeava que também era, eu me incomodava. Mas fazer o quê? O fato dele torcer pelo mesmo time que eu não fazia com que eu fosse igual ou pensasse como ele. Deus me livre.   Mas agora... as pessoas ficam procurando criminosos que tenham votado em Bolsonaro, para dizer “só podia ser bolsonarista, igual você!” Viu o tiroteio de Foz do Iguaçu? Pois é. Foi um bolsonarista que atirou num petista. Percebe? “Bolsonarista” é um rótulo definidor de caráter. Numa sociedade onde as pessoas se estapeiam para gritar “chega de segregação!”, “somos todos iguais!” “não importa a cor da sua pele, sua preferência sexual ou seu gênero!”, somos todos iguais, entendeu? I-guais! Menos os bolsonaristas. E aí apareceu em São João do Meriti – Rio de Janeiro, um monstro disfarçado de anestesista estuprando mulheres no momento do parto. E a turma correu pra saber em quem ele vota. Deu Ciro Gomes. Mas ah, se desse Bolsonaro... Chegamos a um estado das coisas em que o sujeito é mais ou menos monstro dependendo de em quem ele votou. Você consegue perceber a estupidez desse raciocínio? Aliás, isso é raciossímio. Bem, vou continuar a reflexão neste vídeo. https://www.youtube.com/watch?v=80N7BAEtx6c Gostou? De onde veio este, tem muito, mas muito mais. Torne-se um assinante do Café Brasil e nos ajude a continuar produzindo conteúdo gratuito que auxilia milhares de pessoas a refinar seu processo de julgamento e tomada de decisão. Acesse http://mundocafebrasil.com

O Antagonista
CORTES DO PAPO: "Lula e o PT têm dado boa dose de contribuição para acirrar os ânimos", diz Ciro Gomes

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 14, 2022 4:55


Ciro Gomes (PDT) disse nessa terça (12), durante uma live, que o clima de radicalização política, às vésperas da campanha eleitoral, parte principalmente de Jair Bolsonaro (PL), mas que Lula (PT) também contribui para acirrar os ânimos. "Esse clima de radicalização violenta, de perseguição a adversários parte principalmente de Bolsonaro, mas não vou fechar os olhos à verdade e a verdade é que Lula e o PT têm dado uma boa dose de contribuição para acirrar os ânimos todo dia, para jogar o Brasil num clima de medo, violência e incerteza que não se via desde a ditatura militar", afirmou o pré-candidato do PDT ao Planalto. No último fim de semana, o guarda municipal Marcelo Arruda foi morto a tiros em Foz do Iguaçu pelo agente penal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho, enquanto comemorava seu aniversário de 50 anos com a temática do PT. Ao comentar o caso, Ciro (foto) afirmou: "Como é possível que alguém odeie tanto a opção política do outro a ponto de baleá-lo na frente dos seus filhos, de sua esposa e seus amigos? Não tenho dúvida de que parte das respostas atende pelo nome e sobrenome de Jair Messias Bolsonaro, um presidente que faz apologia das armas e da violência até mesmo quando está ao lado de crianças, um presidente ligado a milícias e a gente notória pela brutalidade como o deputado Daniel Silveira." Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
CORTES DO PAPO: Mario Sabino: A tragédia de Foz do Iguaçu já se tornou um acontecimento político

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 14, 2022 10:28


Mario Sabino e Carlos Graieb comentam no Papo Antagonista desta quarta-feira (14), os desdobramentos do assassinato de Marcelo Arruda, tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu, por Jorge Guaranho, bolsonarista e policial penal, durante sua festa de aniversário temática de Lula. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Assunto
Crimes de ódio: ameaça à democracia

O Assunto

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 30:13


O assassinato de um tesoureiro do PT, durante uma festa de família, por um apoiador de Jair Bolsonaro foi “induzido” não apenas por falas do presidente, mas pela “máquina” de agressão de natureza política que prosperou no Brasil sob seu governo. É o que sustenta o sociólogo José de Souza Martins, professor emérito da USP. Na conversa com Renata Lo Prete, ele relembra eventos violentos que precederam a morte de Marcelo Aloísio de Arruda em Foz do Iguaçu e afirma ser impossível dissociá-los da proliferação de armas estimulada por Bolsonaro e família. Diz ainda que a sociedade precisa estar de “prontidão” para reagir a uma eventual tentativa do Planalto de usar atentados como o de sábado como pretexto para insinuar qualquer mudança no calendário eleitoral. Participa também do episódio Anielle Franco, irmã de Marielle e diretora do instituto que leva o nome da vereadora executada em 2018 - crime do qual até hoje não se conhece o mandante. Como se isso não bastasse, quatro anos depois a família ainda convive com “tentativas de assassinar a reputação de Marielle”.

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "Oposição não teve coragem de votar contra a PEC em ano eleitoral"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 21:22


O Congresso Nacional aprovou ontem o projeto de Lei das Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2023 com regras que obrigam esta reserva e mantêm o controle das indicações nas mãos do presidente da Câmara, Arthur Lira. Foram 324 votos favoráveis e 110 contrários na Câmara e 46 a 23 no Senado. Agora, a lei dependerá de sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL). "Antes da votação, teve muita reclamação, mas na hora da votação a PEC foi aprovada expressivamente. A oposição sabe que o grande beneficiário é o presidente Bolsonaro, mas não teve coragem de enfrentar, em ano eleitoral, porque pareceria que estaria contra o eleitor pobre", diz Cantanhêde. Pressionado pelo comando de sua campanha, o presidente Jair Bolsonaro telefonou para parentes do guarda civil Marcelo Arruda, tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu (PT), que foi assassinado a tiros por um militante bolsonarista durante a comemoração de seu aniversário de 50 anos no sábado. O crime foi cometido pelo policial penal federal Jorge Guaranho. Também baleado, Guaranho foi internado e, em seguida, teve prisão preventiva decretada. "Bolsonaro não manifestou empatia com a família do petista nem condenou o assassino, que é bolsonarista, e agora tem estratégia clara de transformar a vítima em réu. Ele ligou para a família, mas só para o irmão do Marcelo Arruda que tem simpatia pelo presidente. E a própria viúva lamentou o uso político da morte desta ligação. Essa estratégia só cola em bolsonaristas cegos, surdos e mudos para a realidade", opina Eliane. See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Papo Antagonista com Carlos Graieb e Mario Sabino

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 49:01


Arthur Lira passa o trator para aprovar a PEC Kamikaze O PT quer achar um meio de devolver ao governo o controle do Orçamento Guerra de versões sobre o assassinato em Foz do Iguaçu Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Ciro Gomes: 'Radicalização parte de Bolsonaro, mas Lula contribui para acirrar ânimos'

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 1:20


Ciro Gomes (PDT) disse nessa terça (12), durante uma live, que o clima de radicalização política, às vésperas da campanha eleitoral, parte principalmente de Jair Bolsonaro (PL), mas que Lula (PT) também contribui para acirrar os ânimos. "Esse clima de radicalização violenta, de perseguição a adversários parte principalmente de Bolsonaro, mas não vou fechar os olhos à verdade e a verdade é que Lula e o PT têm dado uma boa dose de contribuição para acirrar os ânimos todo dia, para jogar o Brasil num clima de medo, violência e incerteza que não se via desde a ditatura militar", afirmou o pré-candidato do PDT ao Planalto. No último fim de semana, o guarda municipal Marcelo Arruda foi morto a tiros em Foz do Iguaçu pelo agente penal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho, enquanto comemorava seu aniversário de 50 anos com a temática do PT. Ao comentar o caso, Ciro (foto) afirmou: "Como é possível que alguém odeie tanto a opção política do outro a ponto de baleá-lo na frente dos seus filhos, de sua esposa e seus amigos? Não tenho dúvida de que parte das respostas atende pelo nome e sobrenome de Jair Messias Bolsonaro, um presidente que faz apologia das armas e da violência até mesmo quando está ao lado de crianças, um presidente ligado a milícias e a gente notória pela brutalidade como o deputado Daniel Silveira." Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Bolsonaro é uma "pessoa desumana", diz Lula em ato em Brasília

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 1:40


Em evento na noite desta terça-feira (12) em Brasília, Lula (foto) chamou Jair Bolsonaro de "pessoa desumana" e afirmou que o presidente tenha transformar a campanha eleitoral numa "guerra" e "colocar medo na sociedade brasileira". O ato começou com um pedido da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, para que se fizesse um minuto de silêncio pelo ex-tesoureiro petista Marcelo Arruda, morto a tiros por um bolsonarista no último sábado (9), em Foz do Iguaçu (PR), durante sua festa de aniversário. O ex-presidente, em seu discurso, afirmou que disputa eleições desde 1982 e que nunca presenciou um caso de violência política. "Não tem na história nenhum sinal de violência por onde passei", disse o petista, que dias atrás elogiou a tentativa de homicídio de Maninho do PT contra um empresário que protestava diante do Instituto Lula. Em seguida, Lula comentou a ligação feita por Bolsonaro à família de Arruda nesta terça. "Se o Bolsonaro quiser visitar as pessoas pelos quais ele é responsável pela morte, ele vai ter que ter muita viagem, porque não chorou uma lágrima pelas 700 mil vítimas da Covid. E nunca se preocupou em visitar nenhuma criança órfã e nunca visitou uma viúva que perdeu o marido". O petista prosseguiu os ataques afirmando que Bolsonaro “se afastou do planeta Terra” e orbita em um planeta no qual só existe “ódio”. "É uma pessoa desumana, uma pessoa do mal, não pensa o bem sobre ninguém, a não ser sobre si próprio." Lula também criticou os ataques do presidente ao processo eleitoral: "Essa figura foi eleita por 28 anos como deputado pela urna. Ganhou eleições pela urna e agora resolveu colocar em dúvida. Não é por que ele desconfia que a urna não é honesta; é porque ele desconfia que o povo brasileiro não é bobo e não vai mais votar nele". Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo
Cinco anos atrás, Lula era condenado; hoje ele é candidato a presidente

Alexandre Garcia - Vozes - Gazeta do Povo

Play Episode Listen Later Jul 13, 2022 5:39


Alexandre Garcia comenta o aniversário da primeira condenação de Lula, a candidatura de Sergio Moro, o caso do tiroteio entre petista e bolsonarista em Foz, e uma declaração de Al Gore sobre a Amazônia

O Antagonista
Papo Antagonista com Carlos Graieb

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 48:34


Os desdobramentos do assassinato de um militante petista por um bolsonarista, em Foz do Iguaçu.  Congresso aprova a lei de diretrizes orçamentárias (LDO) para 2023 sem pagamento obrigatório de emendas do relator. Polícia reúne indícios de que o anestesista preso por estuprar uma mulher grávida seja um criminoso em série A guerra de bastidores em torno da PEC Kamikaze, que deve ser votada ainda hoje. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Bolsonaro diz que agente penal que matou petista também foi agredido

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 1:14


Jair Bolsonaro (PL) voltou a comentar a morte do guarda municipal e militante petista Marcelo Arruda. Ele foi assassinado a tiros no último fim de semana em Foz do Iguaçu (PR), enquanto comemorava seu aniversário de 50 anos com a temática do PT. Os disparos foram feitos pelo agente penal bolsonarista Jorge José da Rocha Guaranho. Nesta terça (21), durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro (foto) afirmou que Jorge também foi agredido por petistas. "O pessoal da festa, todos petistas, encheram a cara dele [Guaranho] de chute. Se esse cara morre de traumatismo craniano, esses petistas vão responder por homicídio. Para os petistas, chute na cara de quem está caído no chão é violência do bem", afirmou Bolsonaro. O presidente também disse que "nada justifica a troca de tiros" e que a motivação da morte de Marcelo Arruda ainda precisa ser apurada. "Está sendo concluída a investigação pela Polícia Civil do Paraná, talvez concluam hoje, para a gente ver que teve um problema lá fora, onde o cara que morreu, que estava lá na festa, jogou uma pedra no vidro daquele cara que estava que estava no carro paro lado de fora. Depois ele voltou e começou aquele tiroteio lá onde morreu o aniversariante", acrescentou Bolsonaro. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "Assassinato no PR é exercício do ódio implantado no País"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 19:52


Durante uma conversa com jornalistas, na manhã desta segunda-feira, 11, o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que não tem “nada” a ver com o assassinato de Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, no último sábado, 9. Segundo testemunhas que estavam na festa com temática de Partido dos Trabalhadores (PT), o acusado teria invadido o aniversário aos gritos de “Aqui é Bolsonaro”. "Isso é intransigência e apologia às armas. Quem tem, usa a arma por qualquer discussão e Bolsonaro não faz outra coisa a não ser estimular as armas. O caso de Foz do Iguaçu não foi briga, foi assassinato frio e cruel por motivo ideológico e político. O presidente tem a ver com isso, sim", opina Cantanhêde. O recuo do senador Marcos do Val (Podemos-ES) na definição sobre como será executado o orçamento secreto em 2023 nasceu no gabinete de Rodrigo Pacheco (PSD-MG). Irritado com a repercussão da entrevista de Do Val ao Estadão, Pacheco pressionou o senador a desistir das inovações que ele queria emplacar no ano que vem e patrocinou um movimento para retomar as regras vigentes. Do Val queria tornar o orçamento secreto impositivo em 2023. A manobra de Pacheco não agradou a Arthur Lira (PP-AL) e seus aliados, os principais interessados nas mudanças, que viam na nova execução do orçamento secreto uma forma de engessar o novo governo eleito caso Jair Bolsonaro perca a eleição. "Rodrigo Pacheco acabou com a excrescência da excrescência. Orçamento jamais pode ser secreto porque quem paga é o brasileiro, então tem o direito de saber como está sendo usado seu dinheiro. O presidente do Senado cortou um pouco as asas do Centrão", diz Eliane. See omnystudio.com/listener for privacy information.

O Antagonista
Bolsonaro liga para a família de tesoureiro do PT assassinado

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 1:06


Jair Bolsonaro conversou nesta terça-feira (12) com os irmãos do tesoureiro do PT Marcelo Arruda,que foi assassinado em Foz do Iguaçu no final de semana por um apoiador do presidente. Na conversa por videochamada intermediada pelo deputado Otoni de Paula (MDB), Bolsonaro se demonstrou preocupado com o impacto do assassinato na imagem do governo. O presidente convidou os familiares de Arruda para uma visita a Brasília para conversar com a imprensa e "mostrar o que aconteceu". "A possível vinda de vocês a Brasília, se vocês concordarem, qual é a ideia? É ter uma coletiva para a imprensa que vocês falem o que aconteceu de fato [...] Vocês teriam a imprensa na frente de vocês para mostrar o que aconteceu", disse Bolsonaro. "Se bem que a imprensa dificilmente vai voltar atrás do que escreveu até agora. Porque grande parte da imprensa tem esse objetivo de desgastar o meu governo", acrescentou. Bolsonaro também acusou a imprensa de supervalorizar o papel dele na atual polarização política no Brasil. "Vocês nunca viram eu estimulando qualquer tipo de atrito, apesar de grande parte da imprensa dizer exatamente o contrário", afirmou. Além do pedido, o presidente lamentou o ocorrido e afirmou que "nada justifica" o assassinato. "Por mais que, porventura, tenha tido uma troca de palavras grosseiras [...] não justifica o cara voltar armado e fazer o que fez. No meu entender, nada justifica o que aconteceu", disse. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Angu de Grilo
Boris Johnson, violência política e estupro #143

Angu de Grilo

Play Episode Listen Later Jul 12, 2022 69:01


Boa terça, angulers. No #143, recebemos o jornalista e correspondente da Globo News. Rodrigo Carvalho, para comentar a renuncia de Boris Johnson, ex-primeiro-ministro do Reino Unido. Depois, comentamos o assassinato de Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, e a radicalização da violência política. Por fim. O tenebroso caso do anestesista que estuprou uma gestante direito seu parto. Que horror. Sirva-se! Edição e mixagem de áudio: Tico Pro - Laranja Preta Produtora

O Antagonista
Pacheco: tenho "absoluta convicção" que Lula e Bolsonaro repudiam violência

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 2:18


O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse ter "absoluta convicção" que os líderes políticos mais influentes do Brasil - no caso Lula e Jair Bolsonaro - repudiam a violência registrada em Foz do Iguaçu (PR) no último sábado (9), quando um militante do PT foi morto em sua festa de aniversário por um militante bolsonarista. "Ninguém em sã consciência seria capaz de aplaudir um ato dessa natureza", disse Pacheco em coletiva com jornalistas. Segundo ele, a situação de violência política no Brasil em 2022 leva o país "para um campo muito ruim que nunca teve." "O que eu invoco de fato é que líderes políticos de todas as searas, especialmente dos candidatos que tem grande aceitação popular, precisam ter um discurso de proposta de ideias, de menos confronto e de exposição do outro" disse Pacheco, "em termos de invocar ou evocar a militância algum tipo de ato mais agressivo em relação a quem pensa diferente." Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Colunistas Eldorado Estadão
Eliane: "O País está impregnado de miséria e ódio e em um momento de alerta"

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 21:35


Um guarda municipal de Foz do Iguaçu (PR) foi morto a tiros no sábado, durante sua festa de aniversário de 50 anos, que tinha decoração com o tema do Partido dos Trabalhadores (PT). Marcelo Arruda era filiado ao PT e foi candidato a vice-prefeito em Foz do Iguaçu nas eleições de 2020. Conforme o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, o atirador, Jorge José da Rocha Guaranho, é agente penitenciário federal e apoiador do presidente Jair Bolsonaro. Arruda morreu e Guaranho ficou ferido, em estado grave. "Essa história é um marco nas eleições já tão conturbadas do Brasil de 2022. O ex-presidente Lula tem razão quando diz que isso foi gerado pelo ambiente e discurso de ódio do presidente Jair Bolsonaro. O País está impregnado de miséria, fome e ódio e em um momento de alerta e pavor", opina Eliane. Manifestantes fizeram um ato pró-armas neste sábado, 9, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. O grupo se concentrou na Catedral Metropolitana e, por volta das 9h, e saiu em marcha pelo canteiro central da Esplanada dos Ministérios. As pessoas que participaram do ato foram vestidas de branco. Muitos carregavam bandeiras do Brasil e se autointitulavam apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL). "Não entendo por que arma tem a ver com liberdade; a verdadeira liberdade é viver, enquanto armas são falta de liberdade e morte. A turba de Bolsonaro está armada em uma eleição tensa e polarizada. O presidente deveria ser o primeiro a vir a público desautorizar e desestimular esse tipo de coisa", diz Cantanhêde. See omnystudio.com/listener for privacy information.

Colunistas Eldorado Estadão
Moura Brasil: O ‘Adélio' bolsonarista

Colunistas Eldorado Estadão

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 17:09


Na edição desta segunda, o jornalista Felipe Moura Brasil analisa a escalada da violência política no País, a partir do assassinato do guarda municipal e tesoureiro do PT, Marcelo Arruda, pelo agente penitenciário federal e apoiador do presidente Jair Bolsonaro, Jorge José da Rocha Guaranhos, em Foz do Iguaçu (PR). O colunista discute os principais temas que rondam o noticiário político do País, de segunda a sexta, às 07h35, no Jornal Eldorado. See omnystudio.com/listener for privacy information.

Durma com essa
Quando a violência política caminha para o descontrole

Durma com essa

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 17:18


A Justiça decretou nesta segunda-feira (11) a prisão preventiva do agente penal Jorge José da Rocha Guaranho, bolsonarista que matou a tiros o guarda municipal petista Marcelo Arruda em Foz do Iguaçu dois dias antes. O assassinato é o mais recente capítulo de uma crescente violência política no país. O “Durma com essa” fala sobre o crime, relembra outros casos recentes, discute motivações e projeta os riscos para as eleições de 2022. O programa tem ainda a participação da redatora Isadora Rupp, que fala sobre a falsa simetria em casos de violência política, e do repórter especial João Paulo Charleaux, que comenta as revelações sobre a Uber a partir de documentos obtidos pelo jornal britânico The Guardian.

O Antagonista
Congresso faz um minuto de silêncio em homenagem a petista morto no Paraná

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 2:04


O Congresso Nacional fez um minuto de silêncio em homenagem ao tesoureiro do PT do Paraná, Marcelo Arruda, que foi assassinado em Foz do Iguaçu no final de semana. Arruda morreu após uma troca de tiros com o agente penitenciário Jorge Guaranho, apontado como apoiador do presidente Jair Bolsonaro. A principal linha de investigação da Polícia Civil do Paraná é que o crime foi fruto de divergências políticas entre os dois. “Está mais do que demonstrado de que não podemos nos render ao ódio e à violência na política ou em qualquer seara da nossa vida. O papel dos líderes políticos, das forças de segurança, de conter essa onda de intolerância, de ódio deve ser um compromisso da nação”, disse há pouco o presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
"O que eu tenho a ver?", diz o presidente Jair Bolsonaro, sobre assassinato de tesoureiro do PT

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 0:57


Em conversa com jornalistas em Brasília no início da tarde desta segunda-feira (11), Jair Bolsonaro voltou a comentar sobreo assassinato de um tesoureiro do PT, no final de semana em Foz do Iguaçu, por um de seus apoiadores. O presidente voltou a reclamar de quem destaca que o atirador era bolsonarista. Assim como fizera em conversa com apoiadores pela manhã desta segunda, ele citou Adélio Bispo, o homem que o esfaqueou em um atentado durante a campanha presidencial de 2018. "Quando o Adélio me esfaqueou, ninguém falou que ele era filiado ao PSOL. Agora, o que eu tenho a ver com esse episódio [de Foz do Iguaçu]?", disse Bolsonaro. "Eu sou contra qualquer ato de violência. Eu já sofri disso na pele. A gente espera que não aconteça, obviamente. Está polarizada, a questão", acrescentou. O presidente, então, alegou, sem apresentar provas ou estatísticas concretas, que "o histórico de violência não é do [seu] lado. É do lado de lá". Ele ainda afirmou estar sendo alvo de perseguição por conta de episódios de violência política no país. "Eles querem me criminalizar o tempo todo. Tentando bater na mesma tecla, como se eu fosse responsável pelo ódio no Brasil. Pelo amor de Deus. Só falta daqui a pouco ter briga de torcida e me criminalizar também", disse. Esta é a terceira vez que Bolsonaro se pronuncia sobre o caso, que ocorreu na madrugada de domingo (10). Além da conversa com apoiadores pela manhã, ele se pronunciou ao final da tarde de domingo em suas redes sociais em repúdio genérico a quem pratica violência contra opositores políticos, sem especificar o assassinato. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

O Antagonista
Bolsonaro reclama de quem diz que assassino de tesoureiro do PT é seu apoiador

O Antagonista

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 0:27


Jair Bolsonaro reclamou, em conversa no cercadinho na manhã desta segunda-feira (11), do fato de que o assassino de Marcelo Arruda, um tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu, no final de semana, é seu apoiador. O presidente ainda citou Adélio Bispo, o autor da facada que sofreu durante a campanha presidencial de 2018, e minimizou o assassinato. "Vocês viram o que aconteceu ontem, né, a briga de duas pessoas lá em Foz do Iguaçu? Bolsonarista, não sei o que lá... Agora, ninguém fala que o Adélio era filiado ao PSOL, né?", disse Bolsonaro. Segundo o boletim de ocorrência, o atirador, Jorge Guaranho,gritou "aqui é Bolsonaro" antes de efetuar os disparos contra o tesoureiro do PT. Nas redes sociais, Guaranho demonstrava apoio ao presidente e às pautas defendidas pelo governo. Cadastre-se para receber nossa newsletter: https://bit.ly/2Gl9AdL​ Confira mais notícias em nosso site: https://www.oantagonista.com​ Acompanhe nossas redes sociais: https://www.fb.com/oantagonista​ https://www.twitter.com/o_antagonista​ https://www.instagram.com/o_antagonista No Youtube deixe seu like e se inscreva no canal: https://www.youtube.com/c/OAntagonista

Rádio Gaúcha
Emergências superlotadas na Capital, anestesista preso por estupro e retorno do frio

Rádio Gaúcha

Play Episode Listen Later Jul 11, 2022 4:52


Emergências do setor adulto que atendem pelo SUS voltaram a apresentar superlotação hoje em Porto Alegre. Um anestesista foi preso em flagrante por estuprar uma paciente que passava por uma cesariana no Rio de Janeiro. Foi decretada a prisão preventiva do policial federal Jorge Guaranho, suspeito de assassinar o guarda municipal Marcelo Arruda, em Foz do Iguaçu, no Paraná. O Parque Germânia, em Porto Alegre, ganhará uma biblioteca comunitária com foco no público infanto-juvenil. Para os próximos dias você pode esperar frio e temporais no Rio Grande do Sul. Mais notícias em gzh.com.br

World Building for Masochists
Episode 78: Reimagining Relationships w/ FOZ MEADOWS

World Building for Masochists

Play Episode Listen Later Jun 8, 2022 65:51


Your characters and the relationships they have -- romantic, sexual, friendly, familial, professional -- will drive much of what readers connect to in your stories. So what sort of relationship dynamics do you want to build into your world's cultures? Foz Meadows joins us to discuss all the things that make up the space between two or more hearts. From power structures and politics to financial inheritance and gender roles, there's a lot to consider. What kinds of relationships are possible in your world? Is marriage even a thing? If so, how many people can be in a marriage? Is your world totally queernorm, not at all, or somewhere on the spectrum in-between? And how about sex positivity? Who embraces free love, and who prefers chastity? These considerations can help you build a world that feels emotionally real, even if it challenges a reader's preconceptions of what a "relationship" means.   Transcript for Episode 78 (with thanks to our scribes! Want to join the team? Email us at worldbuildcast at gmail dot com)   Our Guest: Foz Meadows is a genderqueer fantasy author, essayist, reviewer, blogger and poet. She has most recently published An Accident of Stars and A Tyranny of Queens with Angry Robot, and Coral Bones with Rebellion; a full list of her publications can be found here. Foz is a reviewer for Strange Horizons, and has been a contributing writer for The Book Smugglers, Black Gate and The Huffington Post, as well as a repeat contributor to the podcast Geek Girl Riot. Her essays have appeared in various venues online, including The Mary Sue, A Dribble Of Ink and Uncanny Magzine. She is a four-time Hugo Award nominee for Best Fan Writer, which she won in 2019; she also won the 2017 Ditmar Award for Best Fan Writer, for which she has been nominated three times. In 2017, An Accident of Stars was a finalist for the Bisexual Book Awards, and in 2018, ‘Coral Bones' won the Norma K. Hemming Award in the short fiction category. An itinerant Australian, Foz currently lives in California with not enough books, her very own philosopher and their voluble spawn. Surprisingly, this is a good thing.